Professor: Rafael Silva



Baixar 136.2 Kb.
Página1/2
Encontro01.10.2019
Tamanho136.2 Kb.
  1   2



Colégio

COOPEN

www.coopen.com.br secretaria@coopen.com.br


Professor: Rafael Silva

Disciplina: Oficina de texto

Listão


Data: /_04__/2018



Série: 6°


Turma:



Aluno (a):




Analise os textos a seguir:

Texto I

O texto a seguir trata-se de uma “refábula” (como afirma o próprio escritor) de uma das mais conhecidas fábulas de todos os tempos.

Texto II
Cigarra, formiga & cia
Cansadas dos seus papéis fabulares, a cigarra e a formiga resolveram associar-se para reagir
contra a estereotipia a que haviam sido condenadas.
Deixando de parte atividades mais lucrativas, a formiga empresou a cigarra. Gravou-lhe o canto em discos e saiu a vendê-los de porta em porta. A aura de mecenas a redimiu para sempre do
antigo labéu de utilitarista sem entranhas.
Graças ao mecenato da formiga, a cigarra passou a ter comida e moradia no inverno. Já ninguém a poderia acusar de imprevidência boêmia.
O desfecho desta refábula não é róseo. A formiga foi expulsa do formigueiro por lhe haver
traído as tradições de pragmatismo à outrance e a cigarra teve de suportar os olhares de desprezo
com que o comum das cigarras costuma fulminar a comercialização da arte.
Paes, José Paulo. Socráticas. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. p. 63.

Sobre o texto
1. O que a leitura do título do texto acima evoca no leitor familiarizado com fábulas tradicionais?

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2. A passagem “resolveram associar-se para reagir contra a estereotipia a que haviam sido condenadas” indica uma reação das personagens em relação aos comportamentos que apresentam na fábula original.
a) Quais são esses

comportamentos?___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
b) De que maneira, no texto de José Paulo Paes, a cigarra e a formiga reagem à “estereotipia
a que haviam sido condenadas”? _______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

3. Essa “refábula”, como a definiu seu autor, também promove uma mudança de cenário. Qual? __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

4. A mudança de atitude das personagens deu a elas um destino glorioso? Justifique sua resposta com base no texto e compare o desfecho com o da fábula original. _______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Leia:

O Poema Original

(O poema  matriz)


A Canção do Exílio


Gonçalves Dias

Minha terra tem palmeiras

Onde canta o sabiá;

As aves que aqui gorjeiam,

Não gorjeiam como lá.
Nosso céu tem mais estrelas,

Nossas várzeas têm mais flores,

Nossos bosques têm mais vida,

Nossa vida mais amores.


Em cismar, sozinho, à noite

Mais prazer encontro eu lá;

Minha terra tem palmeiras,

Onde canta o sabiá.


Minha terra tem primores,

Que tais não encontro eu cá;

Em cismar - sozinho, à noite -

Mais prazer encontro eu lá;

Minha terra tem palmeiras,

Onde canta o sabiá.


Não permita Deus que eu morra,

Sem que eu volte para lá;

Sem que desfrute os primores

Que não encontro por cá;

Sem qu'inda aviste as palmeiras

Onde canta o sabiá.




Paródia

Canção do Exílio

Murilo Mendes

Minha terra tem macieiras da Califórnia

onde cantam gaturanos de Veneza.

Os poetas da minha terra

são pretos que vivem em torres de ametista,

os sargentos do exército são monistas, cubistas,

os filósofos são polacos vendendo a prestações.

A gente não pode dormir

com os oradores e os pernilongos.

Os sururus em família têm por testemunha a Gioconda

Eu morro sufocado

em terra estrangeira.

Nossas flores são mais bonitas

nossas frutas mais gostosas

mas custam cem mil réis a dúzia.

Ai quem me dera chupar uma carambola de verdade

e ouvir um sabiá com certidão de idade!


  1. Aponte diferenças concretas entre o poema original e o parodiado.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




  1. Qual a parte mais lhe chamou a atenção no poema matriz e na paródia?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



  1. Qual a estrutura do texto 1? ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




  1. Na produção de uma paródia quais elementos devem ser preservados? ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

  1. Quais os assuntos tratados nos poemas supracitados? Eles divergem entre si? Justifique.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



  1. Qual o objetivo dos poemas lidos?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Parodie os trechos a seguir:

  1. No meio do caminho tinha uma pedra
    tinha uma pedra no meio do caminho
    tinha uma pedra...

(Drummond)

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




  1. Era uma casa muito engraçada
    não tinha teto, não tinha nada
    ninguém podia entrar nela não
    porque na casa não tinha chão...

(Toquinho)

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo

E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo

Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva

E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva

Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel

Num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu...

( Toquinho)

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande