Primeira folha de rosto



Baixar 0.52 Mb.
Página2/4
Encontro02.07.2019
Tamanho0.52 Mb.
1   2   3   4

SAUDADES DA INFÂNCIA

25.07.2011.

Aparecem as complicações quando começam:

As coisas

Os cuidados

As ocupações

Os trabalhos

Os empregos

Os negócios

As tarefas

As rotinas

Os encargos

As incumbências

As agendas

Os afazeres

As obrigações

As contas

Os deveres

Os papéis

Os ofícios

As carreiras

As correrias

As transações

Os trâmites

Os desempenhos

As medições

As execuções

As coisas


Ai que saudade de meus cinco anos...

48 – MARCELO BRAGA



MEUS ESCRITORES PREDILETOS

26.07.2011.

Estilo de escrita de natureza de:

Pureza, limpidez, graça

Nobreza, sublimidade, perfeição

Esmero, primor, requinte

Aticismo, finura, beleza

Graciosidade, vernaculismo, leveza

Elegância das formas, donaire, fluência

Consonância, harmonia, cadência

Apuro, eufonia, justeza de conceitos

Rendilhado das frases, lavor primoroso dos mestres

Formas varonis do estilo, linguagem pura e classicismo

Lídimo representante do falar e do escrever

Vernaculista, burilador da língua
Escritores de linguagem:

Elegante, culta, áurea

Clássica, nobre, sublime

Excelsa, nítida, pitoresca

Delicada, pura, legítima

Ática, acadêmica, primorosa

Doce, branda, amena

Suave, apurada, límpida.


Textos de natureza:

Vibrante, fidalga, perfeita

Limada, do mais fino quilate, rítmica

Bem elaborada, cadenciada, espontânea

Bem expressa, dúctil, enfática
Eis meus escritores prediletos; conhecidos ou não!
FADÁRIO HÍBRIDO – 49

DICAS PARA O “FALE CONOSCO” DO RECANTO DAS LETRAS

28.07.2011.

Acrósticos em palíndromos

Artigos de física quântica

Biografias de seres humanos

Cartas endereçadas a você mesmo

Cirandas retangulares

Contos obituários

Cordel de barbante

Crônicas da vida alheia

Discursos políticos

Duetos em disputas acirradas

E-livros cuja configuração de seu computador não abre

Ensaios de autobiografia

Entrevistas com vampiros

Frases sem sentido

Gramática e ortografia – do português arcaico

Haikais de origem chinesa

Homenagens a quem ainda está vivo

Humor negro

Indrisos sem imagens do Google

Infantil para crianças de 40 anos

Letras de música de bêbado cantando sozinho na madrugada

Mensagens do além

Natal solitário...

Orações – mantras

Pensamentos vagos

Poesias existencialistas – agora é sério, esse precisa mesmo!

Poetrix HEXAPLIX (exclusivo aos flamenguistas) péssimo!

Prosa poética de quem tem tempo de ficar proseando

Redações universitárias – cada uma...!

50 – MARCELO BRAGA

Resenhas de livros que ainda vão ser escritos

Rondel de estilo nacional: sua forma nunca é a mesma!

Roteiros do Google Maps

Sonetos sem o convite: “leia meu soneto”

Teoria literária de dicas de novas inclusões de gêneros

Textos eróticos para a turma GLS

Textos escolares de alunos reprovados

Textos jurídicos que ensinem as “escapadelas”

Trabalhos acadêmicos de psiquiatria

Trovas não mais escritas na época medieval

Tutoriais de humor – tenho alguns!
Desculpem-me, estava meio sem assunto hoje...

FADÁRIO HÍBRIDO – 51



TEMOS UM GOVERNO!

28.07.2011.

Temos um governo:
DE PODER

DE FORÇA


DE PULSO

DE RÉDEA


DE PRESTÍGIO

DE COMPETÊNCIA

QUE PROTEJE

QUE AMPARA

DE GARRA

DE PUNHO


QUE FISCALIZA

QUE ADMINISTRA

REPRESENTATIVO

PRESIDENCIALISTA

DEMOCRÁTICO

CAPITALISTA

DAS COMISSÕES

DOS DEPUTADOS

DO CORPO POLÍTICO

DE COMPROMISSO

DE DESEMPENHO

DE SUPREMO PODER

EMPENHADO

SOBERANO


ADMINISTRADOR

SÉRIO


INFLUENTE e

ZELOSO


52 – MARCELO BRAGA

Gostaria tem horas que fosse:


SOCIALISTA, COMUNISTA, COLETIVISTA, FASCISTA, DINÁSTICO, AUTORITARISTA, ABSOLUTISTA, IMPERIALISTA, MILITARISTA, PROTETORADO, CALIFADO, FEUDALISTA, UMA TRIARQUIA, UMA TETRARQUIA, UM CONSULADO, MONARQUIA ABSOLUTA, TOTALITARISTA, PARLAMENTAR; UMA MONARQUIA, PORNOCRACIA, TIMOCRACIA, ETOCRACIA, OCLOCRACIA, MESOCRACIA, TEOCRACIA, TRIBUNOCRACIA, VULGOCRACIA, SACANACRACIA ou qualquer outra coisa que:
ESSA FALSA DEMOCRACIA!

FADÁRIO HÍBRIDO – 53



A VIDA NÃO ME DEIXA SÓ NOS PIORES MOMENTOS DA VIDA

30.07.2011.

É querer demais ser recompensado

O que fiz além de ser um egoísta?

Mas a vida não! Ela está sempre me surpreendendo

Traz-me carrinhos de mercados lotados de coisas que gosto

Me envia telegramas avisando: você ressuscitou!

A vida não me deixa pagar por meus pecados

Me prega peças de novidades e caixinhas de presentes

Coloca cada um em meu caminho, que nem te falo...


É querer demais ser congratulado

O que fiz além de ser “um coisinha” ruim?

Mas a vida não! Ela está sempre me surpreendendo

Me abre as vezes não uma só porta, mas várias “preu” escolher

Me dá chances em cima de chances incansavelmente

A vida não me deixa só nas piores horas da vida

Aparece de trás da cortina e me dá cada susto!

Me promove cada ocasião propícia, que nem te falo...

54 – MARCELO BRAGA

BEIJOS EM TEU CORAÇÃO

01.08.2011.

Eu sabia que ia sair, estava só esperando. Resolvi então lavar meu galinheiro, quando de repente veio. As galinhas que esperem! É mais ou menos assim:
Sou poeta porque escrevo, daqui a pouco: comerciante porque vendo

De poeta romântico a um marido estúpido, em minutos depois do texto à minha musa

De poeta cômico (sem acento também) de tiradas razoavelmente risíveis a um poeta melancólico, chateado e dramático

De um ser tímido, arredio, que em pouco se transforma no cara falante que encanta e apreende os ouvintes

De falas sensíveis, educadas a um palavreado chulo

De íntimo rico de individualidades e fábulas a um ser amorfo e abstrato


Mudo de instantes em instantes numa inconstância constante

Nenhuma dificuldade em traçar por mim, meu perfil

Sou carinho e indiferença

Sou caminho certo e inconsequência

Sou um misto de ébrio-sobriedade

Sou justeza e iniquidade

Sabedoria e loucura
Ah, se eu tivesse asas...

FADÁRIO HÍBRIDO - 55

Faço regularmente a barba, quando de repente, um mês sem fazê-la

Dois anos devorando livros e escrevendo; dois anos de distância e apatia

Alguém que mente e alguém que conta verdades inacreditáveis

Que quando está tudo ótimo, larga tudo de mão para um projeto completamente diferente

Que faz promessa de parar de fumar no dia primeiro de JANEIRO e no dia 2 compra um pacote inteiro

Que parece um pastor alemão e de repente, quando você olha de novo, um chato poodle que late em vão

Que acerta por mero descuido e que erra por mero acerto
Do “centro das atenções” a um estraga prazer

De vernaculista à boca do inferno!

De um ser sensato a afoito e chato

Em minutos, segundos...


Arrisque!
Beijos no coração e tapas em tua cara!
(No fundo, sinto-me um pouco humano também...)

56 – MARCELO BRAGA



VOCÊ É O MEU CAMINHO!

02.08.2011.

Já vi tanta coisa nessa vida

Arco íris, teu olhar de bondade, chuva de granizo

Já vi tanta coisa nessa vida

Nuvens-desenhos, tua bela alma, neve


Já vivi tanta coisa nesse mundo

Mudanças, tua companhia, andanças

Já vivi tanta coisa nesse mundo

“Becos sem saída”, tua disposição em me amar, “luz no fim do túnel”


Já tive tanta coisa nessa lida

Oportunidades, o teu carinho, o meu carrinho

Já tive tantas coisas nessa lida

Chances, teus afagos, o meu caminho!


FADÁRIO HÍBRIDO – 57



BOTA NI CU

03.08.2011.

Como é difícil saber que cursos fazer

Em que área se especializar; são tantas as opções

O mercado de trabalho tão disputado

Áreas em que sobram profissionais, outras em que faltam


Fiz um teste vocacional, “deu para advogado” uma vez

Mas acho que vou ser BOTA NI CU

Mexer com herborização, fitografia, dendrologia, fitologia, micologia, rodologia, fungologia, algologia, pomologia. Atuar na flora, na flórula, na Pomona, no Ceres, no horto, em jardins bota ni cus, em herbários. Ser um Lineu, um pomólogo.
Saber que LONGILOBADO é algo dividido em lóbulos alongados

Saber que MASCULIFLORO é algo de flores masculinas

Que INCONHO é algo de um fruto naturalmente unido a outro

Que MONÓFILO só tem uma folha

Que MONOSPERMO possui apenas um corpo reprodutor

Que POLÍGINO é algo com muitos pistilos em cada flor

Que POLISPERMO é algo de muitas sementes e grãos

Que SOCARÍFERO é algo que produz açúcar

Que UMBRÍCOLA refere-se a plantas que vivem nas sombras e

Que XERÓFITO é o designativo dados aos vegetais de locais secos

58 – MARCELO BRAGA

22 ANOS DE SAUDADE...

05.08.2011.

Foi ontem, 04 de agosto

22 anos se passaram

Era um ser que cativava os da rua

E tirano com os de casa

Artista das telas, sensível

E agressivo em casa

Admirado por todos

E cruel em casa


Ainda sinto saudades

Todo 04 de Agosto é bucólico para mim

E haverá de ser por toda a vida essa data

Não importando mais nada, ERA MEU PAI

Foi ele o melhor que podia ser
Ainda tenho a imagem de seu semblante sofrido

Minha memória não consegue esquecer

Não tive a chance de mostrar a ele quem eu iria ser

Kafka me entenderia melhor...

FADÁRIO HÍBRIDO – 59

TUTORIAL PARA ELOGIAR OS TEXTOS DOS COMPANHEIROS ESCRITORES

06.08.2011.

Dicas de palavras para serem usadas para se elogiar textos poéticos de nossos companheiros escritores:
APLAUSOS!

LOUVO-TE!

UMA APOTEOSE!

CONSAGRO-TE!

MAGNÍFICO!

MEUS PRECÔNIOS!

CRESCESTES EM MEU CONCEITO!

MINHA ADMIRAÇÃO!

BELA EXPLANAÇÃO!

ACEITE MINHAS APOLOGIAS!

PALMAS!

HUMILDEMENTE, SUBSCREVO!



ENDOSSO!

GABOS DE EXCELÊNCIA!

PÉROLAS!

BRAVO!


APOIADO!

CASPITE!


ENCORE!

MACTE VIRTUTE!

ESTO PERPETUA!

AMÉM!


ASSIM SEJA!

VISITE MEU CANTINHO!

LEIA MEU TEXTO!
E outras sinceridades a mais.
60 – MARCELO BRAGA

TEM HORA QUE O TEMPO ME CONFUNDE

07.08.2011.

Tem hora que o tempo me confunde

Tem dia que penso ser o dia que ainda não chegou

Tem hora que penso ser o dia que passou

Preciso estar sempre atento, olhando o calendário

Rimando RIMA com LENDÁRIO
Tem hora que o tempo me suspende

Tem dia que penso não ter visto nada acontecer

Tem hora que penso ter visto o próprio arco íris aparecer

Preciso estar sempre atento, olhando a previsão do tempo

Rimando RIMA com ALENTO
Só para você entender: fui parar no Hawaii agora enquanto escrevia, ouvindo a voz e dedilhado de Israel Kamakawiwo’ole em sua: “OVER THE RAINBOW...”

FADÁRIO HÍBRIDO – 61



HIBRIDISMO

11.08.2011.

Perdi quase tudo por aí

A PALAVRA

A LINGUA-MÃE

A LOCUÇÃO

A FALA

O IDIOMA


A EXPRESSÃO

A FALA ORIGINAL

A LÍNGUA DE CAMÕES

ATÉ MESMO A UNIVERSAL!


Perdi quase tudo por aí

O PORTUGUESISMO

O VERNÁCULO

O DIALETO

O LATIM

A GRAMÁTICA



A ERUDIÇÃO

A FONÉTICA

A ORTOGRAFIA

ATÉ MESMO A NOVA PERDI!


Sobrou-me a BABEL

AS LÍNGUAS MORTAS

OS NEOLOGISMOS

AS DIÁFORAS

O ABUSO DOS TÊRMOS

O JARGÃO


O BARBARISMO

O PALÍNDROMO

O HIBRIDISMO!

62 – MARCELO BRAGA



SUBSTRATUM DE MINHA VIDA

12.08.2011.

Gente

Coisa


Massa

Pessoa


Um quê

Essência


Criatura

Substância

Organismo

Carne e osso

Fundamental

Humanização

Substanciação

Corporificação


O maciço

O tangível

O palpável
Eu

Osso!
E assim, fomos felizes para sempre...

FADÁRIO HÍBRIDO – 63

AUSÊNCIA DE PROBLEMAS

12.08.2011.

Quando penso que estou sem problemas

Descubro que é verdade

Fico puto

Arrumo novos

Ainda que em minha cabeça
Preciso ter algo para fazer!

64 – MARCELO BRAGA



CHULÉ

15.08.2011.

E o pessoal que antes não tinha acesso a cosméticos?

Mudando de assunto: rico também fede?

Os índios escovavam os dentes com folhas e cascas...

Isso vai feder!

Mudando de assunto:

Uns dias sem banho: ranço, bafum, suvaquinho, malina, catinga, chulé, fedentina, maresia, morrinha...

Ficamos desagradáveis...
Ser humano tende a feder

Atos e pensamentos também

Lava-se tudo, até dinheiro

Respire um dia, o ar de Brasília...

FADÁRIO HÍBRIDO – 65

O LONGE FICA MUITO PERTO DA GENTE

16.08.2011.

Acho que aprendi a relacionar a coisa

Pus tudo a perder quase todas


E resta-me sempre a inteligência
Fui vulcão em erupção que apenas ameaçou

Não fui longe

O longe fica muito perto da gente
Sei da ruindade da insensibilidade
Meu sangue continua sei lá de que cor

Mas sei que ele circula entre os boatos da mesquinharia e

É mais fácil a agressividade
Amei tanta coisa que nem me lembro

Caprichei em tantos textos que nem nada saiu

Sei apenas entrar e sair quando tento aquilo que não quero
Tentar...

66 – MARCELO BRAGA



VOU FICAR ESPERANDO

18.08.2011.

A propaganda precisa ser eterna

Um resultado em cem mil já está bom

Espero muito mais que isso

Vivo portanto, perdido nesse idioma apaixonante

Alguma coisa irá valer por tantas...

Faltam ainda 84 livros para um ser bom

Algumas semanas para os meus pés de pimentão

Alguns meses para as primeiras pimentas malaguetas

Uns 200 anos para eu caber em mim

Quase 500 horas para mais um dinheirinho extra

50 mililitros de lágrimas para um poema emocionado

Mais de uns 30 anos para uma nova banda legal

166 anos para um novo Nietzsche

Umas duas ou três vidas para a perfeição


Vou ficar esperando...

FADÁRIO HÍBRIDO – 67



TÔ NEM AÍ PARA UM MONTÃO DE COISAS!

19.08.2011.

Quando sou legal e normal, passo despercebido

Mas quero aparecer, sou um devorador de suas coisinhas mesquinhas

Construo pedra por pedra e mesmo assim o vento leva

Pouco me importo comigo, tem hora

Há algumas horas me decepcionei com o ser humano

A imprevisibilidade dos bichos ainda é melhor que tuas certezas

To nem aí para um montão de coisas

Levo muito a sério o humor

Minha energia e alegria vêm de minhas inventividades

Mas preciso

Da rotina

Da coisa certa

Do tudo OK
Um dia, quem sabe?!

68 – MARCELO BRAGA



MEU PIRÃO PRIMEIRO!

23.08.2011.

Estou disposto a antecipar minhas sortes

Quê ficar esperando nada!

Minha paciente espera sempre furou filas!
Estou disposto em acelerar meus estímulos

Quê ficar esperando nada!

Meus ímpetos sempre pularam os muros!
Estou disposto a alimentar minha insaciabilidade

Quê ficar esperando nada!

Minha fome sempre foi MEU PIRÃO PRIMEIRO!

FADÁRIO HÍBRIDO – 69



COISAS QUE EU NÃO QUERIA PERDER

23.08.2011.


TEXTO DIRIGIDO ÀQUELES QUE SABEM COMO PROVOCAR MINHA INDIFERENÇA

Quantas receitas não existem onde se usam:

AÇÚCAR e SAL

ÁCIDO e ALCÁLI

AMOR e ÓDIO?!
Quantas vezes não falei que os extremos são idênticos?

Quantas vezes não dei as dicas de como me conquistar?

Quantas vezes com o próprio silêncio fiquei esperando a espontaneidade?

Quantas vezes não teria sido fácil um relacionar tranquilo se não me atacasse?


Os anos vão passando e arrancando de mim coisas que eu não queria perder...

70 – MARCELO BRAGA



AS LÁPIDES QUE PICHEI!

26.08.2011.

Só vai sobrar ele...

Fico ouvindo Ram, Wild Life, Bando n The Run

Só irão sobrar os estádios de futebol...

Fico ouvindo Red Rose Speedway, Venus and Mars

Só vai sobrar ele…

Fico ouvindo Paul McCartney!


The Beatles foi e é meu grande sonho!

John Lennon foi e é meu grande idealista!

George Harrison foi e é meu cara tranquilo!

Paul o financista, esperto e que virou pop!

Ringo Starr, um simples baterista que deu sorte em estar ali!
Só vai sobrar o histerismo das inglesas e americanas

Só vai sobrar a história

Só vai sobrar os cacos de meus vasos

As raízes da chicória que acabei de plantar

As fotos amareladas daquilo que fui

As latas de cerveja que ingeri

Os fios de cabelos que os vermes determinaram não comer

As lápides que pichei!

FADÁRIO HÍBRIDO – 71

MEU PERFIL

26.08.2011.

Sou ser humano

Teórico, prático e telúrico

Tenho 38 anos, mas tem hora que tenho 19

Gosto de música, mas estou gostando mais de MÚSICA

Nasci na capital do Rio de Janeiro, mas sou de todo o planeta

Sou de todo o planeta, mas tem hora que sou apenas subúrbio

Sou descendente de ciganos com portugueses

Mas tem hora que sou argelino

Moro em casa própria, mas tem hora que descubro nada ter

Torço pelo Flamengo, mas tem hora que torço para o Flamengo

Crio uma porção de bichos

Mas tem hora que crio BICHO-GRILO em meu quintal ID

Estou no quarto casamento, mas tem hora que acho que estou no último casamento

Tenho três filhos, mas tem hora que acho que meus livros também os são

Minto dizendo que sou verdadeiro e tem hora que a minha verdade é uma só mentira

Estou em ascensão e declínio

Vivo a polaridade
Vivas à polaridade!

72 – MARCELO BRAGA



ALIÁS

27.08.2011.

Sou um daqueles que vai morrer

Eu e vida somos quase nada

Aliás, o que seria o NADA?!

O que seria o EU?!

A vida?!
Sou um daqueles que viveu mil coisas

Eu e minhas coisas somos quase tudo que eu tenho

Aliás, o que seria o TUDO?!

O que seriam as COISAS?!

O quase?!
Quase

Morri


Várias

Vezes


De rir

Da própria

Vida!

FADÁRIO HÍBRIDO – 73



GRAVIDADE E INTENSIDADE

30.08.2011.

Convivo com preguiçosos e incapazes

Sou também um deles

Espreguiço-me nas redes onde durmo todo torto e acordo babando

Incapaz dos mais de mil sonhos que não realizarei por causa do mau tempo


Sou gravidade e intensidade

Meus textos me ultrapassam

Sou radioatividade e severidade

Busco a imperfeição humana


Cansei dos perfeitos!

Dos peritos

Dos prefeitos

Dos pequenos


Mas os amo

Os amo tanto

Que os matarei por último!
SUBENTEDA-SE TUDO POR LINGUAGEM POÉTICA E NADA ESPECÍFICO!

74 – MARCELO BRAGA



LÁGRIMAS DE CROCODILO

31.08.2011.

Quando me apaixonei por mim

Chamaram-me de Narciso do Valão

Quando afoguei minhas poesias

Chamaram-me de Tântalo

Quando levantei as mãos para colher a maça

Era época de poda, mês de setembro

Quando fiz parte da sociedade normal

Vi-me estrangeiro em meu país

Quando voltei para meu casulo redoma

Falaram que eu vivia num mundo caranguejo

Quando me sujei na lama

Vieram me limpar com lágrimas


De um grande réptil com cauda longa, pernas curtas e mandíbulas fortes!

FADÁRIO HÍBRIDO – 75



OS PRIMÓRDIOS DO ROCK PROGRESSIVO

01.09.2011.

O experimentalismo...
Dissonâncias e acordes sem sentido

O psicodelismo, a Inovação

A necessidade de não ser comercial

O talento, a criatividade

O ácido, a época

A grana que já estava acumulada

Aquilo que ainda iria vir

Músicos geniais

Boas vozes e a sofisticação britânica

Igual a: Pink Floyd!


76 – MARCELO BRAGA



TRECHOS PERDIDOS

02.09.2011.

“As noites de sono ainda são agitadas. A alimentação segue irregular, mas sinto que as coisas irão se acertando, mesmo que num passo de tartaruga, em seu tempo, sem pressa.” 26.01.2011.
“Mais um dia amanhece para mim. Está tudo em paz. Todos dormindo. Só ouço o canto das codornas machos e alguns sons dos galos. Sei que virá o Sol, a hora de sair à rua, o contato com as pessoas do dia-a-dia, a rotina do trabalho, as contas que me cabem pagar, algumas preocupações normais de uma pessoa normal, o trabalho e o retorno para casa.” 25.01.2011.
“Vieram também as mudanças repentinas em minha rotina. Eu particularmente gosto da rotina e preciso dela. Alterações bruscas me deixam confuso. O escaldante Sol talvez seja o responsável, não sei.” 24.01.2011.
“Não estou com pressa; quero ainda o dia de hoje apenas. Reformas abruptas podem vir a serem obras de fachada: obras em que se usam materiais de terceira com finalidades eleitoreiras e de vida útil bem curta. Quero mudanças sólidas!” 22.01.2011.
“Não vou me impor o fardo do mundo. Sei que há muitas peles a serem salvas, mas a única que posso salvar é a minha. Sinto-me privilegiado pela vida em ter me proporcionado tantas oportunidades e tantos momentos felizes. Nada sei do futuro...” 20.01.2011.
“Minhas palavras hoje são poucas e quem dera-me serem sempre poucas as outras coisas também.” 19.01.2011.
FADÁRIO HÍBRIDO – 77

TRECHOS PERDIDOS II

05.09.2011.

“O exagero por si já é um exagero; sou exagerado em quase tudo que faço, vou do começo ao fim. Se eu conseguir ao menos dosar esse exagero e direcioná-lo para coisas úteis e benéficas, o avanço já foi de larga escala.”
“O trabalho excessivo deve servir para garantir um descanso no futuro, se o futuro vier a existir. Caso não, deve servir, o fruto do trabalho excessivo, aos nossos descendentes. De uma forma ou de outra, acredito que o dinheiro, que movimenta o mundo, se acumulado, deve ser empregado em bens duráveis.”
“Tenho tendências autodestrutivas e meus heróis morreram de overdose!”
“Já judiei muito de meu corpo, de minha identidade e já dei trela demais aos meus defeitos como ser humano, deixando em estado de inércia a minha capacidade de ser uma pessoa melhor e de deixar assim fluir meus aspectos positivos.”
“Cada ser humano que conheço, vem corroborado de uma personalidade única. A individualidade é patente. Pensamos, agimos e tomamos decisões diferentes. Somos únicos. Trilhamos caminhos diferentes; sentimos e vemos as coisas de forma diferente.”

78 – MARCELO BRAGA





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande