Porque criar ovinos



Baixar 291.91 Kb.
Página3/9
Encontro29.08.2018
Tamanho291.91 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

Criação em larga escala

Para grandes extensões de terra, são criações que comportam de 200 a 1000 cabeças, calculando 3 cabeças por hectare.


Do Projeto da Criação


    1. Definição do Objeto da Criação

O objetivo da criação deverá ser definido no inicio da criação, e deverá nortear todos os passos subseqüentes ao anteprojeto e o projeto final. O mercado de consumo de carnes de Caprinos e Ovinos é franco e em plena expansão.
A escolha deverá a princípio ser feita entre:


  • Vamos produzir Carne?




  1. Caprinos ou Ovinos?




  • Vamos Produzir Matrizes e Reprodutores, (Registrados)?

1. Caprinos ou Ovinos?



  1. Caprinos e Ovinos?




    • Vamos Produzir Leite?

1. Caprinos ou Ovinos?


A escolha deverá ser feita após uma análise criteriosa da propriedade e esta relacionada com o tamanho da mesma, a vegetação, o relevo, o recurso hídrico, o índice pluviométrico, a umidade, Temperatura média anual, a localização e o acesso à mesma.
A vegetação, o relevo, o índice pluviométrico e a umidade, vêm a definir qual o animal que será mais recomendado, se Caprino ou Ovino, e qual a linhagem mais adequada.
A dieta dos Ovinos é rica em energia, constituída pelos vários tipos de capins, (Gramíneas), sendo por tanto necessário a formação de pastagens e a manutenção da mesma ao longo do ano; Exigindo assim uma melhor fertilidade do solo e índice pluviométrico mais elevado. E a umidade restringe algumas raças de Ovinos.

No ditado popular costuma-se dizer que os Ovinos comem de cabeça baixa.

Como já podemos perceber para a produção de carne o tamanho do rebanho é bem maior que para a produção de Reprodutores e Matrizes de raças Puras, assim torna-se necessário um maior potencial hídrico da propriedade.

A produção de carne poderá ser realizada pela criação de Caprinos ou Ovinos.

O objeto da criação irá definir o tamanho das instalações; A análise do local da criação irá confirmar o objetivo da criação e o tipo de instalação, ambos determinam os custos da mesma.
Análise do Local do Projeto
A análise da propriedade deverá levar em conta os seguintes fatores:


      1. Recurso hídrico compatível ao tamanho máximo do rebanho e sua manutenção anual.

      2. Índice pluviométrico capaz de manter um suporte forrageiro para o rebanho o ano todo, se caatinga ou pastagem.

      3. A fertilidade do solo para definição do tipo de gramíneas, leguminosas, a ser usada assim como o manejo.

      4. Direção do vendo, nascente e poente, para definir a localização, e proteção do aprisco.

      5. Umidade de forma a definir o piso do aprisco, se de chão batido, ripado ou outro.

      6. Tipo de vegetação e a aptidão da região, quanto ao capim e leguminosas.

g. Acesso e proximidade dos centros consumidores, a forma de escoar a produção, facilidade de mão de obra especializada e Veterinária.
Após a análise da propriedade, será confirmada ou não o objetivo principal da criação, pontos fortes e pontos para melhorias de forma a reduzir os riscos, definir o tipo de manejo, e custos de produção, investimento inicial, o tipo de construção e a localização mais apropriada para as instalações do rebanho.

Análise da Evolução do Rebanho
Para entendermos melhor, temos que saber que um reprodutor tanto Caprino como Ovino, cobre vinte e cinco fêmeas, (Bem alimentado e em condições sanitárias adequadas); O que significa dizer que como a gestação tem o período de cinco meses e depois de fecundada, (prenhe), a matriz não volta mais ao cio, e que o cio se repete a cada vinte e um dias, o mesmo tem até cinco meses para emprenhar as matrizes; é evidente que se um reprodutor passar cinco meses para emprenhar as matrizes, o mesmo será um péssimo reprodutor. A qualidade do reprodutor é medida pelo número de matrizes que parem simultaneamente, na mesma semana ou em um mesmo mês, o que representa quantas matrizes conseguiu emprenhar em curto espaço de tempo, agregado ao percentual de matrizes prenhe.

Dimensionamento da Pastagem


  • Cada animal consume em média por dia, 10%, (Dez), de seu peso vivo de matéria verde, ou 2%, (Dois), de seu peso vivo de matéria seca (Feno).




  • As Gramíneas, (Capins), indicados são o Transvala, (Digitaria decumbens c.v.Transvala) ,evolução do Pangola ou Pangolinha, (Digitaria Decumbens, Stent).



Procedimentos para seleção dos ovinos

O principal item a ser levado em consideração na escolha dos ovinos, machos e fêmeas, é a sua saúde..

Um ovino sadio apresenta olhar vivo, é bem desenvolvido, com uma lã de qualidade e em bom estado. Quando a sua lã perde o brilho, fica eriçada e sem resistência, isso pode ser conseqüência de uma verminose avançada ou decorrente de uma sarna.

Quando os animais apresentam um muco quase purulento nas narinas, acompanhado de tosse, isso significa a presença de uma bronquite verminótica, que deve ser tratada imediatamente.

Devemos levar em consideração, ainda, que os animais devem apresentar todas as características da sua raça, formando assim, um rebanho bastante uniforme em relação ao seu exterior.

Eles devem apresentar, além do olhar vivo e brilhante, uma cabeça bem proporcionada, cara larga ampla fossas nasais, pescoço forte, grosso e bem inserido. Seu corpo é cheio, lombo reto, bons aprumos com ossos fortes e largos.

São defeitos graves: uma constituição débil; cara muito estreita; focinho fino; peito estreito; pernas compridas; mal aprumadas e finas. Além disso, também são considerados defeitos graves, peso abaixo do normal .

O exame das mamas é, também, muito importante. Não devemos escolher e adquirir animais que possuírem defeitos ou infecções mamárias.



Apreciação Ovina

Ao adquirir um ovino, observe a cabeça, que deve ser forte e máscula nos machos. Evite fêmeas com excesso de lã na cara e em volta dos olhos. Verifique a dentição do animal. Não deve possuir má conformação ou falta de dentes












    










O gradil torácico deve ser amplo, especialmente em raças para corte. Nas raças para lã o velo deve ser denso. Comprima-o para senti-lo.



Apalpe o escroto e certifique-se de que esteja em condições normais. Nas raças para lã, a barriga e as partes internas das coxas devem estar bem recobertas por lã.










Examine os membros posteriores. Estes devem ser profundos. Depois, comprima o dorso e confira a sua amplitude.




Comprima o tórax. Nas raças de corte deve ser amplo.





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande