Paulo ganem souto



Baixar 3.67 Mb.
Página57/58
Encontro21.10.2017
Tamanho3.67 Mb.
1   ...   50   51   52   53   54   55   56   57   58



MULTIBACILAR


IDADE EM ANOS

DAPSONA (DDS)

DIÁRIA AUTO-

ADMINISTRADA

DAPSONA

(DDS)

SUPERVISIONADA

RIFAMPICINA

(RFM) MENSAL

SUPERVISIONADA


CLOFAZIMINA (CFZ)













AUTO-

ADMINISTRADA

SUPERVISIONADA

MENSAL

0 - 5

25 mg

25 mg

150 - 300 mg

100mg/semana

100mg

6 - 14

50 - 100 mg

50 - 100 mg

300 - 450 mg

150mg/semana

150 - 200mg


ESQUEMA DE TRATAMENTO PARA TUBERCULOSE



Esquema I - Drogas (mg/kg/dia) - indicado nos CASOS NOVOS de tuberculose,

EXCETO MENINGITE segundo a fase de tratamento e peso do paciente:

Fases do Tratamento

Drogas

Dose (mg/kg/dia) por Peso (kg)







Até 20 kg

Entre 20 e 35 kg

Entre 35 e 45 kg

Mais de 45 kg

1a fase

(2 meses)



R

H


·Z

10

10


·35

300

200


1000

450

300

·1500


600

400

·2000


2a fase

(4 meses)



R

·H


10

·10


300

200


450

·300


600

·400


R - Rifampicina; H - Hidrazida/Isoniazida; Z – Pirazinamida
Observações: O tratamento da tuberculose oftálmica ou cutânea poderá ser mantido por mais de seis meses a critério médico (2RHZ/4RH/6H), ou seja mais 6 meses de Hidrazida/Isoniazida. No tratamento da associação de tuberculose e infecção pelo HIV/AIDS, a 2a fase terá a mesma duração que nos pacientes não co-infectados.
Esquema 1R - Drogas (mg/kg/dia) -Esquema reforçado para RETRATAMENTO e ABANDONO DO ESQUEMA I, segundo fase do tratamento e peso do paciente:

Fases do Tratamento

Drogas


Dose (mg/kg/dia) por Peso (kg)







Até 20 kg

Entre 20 e 35 kg

Entre 35 e 45 kg

Mais de 45 kg

1a fase

(2 meses)



R

H

Z



E

10

10


35

25


300

200


1000

600


450

300


1500

·800


600

400


2000

1200


2a fase

(4 meses)



R

H

E



10

10


25

300

200


600

450

300


800

600

400


1200

E – Etambutol

ESQUEMA DE TRATAMENTO PARA TUBERCULOSE - CONTINUAÇÃO



Esquema II - Drogas (mg/kg/dia) - indicado na MENINGITE TUBERCULOSA, segundo a fase de tratamento e peso do paciente:

Fases do Tratamento

Drogas

Mg/Kg de Peso/Dia

Dose Máxima em Mg

1ª fase

R

20

600

(2 meses)

H

20

400




·Z

35

2000

2ª fase

R

10 a 20

600

(7 meses)

·H

10 a 20

·400

Observações: Nos casos de concomitância da meningite com outras localizações deverá ser utilizado o Esquema 2. Nos casos de meningite tuberculosa recomenda-se o uso de corticosteróides por um prazo de 2 a 4 meses, no início do tratamento. Na criança a prednisona é administrada na dose de 1 a 2 mg/Kg de peso corporal, até a dose máxima de 30 mg/dia. No caso de se utilizar outro corticosteróide aplicar a tabela de equivalência entre eles.

Esquema III - Drogas (mg/kg/dia) - indicado na FALÊNCIA DE TRATAMENTO com os Esquemas 1, 1R e 2, segundo fase de tratamento e peso do paciente:

Fases do Tratamento

Drogas

Dose (mg/kg/dia) por Peso (kg)







Até 20 kg

Entre 20 e 35 kg

Entre 35 e 45 kg

Mais de 45 kg

1a fase

(3 meses)



S

Et


E

·Z


20

12


25

35


500

250


600

1000


1000

500


800

·1500


1000

750


1200

2000


2a fase

(9 meses)



Et

E


12

25


250

600


500

800


750

1200


S - Estreptomicina; Et - Etionamida
Observações: Em pessoas maiores de 60 anos, a estreptomicina deve ser administrada na dose de 500mg/dia.
Substituição das drogas frente aos efeitos adversos:

  • Intolerância a pirazinamida: substituir pelo etambutol durante os dois meses previstos para o uso da pirazinamida.

  • Intolerância à isoniazida: substituir pelo etambutol e pela estreptomicina nos 2 primeiros meses e etambutol durante os quatro últimos meses

  • Intolerância rifampicina: substituir pelo etambutol e pela estreptomicina nos 2 primeiros meses e etambutol durante os 10 meses restantes, devendo o período de tratamento passar a ser de 12 meses.



Referências Bibliográficas

1   ...   50   51   52   53   54   55   56   57   58


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal