Paulo ganem souto



Baixar 3.67 Mb.
Página48/58
Encontro21.10.2017
Tamanho3.67 Mb.
1   ...   44   45   46   47   48   49   50   51   ...   58

Confusão mental, desorientação, depressão respiratória, arritimia, hipoxemia, podendo evoluir para PCR



Colocar paciente em abuiente calmo e seguro

Manter vias aéres permeáveis

Acesso venoso periférico

Monitorar sinais vitais

Administrar O2 s/d

Realizar resfriamento se hipertermia

Aquecer paciente s/n

Se PCR ver protocolo específico



Transferir para o hospital com relatório

Visita domiciliar após alta hospitalar

Encaminhamento para acompanhamento com equipe de saúde mental

Nível de consciência diminuído, convulsão, miose, bradicardia, hi-potensão, hiportemia, bradipnéia, “sinais de pico”


Confusão, sonolência, torpor, re-flexos diminuídos, coma, depres-são respiratória, cianose, hipo-tensão, convulsão



Alteração do estado mental:

Confusão, euforia, alternando com apreensão, hiperexcitabilidade, dis-sossiação, ilusões paranóides, alu-cinações visuais, auditivas, olfati-vas;

Espasmos e convulsões, taqui-pinéia, palidez ou cianose, hi-pertensão ou hipotensão, febre, náuseas, vômitos e dor abdominal, midríase, perfuração ou ulcera-ções de septo nasal, taquicárdia, formigamento, podendo evoluir pa-ra coma ou PCR




OVERDOSE SOLVENTE / INALANTES?

OVERDOSE COM MORFINA?


OVERDOSE BENZODIAZEPÍNICO?


- Se a cocaína for ingerida, induzir vômito ou proceder lavagem gástrica, s/d

- Administrar haloperidol injetável



- Cuidados gerais

OVERDOSE COCAÍNA / CRACK?

ABORDAGEM INDIVIDUAL E FAMILIAR PARA ACAMADOS CRONICAMENTE

A Equipe de Saúde tem fundamental importância no processo de reabilitação e reinserção social, devendo elaborar um plano de trabalho conjunto, considerando as orientações abaixo, destinadas ao indivíduo e sua família:





  • Estimular a movimentação (ex.: sentar, levantar) e a mudança de posição na cama;

  • Estimular a inspiração profunda pelo nariz como se tentasse colocar o ar no abdomen e expiração livre pela boca, inclusive, durante a movimentação;

  • Para auxiliar a movimentação o cuidador deve informar o que deseja fazer, aproximar o corpo e realizar o movimento, apoiando o peso nas pernas e não nos músculos das costas, evitar inclinar o tronco;

  • Proporcionar banhos de sol, por vinte minutos, no início da manhã ou final da tarde;

  • Manter a higiene pessoal e do ambiente, evitar dobras ou resíduos nos tecidos que estiverem embaixo do indivíduo;

  • Manter boa hidratação;

  • Caso não haja controle dos esfícteres, trocar a roupa sempre que necessário;

  • Inspecionar o corpo, diariamente, observando se existem áreas hiperemias na pele ou feridas. Caso haja qualquer alteração, procurar orientação adicionais com a equipe de saúde;
  • Estimular a realização de atividades da vida diária e inserção na rotina familiar;


  • Usar roupas largas, sem botões, fáceis de serem vestidas;

  • Utilizar sapatos fechados, sem cadarços e com solado de borracha;

  • Pacientes com dificuldades na deglutição ou com alteração crônica de consciência devem ser posicionados com elevação da cabeceira da cama e de preferência com a cabeça lateralizada para evitar broncoaspiração;

  • Se possível, oportunizar momentos de lazer.


Orientações complementares importantes para o indivíduo que apresenta hemiplegia:


  • Alertar a família a não seguir orientações de pessoas não habilitadas, para evitar o agravamento das seqüelas, através de posicionamentos e exercícios contra-indicados;

  • Orientar a evitar posturas que reforcem o padrão flexor, como manter o braço acometido dobrado, próximo ao corpo ou apertar bolinhas;

  • Oferecer estímulos pelo lado comprometido, conversando, tocando, oferecendo objetos;

  • Evitar deixar o braço afetado pendente ou tracioná-lo, evitando luxações;

  • Ao movimentar, o indivíduo deve manter o braço comprometido esticado, segurando-o pelo punho, com o auxílio do outro braço. Desta forma, o ombro estará protegido de pequenas e repetidas lesões e futuro quadro doloroso;

  • Ao deitar de lado, colocar um travesseiro entre as pernas e manter o braço afetado estirado. Caso este braço esteja para cima, apoiá-lo com um travesseiro;

  • Ao deitar em decúbito dorsal, colocar um travesseiro embaixo do braço afetado e outro ao lado da perna comprometida, mantendo a posição anatômica;

  • Para auxiliar a levantar da cama, o cuidador deve trazer o indivíduo à beirada, colocar as pernas para fora, levantar o tronco, pondo-o sentado. Em seguida, travar o joelho do membro acometido e colocá-lo em pé;
  • Para auxiliar a utilização do membro afetado deve-se engrossar cabos de talheres, escovas e outros objetos utilizando tiras de câmaras de ar, bola de isopor, pano, cabo de mangueira, esponjas.


  • Estimular o uso de espelhos ao realizar atividades cotidianas, para auxiliar a coordenação e o reaprendizado dos movimentos.

Algumas causas possíveis: seqüelas de acidente vascular encefálico, paralisia cerebral, trauma ráquio-medular, amputação de membros, fraturas ósseas e outros.

CUIDADOS COMPLEMENTARES EM AFECÇÕES RESPIRATÓRIAS




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   44   45   46   47   48   49   50   51   ...   58


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande