Paulo ganem souto


REINTEGRAÇÃO E REABILITAÇÃO NA ATENÇÃO BÁSICA



Baixar 3.67 Mb.
Página44/58
Encontro21.10.2017
Tamanho3.67 Mb.
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   58

REINTEGRAÇÃO E REABILITAÇÃO NA

ATENÇÃO BÁSICA

ACOMPANHAMENTO DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS – SAÚDE MENTAL


O PORQUÊ DO TEMA SAÚDE MENTAL:

Dados do Ministério da Saúde, baseado em estatísticas internacionais, apontam que 3% da população necessita de cuidados contínuos (transtornos severos e persistentes), mais de 9% precisa de atendimento eventual (transtornos graves) e 6% a 8% da população necessita de atendimento regular para transtornos decorrentes do uso prejudicial de álcool e outras drogas.

Visando ampliar o acesso da população às ações de saúde mental, o SUS vem intensificando o desenvolvimento dessas ações na atenção básica, devendo o mesmo estar organizado de forma a privilegiar a noção de território, o modelo de rede de cuidado, a intersetorialidade, reabilitação psicossocial, a multiprofissionalidade/interdisciplinaridade e a progressiva desinstitucionalização dos usuários dos serviços de saúde mental através da promoção da cidadania e construção da sua autonomia.


CRITÉRIOS DE ENCAMINHAMENTO PARA CENTRO DE REFERÊNCIA – SEGUIMENTO OU PARECER ESPECIALIZADO
ESQUIZOFRENIA

Além do tratamento medicamentoso, que objetiva reduzir os sintomas psicopatológicos das esferas do pensamento, senso-percepção, afetividade, humor e atividade, não pode prescindir do cuidado psicossocial, extra-hospitalar ou comunitários, dispensados pelos chamados serviços substitutivos ao hospital de internação integral e ambulatório tradicional psiquiátricos.



TRANSTONOS NEURÓTICOS: é indispensável à abordagem psicoterápica em todos os casos.



ALCOOLISMO:

  • Em casos de comorbidade clínica, devem ser encaminhados para atendimento especializado;

  • Urgência clínica, após primeiro atendimento na UBS/USF;

  • Alucinose alcóolica aguda;

  • Violência;

  • Risco de suicídio.


PSICOSES

  • Evento agudo;

  • Em caso de comorbidade, tratamento e internação em hospital clínico ou outros serviços especializados.




ATIVIDADES EDUCATIVAS EM SAÚDE MENTAL:
Os grupos de educação em saúde são considerados um dos principais instrumentos para atenção em saúde mental devido à possibilidade de integração familiar e social, manifestação dos sentimentos, o desenvolvimento de atividades corporais, realização de atividades produtivas, compreensão do próprio adoecimento.

Os grupos podem ser desenvolvidos objetivando:



  • Atividades de expressão (artesanato, corporal, verbal, musical);

  • Atividades geradoras de renda;

  • Atividades de alfabetização e culturais.






SÍNDROMES DEMENCIAIS


Caracterizam-se por um distúrbio progressivo da memória e outras funções cognitivas, afetando o funcionamento social e ocupacional.

É a principal causa de declínio cognitivo em adultos, sobretudo idosos. A idade é o principal fator de risco: sua prevalência passa



de 0,8% aos 64 anos de idade para cerca de 46% na idade de 90 a 95 anos.

SÍNDROMES DEMENCIAIS

POTENCIALMENTE REVERSÍVEL

Depressão;

Hipotireoidismo;

Déficit de vitamina B12;

Déficit de ácido fólico;

Neurosífilis;

Hematoma Subdural (HSDC);



Outras causas demências

Doença vascular;

Doença mista;

Doença por corpúsculo de Lewy;

Doença de Pick



Doença de Alzheimer

Ver fluxograma específico

IRREVERSÍVEL



SÍNDROMES DEMENCIAIS / FLUXOGRAMA


Encaminhar com relatório para unidade de referência em saúde mental, geriatria e/ou neuropsiquiátrica. Manter acompanhamento pela UBS/USF após avaliação especializada.

ESTÁGIO GRAVE: - Os sintomas agravam-se até a incapacidade de reconhecer a si próprio e aos familiares, incapacidade para cuidar de si próprio, afasia (perda total ou parcial da capaci-dade de usar ou compreender a linguagem), comportamento distraído, alheio e apático, vari-ações do humor com alternâncias de esta-dos de ansiedade e agitação e fases de depressão. Às dificuldades motoras agravadas, acresce a incontinência e dificuldade na deglutição, com redução de peso. Transtornos emo-cionais e de comportamento; perda do controle da bexi-ga e do intestino; piora da marcha; ten-dendo a ficar mais assentado ou no leito; enrijecimento das articulações; dificuldade para engolir alimen-tos, evoluindo para uso de sonda – fase final

SEGUIMENTO AMBULATORIAL DA UBS/USF APÓS AVALIAÇÃO ESPECIALIZADA:

 Adesão à terapia medicamentosa;



 Presença de efeitos adversos e interação medicamentosa.



ESTÁGIO MODERADO - Esquecimento eventual do nome e identidade de familiares e amigos; dificuldades com a noção de tempo; desorientação espacial dentro de casa; dificuldade em encontrar a palavra certa e em nomear objetos; fala menos espontânea e complexa; incapacidade de lidar com dinheiro; perda da iniciativa; dificuldade em realizar as atividades da vida diária; incontinência urinária e fecal, irritabilidade, agressividade; delírios e alucinações; perambulação.

ESTÁGIO LEVE - Esquecimento de eventos recentes; comprometimento do aprendizado de novas informações; relações de tempo levemente alteradas; orientação espacial prejudicada fora do ambiente familiar; dificuldade em realizar tarefas complexas; necessidade de ser lembrado sobre os cuidados pessoais e higiene, distúrbio inicial de linguagem


Demanda aberta de idosos ou encaminhados pelos ACS.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   58


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande