Palavras de agradecimento do servo


Dar é melhor que receber (Uma palavra chave do Senhor)



Baixar 2.41 Mb.
Página43/56
Encontro11.06.2018
Tamanho2.41 Mb.
1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   56

Dar é melhor que receber (Uma palavra chave do Senhor)

Recebido por Jacob Lorber, em 06 de julho de 1844




Senhor, quando Paulo disse seu discurso de despedida em Mileto, ele disse aos idosos que sempre devemos ter em mente as palavras de Jesus: “Dar é muito mais prazeroso e bem aventurado do que receber”.

Já que estas palavras tão maravilhosas não acontecem em nenhum dos quatro evangelhos, nós Te pedimos, bondoso Pai, que nos digas em que oportunidade falaste estas maravilhosas palavras.

1 – Meus queridos Filhos, como podeis perguntar isso? Deve vos ser bem claro que Eu, no decorrer dos 33 anos, falei mais do que aquilo que consta nos evangelhos. Assim, Paulo pode ter apanhado qualquer palavrinha que Eu disse, ainda que não se encontre no evangelho, mas sim em ações ou parábolas.


2 – Mas para que satisfaçais vossa curiosidade, sabei que esta frase foi, é e será sempre Minha palavra-chave que sempre acompanhou todas as Minhas falas. Esta é a razão por que não posso vos exemplificar uma ocasião especial onde estas palavras foram ditas, pois tudo o que Eu dei ou falei para os homens, do Meu coração, foram sempre dádivas muito importantes. É para isto que esta prosinha sempre precedia a tudo, e os evangelistas não a colocaram em suas narrativas, pois eles a ouviam diariamente de Minha Boca.
3 – Mas Paulo certamente sabia deste hábito de seu Senhor e resolveu usar esta frase na sua fala de despedida aos Miletanos, que eram de coração bastante duro, e serve isto a todos vós como um severo chamado de atenção.
4 – Seria tão bom que vós adotásseis aquela frase vivamente em vossos corações e de fato sentísseis que dar é bem mais, bem mais aventuroso do que receber. Tenho certeza que todos vós usareis esta frase como vosso estandarte.
5 – Mas como vós de longe ainda sois mais para receber do que para dar, não conseguis ainda sentir a grande felicidade que é o dar. Mas isto não deve acontecer entre aqueles que eu convoquei e escolhi.
6 – Eu vos digo: Escolhi para vós também esta frase como vosso lema, e vós sereis Meus filhos e discípulos por toda a eternidade. Amém.
Milagre de Deus

Recebido por Jacob Lorber, em 14 de agosto de 1844



Trecho de “A Criação de Deus”

1 – Eu, como o Senhor, consigo orientar, equilibrar e manter todo o Universo, dia a dia. Também naquela época Me foi possível manter o mundo de Noé por mais de meio ano. Que naquela época Meus anjos visivelmente cuidavam da sobrevivência do devoto Noé e também de outras pessoas justas, isto não faz nenhuma diferença para a evolução diária e comum das Minhas criaturas. Esta é uma tarefa que os Meus anjos devem realizar sempre seguindo Meu desejo, e estar ou não visível, não faz nenhuma diferença.


2 – Se todas as pessoas daquela época fossem tão devotas quanto Noé, elas poderiam ver como os Meus Anjos, dia e noite, trabalhavam para organizar e fazer funcionar tudo de acordo com todo o Meu mundo.
3 – Mas se disséssemos: Como é que até os maus e pecadores conseguiram ver os anjos ajudando Noé a levar os animais para a arca e providenciando o alimento necessário para todos?
4- Eu responderia: Minha Misericórdia. Ela sempre permite que isto ocorra antes que um desastre global aconteça, desastre este sempre originado nos homens tolos, pelo seu total desconhecimento em todos os assuntos referentes ao mundo. Onde acontecerão desastres, os homens são seguidamente alertados para abandonarem aquele lugar e se entregarem confiantes à Minha Proteção, onde certamente nada de mal lhes acontecerá.

O governador mais rico de todos


Recebido por Jacob Lorber, em 15 de agosto de 1844

Em parábola à questão da existência de vidas progressivas.

Pergunta: Senhor, eu já existi anteriormente? Eu já não pensava, sentia e atuava antes de minha mãe me receber?
1 – Meu querido questionador, vós também não dizeis com frequência: Esta é uma pergunta capciosa? Vê, isto Eu também te digo ante tua pergunta: Esta pergunta é capciosa.
2 – Um sim, um não, ambas as respostas viriam bem, pois tu desejas acreditar em qualquer uma das respostas. Tua existência terrena não poderá te dar nenhuma prova definitiva, especialmente em respeito ao bem da tua liberdade espiritual.
3 – Eu, porém, vou te dar uma visão! Se tiveres a sabedoria necessária, entenderás Minha resposta. Ouve, pois:
4 – Existia um Rei extremamente importante que possuía um país muito rico em ouro, prata, pedras preciosas, terra boa para plantar, pastagens, animais e florestas da melhor qualidade. E este país também possuía habitantes justos.
5 – Seu vizinho, porém, era mais pobre, suas terras de longe não possuíam as riquezas mencionadas. Havia principados menores em volta do príncipe rico, e todos eram bem mais pobres que o principal.
6 – Este governante não dava importância para suas riquezas por maior que fossem, mas sim seus olhos sempre se voltavam às terras dos principados mais pobres e de como ele conseguiria apoderar-se dos mesmos.
7 – Entre estes governantes, vivia um homem muito sábio, que não possuía nada além do que sua sabedoria. Mas ele era o mais rico de todos, pois sem seu conselho nenhum dos governantes se animava a fazer qualquer coisa.
8 – O príncipe extremamente rico uma vez perguntou a este sábio o que ele deveria fazer para conseguir apossar-se das terras dos outros, para que ele pudesse poupar os tesouros de seu país, bens estes que ele não dava nenhuma importância.
9 – O sábio então lhe disse: Sabes de uma coisa? Eu tenho um ótimo conselho! Se desejares ir adiante com este teu desejo tão injusto, deves te igualar a mim, eu que nada possuo, porém tenho tudo. E tu poderás dispor de tudo e todos tal qual eu, que tudo possuía, mas tudo doou, para receber mil vezes mais.
10 – Estas palavras do sábio, agradaram ao Rei sobremaneira e ele tratou de atuar de acordo com o conselho do velho sábio.
11 – Ele então chamou a todos os governantes, para entregar-lhes totalmente suas terras. E estes então, cheios de surpresa, lhe perguntaram por que ele fazia isto.
12 – E o grande governante falou assim: “É esta maneira de como eu conseguirei a verdadeira sabedoria, na qual todos estes tesouros se encontram mil vezes multiplicados”. Ao ouvirem isto os outros governantes falaram: “Se é assim, já és um homem extremamente sábio, e é nosso desejo que tu nos governes”.
13 – O rei, porém, disse: Não é bem assim, meu amigo; eu só dei o primeiro passo na escola da sabedoria. Permita que eu primeiro complete meu caminho. Por favor, tomai meus bens. Tão logo serei vosso guia justo”.
14 – Assim os outros governantes tomaram conta do país rico. O rei, porém, juntou-se ao sábio ancião, para se iniciar na escola da sabedoria.
15 – Vê esta é uma visão oculta, e nela encontra-se a resposta. Trata de seguir este exemplo e terás a resposta. Trata de seguir este exemplo e terás a luz em todas as tuas questões, por toda a eternidade. Amém. Amém. Amém.



1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   56


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal