Palavras de agradecimento do servo



Baixar 2.41 Mb.
Página42/56
Encontro11.06.2018
Tamanho2.41 Mb.
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   56

A prática faz o mestre


Recebido por Jacob Lorber, em 29 de junho de 1844

1 – Vamos dar aos irmãos sedentos este copo de água. Eu o dou com muita alegria a todas as pessoas que se alegram com Minha Dádiva. Mas para aqueles que tenham Minha Graça, a estes Eu não gosto de dar, pois Eu, devido à pressão secreta da consciência, não gosto de influenciar a liberdade de ninguém.


2 – Eu sei que aqui alguns Me temem um pouquinho, mas mesmo assim estou contente em dar-vos alguma coisa de boa, pois sei que lá no fundo do coração todos Me amam.
3 – Se para uma pessoa adoentada e com fome dermos o medicamento certo e lhe apresentamos uma mesa rica em alimentos deliciosos, mas em vez de tomar o remédio e comer a comida, esta pessoa cheirar o remédio, olhar e admirar a comida, achando que com isto será curada e alimentada, achais vós, Meus filhinhos, que isto acontecerá? Será que esta pessoa estará curada e alimentada com somente o cheirar do remédio e o admirar dos alimentos?

4 – De maneira alguma. Ela ficará cada vez mais fraca e no fim morrerá de fome, como alguém que não tem nada para comer. O aroma fortifica e dá prazer, sim, mas na pessoa sadia e bem alimentada. Mas lá onde o estômago ainda estiver vazio, o aroma só, claro que é de nenhum valor.


5 – Vede, Meus queridos filhos. Doentes e famintos assim existem em grande quantidade no mundo. Estas pessoas são calmas e têm um comportamento honrado, mas eles criam leis tolas para si mesmas, nas quais elas encontram um grande prazer (de coração puro e em verdade); mas não querem comer este delicioso alimento verdadeiro.
6 – Eles se assemelham àqueles que sempre admiram e amam os artistas. Mas tornar-se artistas, eles mesmos, eles não querem, pois não têm a coragem suficiente para enfrentar todas as vicissitudes que isto exige. Quando escutam os outros artistas e admiram suas obras, eles adorariam ser um deles, caso o “ser artista” não exigisse tantos sacrifícios e esforços.
7 – Isto acontece com tudo que se refere ao espiritual. Eu te digo: Ver e ouvir é pouco demais! Ao artista isto pode bastar para seu engrandecimento, mas para um leigo (devido a seu conhecimento) pouco colherá de um concerto.
8 – Assim também acontece com Minha Dádiva! Elas não devem ser somente lidas, elas devem ser praticadas com obras e ações! Só assim elas trarão proveito ao leitor e ouvinte.
9 – Pratica, pois, com afinco no vivo Amor por Mim, e transforma-te num virtuoso nesta prática. Só assim reconhecerás vivamente em ti, como são grandes cada uma de Minhas Dádivas, por toda a eternidade.
10 – Este é Meu desejo para vós, Meus Filhos. Segui este conselho com toda vossa vivacidade e assim vivereis por toda a eternidade. Amém.

O sexto anjo

Recebido por Jacob Lorber, em 02 de julho de 1844




Há poucos dias um dos irmãos ouviu em sonho o seguinte: “Agora o sexto anjo está aqui.” Ele em seguida acordou de imediato e pensou nos sete anjos da revelação de João, os que despejam os sete vasos da ira divina.

Jacob Lorber, ao qual foram contados o sonho e os pensamentos, recebeu as explicações a seguir, baseadas no capítulo 16 – versículos 12 - 16 na Revelação de João.
1 – Isto é uma questão boa, sobre a qual gosto de dar explicações.
2 – A voz que foi ouvida no sonho estava correta e era verdadeira, pois era a voz de Minha Boca. Pois então o sexto anjo está aqui, para despejar o seu vaso.
3 – Tu, porém, ainda não entendes o sexto anjo, como também não entendes os outros. Por isto vou aclarar um pouco este sexto anjo, para que reconheças o que a obra dele anuncia. Ouve, pois:
4 – Este anjo que ... “esvaziou totalmente seu vaso sobre o Eufrates. E a água do mesmo secou, para que ali fosse preparado o caminho para o rei do sol nascente”.
5 – O “anjo” é Minha Vontade. E o “vaso” é Minha Misericórdia. E o que é esvaziado (o conteúdo do vaso) é Minha Bênção.
6 – O grande “leito do Eufrates” é o lado falso e ruim do mundo, o que foi apontado pela Prostituta de Baal, ou pelo Anticristo. Há entre todos os povos da Terra o que se assemelha a este rio de montanha asiática, que muitas vezes incha, ultrapassa suas margens, causa grande destruição e depois transforma a terra em lugares inférteis e desérticos.
7 – Da mesma maneira que este rio no mundo natural atua para o mal, o mesmo acontece com o rio espiritual, que flui da boca da Grande Prostituta maldades e falsidades no país do espírito.
8 – Sobre esta torrente espiritual má despeja então o sexto amigo seu vaso, para que o rio seque e assim os verdadeiros reis do sol nascente possam retornar para junto dos povos da Terra, o que tanto desejam e o que conseguirão realizar. Estes “reis”, porém, significam o conhecimento verdadeiro e certo dos ensinamentos vivos da Palavra.
9 – Será que o “Dragão” (ou a “Prostituta”) se satisfará em ver que sua torrente principal secou, quando seu tribunal e sua influência sobre os grandes do mundo ficar cada vez menor e no fim desaparecer totalmente, quando o som de suas ameaças não parecer, para povos esclarecidos, nada mais que um zunir de um mosquitinho?
10 – Tenho certeza que o “Dragão” não ficará satisfeito! Ele se tornará muito zangado e enviará seus falsos profetas a todos os cantos do mundo; eles, tão falsos como seu líder mesmo é. E estes profetas serão como sapos que coaxam nos banhados durante a noite...
11 – Quem de fato serão estes “sapos”, estes “espíritos impuros”, estes verdadeiros “diabos”? Não é preciso que Eu os apresente pelo nome, mas vou dar-te informações claras, para que facilmente possas identificá-los.
12 – Vê, os “sapos” são as três sociedades principais que se encontram debaixo do cetro da Prostituta, estas que estão em todos os lugares a predicar por arrependimento e que chamam os reis e os grandes poderosos, para obterem aceitação e proteção. Isto para que, desta maneira, consigam mandar com mais facilidade sobre todas as criaturas da Terra. Pois povos humildes que de tudo abdicam e que são penitentes são bem mais fáceis de se governar e dão a estes ditadores grandes privilégios.
13 – Porém juntas estas três sociedades são as mais ávidas de poder e são, em verdade, “o grande rio Eufrates”, sobre o qual foi esvaziado o vaso.
14 – Eles se amarram para a “luta do dia de Deus”. Eu, porém, os ajudarei, a todos, no lugar da noite eterna, ou “Armagedom”. E Meu dia engolirá os renitentes para todo o sempre, tal qual engoliu aos servidores de Zeus.
15 – Este dia (grande e importante) já se encontra aqui. Ele se prepara escondido e vem secretamente, como um ladrão.
16 – Abençoados vós que O reconhecestes e há muito vos tornaram vivos raios de Seu Sol.
17 – Cuidado aqueles a quem este dia encontrar despreparados. Em verdade, mergulhar às profundezas do mar com uma pedra no pescoço vos será melhor, do que este dia que já vos ilumina para a Vida Eterna com toda sua luz.
18 – Este é o significado do sexto anjo! Entendei bem. Amém.


1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   56


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal