Palavras de agradecimento do servo


Triunfo e queda da Igreja



Baixar 2.41 Mb.
Página30/56
Encontro11.06.2018
Tamanho2.41 Mb.
1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   ...   56

Triunfo e queda da Igreja

Recebido por Jacob Lorber, em 16 de novembro de 1842, pela manhã


1) Vê, cada povo tem seus próprios costumes. Mas irmandade verdadeira e cristianismo estão exalados em todos os lugares. As diferenças são quase inexistentes. Mas que em vosso país serão colocadas as mais fortes amarras à Luz, com isto poderás contar com toda a certeza, pois o dragão já elevou várias “cabeças e cifres” sobre o solo da Terra.


2) Todas as “patentes de tolerância” e demais leis religiosas devem ser mandadas para Roma, a fim de serem censurados pela Igreja. Isto será feito por “amor ao próximo” e “cristianismo”. Este momento será o triunfo da Igreja, mas será também seu fim.
3) Mas isto deve acontecer de fato, pois se o dragão não subisse às alturas, sua queda não seria definitiva e mortal. Ele subirá sim, mas estará algemado e só conseguirá atuar com sua maldade onde lhe for permitido.
4) Vossos países o alimentarão. Quando ele estiver bem poderoso, ele não se apiedará nem dos grandes nem dos pequenos. O povo necessita ser escaldado e educado da maneira mais completa até seu âmago, já que ele Me afastou toda a vez que Eu o procurava cheio de carinho.
5) Deve saborear a verdadeira bênção de Roma, pois a Minha não lhe parecia boa. Deve sentir em seu sangue a diferença entre Meu Evangelho e o daquela cidade Babel. Quando isto acontecer e quando o imperador José tentar trazer o Evangelho de volta, aí sim haverá ajuda celestial.
6) Mas enquanto povo, que foi muitas vezes chamado a acordar com amargas provações, insistir em continuar dormindo na lama do pecado e da prostituição, diga-Me como poderá ser acordado? Eu vos digo: com nada menos que um tremendo empurrão!
7) Este empurrão está sendo preparado no momento. Amém.
O Sol Espiritual

Recebido por Jacob Lorber, em 22 de novembro de 1842 – das 16:00 às 18:30 horas




Em continuação à mensagem recebida no dia 21 de novembro, quando acabou o “Sol Natural”, Jacob Lorber recebeu diariamente, a partir do dia 22 de novembro e até o dia 16 de dezembro de 1842, revelações sobre o “Sol Espiritual”, quer dizer, sobre a esfera espiritual dos filhos do sol natural. Como escrevente do ditado de Lorber, atuou novamente Anselmo Huttenbrenner. As palavras que se seguem servem de prefácio para a grande revelação (Sol Espiritual, em dois volumes, cada um de quinhentas páginas).
1) Antes de iniciarmos nossa palestra sobre o sol espiritual devemos saber, em primeiro lugar, onde ele se encontra, qual e como é seu relacionamento com o sol natural e de que consiste o sol espiritual.
2) Para conseguirmos ter uma visão quase que perfeita do assunto, devemos primeiramente observar que o espiritual é tudo aquilo que é o mais interno e ao mesmo tempo tudo que penetra cada molécula do universo; é o único e o mais atuante de tudo.
3) Tomai como exemplo qualquer fruta. O que é o mais interno da mesma? Nada além da força espiritual que se encontra no núcleo (germe). O que é então a fruta, já que ela só existe para cobrir e manter, com todos os elementos que a compõem, o núcleo mais interno? Ela não passa, de fato, de nada mais que um órgão externo, penetrado pela força do núcleo, órgão este que se apresenta totalmente acolhedor para este núcleo.

4) Que o fruto externo seja a força espiritual do núcleo nos indica que não somente o fruto, mas sim toda a árvore ou toda a planta, é o fruto desta força espiritual que emana do núcleo.


5) O que é de fato o espiritual? Em primeiro lugar o espiritual é a força mais íntima do núcleo, pelo qual toda a árvore desde as raízes, tronco, galhos, folhas, flores e frutos são condicionados. E é novamente esta força espiritual que penetra todas estas partes para seu próprio bem estar.
6) O espiritual é, pois, o mais interno, o mais abrangente e o mais penetrante de tudo; pois o que penetra também é abrangente.
7) A veracidade disto vos é possível constatar por manifestações da natureza. Observai um sino, onde se encontra o local do tom? Podereis dizer: mais no centro, mais na beirada, o mais no centro da beirada. Tudo isto é falso. O tom é o mais íntimo dos fluídos espirituais envoltos pela pequena cápsula material.
8) Quando toca o sino, esta batida alerta ao fluído interno  que como um substrato espiritual é extremamente elástico e flexível  e o acorda de seu descanso. E neste momento este fluído espiritual será agitado em sua totalidade, apresentando uma vontade imensa de se libertar, o que se apresenta como ondas constantes. Se cobrirmos a matéria batida com um outro material na sua parte exterior, material este que ainda não foi totalmente saturado por potências facilmente instáveis, as potências fluidas do sino, por mais desejo de se libertar que tenham, serão abafadas e aprisionadas, e o sino logo deixará de soar. Porém se o sino está livre, o som que ele emite será bem duradouro. Mas se ainda no seu exterior houver um campo bastante instável, tal como o ar cheio de eletricidade, então seus sons ainda serão bem mais potencializados e se estenderão amplamente por este campo instável.
9) Novamente ao observarmos este fenômeno, poderemos concluir a existência desta força penetrante e abrangente. Vamos ver um exemplo.
10) Observai um ferro magnetizado. Em que lugar do mesmo está a força que atrai ou repele? Ela se encontra na parte mais interna, quer dizer, na pequena cápsula, a que de fato compõe a verdadeira matéria do ferro. Como tal força interna, ela penetra toda a matéria, a qual não lhe é nenhum obstáculo, e abrange a mesma em sua totalidade. Que este fluído interno também abrange a parte externa da matéria é fácil de se constatar quando vemos que um pedaço idêntico de ferro magnetizado atrai outro pedaço idêntico que se encontra a certa distância. Se o fluído não fosse abrangente também do campo que envolve o objeto, como conseguiria atrair um objeto que se encontra distante?
11) Mais alguns exemplos. Observai um fio elétrico ou uma garrafa elétrica. Quando este condutor de eletricidade ou esta garrafa forem preenchidos de eletricidade por uma placa de vidro, este fogo se apoderará de toda a matéria e se tornará a parte mais íntima e a mais penetrante de tudo. Se vos aproximardes um pouco demais, sentireis uma pequena dorzinha e um pouco de atração e com isto vereis que o fluído não somente está na matéria, mas também em sua volta.
12) Em toda pessoa poderemos ter um exemplo sutil deste fluído, mas nos sonâmbulos isto se apresenta bem definido e forte. O quanto um magnetizador e seu paciente sonâmbulo influenciam um ao outro, certamente já conheces ou tereis ouvido falar. Se o espírito, que se encontra no íntimo do ser, não possuísse na sua totalidade o magnetismo pessoal, seria totalmente impossível. Se o espírito não fosse tanto penetrante como abrangente, como seria possível uma interação entre o magnetizador e o sonâmbulo?
13) Creio que temos muitos exemplos para concluir de que maneira e como o espiritual se apresenta em todas as partes e como ele certamente se manifesta no Sol e pelo Sol.
14) O sol espiritual é, pois, o mais íntimo do Sol e é uma centelha de misericórdia que vem de Mim. O espiritual, então, penetra cada molécula da matéria solar. E no fim é o invólucro de todo o ser do Sol. Isto tudo em conjunto constitui o “sol espiritual”.
15) E este sol é de fato o verdadeiro Sol. Pois o sol que nos é visível não passa de um órgão bem aventurado e manifesto do sol espiritual. Este órgão está de tal modo composto, que nele se manifesta tudo o que é espiritual e com isto este fluído consegue novamente se aglomerar e concretizar.
16) Quem, pois, desejar ver o sol espiritual que olhe em primeiro lugar sua aparição materializada (o nosso Sol) e conclua que ele todo está penetrado e envolto pelo sol espiritual. Isto lhe dará uma vaga noção do que é em realidade o sol espiritual.
17) Mas se esta pessoa ainda conseguir entender que todo o espiritual também é concreto e abrangente, enquanto que o material não passa de pedaços separados e espasmos, que não conseguem se abranger por si só e que quando isto acontece é devido ao espiritual que nele existe, então tereis uma visão um pouco mais exata do sol espiritual. Este conhecimento fará com que vós, Meus filhos, consigais entender o espiritual cada vez melhor. Amém.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



O Senhor qual “noiva desconfiada”

Recebido por Jacob Lorber, em 01 de janeiro de 1843

1) “Procurai, que encontrareis.” “Pedi, que vos será dado.” “Batei, que as portas se vos abrirão.” “Orai constantemente.” Tudo isto quer dizer: Não afasteis vossos corações um só instante de Mim. E que isto aconteça em vossa totalidade, não com a mentalidade do mundo. Logo encontrareis, com grande facilidade, o que estais a procurar. E tão breve e fácil também recebereis o que estais a pedir, e as Portas da Vida vos serão abertas sem mais demora...
2) Mas se alguém estiver procurando no Muro (templos feitos pela mão do homem), este que está repleto de pinturas e gravuras pagãs, e ora a pedir à estátuas ante pãezinhos assados, e bate nas pedras, em verdade este pouco encontrará e receberá ainda bem menos, e as pedras não se mexerão a sua batida.
3) Mas se alguém disser: “Senhor, eu já procurei, orei e bati por bastante tempo, e até agora não consegui achar nada, nem recebi nada que pedi, nem nada se abriu à minha frente”, a este Eu digo: “Amigo, que dizes? Ouve e vê. Eu te mostrarei figuras boas, e estas Me justificarão contigo, e tu não mais te afligirás Comigo”.
4) Vede, um noivo tinha uma noiva muito rica e bonita. Ela era extremamente inteligente e disse a si mesma! “Eu sei o que o farei para ver se meu noivo me é fiel. Eu vou inventar uma viagem, mas de fato aqui ficarei por perto, para que nada me escape e saiba exatamente como seu coração está comigo”.
5) Após a partida da noiva, o pretendente disse: “Vê, minha noiva partiu, mas pediu muito por minha fidelidade e também prometeu que retornaria logo. Mas ela não cumpre com sua palavra e só me escreve pedindo minha fidelidade, carta após carta, mas ela não volta. O que significa isto? Ela me consola com a promessa que voltará amanhã, mas não vem. Porque será que ela sempre atrasa sua volta?”
6) A noiva, que estava junto a ele, na sua casa, disfarçada de servente, lhe disse: “Meu Senhor, permite a esta serva dizer-te uma palavrinha, pois eu sei exatamente por que tua noiva atrasa sua volta. Vê, tua noiva está bem mais perto de ti, do que imaginas. Sabe o que imaginas, que tens um relacionamento com uma fogosa prostituta e divides teu coração entre ela e tua noiva. Este é o motivo por que tua noiva viajou e por que sempre adia sua volta. Abandona a prostituta, e tua noiva logo voltará”.
7) Observai bem esta figura. Procurai em vós e logo descobrireis que Eu sou a Noiva e vós sois os noivos. A prostituta é o mundo.

8) E Eu vos digo: A Noiva se encontra entre vós, disfarçada, e observa todos vossos passos e vossos corações. Também vos digo: Abandonai totalmente a prostituta, e a Noiva não mais se ocultará àqueles que a Ela se entregarem de coração.


9) Pois então procurai, pedi e batei, pois assim a Noiva será vossa. Procurai, pedi e batei em espírito e verdade; não no muro de pedra cheio de gravuras, pinturas e pãezinhos assados, mas sim no Espírito e Verdade, em vossos corações, pois somente assim encontrareis, recebereis e as portas se vos abrirão. A Noiva abrirá as portas para seus aposentos.
10) Isto vos será dado neste novo ano. Amém. Quem diz isso é a Noiva. Amém.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

A jovem inteligente e a tola

Recebido por Jacob Lorber, em 15 de janeiro de 1843

1) Escreve isto Meu Filho, a figura está correta, mas as palavras ainda são mundanas e sua aplicação deixa muito a desejar para o desenvolvimento espiritual.
2) Aquele que caminhar nos Meus caminhos chegará à Luz. Melhor ainda: Quem andar nos Meus caminhos já se encontra na Luz e caminha por veredas vivas, e Eu sou a meta desta caminhada.
3) Mas aquele que caminhar nos caminhos do mundo e usar de inteligência, este caminha na noite. À noite, porém, é a morte, e esta é a meta dos que andam à noite.
4) Aquele que caminhar Comigo estará caminhando corretamente e permanecerá eternamente vivo em espírito, ainda que perca sua vida mil vezes na matéria. Porém aquele que procurar a vida sem Mim, nas trevas do mundo, este a perderá, ainda que seja possível tentar mil vezes.
5) “Nesta ocasião existirão dois no campo de batalha; um será aceito e o outro será entregue ao julgamento. Dois estarão expostos às lidas do mundo; um será por Mim acolhido e o outro será entregue ao julgamento.” Vê, nada conseguirás fazer para manter tua vida, se não estiveres Comigo.
6) Vede o exemplo que vos apresento. Quem tiver ouvido que ouça e não afaste seus olhos de Minha Boca.
7) Viviam duas jovens numa mesma localidade. Uma era rica em tesouros materiais, a outra nada possuía dos mesmos. Porém se davam muito bem e compartilhavam a mesma casa, pois a rica não era inteligente e precisava da amiga pobre.
8) Enquanto havia paz no país, tudo andava na maior harmonia, mas quando o país foi atacado por inimigos devido às suas riquezas, uma grande provação se acercou das jovens.

9) Com a aproximação do inimigo a jovem rica se apavorou, juntou tudo que lhe era mais valioso  ouro, pedras preciosas, dinheiro, etc.  e se aprontou para fugir. Esqueceu-se, porém, de óleo para luz e aquecimento da comida. Então fugiu para uma caverna escura nas montanhas.


10) A pobre, porém, pensou: “Não possuo nada além de minha vida. Para mantê-la numa caverna escura, não preciso de nada além de comida e luz para me orientar. Ela então juntou boa porção de comida, várias lâmpadas cheias de óleo e um bom acendedor.”
11) Como ela sabia para onde sua amiga tinha fugido, ela a seguiu, para ajudá-la. Ao chegar, começou a chamá-la e a procurá-la, mas não conseguiu achar sua amiga rica.

12) Ela então pensou: “Que devo fazer? Minha amiga se ocultou de mim? Eu possuo comida, óleo e luz. Vou ficar aqui até que o inimigo se afaste e logo retornarei, para pedir ajuda aos vizinhos e procurar minha amiga.


13) Após muitas semanas o exército inimigo se afastou e ela fez o que tinha planejado. Os vizinhos chegaram com tochas de luz e em pouco tempo encontraram a jovem rica, porém, estava morta, pois morreu de fome e de frio, no buraco escuro de sua caverna.

14) A pobre ficou com os bens da amiga, aplicou os mesmos segundo os preceitos de Deus e em pouco tempo se tornou a mais rica do país.


15) Aquele que procurar a vida no mundo, este a perderá sob o peso da mesma. Aquele que desprezar o mundo e procurar a vida no espírito, pelo pão vivo e pela luz divina, este é um filho inteligente e apto a entrar no reino dos céus.
16) Procurai, pois, o reino de Deus e Sua Justiça; pois tudo o mais vos será dado automaticamente. Quem consegue servir a dois senhores, sendo estes inimigos? Servi a um único Senhor, no Amor e Verdade.
17) Aquele que fizer seu trabalho justo a serviço de um único senhor, este será reconhecido e acolhido pelo mesmo. Mas aquele que fizer seu trabalho na saga do amor e da luz, somente pensando em seu proveito próprio, este não será acolhido pelo Senhor.
18) Andai no caminho da luz, fazei o que o Senhor deseja e não morrereis de frio e de fome na caverna do egoísmo. O prêmio que recebereis pela “morte do mundo” será imenso, não conseguireis medir com vossos tesouros. Observai isto, tanto material como espiritualmente.

Quem fizer a vontade de Meu Pai no Céu, este será Meu irmão, irmã e mãe”.

Mateus 12-50

Onde está Deus?

Recebido por Jacob Lorber, em 16 de janeiro de 1843



O que se segue Jacob Lorber recebeu após despedir-se de sua mãe e lhe narrou como consolo, pois ela se lamentava de muitas amarguras de sua vida.


  1. Havia um homem que, devido a muitas amarguras que sofria e via, acreditava que Deus não se preocupava quase mais nada com os homens e que assistia calmamente como fracos eram explorados pelos ricos.




  1. Deus então enviou um anjo para este homem que levava uma vida virtuosa, e ele lhe disse: “Tu conhecerás os caminhos inexplicáveis de Deus. Vem, segue-me!”.




  1. O anjo levou o homem para um palácio de um senhor muito rico, e a este o anjo presenteou com dinheiro, ouro, prata e pedras preciosas. Enquanto presenteava o senhor do palácio, um necessitado se apresentou pedindo ajuda e foi morto pelo anjo. Em seguida o anjo levou o homem para uma aldeia e lá para uma cabana quase toda apodrecida, onde habitava uma família numerosa. O anjo incendiou a cabana e os habitantes só salvaram as vestes do corpo.




  1. Quando o homem viu tudo isto ele disse ao anjo: “- Tu não és um mensageiro de Deus; tu és um mensageiro do diabo! Tu somas injustiças sobre injustiças”.




  1. O anjo então disse: “- Escuta, pois logo terás outra opinião. Vê, o rico ao qual presenteei, era orgulhoso e avarento. Mas quando eu aumentei tanto sua riqueza, ele começou a gastar a rodo, até que se tornou mendigo e começou a se humilhar. O pobre que matei ia receber uma grande herança. Tornar-se-ia arrogante, perdulário e se afastaria totalmente de Deus. A família pobre cuja cabana incendiei, nunca foi considerada pelos aldeões. Mas a desgraça do incêndio despertou um sentimento de piedade em todos, e agora a família está bem protegida e ajudada."



As melhores palavras de consolo na Escritura

Recebido por Jacob Lorber, em 02 de fevereiro de 1843


Ó Senhor, amado Pai, em que trechos da escritura sagrada um pecador arrependido encontrará as melhores palavras de consolo? Gostaria que Tu me desses esta informação, para que eu possa aumentar meu amor por Ti cada vez mais, ao ver constantemente a prova de Tua Misericórdia, Bondade, Bênção e Amor. Se for Tua Vontade, responde minha humilde pergunta.
1) Para ti o consolo é mais importante que uma humilhação. Mas a Terra já foi assim programada, para que no seu solo pouquíssimos anjos puros consigam permanecer. E assim não Me sobra nenhuma outra alternativa que consolar ali, no mesmo lugar onde Eu tanto Me humilhei.
2) Vê, Eu fortifico os fracos com o Meu Consolo! Aos fortes, porém, Eu humilho, para que se tornem fracos e assim ganhem Meu Vivo e Fortificante Consolo! Pois o consolo em si é uma Graça da Vida Eterna que se origina em Mim.
3) Para que tu e todos os outros encontreis as melhores palavras de consolo na Escritura Sagrada, Eu vos mostrarei as passagens mais importantes.
4) No profeta Isaias – cap. 54, do versículo 1 ao 17, especialmente do 6 ao 10, onde se encontra o grande consolo para ti e para todos os pecadores.
5) No Novo Testamento, observa bem o lugar onde Eu digo: “Vinde a Mim todos cansados e oprimidos, que Eu vos aliviarei”. Eu acho que consolo maior que estas palavras não poderá existir. Observa bem isto e terás consolo para toda a eternidade.
6) Crê, é assim! Eu sou um pastor bom, procuro a ovelha perdida e preparo um maravilhoso banquete para o filho arrependido, causando ira e inveja a todos os justos. É só querer voltar para Mim, não importa que esteja vestido em trapos e todo machucado, isto não fará nenhuma diferença, importa só o ato de voltar para Meu lado.
7) Entende bem isto e assim terás o eterno consolo. Pois Comigo é realmente assim, e assim será por toda a eternidade. Amém.

O Pai Nosso – em várias interpretações

Recebido por Jacob Lorber, em 13 de fevereiro de 1843, à tarde


1) Este é um bom pensamento, pois ele é do alto. Esta é a razão por que desejo acrescentar um pouco mais de luz. Mas se vós confiasses mais em Mim, não necessitaríeis de explicações.
2) Podeis escrever o que vem a seguir, pois tudo vem de Mim e é para vós, Meus amados filhos: O Pai Nosso relacionado ao Amor.
3) “Pai Nosso” - Já que o Pai é por si o único e eterno Amor, que é a Vida em si e com isto a vida de todas as criaturas e, como consequência, também do homem, as palavras “Pai nosso” também significam “Amor nosso” ou “Vida nossa”.
4) “Que estás no céu” - Já que o céu não é nada mais nem nada menos que a Vida do Pai, que é de fato o Amor ativo ou a Palavra Viva de Deus no homem, assim podemos dizer que “que estás no céu” significa: Tu, que és o amor eterno, habitas em Teu amor, do qual tudo se originou.
5) “Santificado seja Teu Nome” - O que isto significa é fácil de explicar. Qual é o nome do amor eterno? O único e eterno, que se chama “Pai”. Mas se o Amor e o Pai são unos, o “santo” nada mais significa que: Com vosso próprio amor, ama ativamente o Pai. Então “santificado seja Teu nome” não significa nada mais que: Amado sejas Tu, santo Pai, com o amor eterno de todos nós humanos, Teus filhos; amado em atos, quer dizer, na plena atividade da vida, sempre, por toda eternidade e sem nenhuma interrupção.
6) “Venha a nós Teu Reino” - O que é o reino de Deus? É o mesmo que o céu. Mas já que o céu é a essência e a índole do Amor é de fato a vida do Amor, que se manifesta na atividade, então “venha a nós Teu reino” significa: Pai, Tu, eterno amor, vem a nós. Sê Tu nossa única energia ativa, ou melhor, nossa vida total.
7) “Tua vontade se faça assim na Terra como no céu” - Este quinto pedido de fato podemos considerar como um reforço ao quarto. Pois o que é a Vontade do Amor? Ela é na realidade o amor ativo. “No céu” significa o mesmo que na sua própria esfera de atividade. Então, para o espírito, este pedido poderia ser: Pai, ou Amor, teu amor ativo se torne em nossas vidas (que aqui está sendo exemplificado como “Terra”), ou:... em nosso amor tão essencialmente ativo, como Tu és essencialmente ativo em Tua essência. Pois “em Ti mesmo” ou “em Tua essência” significa o mesmo que “no Céu” ou “no Teu Amor ativo” ou “na Tua Vida” ou “em Ti como Pai”, o que foi entendido no pedido anterior.
8) “O pão nosso dai-nos hoje” - Este pedido não é nada mais que um reforço do anterior. Pois como “pão” entende-se o apoderar-se do amor ativo. Como “hoje” significa apoderar-se na totalidade, o pedido então pode ser reformulado por: Dá-nos, a nós, que nos originamos em Teu Amor, teu total Amor; ou então: Pai Totalmente nosso, faze que sejamos totalmente Teus filhos; ou melhor ainda: Deixa que nos tornemos unos Contigo, alimenta-nos com Teu amor e permite que sejamos Teu alimento.
9) “Perdoa as nossas dívidas” - Este pedido não é mais que novamente repetição do que foi dito antes. Pois aqui se pede que o Pai remova do homem o seu amor próprio, este que é intrínseco na vida dada ao homem, e que este amor próprio seja totalmente substituído pelo Amor do Pai, e que este Amor ative o homem durante toda sua vida. O espírito então poderia dizer: Pai, retira de mim o mundo e cria o céu no seu lugar.

10) “Como nós perdoamos aos nossos devedores” - Esta frase nos dá a medida que o amor vivo e ativo deve ocupar em cada ser humano, e poderia ser dita assim espiritualmente: Pai, renasce-nos na medida de Teu Amor Ativo e Vivo, e que este Teu Amor se torne cada vez mais poderoso em nós, e que nós possamos nos tornar cada vez maiores, para darmos mais espaço a este Amor e conseguirmos assim nos apoderar totalmente de Teu Reino do Céu, ou Teu Amor atuante, ou Tua Vida!


11) “E não nos deixes cair em tentação” - Este pedido é novamente uma reafirmação mais poderosa dos pedidos feitos anteriormente. Pois “não nos deixes cair em tentação” quer dizer não nos deixes ficar no nosso amor próprio, no nosso amor mundano, não permitas que atuemos sem a presença de Teu Amor atuante ou sem o Teu céu em nós. Não deixes nosso amor afastado de Teu Amor único, vivo e ativo.
12) “Mas livra-nos do mal. Amém” - Neste pedido não existe nada além do desejo mais íntimo e forte de afirmar tudo o que foi dito e pedido anteriormente e poderia ser reformulado para: Pai, torna-nos completamente livres de nós; ou então: Tu, único, eterno, atuante Amor, destrói totalmente nosso amor próprio e torna-Te o nosso único Amor, ou permite que nos tornemos unos Contigo.
13) Este é de fato o verdadeiro significado da oração do Senhor. Observai bem o que vos foi explicado, pois isto é uma verdadeira dádiva que foi vos dada dos céus superiores. Amém.
14) A esta interpretação do “Pai Nosso” à luz do amor segue:

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   ...   56


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal