Palavras-chaves



Baixar 1.05 Mb.
Página4/4
Encontro07.10.2019
Tamanho1.05 Mb.
1   2   3   4

Procedimento de escalada em escadas bi-apoiadas) deve-se instalar a fita de ancoragem em escadas nos dois últimos degraus e depois instalar a corda de linha da vida na fita e esticá-la sobre a escada; levantar, içar a escada e apoiá-la no poste; prender a corda no primeiro degrau para que o trava-quedas não enrosque na corda durante a escalada; deve-se primeiro instalar o trava-quedas na corda e depois do cinto pára-quedista e dessa maneira evitar possíveis acidentes; escalar a escada cadencialmente e ritmando pés e mãos e posicionar-se através do talabarte de posicionamento; amarrar a escada e depois realizar as atividades.


Obs: Durante a escalada outro eletricista deve segurar a escada até que a mesma esteja amarrada no topo do poste.


Figura 7 – Eletricista escalando escada bi apoiadas

Se necessário escalar acima do alcance da escada, (sela plataforma) deve-se instalar um estropo de ancoragem no poste e fazer a transposição da linha da vida.



Figura 8 – Mudando ponto de ancoragem
Procedimento de escalada em transformadores de Potencia – Escalar o transformador através de escada e linha da vida e depois deslocar-se sobre o transformador através do talabarte duplo ou y com absorvedor de impacto e se necessário ainda, deve-se instalar uma linha da vida sobre o transformador.

Procedimento de escalada em Estruturas metálicas – Pórticos e torres – Utilizar talabarte duplo ou Y com absorvedor de impacto

2.2 Resgate:
Para o resgate, foram testados vários equipamentos de diversas empresas, mas como a atividade de resgate é uma atividade em que a Elektro deseja nunca utilizar, se adotássemos um equipamento muito complexo, ao invés de ajudar estaríamos complicando.
Assim optamos por realizar o resgate apenas com um moitão de 2 roldanas, com corda de 40 metros de 11 mm de diâmetro e um nó “prussik”, o qual trava o moitão automaticamente quando tracionado a abrir e é liberado apenas através do resgatador.
Sendo assim, o moitão possui as características de puxar a vitima para que assim seja destravados os dispositivos trava-quedas e talabarte de posicionamento e de descida, o qual é realizado bem devagar, podendo ser paralisado a qualquer momento, e ainda podendo o resgatador realizar outras atividades sem se preocupar com a corda do moitão, pois o mesmo está travado pelo nó “prussik”.

Durante a realização de treinamento foi possível trazer uma vitima (simulado) ao solo em 180 segundos.



Figura 9 – Resgate de eletricistas em escadas de centro
Em estruturas altas pode-se descer a vitima através de apenas uma roldana.
Nas estruturas de linhas de transmissão o resgate foi efetuado através do equipamento “ID”, o qual é desenvolvido especialmente para resgate de vitimas, optou-se pelo equipamento ID devido a grande comprimento de cordas que seria necessário para atender as diversas alturas de torres.

  1. Conclusões

Depois de finalizado o processo de desenvolvimento e criação de procedimentos operacionais, deu-se inicio ao processo de implantação e treinamentos dos eletricistas. E durante a implantação e treinamentos, principalmente no início por ser uma novidade e ser considerado uma mudança na rotina e costume dos eletricistas, houve muitas reclamações, resistências e questionamentos, mas durante a realização dos treinamentos e apresentações dos equipamentos estas reclamações, resistências e questionamentos foram diminuindo e chegando ao ponto de no final do treinamento permanecer apenas elogios.


Os dispositivos desenvolvidos trouxeram para o eletricista da Elektro uma maior segurança e confiança durante a realização das atividades em alturas
Portanto, depois de desenvolvido e implantado estes equipamentos e procedimentos na Elektro, foi possível extinguir o risco de quedas de alturas de trabalhadores em todas as atividades de manutenção do sistema elétrico da Elektro, cumprir o solicitado nas normas regulamentadoras NR 06, NR 10 e NR 18, isso tudo com um custo muito baixo e sem aumentar o tempo de execução das atividades, além de ter recebido uma excelente satisfação do trabalhador executador das atividades.
: publicacoes -> wp-content -> uploads -> 2016
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xvi sendi – Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xix seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2010 – 22 a 26 de novembro
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro
2016 -> Xix seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2010 – 22 a 26 de novembro
2016 -> Xviii seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica sendi 2008 06 a 10 de outubro


1   2   3   4


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal