Osvaldo polidoro (reencarnação de Allan Kardec) textos divinos I



Baixar 1.42 Mb.
Página8/17
Encontro18.09.2019
Tamanho1.42 Mb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   17
fermento dos fariseus será a última praga a ser vencida pela VERDADE QUE DIVINIZA. Aos que vivem dizendo que Deus é Amor, nós lembramos que, acima de tudo, DEUS É JUSTIÇA.

MINUTA EVOLUTIVA SINTÉTICA


1 – No princípio tudo é Espírito ou Essência Divina.

2 – Da Essência Divina tudo parte, seja o espiritual ou o material.

3 – As centelhas espirituais são emanadas em estado de simplicidade absoluta, contendo as Virtudes Divinas em potencial; com o desabrochamento, no seio dos mundos e intermundos, enfrentando condições e situações, é que desabrocha e torna a ser parte integrante da Unidade Essencial, ou Deus, em equidade vibracional.

4 – A matéria começa no Espírito, em termos de gama, vem a ser Luz Divina, Energia, Éter, Substância, Gás, Vapor, Líquido e Sólido. Depois do Espírito Essencial, lembrai-vos, tudo é gama, nada é realmente simples. Só em Deus, ou na Unidade Fundamental, é que a Unidade permanece, como simples, não complexa.

5 – Os espíritos e os planetas estão sujeitos à lei de origem, evolução e finalidade. Importa, sempre, considerar os fatores – leis, elementos e fatos.

6 – Deus, ou o Princípio, não responde pela ignorância da centelha espiritual, pelos seus conceitos. Para melhor conceituar, é necessário evoluir.

7 – Leis fundamentais regem os fenômenos da matéria, e leis morais regem os fenômenos espirituais, mas, nos fundamentos, tudo se encerra numa só Lei. Na Unidade tudo é, movimenta e atinge a finalidade.

8 – Pensai nos Altos Espíritos, ou Cristos, e tereis o início dos movimentos inteligentes que originam o aparecimento dos planetas. Nada sem inteligência!

9 – Pensai na evolução normal, através dos mundos e intermundos, e tereis a explicação da cristificação das centelhas, isto é, dos espíritos.

10 – Nenhum espírito, da vossa história ou do vosso conhecimento, representa ou é totalmente UNO AO PRINCÍPIO. Não podeis, ainda, compreender a UNIÃO TOTAL, a reintegração total da centelha, no Princípio ou Deus.

11 – Entendendo ou não, VÓS SOIS DEUSES.

12 – Nos devidos tempos, tereis as devidas informações, porque Deus não falha e a Administração Planetária funciona normalmente.

13 – Deus e a Administração Planetária não falham, porém dão tempo, para que as centelhas, com os acontecimentos da vida, despertem para a Realidade Fundamental, isto é, para si mesmas. Procurai entender.

14 – Muito antes dos três reinos, mineral, vegetal e animal, a centelha emanada pelo Princípio, ou Deus, já movimentava, já desabrochava. Centenas de milhões de anos desabrocha, até atingir o primata humano.

15 – Depois de atingir ao que chamais razão, ou inteligência, ou capacidade de raciocínio, tudo desabrocha mais depressa.

16 – O intercâmbio entre encarnados e desencarnados é simples, há em todos os níveis da escala biológica, mas, entendei bem, a melhor consciência disso, advém da melhor evolução atingida.

17 – No plano dos encarnados misturam-se espíritos dos mais variantes graus evolutivos, para que haja possibilidades de trabalho e evolução para todos. Isso já não ocorre no plano espiritual, a não ser em condições bem mais restritas.

18 – Em Deus não existem milagres, mistérios ou enigmas, mas sim leis, elementos e fatos. Mas existiriam os cleros, sem haver ignorâncias, erros e ridículos?

19 – Não foram mais do que dez, até ao presente, os verdadeiros Grandes Iniciados que encarnaram entre vós, num curso de mais de duzentos e quarenta mil anos. Depois vieram os fabricantes de religiões, tribofes, igrejinhas etc.

20 – Os Grandes Iniciados ensinaram VERDADES FUNDAMENTAIS, jamais fundaram religiões. Depois vieram vultos menores, com os seus altos e baixos normais, e andaram fundando religiões, cleresias, sectarismos, politiquismos etc.

21 – Em tudo quanto foi ensinado, ou do seio de tudo isso, dois pólos fundamentais, de ORDEM MORAL, serão eternamente salientes: A LEI DE DEUS e a DIVINA EXEMPLIFICAÇÃO DE JESUS CRISTO. Tudo o que for contra será esmigalhado, porque jamais alguém triunfará espiritualmente fora da DIVINA ORDEM MORAL.

22 – O homem descobre, aos poucos e sofrendo muito, aquilo mesmo que em Deus é eterno, perfeito e imutável. O melhor a descobrir é a Consciência da Unidade.

23 – Entender é uma coisa, ser, é coisa totalmente diferente. Realizai-vos!

24 – Moisés e Jesus encarnaram ao mesmo tempo; João Batista repetiu a importância fundamental da Lei de Deus, ou da Justiça Divina, e o Cristo Modelo deixou a Divina Modelagem. Representam os dois pólos da Divina Ordem Moral.

25 – Ninguém jamais foi, nem jamais será redentor ou salvador gratuito de quem quer que seja. Cuidado com as patifarias clericais, com as suas mentiras.

26 – Todos têm as mesmas oportunidades, e todos deverão realizar, em si, aquele Reino Interior, ou o Vós Sois Deuses, que não virá com mostras exteriores.

27 – Confundir INICIAÇÕES com religiões é obra de ignorantes ou de loucos.

28 – A VERDADE não precisa de advogados ou padrinhos, e sim de trabalhadores ou exemplificadores. Deus não é escravo de teologias, maquinações etc.

29 – Quem mais sabe é apenas mais responsável, nada mais.

30 – Cristos, ou Administradores de mundos e humanidades, não fabricam leis, mas apenas as aplicam. Só na UNIDADE TOTAL há sabedoria e autoridade totais.

31 – Acabai com os cleros, se quiserdes acabar com os erros maiores, em termos de Ciência Espiritual Fundamental. Porém, mesmo acabando com eles, nos meios doutrinários aparecerão as camarilhas, os ignorantes fantasiados de donos das Verdades Iniciáticas.

32 – Nada sabeis ao certo, sobre Moisés, ou o transmissor da Lei de Deus, porque Saul destruiu os documentos, e tudo foi, mais de quatrocentos anos depois, reescrito segundo as opiniões e conversas de algumas pessoas. O caráter iniciático do Gênese perdeu-se totalmente.

33 – O Evangelho de Jesus, o Cristo Modelo, é o mesmo Jesus. Cuidado, muito cuidado com aqueles que, em nome de Jesus, inventam formalismos e formulismos, ou fazem discursos histéricos etc. Procurai imitar o Modelo! Reproduzi os feitos de Jesus! Vivei a Lei de Deus e cultivai a comunicabilidade dos anjos, espíritos ou almas, assim como Moisés e Jesus o fizeram.

34 – Procurai conhecer tudo sobre Rama, os Budas, os Vedas, Hermes, Zoroastro, Orfeu, Crisna, Moisés, Pitágoras, Jesus, Apóstolos, Maomé etc. Procurai entender, para discernir, entre as Verdades Divinas e as condições humanas, em todos eles. Quem tem que agenciar as Verdades Divinas são os homens, e os homens falham, uns mais e outros menos. Também, considerai o missionário no seio do seu tempo e da sua gente etc. O fanatismo kardecista é ultra-criminoso.

35 – Muita coisa que passa por TUDO, perante os tolos em termos de obras doutrinárias ou mediúnicas, nem sequer serve de abecedário, perante a VERDADE TOTAL OU DIVINA. Cuidado com os ignorantes que tudo aceitam, porém muito mais cuidado ainda, com as camarilhas mandonistas, politiqueiras etc.

36 – A Codificação se afirma obra incompleta, falha e omissa, e marca a volta de Kardec, para terminar a restauração do Cristianismo; entretanto, há muita gente dogmatizando sobre os erros, as falhas e os ridículos da Codificação, porque com isso defendem seus interesses subalternos, orgulhos, vaidades, ciúmes etc.

37 – Boas intenções não significam felizes soluções.

38 – Nenhum homem, encarnado ou desencarnado, é mais do que a Lei de Deus e a Divina Modelagem de Jesus Cristo.

39 – Há espíritos medíocres, derramando escritos ou comunicações; mas o pior é que há encarnados, que atribuem a tais mediocridades o caráter de Sabedoria Divina etc. Convidamos a não perder o senso do ridículo, para evitar o erro.

40 – Seja como for, a importância está na edificação do Cristo Interno, que não virá de fora. Por isso Jesus sentenciou – DAI DIGNOS FRUTOS PELO EXEMPLO.

41 – Infinitas são as verdadezinhas relativas, mas, UMA SÓ É A ESSENCIAL.

42 – Muitos são os que se prejudicam, por deixarem de parte a ÚNICA VERDADE ESSENCIAL, e se atirarem no torvelinho das verdadezinhas rasteiras. Daí surtem os fanatismos por homens, livrecos, instituições, tudo aquilo que beneficia igrejinhas, súcias e panelinhas, com os seus politiquismos e suas prepotências mandonistas, e tudo falsamente acobertado com o manto falso das purezas doutrinárias e de outras ridículas tiradas.

43 – Quem de fato pensar em três verdades fundamentais, que são: Origem, Evolução e Sagrada Finalidade do espírito, jamais irá dogmatizar sobre homens e livros, instituições e igrejinhas... Porque a Finalidade Sagrada a ser atingida é infinitamente superior ao ignorantismo, ao mediocrismo dos livros doutrinários, mediúnicos ou não. O que sereis, é infinitamente mais do que aquilo que sabeis.

44 – Historicamente, a Humanidade lotada na Terra está entre a primeira meia-idade, que finda, e a segunda meia-idade, que começa. Não sabeis tudo sobre o já percorrido, e muito menos ainda sobre as realizações a serem atingidas, daqui para a frente. O que está para trás embrenha-se nos dédalos dos milhões de anos, e o que está para a frente marcará a entrada consciente na UNIDADE DIVINA. Nem sabeis dos primórdios, com inteligência ou certeza, nem podeis compreender a gloriosa integração no Princípio ou Deus, que vireis a realizar. O que importa, e muito, é tomar cuidado contra o veneno das dogmatizações. A hipocrisia, que é o fermento dos fariseus, estará sempre querendo prejudicar aos que desejam progredir. Muito cuidado com os donos da Verdade, os que proíbem estudar tudo etc.

45 – Aos sacerdotes, escribas, fariseus e saduceus, Jesus sentenciou: “Ai de vós, que ficais nas portas, e não permitis a entrada aos que poderiam fazê-lo.” Serão sempre assim, aqueles que tiram proveitos materiais das situações criadas.

46 – Se tudo se resume em CONHECER A VERDADE E PRATICAR O BEM, quem não permite aos semelhantes o ingresso no CONHECIMENTO MAIOR, o que é, sem ser criminoso?

47 – O diabo que existe chama-se IGNORÂNCIA... Do diabo de fora, se ele existisse, bem depressa o homem dele se livraria; mas do diabo interior, que é a IGNORÂNCIA, com muito custo e sacrifício libertar-se-á.

48 – Os fanatismos religiosistas e sectários é que sustentam a IGNORÂNCIA...

49 – Registrai isto: Para praticar a Lei de Deus, a Divina Modelagem de Jesus, e praticar a mais sadia Revelação, ninguém precisa ser escravo de monopólios religiosistas, ou sectários, inventados por homens. A consciência de cada um, sabeis ou não, gostais ou não, quereis ou não, é a responsável direta.

50 – Consoante as promessas bíblico-proféticas, estamos terminando o trabalho restaurador do Cristianismo. E como não pode haver Cristianismo sem a Lei de Deus ou Moral Divina, sem o Amor-renúncia de Jesus, o Cristo Modelo, e sem o Consolador por Ele generalizado, eis que vos advertimos, de uma vez para sempre, contra todos os pensamentos menos felizes, aqueles que se honram com a ignorância, a mentira e o erro, em benefício de interesses criados através dos séculos e sustentados com aparências de respeito à Verdade e à Doutrina do Caminho.

O CÓDIGO IMORTAL
1 – DEUS: A Essência Divina Onipresente, Onisciente e Onipotente, que tudo Emana, Sustenta e Destina através de leis Eternas, Perfeitas e Imutáveis, e que está acima de religiões, filosofias, seitas, instituições ou estatutos humanos quaisquer. Sendo Espírito e Verdade, assim quer que Seus filhos venham a ser, e lhes concita seguirem o caminho da VERDADE, do AMOR e da VIRTUDE, já que é blasfêmia supor seja a Sua Divina Justiça objeto de traficâncias religiosistas.

2 – CRIAÇÃO: Tudo quanto existe, Espiritual e Material, que enche e movimenta o Universo Infinito, de que todos são parte e relação. Em nada depende dos homens, suas crenças ou descrenças, porquanto aquilo que é por Deus não precisa de advocacias ou apadrinhamentos humanos.

3 – MOVIMENTO: Os mundos e os intermundos movimentam-se; o Macro e o Microcosmo são forçados a movimentar-se para que os Santos Desígnios de Deus sejam atingidos, queiram ou não, gostem ou não os pernosticismos humanos, crédulos ou incrédulos.

4 – IMORTALIDADE: Em Deus e Suas Manifestações nada morre, consintam ou não os bestuntos humanos, religiosistas ou não.

5 – EVOLUÇÃO: O processo Evolutivo, a que tudo e todos estão sujeitos, porque nada há na Criação sem objetivo, saibam ou não os homens.

6 – RESPONSABILIDADE: Ela cresce com o conhecimento de causa dos espíritos, não havendo artimanhas ou ginásticas religiosas, que possam neutralizá-la.

7 – REENCARNAÇÃO: A válvula redentora e evolutiva dos espíritos, que tem, por Determinação Divina, curso forçado, gostem ou não os preconceitos estultos de todos os escravos de fanatismos sectários.



8 – REVELAÇÃO: Os espíritos sempre se comunicaram, e isso para advertir, ilustrar e consolar os encarnados. Até Jesus Cristo, o Ministério do Consolador, teve caráter esotérico; e Jesus pagou com a vida aquela Revelação Ostensiva, de que o Livro dos Atos trata, nos capítulos um, dois, quatro, sete, dez e dezenove; e é bom lembrar que os comercialismos clericais sempre condenaram a Revelação, para com isso manterem a Humanidade ignorante, a fim de, com astúcia, explorá-la à vontade, metendo-se em tudo, passando por autoridade, mas nunca provando coisa alguma das fanfarronadas que impingem aos simplórios.

9 – HABITAÇÃO CÓSMICA: A herança de todos os filhos de Deus, que nada deve a manobrismos religiosistas.

10 – SAGRADA FINALIDADE: O Grau Crístico ou de Unidade Vibratória com o Pai Divino, ou Essência Divina Onipresente, e que se consegue por Evolução, vivendo a VERDADE, o AMOR e a VIRTUDE. Só aos simplórios é cabível pensar que salamaleques idólatras ou adulações religiosistas possam valer por medidas libertadoras, pois a libertação é uma questão de crescimento consciencial e não de ginásticas vendidas por homens fantasiados de ministros de Deus.

11 – OS DEZ MANDAMENTOS: O Código de Conduta, jamais derrogável, contra quem se hão de rebentar todas as artimanhas, religiosistas ou não. Porque não manda ter religião alguma senão observar a Moral, o Amor, a Revelação, a Sabedoria e a Virtude, que pairam acima de todas as traficâncias humanas, crédulas ou incrédulas. Por causa da Lei é que JESUS manda procurar a Verdade e não as Religiões.

12 – O CRISTO: Síntese da Origem Divina, do Processo Evolutivo, da Sagrada Finalidade, da Generalização da Revelação e da Ressurreição Final dos espíritos. É o Modelo Divino ofertado pelo Criador e deve ser imitado por Evolução, pairando acima de manobrismos religiosistas quaisquer. Fora da VERDADE, do AMOR e da VIRTUDE ninguém O igualará, ainda que compre todas as adulações e malícias idólatras que os fanatismos religiosistas vendem aos simplórios.



13 – A VERDADE QUE LIVRA: É a verdade vertical de Deus e não a verdade horizontal dos homens. A LEI e o CRISTO, as Duas Testemunhas Fiéis e Verdadeiras de que trata o Apocalipse, ensinam a realidade pura, fora de manobrismos religiosistas, porque concitam à prática de obras sociais corretas que, vistas por Deus em secreto, terão perfeita retribuição.

14 – AUTORIDADE DOUTRINÁRIA: Pertence à Moral, ao Amor, à Revelação, à Sabedoria e à Virtude, estando errados aqueles que inventam instituições ou estatutos humanos, querendo com eles fazer cabides para manobrismos, através dos quais aplicam orgulhos, vaidades, egoísmos e outros infelizes defeitos humanos.

15 – AMAI-VOS UNS AOS OUTROS: Como a parte de Deus é Eterna, Perfeita e Imutável, que os homens realizem o que lhes compete. Como o Amor VERTICAL representa todos os valores positivos, Jesus resumiu nele os deveres gerais. Não tem feição religiosa ou sectária qualquer, porque o AMOR VERTICAL está acima de tribofes e maquinações.

16 – RELIGIÃO: É o cultivo da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude. Quem estiver fora disto está fora do Reino de Deus.

17 – REINO DE DEUS: Cada qual o tem em si, porque é um Cristo em elaboração, é uma CONSCIÊNCIA que deve expandir-se à custa de crescer em VERDADE, AMOR e VIRTUDE. Fora disso, caudais de idolatrias podem ser praticadas, que de nada valerão.

18 – ESPIRITISMO: Elias começou a restauração como João Huss e não a terminou como Kardec. De qualquer forma, não fabricou nem está fabricando VERDADES DOUTRINÁRIAS. A ordem de Jesus foi para restaurar, consolidar e estender sobre a Terra a EXCELSA DOUTRINA, da qual Ele Se disse humilde transmissor. E as profecias estão tendo cumprimento, queiram ou não as religiões ou sectarismos humanos. Quem ler o Livro dos Atos saberá o que Roma corrompeu e o que devia ser reposto no lugar. Todavia, não confundir a Doutrina com os homens.

19 – A VOLTA DE JESUS CRISTO: Seria, é e será sobre as nuvens do Céu, que é a linguagem simbólica do Consolador ou da Mensageiria Divina, a quem cumpre advertir, ilustrar e consolar os encarnados. Vide o livro: A VOLTA DE JESUS CRISTO, pois contém ensinos para todos os praticantes do Batismo de Espírito, a Graça generalizada por Ele no Pentecoste.



20 – JUSTIÇA DIVINA: Infeliz daquele em quem ela não encontrar VERDADE, AMOR E VIRTUDE, porque, ainda que esteja forro de títulos comprados aos religiosismos do mundo, irá parar nos lugares de pranto e ranger de dentes.

21 – O CÓDIGO IMORTAL: É o extrato de todas as Iniciações ou Revelações e, portanto, acima de religiões e sectarismos quaisquer. Suas VERDADES FUNDAMENTAIS em nada dependem de crenças humanas, porém apontam como bem-aventurados todos aqueles filhos de DEUS que passarem o seu conhecimento aos seus irmãos, para que se libertem do jugo dos religiosismos, que tanto têm dividido os homens entre si.

22 – UNIFICAÇÃO: Será realizada pelo CONHECIMENTO DA VERDADE, no íntimo de cada filho de Deus e não no seio dos conchavismos religiosos. Também, nunca será uma questão de instituições ou estatutos humanos, pois aquilo que é feito e visto pelos homens de um modo, é visto e julgado pela Justiça Divina, de modo muito diferente. A cada um cumpre dar dignos frutos pelo exemplo, para a realização do Reino de Deus em si próprio, que é como será um bom guia para os seus irmãos menores em Evolução. Fora disso, orgulhos e vaidades imperam.

23 – SÍNTESE: Quem não conhece as VERDADES FUNDAMENTAIS OU IMORTAIS que este CÓDIGO encerra, ainda que pense conhecer muito, nada de verdadeiramente importante conhecerá. E, como a VERDADE não precisa de advocacias e de apadrinhamentos humanos, este CÓDIGO fará o seu serviço e triunfará, queiram ou não os sectarismos humanos, modernos ou antigos, mais ou menos fantasiados. Assim proclama o ESPÍRITO DA VERDADE, no dealbar da Era Cósmica, para tornar cada filho de Deus um ser livre perante as leis que regem a Criação do mesmo Deus. E o CRISTO acena com a BANDEIRA BRANCA, em cujo centro está escrito AMOR, e assim é para que esteja acima de fronteiras e barreiras humanas, para os confins dos tempos, até que a Humanidade penetre de todo na JERUSALÉM CELESTIAL.

24 – Em essência, o espírito é da Divina Essência que Deus é, e deve desabrochar as Virtudes Divinas que contém em estado potencial. Sem VERDADE e sem AMOR, ninguém o fará.

25 – Através da Lei Moral e do Cristo Modelo, Deus entregou a Seus filhos as Supremas Mensagens. Representam a VERDADE e o AMOR, que jamais terão fim.

IMPORTA LUTAR CONTRA O MEDIOCRISMO DOUTRINÁRIO
A função da mediocridade é bordejar a PERFEIÇÃO, sem jamais atingi-la. Quem se dá ao vício de ler superficialidades, xaropadas, literatura cor-de-rosa etc., julgando que isso basta, cria em si o pior dos vícios, o gosto pelas verdadezinhas periféricas, vazias de conteúdo fundamental. A falsa ciência e a falsa bondade são vírus mentais que muito comprometem o espírito, ao desencarnar. A ignorância simples é tolerável, mas a ignorância proposital é detestável à JUSTIÇA DIVINA.
Deus
Eu Sou a Essência Absoluta, Sou Arquinatural,

Onisciente e Onipresente, Sou a Mente Universal,

Sou a Causa Originária, Sou o Pai Onipotente,

Sou Distinto e Sou o Todo, Eu Sou Ambivalente.

Estou Fora e Dentro, Estou em Cima e em Baixo,

Eu Sou o Todo e a Parte, Eu é que a tudo enfaixo,

Sendo a Divina Essência, Me Revelo também Criação,

E Respiro na Minha Obra, sendo o Todo e a Fração.

Estou em vossas profundezas, sempre a vos Manter,

Pois Sou a vossa Existência, a vossa Razão de Ser,

E Falo no vosso íntimo, e também no vosso exterior,

Estou no cérebro e no coração, porque Sou o Senhor.

Vinde pois a Meu Templo, retornai portanto a Mim,

Estou em vós e no Infinito, Sou Princípio e Sou Fim,

De Minha Mente sois filhos, vós sereis sempre deuses,

E, marchando para a Verdade, ruireis as vossas cruzes.

Não vos entregueis a mistérios, enigmas e rituais,

Eu quero Verdade e Virtude, nada de “ismos” que tais,

Que de Mim partem as Leis, e, quando nelas crescerdes,

Em Meus Fatos crescereis, para Minhas Glórias terdes.

Eu não Venho e não Vou, Eu sou o Eterno e o Presente,

Sempre Fui e Serei, em vós, a Essência Divina Patente,

A vossa presença é em Mim, e Quero-a plena e crescida,

Acima de simulacros, glorificando em Mim a Eterna Vida.

Abandonando os atrasados e mórbidos encaminhamentos,

Que lembram tempos idólatras e paganismos poeirentos,

Buscai a Mim no Templo Interior, em Virtude e Verdade,

E unidos a Mim tereis, em Mim, a Glória e a Liberdade.

Sempre Fui, Sou e Serei em vós a Fonte de Clemência,

Aguardando a vossa Santidade, na Integral Consciência,

Pois não quero formas e babugens, mas filhos conscientes,

Filhos colaboradores Meus, pela União de Nossas Mentes.

O PIOR DOS CONCEITOS
O pior dos conceitos é aquele que considera Deus, ou o Princípio, Alguém antropomórfico, indivíduo isolado, fora de tudo ou da chamada Criação, e que tira tudo de uma cartola de mágico, do nada, ou por meio de mistérios, milagres, enigmas etc.

O Divino Monismo é o conceito certo, todos lá chegarão.

Do Princípio tudo é derivação, parte e relação, e o Vós Sois Deuses, que a Bíblia afirma, virá a ser de todos conhecido e vivido.

No presente estágio evolutivo, nenhum encarnado, comum, é capaz de saber de que Virtudes Divinas é portador, em potencial.

Sem conhecer a VERDADE, e sem praticar o BEM, pode alguém se divinizar?

Se há responsabilidade no saber, há estupidez no propósito de ignorar.

O Término da Restauração
Salve Excelsa Doutrina do Caminho,

De raízes iniciáticas transcendentais,

Fincadas por Deus, com Divino carinho,

Regadas por santos mestres ancestrais.


São Ramas, Budas, Vedas e os Hermes,

Orfeu e Zoroastro, iniciando multidões,

Crisna e Pitágoras, sacudindo inermes,

São Lumes Divinos, iluminando rincões.


Dos Sagrados Eventos, no entretanto,

Moisés levanta o brado inflamante,

É João Batista quem aponta o Modelo Santo,

Para ser conhecido o Verbo Divinizante.


No Cristo Modelo, a síntese é Sua Lei,

Moral, Amor e Revelação generalizada,

Graça do Céu concedida à humana grei,

Promessa cumprida, bandeira desfraldada.


Roma desponta, em corrupção patente,

Insulta o Consolador, impõe simulações,

Manobra inquisição, julga-se permanente,

Semeia ignorância, obscurece as gerações.


Volta Elias restaurador, Jesus o disse…

É Kardec, pára antes de a tudo restaurar,

Não entram Atos, Epístolas e Apocalipse,

Porém avisa, e que lhe cumpre reencarnar.


Ao inteligente e honesto cumpre conhecer,

Quem do Bíblico-Profético paira no devido,

Que farisaísmos brotam, procurando deter

O término do trabalho, por Deus prometido.

Estavas Avisado
Vens Homem, das lutas remotas,

Subindo lentamente, somando valores,

Descobrindo verdades, augurando esplendores,

Sorvendo alegrias, amargando derrotas.


No Espaço sondando amplidões,

No tempo semeando e segando farturas,

Das auroras aproveitando orvalhadas maduras,

Das lutas cruentas extraindo lições.


A outros tempos aportaste, enfim,

Que as leis divinas se cumprem, fato que é,

Teus conceitos não importam, nada diz tua fé,

Soberana é a Lei, será sempre.


Acorda pois, procura o teu bem,

O clamor do Tempo fará estremecer,

Que alvinitente cavaleiro, já disse o que dizer,

Cristo Restaurador, Mensageiro do Além.


Mansas ovelhas o Porvir herdarão,

Espavoridos cabritos terão trevas a curtir,

Tudo se cumprirá, o testemunho é do porvir,

Na Bíblia está escrito, eis a Revelação.

A Prece do Servidor
Sagrado Princípio do Todo, Causa Infinita dos Infinitos efeitos.

Em Teus Desígnios Eternos, Perfeitos e Imutáveis, quero beber conhecimentos, para que nobres sejam os meus pensares e sentires, vindo minhas obras a constituir testemunhas de Tua Onisciência.

Neste mundo de imperfeições e de sofrimentos, dá-me o poder de comandar meus impulsos, enveredar certo minhas inclinações, a fim de servir de condutor aos irmãos que forem ainda menos conscientes do que eu.

Que eu possa dominar minhas tendências e paixões inferiores, para vir a ser realmente um servidor da Verdade que livra e da Virtude que glorifica.

Confiante na Tua Lei e na Tua Justiça, aguardo, ó Senhor, a delegação de ter poder sobre as criaturas malévolas, encarnadas ou desencarnadas; que venha a poder, se for de Teus Santos Desígnios, ensiná-las e encaminhá-las porque, enfim, todos são filhos do Teu Infinito Amor, estando destinados ao Sagrado Objetivo que é o Grau Crístico.

Ó Pai Divino! Pela Glória de Jesus Cristo, o Teu Verbo neste Planeta, rogo a graça do Trabalho; que a minha vida seja um roteiro de verdades semeadas e bondades distribuídas, a fim de que me faça digno filho Teu. Sabedor de que a cada um será dado segundo as obras que praticar, desejo fazer da Verdade, do Bem e do Bom, a minha Religião.

Ó Ser dos Seres! Ó Senhor do Infinito e da Eternidade! Concede-me a oportunidade de conhecer cada vez mais, para dar cada vez mais dignos frutos pelo exemplo, a fim de apressar a evolução desta Humanidade; que este mundo de imperfeitos e sofredores venha a ser, em breve, uma das felizes moradas de Tua Infinita Criação.

Rogo, ó Pai Divino, por todos os Teus filhos! Reconhecendo uma só Origem Divina, um só Processo Evolutivo e uma só Sagrada Finalidade, desejo a graça de Tua Justiça, para em Teu Santo Nome convidar a todos no sentido de saber certo, sentir bem e proceder com dignidade; e isto, Senhor, para que todos venham a ser, o mais breve possível, acima de mundos, formas e transições.

Ó Supremo Espírito, Essência Divina que tudo Manifesta, Sustenta e Destina! É no Teu Seio de Luz, Glória e Poder, que mergulhamos os nossos pensares e sentires, para aí render graças pela Tua Divina Paternidade.

E pelas Tuas Graças, Senhor, fazei que seja este filho Teu, um fiel discípulo da Excelsa Doutrina, cujos fundamentos são a Moral, o Amor, a Revelação, a Sabedoria e a Virtude.

DE ORDEM SUPREMA
Em virtude do término da Restauração, e de tudo quanto terá de acontecer, para haver a renovação imposta pela JUSTIÇA DIVINA, foi determinado fundamentar todo o trabalho na Lei de Deus, no Cristo Divino Molde e na Revelação por Ele generalizada, a partir do Pentecoste. Porque nenhum movimento, de caráter humano, bem ou mal intencionado, conseguirá passar por cima da Moral, do Amor e da comunicabilidade dos anjos, espíritos ou almas. Como a Lei Moral e o Cristo Modelo constituem Mensagens Inderrógaveis, endereçadas a cada indivíduo, eis que o cultivo mediúnico deverá obediência total à Lei e ao Cristo, para realmente ser útil. Não apenas em nome da Lei e do Cristo, mas sim em função da Lei e do Cristo.

Sem trabalho e sem sacrifício, poderá alguém triunfar? Que diz a Lei? Como procedeu Jesus?

Aos inteligentes e honestos avisamos: Deixem os juízos sobre a Lei e sobre Jesus para depois da desencarnação... Porque ela faz mudar muita coisa...

A Linguagem das Bíblias


Filhas das Verdades Reveladas,

Onze Bíblias nos tempos escalonadas,

Vindas por gentes de faculdades dotadas,

Para instruir gentes pela Terra esparramadas.


Se dos homens herdaram falhas,

Que dos homens surtem suas malhas.

Do Princípio transmitem lições imortais,

Vertentes de Verdades e doces cânticos divinais.


Lembra, espírita, das instruções,

Dos mesmos Mestres em novas funções,

Que através dos tempos Deus assim ordena,

Movimentando a reencarnação que a tudo reaplana.


Boa é a Verdade, não as religiões,

Não se defendam vícios e mistificações,

Que nenhuma Bíblia jamais valorizou o Mal,

Visto que a Deus se vai, pela Justiça Divinal.


Falar menos na Divina Misericórdia,

Que sem Justiça Divina reina discórdia,

E a Verdade jamais dará guarida à hipocrisia,

Aquilo que na Lei de Deus e em Jesus não homizia.


Outros clarões vos iluminarão,

Que nos vossos horizontes já estão,

Proclamando das bíblicas verdades, os sinais,

Porque a Verdade, para ser, é acima de mortais.


MEDIUNIDADES E ASNEIRAS HUMANAS
A – Sobre mediunidades, ou dons espirituais, aquilo que é conhecido vale como quase nada… Existem mediunidades que, pairam acima de tudo quanto é conhecido… Não dependem de religiões, credos, conceitos humanos, porém podem prejudicar, por causa dos desvios morais do seu portador… Orgulhos, vaidades, ciúmes, invejas, exageradas valorizações, tais são alguns dos males que atacam os médiuns…

B – São estultas as conceituações humanas, que pretendem outorgar a religiões e doutrinas, o privilégio dos tratos mediúnicos… Por toda a Terra os dons mediúnicos irão aflorar, e devemos afirmar que na Moral da Lei de Deus e no Amor de Jesus estará a garantia dos melhores intercâmbios…

C – Como até aqui, por muitos tempos ainda isto acontecerá: Enquanto uns procurarão fugir dos deveres mediúnicos, outros correrão atrás de faculdades e de espíritos…

D – Jesus continua exclamando: Pedi ao Pai que mande obreiros, porque a Seara é grande e os obreiros são poucos.

E – Resta acrescentar: Que nos obreiros não faltem a inteligência e a honestidade, que os tornarão verdadeiros apóstolos da Causa Divina.

PRÁTICA CRIMINOSA


Procurar obter, dos espíritos comunicantes, ou de certos espíritos, aquilo que com a Lei Moral e o Cristo Modelo não poderia ser obtido. Em verdade vos afirmamos, e tereis que saber e viver esta regra: Nenhum espírito, encarnado ou desencarnado, é maior do que a Lei Moral e o Cristo Modelo. Repetimos isto, e muito, para que ninguém se iluda do contrário, principalmente quando estais com os pés nos portais da segunda meia idade planetária, aquele novo céu e aquela nova terra, de que fala o Apocalipse.

Novo Céu e Nova Terra


Do Sagrado Princípio tudo parte,

Céus e Terras surgem e vivem destarte,

E no seio do Princípio movimentando,

Fermentam belezas que se vão revelando.


Espíritos já na escala gloriosos,

De Deus transmitem os ensinos preciosos,

Afirmando que de Deus os derivados,

A Ele um dia, retornarão divinizados.


No Código Divino esplende a Moral,

No Cristo Divino Molde reside o Fanal,

São testemunhas da Verdade Imutável,

Bases vivas da construção Inabalável.


Fora da Lei e do Cristo haverá horror,

Tudo fenece fora da Verdade e do Amor,

A ignorância e o erro juntos lamentarão,

Nos abismos da consciência em solidão.


Surge um novo dia para vossa História,

Novo Céu e nova Terra apontam à Glória,

Porém corruptos e invertidos permanecerão,

Curtindo nas trevas o pranto da solidão.


Aos inimigos das verdades proféticas,

Concitamos a que busquem melhores éticas,

Fugindo urgente dos vícios da inverdade,

Que da Justiça Divina sofrerão severidade.

CONHECE-TE A TI MESMO
Quando a chamada Sabedoria Iniciática, ou Ciência dos Mistérios, ou Ciência dos Oráculos, manda o homem conhecer-se, para que daí venha a conhecer o Universo e os Deuses, nada mais está mandando, senão reconhecer que de UM PRINCÍPIO ÚNICO tudo emana, que NELE MESMO tudo movimenta, e que NELE MESMO tudo atinge a finalidade.

Quando, milênios mais tarde, Jesus reafirmou o VÓS SOIS DEUSES, nada mais disse senão a mesma realidade. Entretanto, com a corrupção da Excelsa Doutrina do Caminho, essas e outras VERDADES FUNDAMENTAIS ficaram esquecidas, soterradas sob os escombros de toda sorte de simulações e maquinações, altamente prejudiciais ao progresso espiritual das gentes.

Dizer que todas as religiões são boas, é o mesmo que insultar a VERDADE propositalmente. Nenhuma VERDADE DIVINA OU FUNDAMENTAL, para ser, depende de palpite humano. Boa é a VERDADE, e contra ela os erros dos fabricantes de religiões terão de se rebentar.

Moral, Amor, Revelação, Sabedoria e Virtude são os fatores positivos que farão o espírito desabrochar o Cristo Interno. Bolso, Estômago, Sexo, Orgulho e Egoísmo são os fatores que, usados negativamente, enviarão o espírito ao pranto e ranger dos dentes.

Um novo tempo, cíclico-evolutivo, desponta para a Humanidade; mas a Lei de Deus e o Cristo Divino Molde verão os errados penando suas culpas, porque não sofrerão modificações.
QUAL A MAIOR DAS BÍBLIAS?
A Bíblia judeu-cristã é a única que tem sentido profético ou de continuidade; mas não é disso que pretendemos dizer palavras.

As Grandes Bíblias da Humanidade são livros relativos que falam de Verdades e Leis Fundamentais. A mão do homem, o relativismo humano está nelas presente, e como o homem evolui, o documentário bíblico também irá evoluindo, explicando mais sobre as Verdades Divinas e penetrando mais nos pormenores relativos.

Entretanto, homens, a chamada Criação é a maior Bíblia, é por onde o Princípio ou Deus mais fala, demonstrando Leis Regentes, com ou sem os palpites humanos, com ou sem os aranzéis estultos das teologias convencionais, preparadas para defender religiosismos viciosos, cleresias estúpidas, maquinações sectárias etc.

A Criação é cega para os tolos, mesmo que ostentando rótulos acadêmicos, porém vê, mostra e ensina fartamente, aos de alma pura, capazes de auscultar as pulsações do Princípio Onipresente.


Oração Crística
Sagrado Princípio do Universo, que em Ti mesmo crias, sustentas e destinas. Senhor do Infinito, das Leis, das vidas e das virtudes.

Sagrada Causa Primária, onde tudo é, movimenta e atinge a finalidade.

Pai Divino, Tu que és o Alicerce, o Esteio, a Luz e a Glória, guia nossos passos, para que a Lei seja o nosso Caminho, para que o Amor seja o nosso Pão Eterno, para que a Graça seja a nossa Consolação Imperecível.

Deus e Pai Nosso, que nos enviaste o Cristo Modelo, a fim de Batizar em Revelação. A Ti rogamos, Senhor, que ela se estenda sobre a Terra, porque, sendo ela a Tua Palavra, a todos advirta, ilustre e console.

Pai Santo, enche a Terra de verdadeiros e bons profetas ou médiuns, para que todos saibam das leis de Essência, Existência, Movimento, Imortalidade, Evolução, Responsabilidade, Reencarnação, Revelação, Habitação Cósmica e Sagrada Finalidade a ser atingida.

Sagrado Princípio, faze que Teus Santos Espíritos Mensageiros infundam estes conhecimentos: que a Moral harmoniza e dignifica; que o Amor sublima e diviniza; que a Revelação adverte, ilustra e consola; que a Sabedoria confere autoridade; e que a Virtude sintetiza a união com a Tua Divina Vontade.

Princípio Sem Fim do Cosmos, impele-nos ao Conhecimento Perfeito, para que possamos saber certo, pensar bem, sentir amorosamente e praticar divinamente.

Como Tu és Espírito e Verdade, querendo que assim venham a se tornar os Teus filhos, a Ti rogamos, Pai Divino, as necessárias oportunidades de trabalho.

Afasta-nos, Senhor, de todas as idolatrias.

Livra-nos, Pai Santo, das tentações do mundo.

Dá-nos, Senhor, a força de lutar contra a iniqüidade.

Atrai-nos, Senhor, ao Reino da Verdade, do Amor e da Virtude, Reino que estando no seio dos mundos, das formas e das transições, está entretanto acima de mundos, formas e transições.

Dá-nos, Pai Divino, a Consciência da Unidade, a fim de que possamos sentir e viver as Harmonias do Infinito; e que, assim sendo, ó Pai Santo, venhamos a transformar a Terra na Jerusalém Celestial, Reino de Paz e Ventura, alijando para sempre, do mundo, a ignorância, a treva e a dor.

A QUEM IMPORTA A MENTIRA?


1 – No Velho Testamento está a promessa da generalização da Revelação;

2 – Nos Evangelhos está provado que Jesus Batizaria em Espírito ou Revelação;

3 – No capítulo 2, do Livro dos Atos, está provado que assim Jesus o realizou, no chamado Glorioso Pentecoste;

4 – Nos Atos, nas Epístolas e no Apocalipse, está provado que o trabalho dos Apóstolos girou em torno da comunicabilidade dos espíritos, do Consolador generalizado por Jesus;

5 – Entretanto, a ignorância de uns e o cinismo de outros, negam a realidade;

6 – Perante a JUSTIÇA DIVINA, como se sairão, uns e outros?


Oração a Deus
Bendizei ao Senhor, todos os seus anjos, vós que excedeis em força, que guardais os seus mandamentos, obedecendo à voz da sua palavra” – Salmos, 103,20.

Princípio Emanador, Pai Onipresente,

Senhor do Todo, e do Amor Onipotente,

Que a tudo Emanas, Sustentas e Destinas,

Através de leis Eternas, Perfeitas e Divinas.
A Ti rogamos, Princípio Todo-Poderoso,

Tuas Divinas Graças, de Pai Misericordioso,

Para que Teus Santos Espíritos, os Mensageiros,

De Tuas Divinas Bênçãos, se tornem despenseiros.


Despenseiros de Paz e de Saúde,

Ensinando a VERDADE, o AMOR e a VIRTUDE,

Para que cheios de Luzes, e mui conscientes,

Vivamos as Tuas Leis, Simples e Onipotentes.


Na dor, concede-nos a fortaleza,

E às duras provas, que vençamos com nobreza,

Para que, ressarcindo faltas, venhamos a progredir,

Até virmos a ser Cristo, no mais breve do porvir.


Senhor, tem piedade das fraquezas,

De nossas falhas, destas humanas incertezas,

Fazendo que Teus Mensageiros, em suas atuações,

Nos advirtam e ensinem, trazendo fartas consolações.


Na Tua Clemência, Pai Divino, aguardamos,

E o Teu Poder, para Teus Mensageiros rogamos,

Para, atraindo multidões, concitá-las à Tua Via,

À VERDADE QUE LIVRA, tendo o Teu Cristo por Guia.


Envia Santos Mensageiros, ó Deus,

Para todos conhecerem, e não haver labéus,

Pois ao Consolador confiaste Graças e Venturas.

O Amparo que Te rogamos, para todas as criaturas.

NINGUÉM PERDE POR SABER
1 – Ninguém perde por saber, que não existem orações fortes ou fracas etc. Toda oração é boa, quando o seu praticante ostenta o desejo de se harmonizar com a Ordem Divina.

2 – Nenhuma oração transforma o devedor em credor. Ela é apenas petição.

3 – Cada espírito é uma realidade perante a escala evolutiva, não sendo mais nem menos, e nenhuma oração fará com que consiga derrogar Leis Fundamentais.

4 – Cada espírito é uma realidade perante a lei de carma, causa e efeito, e não deve pretender que a oração substitua deveres por direitos.

5 – Cada espírito é uma realidade perante o programa pré-encarnacionista, não sendo inteligente pretender passar por cima de programas organizados segundo a Providência Divina.

6 – Procurar viver de acordo com a JUSTIÇA DIVINA, tal é o melhor, para merecer os melhores efeitos da oração. As legiões socorristas são obrigadas a obedecer as Leis Fundamentais, que consideram as obras ou os merecimentos de cada um.

7 – Seria loucura discutir os merecimentos da oração, do mesmo modo como seria loucura pretender que ela pudesse mudar as Leis Fundamentais.

Oração a Bezerra de Menezes


Nós Te rogamos, Pai de Infinita Bondade e Justiça, as graças de Jesus Cristo, através de Bezerra de Menezes e suas legiões de companheiros. Que eles nos assistam, Senhor, consolando os aflitos, curando aqueles que se tornem merecedores, confortando aqueles que tiverem suas provas e expiações a passar, esclarecendo aos que desejarem conhecer a Verdade e assistindo a todos quantos apelam ao Teu Infinito Amor.

Jesus, Divino Portador da Graça e da Verdade, estende Tuas mãos dadivosas em socorro daqueles que Te reconhecem o Despenseiro Fiel e Prudente; faze-o, Divino Modelo, através de Tuas legiões consoladoras, de Teus Santos Espíritos, a fim de que a Fé se eleve, a Esperança aumente, a Bondade se expanda e o Amor triunfe sobre todas as coisas.

Bezerra de Menezes, Apóstolo do Bem e da Paz, amigo dos humildes e dos enfermos, movimenta as tuas falanges amigas em benefício daqueles que sofrem, sejam males físicos ou espirituais. Santos Espíritos, dignos obreiros do Senhor, derramai as graças e as curas sobre a humanidade sofredora, a fim de que as criaturas se tornem amigas da Paz e do Conhecimento, da Harmonia e do Perdão, semeando pelo mundo os Divinos Exemplos de Jesus Cristo.

Oração a Maria


Meiga filha do Eterno Pai, amparai aos que peregrinam os rincões inferiores da vida, para que neles aflore o desejo de Conhecimento, Certeza e Bondade, deixando de parte as idolatrias, os paganismos, os ritualismos e todas as formas inferiores de culto espiritual.

Anjo tutelar das legiões que socorrem nas trevas e nos lugares de dor, atendei ao clamor daqueles que, arrependidos, anseiam reencontrar o Caminho da Verdade que livra.

Doce Mensageira do Amor, derramai vossa ternura maternal sobre os corações aflitos, para que se elevem às alturas do trabalho redentor.

Senhora Eleita, inspirai o sentimento da Verdade, do Amor e da Virtude nos corações de todos aqueles que tendem aos desatinos do mundo, para que não desçam aos lugares de pranto e ranger dos dentes.

Levantai, ó Senhora, dos abismos tenebrosos, a todos quantos erraram por causa dos fanatismos religiosos.

Intercedei, ó meiga estrela, por aqueles que, esquecidos da Lei e olvidados de Jesus Cristo, mergulharam nos lugares de sombra e de dor.

Ó ternura, ponde sentimento de pureza em todos os corações femininos, para que se convertam em verdadeiros anjos guardiães.

Sede a luz, ó Maria, daqueles olhos que não podem ver.

Amparai, ó Senhora, aos que fraquejam ao longo dos caminhos da vida.

Ouvi, ó Símbolo das Mães, a voz dos que não podem falar.

Enxugai a lágrima, ó meiga irmã, daqueles que padecem falta de misericórdia.

Dominadora de paixões, sede o anjo guardião, daqueles que temem resvalar nas vielas do pecado.

Consoladora dos aflitos, ungi com o Bálsamo do Amor aos que se encontram de coração angustiado.

Guiai os passos, ó doce amiga, dos que tendem a desanimar em face das torturas do mundo.

Depositai, ó Maria, em todos os corações, o sentimento de igualdade perante as leis que regem o Universo Infinito.

Conduzi ao pórtico da Verdade, ó candura, a quem se encontrar perambulando pelos caminhos da inverdade e do crime.

Envolvei com o vosso azulino manto, ó Maria, a todos aqueles que procuram as verdades eternas, perfeitas e imutáveis de Deus, através da Divina Modelagem de Jesus Cristo.

Apontai, ó luminosa estrela, ao Testamento da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, para que todos os filhos do Altíssimo encontrem, de uma vez para sempre, os braços abertos do Divino Amigo.

Oração dos Pretos Velhos
Ao Sagrado Princípio do Todo invocamos, do mais íntimo de nossa Consciência, em sinal de reverência à Verdade, ao Amor e à Virtude, propositando cooperar junto às Legiões de Pretos Velhos, Índios, Hindus e Caboclos, para os serviços que são chamados a desempenhar na Ordem Doutrinária.

Ao Cristo apelamos, como Diretor Planetário e Senhor dos Sete Escalões em que se distribui a Humanidade Terrestre, composta de encarnados e desencarnados, desejando oferecer colaboração eficiente, de caráter fraterno, em defesa da Verdade e da Justiça, contra aqueles que, contrariando os Sagrados Objetivos da Vida, se entregam aos atos que contradizem a Lei de Deus.

Conscientes da integridade da Justiça Divina, afirmamos a mais fiel e intensa observância dos Mandamentos da Lei, conforme o Divino Exemplo do Verbo Exemplar, para todos os efeitos invocativos. Acima de alternativas constituirá barreira contra o Mal, em qualquer sentido em que se apresente, venha de onde vier, seja contra quem for, conquanto que, em defesa da Verdade, do Bem e do Bom.

Conseqüentemente, que aos bondosos Pretos Velhos seja dado refletir, em seus trabalhos, os sábios e santos desígnios daqueles que, traduzindo a Divina Tutela do Cristo Planetário, assim determinarem das Altas Esferas da Vida.

Que as legiões de Índios, simples, espontâneas e valorosas, sempre maravilhosamente ligadas à natureza exuberante, possam agir sob a direção benévola e rigorosa dos Altos Mentores da Vida Planetária. Lutando pela Ordem e pelo Bem, pelo progresso no seio do Amor, que tenham de Deus as graças devidas.

Que às numerosas legiões de Hindus, profundamente ligadas às mais remotas Civilizações do Planeta, formando portanto nas Altas Cortes da Hierarquia Terrestre, sejam concedidas pelo Senhor Planetário as devidas oportunidades, para que forcem, sustentem e imponham a Suprema Autoridade. Que nesta hora cíclica, em que a Terra transita de uma para outra Era, as Mentes humanas possam receber os eflúvios da Pureza e da Sabedoria, a fim de que sintam os Divinos Apelos do Cristo, em favor dos Santos Desígnios do Pai amantíssimo, que é a divinização de todos os filhos.

Que as legiões de Caboclos, humildes e bondosos, tão ligadas aos que peregrinam a encarnação, para efeito de expiações, missões e provas, a todos possam envolver, proteger e sustentar, desde que se esforcem a bem da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, pois que, fora dessa Ordem Doutrinária, não há Evangelho.

Prece de Cáritas


Deus, nosso Pai, que tendes Poder e Bondade, dai força àquele que passa pela provação, dai luz àquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus! Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

Pai! Dai ao culposo o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai.

Senhor! Que vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes. Piedade, para aquele que vos não conhece; esperança para aquele que sofre. Que vossa bondade permita aos Espíritos consoladores derramarem por toda a parte a paz, a esperança e a fé.

Deus! Um raio, uma faísca do vosso amor pode abrasar a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores acalmar-se-ão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós vos esperamos com os braços abertos, oh! Bondade, oh! Beleza, oh! Perfeição, e queremos, de alguma sorte, alcançar vossa misericórdia.

Deus! Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade, que fará de nossas almas o espelho onde se deve refletir a vossa imagem.
Observação – Muitas são as preces ou orações que comportam erros de conceito etc. A Prece de Cáritas é assim, e qualquer pessoa esclarecida os reconhecerá. Todavia, o seu conteúdo moral e emocional é muito grande, sublime, forçando ligações com os elevados planos vibracionais. Entretanto, cumpre advertir, dia chegará em que, em nome de Deus ou das Verdades Fundamentais, não serão aceitos conceitos errados, falhos etc. Principalmente em se sabendo, que os erros e as falhas funcionam a bem de interesses subalternos de grupos, instituições etc. Espíritos e tudo quanto for relativo, certamente virão de fora, mas Deus é Onipresente, Onisciente e Onipotente, assim sendo as Leis Regentes Fundamentais. Progredir, no rumo da Perfeição, sem abandonar ignorâncias, erros e mediocrismos, isso não pode ser!

Oração para a Fluidificação da Água


Peço a Deus, o Princípio Onipresente, Onisciente e Onipotente, e ao Cristo Planetário, forças para as Legiões Angélicas ou Mensageiras, para que possam lutar contra o Mal, em qualquer forma que se apresente, e vencê-lo.

Como não existe merecimento, fora do respeito à Verdade, ao Amor e à Virtude, prometo aplicar esforços no sentido de viver a Lei de Deus, compreender e imitar o Verbo Exemplar e cultivar nobremente os Dons do Espírito Santo, Carismas ou Mediunidades, sem os quais não pode haver a Consoladora Revelação.

Rogo a Deus, que enviou o Verbo Modelo, para entregar o Glorioso Pentecoste, ou Derrame de Dons Mediúnicos para toda a carne, para que a Humanidade tenha realmente dignos medianeiros, que dêem de graça o de graça recebido, nutrindo verdadeiro respeito à Doutrina do Caminho.

Como encarnado, sujeito a necessidades, doenças, dores, aflições, e também sujeito à morte física e responsabilidade perante a Justiça Divina, rogo o dom do bom discernimento espiritual, assim como rogo, para o corpo, as energias e os fluídos a serem depositados nesta água.

E como quem tanto necessita e roga, reconhecido agradeço a Deus, às Legiões Angélicas e Socorristas e ao meu Espírito Guia ou Anjo Guardião.

QUESTÃO ESTRUTURAL OU DIAGRAMÁTICA


1 – A centelha espiritual é o centro essencial, vivente e irradiante;

2 – A seguir está a gama de Luz Divina;

3 – A seguir a gama energética;

4 – A seguir a gama etérica;

5 – A seguir a gama substancial, ectoplásmica, ódica ou metérgica etc.;

6 – A seguir os gases, vapores, líquidos e sólidos do corpo físico.

Se o espírito, a centelha, é irradiante, também a matéria, sempre realidade em termo de peso atômico e potencial elétrico, não deixa de ser. Portanto, no mecanismo da oração, ou das emissões mentais em geral, há um profundo, notável e respeitável complexo a ser reconhecido e bem aplicado. Pensamentos e palavras representam emissões vibracionais, configurativas, que diferem muito na escala dos valores, negativos ou positivos, porém jamais deixando de existir, saiba ou não o seu praticante. Jesus ensinou: POR TODA PALAVRA O HOMEM RESPONDERÁ.

Acima de tudo, entenda bem o leitor, a estrutura diagramática vive em constante estado de mutação, porque o espírito vive em processo de autocristificação, de vir a ser Espírito e Verdade, ou de natureza perispirital completamente diferente daquilo que por enquanto podeis conceber. É lamentável o quanto de ignorâncias e de mediocrismos funciona, em nome da Verdade e da Doutrina do Caminho, e tudo isso para engordar engodos fabricados maliciosamente.





1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   17


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal