Osvaldo polidoro (reencarnação de Allan Kardec) textos divinos I


O EVANGELHO IMORTAL – DIVINO MONISMO



Baixar 1.42 Mb.
Página4/17
Encontro18.09.2019
Tamanho1.42 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17

O EVANGELHO IMORTAL –
DIVINO MONISMO

Deus ou Princípio, Pai Divino ou Inteligência Universal, Essência Divina ou Supremo Arquiteto, ou que nome lhe queiram dar, Onipresente, Onisciente, Onipotente, Causa Originária de tudo, sustentáculo e destinação. UM que se manifesta MÚLTIPLO, que é ESSÊNCIA DIVINA e é Mundos, Humanidades, Leis Regentes Fundamentais, todos os fatos do Infinito e da Eternidade, concebíveis ou inconcebíveis pelos homens. O ridículo humano está, quando o homem quer ter UNIVERSO EXPOSTO, sem que haja, para tanto, CAUSA DETERMINANTE, PRINCÍPIO OU INTELIGÊNCIA.

Espírito-filho, centelhas emanadas, não criadas, do Princípio ou Deus, ou que nome a Deus queiram dar, e que, por serem derivadas de Deus, comportam todas as VIRTUDES DIVINAS, em potencial, para as desabrochar através da vida, dos ciclos e das eras, até voltarem a ser ESPÍRITO E VERDADE OU DEUS EM DEUS. Ninguém tem o direito de ignorar esta VERDADE ESSENCIAL: O QUE SAIR DO CADINHO DIVINO, DESENVOLVERÁ O SEU CICLO VIVENCIAL E DESABROCHADOR, RETORNANDO À UNIDADE DIVINA.

Nunca haverá Matéria, sem isto: Essência Divina, Luz Divina, Energia, Éter, Substância, Gás, Vapor, Líquido e Sólido. Depois de Deus, ou do Princípio, tudo é gamático, se revela por escalões, múltiplos níveis vibracionais. Quem nega o psiquismo da Matéria é tolo, julga o que não conhece, nada sabe do UM OU DEUS, O PRINCÍPIO DE TUDO. Portanto, a Matéria é totalmente reversível, contém capacidades mutáveis, por assim dizer, infinitas.

Qualquer pessoa, ou espírito sensato, descobre que atrás dos Mundos e das Humanidades, ou das chamadas VERDADES RELATIVAS, estão agindo as LEIS REGENTES FUNDAMENTAIS, QUE IMPÕEM REGRAS INDERROGÁVEIS, DETERMINADORAS, ORDENADORAS etc. Jamais poderia ser alguém um cientista, desconhecendo as leis que regem os fenômenos, embora não saiba dizer de suas origens profundas ou transcendentes.

Para os espíritos-filhos, centelhas emanadas de Deus, não criadas, as LEIS REGENTES SÃO DE ORDEM MORAL, por terem de ser RESPONSÁVEIS PELOS USOS FEITOS. Infeliz é quem, atingindo a escala hominal, ou racional, não respeitar a LEI MORAL que deve reger os seus atos, a usança de si mesmo e de tudo quanto Deus, o Princípio, lhe colocou ao alcance. Desrespeitar as Leis Regentes é o mesmo que desrespeitar Deus, os semelhantes, os elementos e seus valores, constituindo agravo contra a LEI DE HARMONIA, que, no Espaço e no Tempo, através de circunstâncias normais exigirá reparação total.

Lei de Harmonia ou de Justiça Divina, ou como queiram chamar, e muitos chamam de VONTADE DE DEUS, é fundamental, não muda, e, portanto, quem não é tolo jamais se meterá a discutir a Lei de Deus, o Código de Moral Divina, fora do qual o filho de DEUS se torna algoz de si mesmo e do seu próximo. Os lugares de pranto e ranger dos dentes, as encarnações expiatórias, dão testemunhos da Justiça Divina, e o fazem com total evidência, para quem deseje e possa investigar.

Um Cristo Exemplar de Comportamento, Um Modelo de Respeito às Leis Regentes Fundamentais, é fornecido pelo Princípio ou Deus, depois de ter sido dada a Lei Moral ou Código de Moral Divina. O espírito que comandou legiões espirituais, adensando elementos, que também chamam de Verbo Construtor Planetário, costuma ser o encarregado de apresentar a MODELAGEM DE COMPORTAMENTO. Chamou-se Jesus, apresentou-se ao mundo humano com MARCAS INCONFUNDÍVEIS, devia ser e tem sido objeto de contradições e falsidades, deturpações, corrupções, explorações hediondas etc.

Confundir entre Moral, Amor, Virtude, Ciência, Técnica, Filosofia, Arte etc., é obra de parvos, com pretensões a mestres em Israel... Para tudo existe um COMO, um QUANDO, um PORQUÊ, um para QUÊ, e, ao cabo de tudo, uma responsabilidade perante a Lei de Harmonia, ou de Justiça Divina, que referendará o merecimento. Focalizar um fato, ou verdade relativa, é uma coisa, saber discernir, é outra coisa, saber aplicar é outra coisa, e, por cima de tudo, querer aplicar BEM é ainda outra coisa...

Dons do Espírito Santo, carismas ou mediunidades, ou veículos da Revelação, eis o FATOR GRACIOSO, chamado globalmente MINISTÉRIO DO CONSOLADOR, a Graça Viva e Vigente que o Verbo Modelar deixou no Mundo, GENERALIZADA, a partir do Pentecoste, do Batismo de Espírito Santo, como deveis estudar no Livro dos Atos, capítulos 1 e 2. Cada filho de Deus, responsável direto perante a JUSTIÇA DIVINA, deve estudar por si mesmo, tudo que diga respeito aos Dons do Espírito Santo, fugindo das patifarias religiosistas, sectárias, ou de bandeirolas de fabricação humana, com suas corrupções, desvios, falsas interpretações, ocultações de textos bíblicos etc.

Ninguém tem o direito de ignorar isto: A Lei de Deus, o Verbo Modelar e os Dons do Espírito Santo, não são de fabricação humana, vieram de Deus, do Princípio, e todo aquele que, consciente ou não, contra eles levantar conceitos ignorantes, contraditórios, falsos, ocultando textos bíblicos, ou dando falsas interpretações, para defender seus interesses de pança, bolso, sexo, orgulho, egoísmo, ou máfias quaisquer com seus mórbidos fanatismos, caríssimo pagará.

Importa ler o Apocalipse, do capítulo quatorze em diante, porque estais no tempo de findar o período chamado PRIMEIRO CÉU E PRIMEIRA TERRA. É o fim da primeira metade evolutiva, do Planeta e da Humanidade. Quem poderá contra as Leis Divinas?

Portanto entrareis para o período chamando UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA, COM AQUELE SEMELHANTE AO FILHO DO HOMEM, GUIANDO COM VARA DE FERRO... Examinem as Escrituras, continua clamando o Verbo Exemplar, porque nada ficará sem cumprimento!...

E para encarnados e desencarnados, fique esta advertência: Procurar o conhecimento da Lei de Deus, do Cristo Modelar e dos Dons do Espírito Santo, fora da Bíblia ou das verdades bíblico-proféticas, é o mesmo que entronizar ignorâncias, erros, contradições, absurdos, falsas interpretações, carradas de iniqüidades, mórbidos fanatismos, e conseguintemente, CRIAR CARMA NEGATIVO.

No transcurso do período chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA, todas as consciências reconhecerão esta VERDADE ESSENCIAL: Mundos e Humanidades que já foram, não são mais, porque desenvolveram o ciclo total, retornando gloriosos à UNIDADE DIVINA. Mundos e Humanidades que ainda são, nos mais variáveis estágios evolutivos ou desabrochadores, um dia deixarão de ser, porque reintegrarão a UNIDADE DIVINA. E Mundos e Humanidades, que ainda não são, virão a ser, desenvolverão seus respectivos ciclos desabrochadores, e reintegrarão um dia a UNIDADE DIVINA. Assim é, e muito sofredor se torna, ou tornará, aquele que descurar do seu respeito às RIGOROSAS LEIS REGENTES FUNDAMENTAIS. Simplesmente Divinas são as VERDADES FUNDAMENTAIS, e Divina é a Justiça que obrigará a reparar totalmente as falhas cometidas propositadamente.



EXAMINAI AS ESCRITURAS
É necessário começar no Primeiro Mandamento, no UM que tudo concentra, por ser o Princípio que é, emana, sustenta e determina. Não existe inteligência, ou ciência relativa, para discernir a sabedoria do Primeiro Mandamento, A CHAVE DO DIVINO MONISMO, CIÊNCIA DA UNIDADE INFINITA E ETERNA.

1 – Eu sou o Senhor teu Deus, não há outro Deus.

2 – Não farás imagens quaisquer, para as adorar.

3 – Não pronunciarás em vão o nome de Deus.

4 – Terás um dia, na semana, para descanso e recolhimento.

5 – Honrarás pai e mãe.

6 – Não matarás.

7 – Não cometerás adultério.

8 – Não furtarás.

9 – Não darás falso testemunho.

10 – Não desejarás o que é do teu próximo.
Já estando no Mundo a Lei Moral, em tempo certo enviou Deus o Verbo Modelar e Modelador, contra quem a contradição, a hipocrisia humana, atiraria pedradas. Ele, o Modelo de obediência às Leis Divinas, para sinal imortal, não nasceu de homem, teve os Dons do Espírito Santo SEM MEDIDA, produziu grandiosos feitos mediúnicos, deixou o túmulo vazio, voltou dos umbrais da morte para Derramar Sobre Toda a Carne os Dons do Espírito Santo, e por cima de tudo, mandou entregar o Apocalipse, o histórico do porvir, por cima do qual ninguém passará.

A Lei Moral é a Primeira Testemunha, citada no Apocalipse. O Verbo Modelar e Modelador é a Segunda Testemunha. Ninguém irá trazer outra Lei Moral nem virá um outro Verbo Modelar. A Justiça Divina fará entendê-Los e vivê-Los, custe o que custar, porque Espaço, Tempo e Circunstâncias estão-lhe ao dispor...

A Graça Consoladora da Revelação funciona, em virtude dos Dons do Espírito Santo, carismas ou mediunidades. Espírito Santo não é terça parte de Deus, nem espírito comunicante, nem símbolo dos bons espíritos. O Pentecoste marcou a Era da Revelação Generalizada, e a cada um cumpre estudar os textos, para se livrar de muitas falsas interpretações, desvios impostos por homens errados, capciosos.

“Quem dera que o Senhor desse o Seu Espírito Santo e que toda a carne profetizasse” – Números, 11, 29.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre a tua semente, e a minha bênção sobre a tua descendência” – Isaías, 44, 3.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre toda a carne, e vossos filhos e filhas profetizarão, vossos velhos terão sonhos e vossos jovens terão visões” – Joel, 2, 28.

“Sobre aquele que vires descer o Espírito Santo, esse é que em Espírito batizará” – João, 1, 33.

“Mas o Consolador, que é o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará todas as coisas, e vos lembrará de tudo quanto vos tenho dito” – João, 14, 26.

“E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; manusearão serpentes; bebendo potagem mortífera, não lhes fará mal; imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão” – Marcos, 16, 17 a 19. (Os fenômenos dependem das mediunidades. A ignorância gera a confusão).

“Porque, sendo exaltado por Deus, e, tendo recebido de Deus a promessa do Espírito, derramou a este sobre vós, como agora o estais vendo e ouvindo” – Atos, 2, 33.

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que virá sobre vós, e me sereis testemunhas em Jerusalém, Judéia e Samaria e até aos confins da Terra” – Atos, cap. 1.

“E foram todos cheios do Espírito Santo, e começaram a falar em várias línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” – Atos, cap. 2.

“Porque para vós é a promessa, e para quantos estiverem longe, quantos o Senhor a Si quiser chamar” – Atos, cap. 2.

“Porque a um pelo Espírito é dada a palavra de sabedoria, a outro de ciência, a outro a fé, a outro o dom de curar, a outro a produção de maravilhas, a outro a profecia, a outro o discernimento dos espíritos, a outro as línguas diversas, e a outro as interpretações” – I Ep. Coríntios, cap. 12.

“Caríssimos, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque muitos já foram os falsos profetas que se levantaram no mundo” – I Ep. João, cap. 4.

“Vós, que recebestes a Lei por meio dos anjos, e entretanto não a guardais” – Atos, cap. 7.

“Estendendo a tua mão para curar e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo filho Jesus” – Atos, cap. 4.

“Testificando também Deus com eles, por sinais, milagres, várias maravilhas e Dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade” – Hebreus, 2, 4.

“Antigamente, em Israel, indo alguém consultar a Deus, dizia assim: Vinde e vamos ao vidente, porque ao profeta de hoje, se chamava então vidente” – Samuel, 9, 9. (tradução Ferreira de Almeida).

“Duros de cerviz, e vazios de coração, vós sempre resistis ao Espírito Santo; sois como vossos pais” – Atos, cap. 7.

Entendam bem: No lugar da Lei de Deus puseram fingimentos e tabelinhas de homens capciosos. Ao Verbo Exemplar deram falsas interpretações, transformando-O em traidor da Lei e da Justiça Divina, ou como quem pode derrogá-las!... E aos Dons do Espírito Santo, Graça Consoladora, chamaram e chamam COISAS DO DIABO!...

Aquela ORDEM DADA em Atos, 1, 1 a 8, está com quase dois mil anos de atraso!...

E os DUROS DE CERVIZ, ou capciosos, escondem textos, desviam de leituras, dão falsas interpretações, para defender suas malícias, panças, bolsos, orgulhos e prepotências mandonistas!...

E cinicamente proclamam que há CRISE RELIGIOSA!!!... E tudo isso, quando o potencial atômico está pronto, para causar aquele dilúvio de fogo, que varrerá dois terços, ou mais, do planeta e da Humanidade!...

* * *

Leiam o Sermão Profético, leiam o Livro dos Atos, leiam o Apocalipse, este a partir do capítulo quatorze, porque o tempo assinalado, de tremendas convulsões, para que haja A GRANDE RENOVAÇÃO, DO MUNDO E DA HUMANIDADE, é o presente. Mas quem quiser entenda, a Lei de Deus, o Verbo Exemplar e os Dons do Espírito Santo jamais serão abalados, pois derivam de Deus, o Princípio QUE NÃO TEM FIM.



* * *

Em função do Sermão Profético, do Livro dos Atos, das Epístolas e do Apocalipse, que concentram as verdades bíblico-proféticas, tudo quanto foi feito antes do Cristianismo, durante a encarnação de João Batista e do Verbo Exemplar, e, principalmente aquilo que foi feito depois da RESSURREIRÇÃO DO VERBO MODELAR, deixando o Pentecoste e entregando o Apocalipse, O HISTÓRICO DO PORVIR, importa que leiam o livro bíblico-profético, prometido no Apocalipse, que é O AVISO FINAL. É A Chave Iniciática Total, O EVANGELHO DA ETERNIDADE, A SÍNTESE DAS SÍNTESES.



AS LINHAS MESTRAS DA
SABEDORIA ETERNA

O Divino Monismo é a realidade total, independente de conceitos humanos, porque do Princípio Único ou Deus tudo parte. Nele tudo é, movimenta e atinge a finalidade.

Como Princípio, ou Divina Essência Originária, Deus ainda paira acima de todo e qualquer poder de análise humana; a Ciência do homem não lhe permite vasculhar, ainda, de certo ponto para baixo, no rumo da Origem, e de certo ponto para cima, no rumo da Finalidade.

Entretanto, qualquer pessoa dotada de um tiquinho de senso crítico, jamais deixará de se fazer estas perguntas – Que sou eu, em essência? De onde venho? Onde realmente me encontro, em termos de Espaço e de Tempo? Para onde marcho eu, e assim tudo quanto é, existe e movimenta, no Infinito e na Eternidade, tanto o visível como o invisível?

É evidente que o homem descobre aos poucos, com muito custo e sofrimentos, aquilo que no Princípio ou Deus é Eterno, Perfeito e Imutável, isto é, como Essência, Manifestação, Leis e Fatos. A gradação, ou graus de manifestação, na escala existencial, de tudo o que é e existe, paira acima do conhecimento humano. Intuitivamente, entretanto, não é difícil conceber a realidade de ser de Deus e de tudo o que existe, parte e relação.

Na chamada Sabedoria Antiga, ou Escolas Iniciáticas, estas palavras significavam tudo – Deus, Verdade, Amor, Virtude, Força, Harmonia e Poder. Reconhecendo o Princípio Único, e sabendo Dele ser emanação, o discípulo procurava tudo conhecer e tudo aplicar bem, porque do contrário sofreria as trágicas conseqüências. O que tinha não era medo, era noção exata de ser extensão da Essência Divina, delegado de tudo, em Leis, Elementos e Fatos.

Os Grandes Iniciados, ou Mestres, jamais fundaram religiões, pois nada mais deviam fazer, sem ser – Ensinar Verdades Iniciáticas Fundamentais. Depois deles é que vieram os tribofeiros, ou fundadores de cleresias, religiões, simulações, politicalhas etc. Com a vinda dos religiosos profissionais a Ciência das Verdades Iniciáticas Fundamentais foi perseguida de morte. E a Humanidade foi chafurdando na ignorância, no materialismo, na brutalidade, nos vícios nefandos e nas degradações.

Tudo, em termos iniciáticos, era ter consciência da Origem Divina, da Evolução Gradativa e da Finalidade a ser atingida. A Revelação, a ciência da comunicabilidade dos anjos, espíritos ou almas, valia como instrumento de advertências, ilustrações e consolações. Os textos bíblicos abaixo provam a importância que os grandes mestres davam à Revelação:

Porque, sendo exaltado por Deus, e tendo recebido de Deus a promessa do Espírito, derramou a este sobre vós, como agora o estais vendo e ouvindo” – Atos, 2, 33.

“Quem dera que o Senhor desse o Seu Espírito Santo e que toda a carne profetizasse” – Números, 11, 29.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre a tua semente, e a minha bênção sobre a tua descendência” – Isaías, 44, 3.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre toda a carne, e vossos filhos e filhas profetizarão, vossos velhos terão sonhos e vossos jovens terão visões” – Joel, 2, 28.

“Sobre aquele que vires descer o Espírito Santo, esse é que em Espírito batizará” – João, 1, 33.

“Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará todas as coisas, e vos lembrará de tudo quanto vos tenho dito” – João, 14, 26.

“Porém quando vier o Espírito da Verdade, ele vos guiará em toda a verdade...” – João, 16, 13.

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que virá sobre vós, e me sereis testemunhas em Jerusalém, Judéia e Samaria e até aos confins da Terra” – Atos, cap. 1.

“E foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” – Atos, cap. 2.

“Porque para vós é a promessa, e para quantos estiverem longe, quantos o Senhor a Si quiser chamar” – Atos, cap. 2.

“Porque a um pelo Espírito é dada a palavra de sabedoria, a outro de ciência, a outro a fé, a outro o dom de curar, a outro a produção de maravilhas, a outro a profecia, a outro o discernimento dos espíritos, a outro as línguas diversas, e a outro as interpretações” – I Ep. Coríntios, cap. 12.

“Daqui em diante vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem” – João, 1, 51.

“Deus não é de mortos, mas de vivos, porque aqueles que forem dignos da ressurreição, serão como os anjos do céu” – Mateus, 22, 30.

“Caríssimos, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque muitos já foram os falsos profetas que se levantaram no mundo” – I Ep. João, cap. 4.

“Eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias” – Lucas, cap. 9.

“Quem tiver ouvidos, ouça o que diz o Espírito às Igrejas” – Apocalipse, cap. 2.

“Porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecias” – Apocalipse, cap. 19.

“Duros de cerviz, e vazios de coração, vós sempre resistis ao Espírito Santo; sois como vossos pais” – Atos, cap. 7.

“Vós, que recebestes a Lei por meio dos anjos, e entretanto não a guardais” – Atos, cap. 7.

“Então lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo” – Atos, cap. 8.

“Pela mão do anjo que lhe aparecera no sarçal” – Atos, cap. 7.

“Faz dos seus anjos espíritos e dos seus ministros, fogo abrasador” – Salmos, 104. (Cuidado com certas Bíblias adulteradas)

“E os discípulos estavam cheios de alegria e do Espírito Santo” – Atos, cap. 13.

“Viu claramente, em visão, um anjo de Deus” – Atos, cap. 10.

“E disse-me o Espírito que fosse com eles” – Atos, cap. 11.

“Porque esta noite, o anjo de Deus, de quem sou e a quem sirvo, esteve comigo” – Atos, cap. 27.

“E disse o Senhor, em visão, a Paulo” – Atos, cap. 18.

“Estendendo a tua mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo filho Jesus” – Atos, cap. 4.

O maior documento derivado da comunicabilidade dos anjos ou espíritos é a Lei de Deus, o Código Divino; e o Homem, Exemplo de Comportamento, ou Conduta, foi Jesus. Obedecer a Lei e cultivar a Revelação foram pontos fundamentais em Sua vida, pois devia ficar como Modelo: todos os inimigos da Lei e de Jesus serão esmigalhados pela própria ignorância. A Lei e Jesus são citados, no Apocalipse, como Testemunhas fiéis e verdadeiras, de Deus, para com a Humanidade. Eis a Lei:

1 – Eu sou o Senhor teu Deus, não há outro Deus.

2 – Não farás imagens quaisquer, para as adorar.

3 – Não pronunciarás em vão o nome de Deus.

4 – Terás um dia, na semana, para descanso e recolhimento.

5 – Honrarás pai e mãe.

6 – Não matarás.

7 – Não cometerás adultério.

8 – Não furtarás.

9 – Não darás falso testemunho.

10 – Não desejarás o que é do teu próximo.


Os inteligentes e honestos procurarão CONHECER A VERDADE E PRATICAR O BEM, enquanto os tolos viverão escravos de religiões, sectarismos e tabelinhas inventadas por homens, em benefício de suas ignorâncias, de seus interesses criados etc.

Tu, homem, não fizeste a terra que tens debaixo dos pés, que te garante ambiente de vida, aprendizados e evolução. Nem fabricas o ar que respiras, nem o sol que te fornece luz, calor e energias várias. Tu, homem, és necessitado de tudo, és dependente, não te bastas, e por fim desencarnarás, tendo de prestar contas à Justiça Divina. Cuidado contigo mesmo, e com os teus irmãos, os outros homens, porque a estultícia humana é vasta, capaz de tremendos erros. Em benefício de sua ignorância, do seu orgulho e do seu egoísmo, o homem é capaz de tudo, até mesmo de se escravizar ao pranto e ranger dos dentes, como Jesus advertiu.

A Terra é relativamente um mundo novo, e sua Humanidade quase inconsciente das Verdades Divinas Fundamentais; é, portanto, em termos humanos, farta em ignorâncias, erros, guerras, pestes, fomes, ódios, mentiras, falsidades, traições, calúnias, adultérios, roubos, assassinatos, corrupções, depravações etc. etc. Sem a Lei Moral e sem o Amor Exemplar de Jesus, o Cristo Modelo, ninguém poderá superar tamanhas deficiências e, portanto, o plano encarnado continuará fornecendo ao plano desencarnado, dezenas de milhares de espíritos sofredores, por dia. Enquanto os donos de religiões, ou exploradores da ignorância humana se refestelam, a Humanidade continua errada, inimiga de si mesma, praticando idolatrias, mergulhando no pranto e no ranger dos dentes... e forjando para si dolorosas encarnações futuras. O que vemos, do plano espiritual, olhando para a parte encarnada da Humanidade, é uma legião de cegos espirituais, marchando para um abismo... E o pior é que, em tudo isso, e com quase tudo isso, marcham bandeirolas religiosistas, sectárias, atoladas em preconceitos de raça, crença, cor etc.

Estás atravessando o período de transição mais vibrante e importante de toda a História. Nos teus horizontes cintilam os primeiros raios de Luz da Segunda Metade Evolutiva, aquela que indica a reta final autocristificadora. No Sermão Profético, de Jesus, e nas páginas do Apocalipse, tudo isso está previsto, e jamais poderás alegar desconhecimento de causa, para efeito de dirimências. E como a Lei de Deus não manda procurar religiões e cleresias, e Jesus manda procurar a Verdade que livra, não religiões e cleresias, e o Pai ou Princípio mandou generalizar a Revelação, para te servir de instrumento de advertências, ilustrações e consolações, eis que te convidamos a meditar profundamente, sobre o assunto e sobre a tua responsabilidade.

Cada religioso, comprador ou vendedor de simulacros, cada sectário, ou cada prosélito de uma tabelinha fabricada por algum homem, com muita facilidade se acomoda ao seu vício mental, ou conceitual, e se acredita acima de ignorância e falibilidades humanas... Não confia na VERDADE e no BEM, que são Verdades Divinas ou Fundamentais, mas se entrega de corpo e de alma aos caprichos das capciosidades humanas, aos engodos religiosistas, sectários etc.

Procura, homem, de uma vez para sempre, compreender que és uma partícula de Deus, do Princípio, que tens por finalidade retornar à UNIDADE DIVINA, através do desabrochamento das Virtudes Divinas, que tens em ti, dormentes ou em estado latente. Viva em sintonia perene com o Princípio, estudando e observando as Leis Regentes, vivendo segundo elas, porque fora disso estarás errando e dando maus exemplos aos teus irmãos, pelos quais responderás totalmente. Quem através das Leis, dos Elementos e dos Fatos não for a Deus, de outro modo não irá, porque Deus não é de fingimentos, engodos, mentiras, simulações, enigmas, mistérios, milagres etc.

És o próximo do teu próximo, o igual aos outros em Origem, Evolução e Finalidade. Marchas, como todos, a caminho do Cristo Interno, do Reino de Deus que tens dentro de ti mesmo, e que não virá com mostras exteriores, como o Cristo Modelo ensinou, para sempre. Fugindo do AMOR AO PRÓXIMO, estarás mergulhando no pranto e no ranger dos dentes. Sim, os lugares de pranto e ranger dos dentes estão cheios de sábios do mundo, filósofos e religiosos, porque acreditaram em tudo, menos nas Verdades Fundamentais e no Supremo Poder Construtivo do Amor.

Esta realidade é fatal: Ninguém fugirá à responsabilidade do seu COMPORTAMENTO, de suas obras. Confiar em aparatos religiosos, sacramentos ou exteriorismos, ou pretender que verdades conhecidas representem dirimências, é obra de estultos. Com o aumento de verdades conhecidas, ou evolução intelecto-moral, ainda que em termos puramente teóricos, implica na responsabilidade de comportamento fiel para com a Lei de Deus e a Divina Modelagem de Jesus Cristo. Com aparências e fingimentos tudo marcha no rumo do erro, que encaminha ao pranto e ranger dos dentes. Estás subindo na escala dos tempos e, portanto, cuidado com o COMPORTAMENTO EM GERAL.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande