Osvaldo polidoro (reencarnação de Allan Kardec) textos divinos I



Baixar 1.42 Mb.
Página3/17
Encontro18.09.2019
Tamanho1.42 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17

PADRÕES ETERNOS
1 – Não é preciso repetir que não foi homem algum o Autor do Infinito e da Eternidade, do Espaço e do Tempo, dos Mundos e das Humanidades, das Leis Regentes Fundamentais, e, portanto, de todos os fatos do Universo.

2 – Basta um tiquinho de inteligência e de honestidade, para o homem descobrir que ele é parte e relação de tudo, agente como outros agentes, que se ocupa e que ocupa de tudo quanto pode, elementos e leis, para obter fatos, não sendo o Autor de si nem de coisa alguma Fundamental.

3 – Para ensinar ao homem a sua responsabilidade, no trato e no uso daquilo de que não é o Autor, mas simples participante e agente acionante, isto é, de sua inderrogável responsabilidade Moral, Deus lhe enviou, através dos Escalões Direcionais, UM CÓDIGO DE MORAL DIVINA E UM CRISTO DIVINO MODELO DE COMPORTAMENTO.

4 – No Autor, ou em Deus, nunca existiram mistérios, enigmas, milagres, esoterismos, ocultismos ou fingimentos quaisquer, mas os homens, os espíritos inferiores, do Planeta, encarnados e desencarnados, por muitos motivos, todos inferiores, sempre apelaram para tais recursos. As desculpas, todas esfarrapadas, de quem sempre andou tirando proveitos materiais, ou abusando da ignorância, da pieguice, da superstição, e de todas as inferioridades das gentes, certamente somam carradas, e pretendem manter seus domínios, para benefício de cleresias, sectarismos, igrejinhas, panelinhas, súcias etc.

5 – Nenhum poder humano conseguirá, entretanto, deter a marcha progressiva do Planeta e da Humanidade, e, portanto, nada conseguirá deter a queda, a derrubada escandalosa de quantos mistifórios pretendam manter aqueles criminosos e ridículos recursos.

6 – Na Lei de Deus, ou CÓDIGO DE MORAL DIVINA, duas ordenanças existem: RESPEITO AO PRINCÍPIO, DEUS, PAI DIVINO OU AUTOR, E, NORMALMENTE, AMOR AO PRÓXIMO.

7 – No Cristo, Divino Modelo de Conduta, que por SINAL IMORTAL não nasceu de homem nem deixou túmulo cheio, porque era portador do ESPÍRITO DE DONS E SINAIS, SEM MEDIDA, também não existem cismas, fingimentos, esoterismos, ocultismos, ou simulações quaisquer, pois mandou assim:

a – A quem bater se abrirá;

b – A quem pedir se dará;

c – A quem procurar se fará achar.

8 – A Lei Moral ordena, o Cristo Modelo Exemplifica a OBEDIÊNCIA A DEUS E SUAS LEIS REGENTES FUNDAMENTAIS, e ambos valem como INSTITUIÇÕES DIVINAS, TESTEMUNHAS FIÉIS E VERDADEIRAS, contra as quais a ignorância humana levantaria toda a sorte de pedradas e contradições etc. Entretanto, no Espaço e no Tempo, a JUSTIÇA DIVINA esmigalhará seus inimigos.

9 – A Graça trazida, por Determinação Divina, pelo Cristo Exemplificador, foi O DERRAME DE DONS DO ESPÍRITO SANTO, também chamado CONSOLADOR OU ESPÍRITO DA VERDADE, para constituir a parte viva e atuante, na comunicabilidade dos espíritos, na produção de curas, sinais e fenômenos tidos como supranormais. Cristianismo, sem DONS DO ESPÍRITO SANTO, CARISMAS OU MEDIUNIDADES, é obra de criminosos, de corruptos, depravados ou invertidos.

10 – Os PADRÕES ETERNOS podem ser provados na prática por estes motivos:

a – Todos gostariam de ter, nos semelhantes, praticantes da Lei de Deus, porque todos gostariam de ser respeitados, no direito de paz e de felicidade, para si, para sua família, para seu ganha-pão, para sua Pátria e Nação etc. Ou é mentira?

b – Todos gostariam de ter, nos semelhantes, verdadeiros imitadores do Cristo Exemplo de Conduta, porque todos gostariam de ter, nas horas de dor, precisão e angústia, necessidades e desesperos, um Divino Amigo ao lado. Ou é mentira?

c – Dos DONS DO ESPÍRITO SANTO, CARISMAS OU GRAÇAS MEDIÚNICAS, sobre o QUE Jesus edificou a Doutrina do Pai, da qual foi transmissor, qualquer pessoa inteligente e honesta gostaria de ter pelo menos um, pois Jesus qualificou como SUPREMA BLASFÊMIA, aquela atirada contra o MINISTÉRIO DO ESPÍRITO SANTO OU CONSOLADOR. Ou é mentira?

11 – Está findando a primeira metade evolutiva do Planeta e da Humanidade, aquilo que no Apocalipse é chamado PRIMEIRO CÉU E PRIMEIRA TERRA.

12 – Despontam, nos horizontes da História, o NOVO CÉU E A NOVA TERRA, ou a segunda metade evolutiva do Planeta e da Humanidade e a VERDADEIRA RESTAURAÇÃO, DO VERDADEIRO CRISTIANISMO, não poderá vir sem tremendos e cruciantes abalos, porque os mistifórios humanos e sectários, assim obrigam.

13 – Os ignorantismos e erros dos religiosos e sectários são uns, os dos ateus e negadores do Princípio ou Deus são outros, porém a JUSTIÇA DIVINA é acima de esfarrapados palpites humanos, obrigando aos devidos reparos, no Espaço e no Tempo, sem discutir e sem aturar discussões. Crédulos ou incrédulos, desconfiem de suas concepções, de seus palpites, porque juiz de Deus e dono da Verdade ninguém o é, e nenhuma Lei Regente Fundamental funciona à custa de palpites humanos.

14 – Falsos profetas sempre existiram, encarnados e desencarnados, pois todo aquele que, em seus conceitos e em suas práticas age contra o CÓDIGO DE MORAL DIVINA, CONTRA O CRISTO EXEMPLAR E CONTRA O MINISTÉRIO DOS DONS DO ESPÍRITO SANTO, fatalmente é falso profeta. Dentre os religiosistas e sectários é que mais eles imperam, porque a ignorância das gentes lhes favorece impor seus ignorantismos, erros, falácias mentirosas ou fingidas, simulações, liturgias ou convencionalismos inventados por homens que disso fazem meio de vida ou profissão.

15 – No transcurso do período NOVO CÉU E NOVA TERRA, queiram ou não os homens, encarnados ou desencarnados, a JUSTIÇA DIVINA obrigará a irem VIVENDO A MORAL DIVINA, O CRISTO EXEMPLAR E O CONSOLADOR, porque o SAGRADO OBJETIVO, do Planeta e da Humanidade, por DETERMINAÇÃO DIVINA, cada vez mais a isso obrigará.

16 – É lastimável que o homem, sendo tão insignificante, necessitado e miserável, podendo apenas se usar e a tudo de que ele não é o Autor, se encha de tantos orgulhos, de tantas prepotências, julgando-se até juiz de Deus e dono da Verdade. Repudiando o Princípio ou Deus, ou mentindo e inventando simulações, e contrariando as Leis Regentes Fundamentais, retarda seu desabrochamento íntimo, cava para si o pranto e o ranger de dentes, e, enfim, nada consegue mudar, porque nada no Infinito e na Eternidade depende dele. Na carne mero candidato a defunto, e como espírito sujeito à JUSTIÇA DIVINA, que pretende fazer, com tamanha estupidez?

17 – Ventos apocalípticos varrerão a Humanidade, obrigando a reconhecer a Lei Moral, o Cristo Exemplar e o Ministério da Revelação Consoladora.

18 – EVANGELHO ETERNO E ORAÇÕES PRODIGIOSAS é aquele EVANGELHO ETERNO, prometido no Apocalipse, em torno de cuja presença no mundo, os acontecimentos previstos, a partir do capítulo 14, do Apocalipse, a tudo abalarão, para que tudo mude no rumo da VERDADE QUE DIVINIZA. Volte-se o homem ao seu Templo Interior, e ali procure o REINO DE DEUS, fora e acima de mistifórios quaisquer, de aparências que remetem às trevas e ao atraso dos desabrochamentos divinizantes.

19 – As palavras mistério, milagre, enigma, e suas paralelas, constituem o amparo da ignorância, da hipocrisia e de todas as explorações religiosistas e sectárias. Na ORDEM DIVINA tudo está exposto, nada é ocultado a Seus filhos, tanto bastando que saibam procurar e usar. Enquanto isso, só Deus, o Princípio, poderá dizer com certeza, o quanto os mistifórios religiosistas e sectários já conseguiram retardar a evolução da Humanidade.

20 – Ninguém será eternamente filho de Deus, do Princípio. Toda centelha ou todo espírito, é emanado do Princípio com TODAS AS VIRTUDES DIVINAS EM POTENCIAL, e, portanto, com o desabrochamento total, virá a ser ESPÍRITO E VERDADE, COMO O PRINCÍPIO O É. O período chamado NOVO CÉU E NOVA TERRA trará, para todo espírito, quantas imposições sejam necessárias para que disso se compenetre. Aquela VARA DE FERRO, de que fala o Apocalipse, na autoridade daquele Semelhante ao Filho do Homem, significa a JUSTIÇA DIVINA, agindo com muito mais rigor, porque outros são os tempos, aqueles assinalados no Apocalipse, e de tudo se comoverá, para que os Desígnios de Deus triunfem, e as patifarias ou engodos religiosistas e sectários comecem a desaparecer da Terra e da Humanidade.

21 – Por ignorância ou má-fé, ou ambas as coisas, a serviço de igrejas ou monopólios clericais, livros são escritos, enciclopédias são editadas, o VERDADEIRO CRISTIANISMO fica para traz, a Lei de Deus, o Cristo Exemplo de Conduta e o Ministério do Consolador são esquecidos ou corrompidos, adulterados ou desviados, para que igrejas, sectarismos e monopólios clericais continuem impondo corrupções e outras tantas iniqüidades, fabricando o atraso das gentes. E as gentes, uma vez atrasadas ou ignorantes, crêem nos mistifórios e vivem a corrupção, não confiam na VERDADE da Lei de Deus, não procuram imitar o Cristo Exemplar, e, por cima de tantas prevaricações, blasfemam contra os DONS DO ESPÍRITO SANTO chamando-os de coisa do diabo etc.

22 – Um traço de união existe, entre os ensinos vindos, através dos milênios, à custa do trabalho messiânico dos chamados Grandes Iniciados, Mestres, Profetas ou Cristos, até culminar na entrega à Humanidade da Lei Moral, do Cristo Exemplar e da Generalização dos Dons do Espírito Santo. Eles não vieram fundar religiões ou sectarismos, cleresias ou súcias exploradoras das gentes, pois apenas passaram à frente os ensinos que lhes cumpria passar, como melhor puderam. Ninguém tem o direito de confundir entre as VERDADES INICIÁTICAS FUNDAMENTAIS e os tribofes religiosistas fabricados posteriormente, por homens menos responsáveis, politiqueiros e ávidos de prepotências mandonistas.

23 – Como praticar a Lei Moral? É na vida social, não em templos de pedra ou coisa equivalente. É no templo da consciência, nada mais.

24 – Como praticar o Cristo Exemplar? É na vida social, no trato com os irmãos de jornada, dando aquilo que é cultivado no templo da consciência, e jamais praticando formalismos, simulações, lambetismos nauseabundos etc.

25 – Como se deve cultivar os DONS DO ESPÍRITO SANTO? Em comunidades, ou isoladamente, segundo os dons de cada um, fora e acima de cleresias, comercialismos ou politicalhas, monopólios de quem quer que seja etc.

26 – Aquilo que Jesus, como espírito, mandou fazer, está com DOIS MIL ANOS DE ATRASO. Lendo o Livro dos Atos, as Epístolas e o Apocalipse, qualquer pessoa pode ficar sabendo como se vive a Excelsa Doutrina do Caminho, deixada no mundo por Jesus, cujos fundamentos são: MORAL DIVINA, AMOR DIVINO, REVELAÇÃO DIVINA.

27 – Contra o FOGO DA VERDADE se hão de rebentar todas as estultícias humanas.

28 – A JUSTIÇA DIVINA sabe, totalmente, quem é APÓSTOLO DA VERDADE, e quem é apóstolo de mistifórios ou tribofes inventado por homens.

29 – Em face do NOVO CÉU E NOVA TERRA, que se alertem quantos vivem cultivando mandamentos humanos, deixando de lado os MANDAMENTOS DIVINOS. Fácil é iludir aos homens, porém, impossível é iludir a JUSTIÇA DIVINA. Chegar a ser ESPÍRITO E VERDADE, COMO O PAI O É, praticando e ensinando a praticar corrupções doutrinárias, isso é completamente impossível.

30 – EVANGELHO ETERNO E ORAÇÕES PRODIGIOSAS é aquele EVANGELHO ETERNO, que deveria vir antes da entrada do NOVO CÉU E NA NOVA TERRA. Porque Deus não falha em Seus Desígnios, também não falha em SUAS PROMESSAS.

31 – EVANGELHO ETERNO E ORAÇÕES PRODIGIOSAS ensina a distinguir entre as VERDADES DIVINAS e as rasteiras e tantas vezes impúdicas e repugnantes rasteiras verdadezinhas humanas. Portanto, será a Glória de uns e a tormenta de outros.

A VERDADEIRA RESTAURAÇÃO
DO CRISTIANISMO

1 – Quando Jesus veio ao plano carnal, para deixar a Doutrina do Pai, como afirmou, e que tem fundamento a Lei de Deus, a sua Exemplificação de Comportamento e a Revelação Generalizada ou Espírito Derramado Sobre a Carne, muitíssimos milênios havia que as Verdades Iniciáticas Fundamentais haviam sido ensinadas;

2 – Importa conhecer o quanto possível sobre Rama, os Budas, os Patriarcas Hebreus de antes e pós Dilúvio, os Hermes, Zoroastros, os Vedas, Orfeu, Crisna, Moisés, os Profetas Hebreus, Pitágoras etc. Esses Grandes Iniciados, Mestres ou Cristos jamais pensaram em fundar religiões; ensinaram o que puderam, em seus devidos tempos e no seio de raças e povos que já podiam assimilar tais ensinamentos. Depois deles é que vieram os maliciosos fundadores de religiões, com suas politicalhas e fingimentos, idolatrias, cleresias e maquinações derivadas;

3 – O maior dos livros iniciáticos da antiguidade, cuja sabedoria iniciática jamais passará é o Bagavad Gita, de Crisna. De Hermes quase tudo se perdeu ou foi transformado em excesso de esoterismo ou ocultismo. A grandeza dos Vedas deriva dos profundos ensinamentos dos primeiros Budas. Orfeu e Zoroastro são imensos, porém profundamente simbólicos. De Pitágoras quase nada ficou, com a queima das duas maiores bibliotecas da antiguidade;

4 – A Lei de Deus, o Código Moral, é o maior documento vindo pela Revelação, pela comunicabilidade dos anjos, espíritos ou almas. Jamais um Grande Iniciado, Mestre ou Cristo deixou de ser um grande conhecedor e cultor do mediunismo. A Lei de Deus, o maior documento doutrinário da Humanidade, por isso mesmo manda conhecer e respeitar o PRINCÍPIO ÚNICO, DEUS OU PAI DIVINO, OU DIVINO PRINCÍPIO QUE ORIGINA, SUSTENTA E DESTINA;

5 – Não há criação e sim EMANAÇÃO. Deus não tira do NADA ao que chamais erradamente criação, mas DE SI MESMO MANIFESTA OU EMANA. Tudo é do PRINCÍPIO ÚNICO DERIVAÇÃO, PARTE E RELAÇÃO. Em Deus tudo é, movimenta e atinge a finalidade. Nenhuma sentença ensinada, pelos Grandes Iniciados, é maior do que aquela que avisa o VÓS SOIS DEUSES, a realidade de tudo pertencer a UMA MESMA DIVINA ESSÊNCIA;

6 – O conceito exato, doutrinário, é o DIVINO MONISMO, e os Hermes, os Vedas, Crisna, Moisés e Pitágoras foram os que mais bem ensinaram, na antiguidade;

7 – Em princípio tudo é ESPÍRITO E VERDADE, e a sabedoria humana marcha no sentido dessa realidade. A CONSCIÊNCIA DA UNIDADE, ou DIVINO MONISMO, virá a ser totalmente sabido e vivido por todos os espíritos realmente elevados, mesmo muito antes de se tornarem UNOS, ou de terem voltado totalmente ao chamado SEIO DIVINO;

8 – EU E O PAI SOMOS UM, ensinou Jesus, muito depois de outros dos Grandes Mestres ou Iniciados já haverem ensinado a CIÊNCIA DO PRINCÍPIO ÚNICO. Importa prestar toda atenção a esta DIVINA REALIDADE, pois quem é ignorante ou falho em tal CONHECIMENTO, falha profundamente em quase tudo que venha a pretender realizar;

9 – A matéria, derivante do PRINCÍPIO, obedece ao seguinte escalonamento: Luz, Energia, Éter, Substância, Gás, Vapor, Líquido, Sólido. Tudo, porém, profundamente gamático ou apresentando escalões ou séries numerosas etc. Para todos os efeitos, no PRINCÍPIO e nas SUAS EMANAÇÕES não cabem acasos, mistérios, milagres, enigmas ou simulações e fingimentos;

10 – Os espíritos, ou centelhas espirituais, saem do PRINCÍPIO com todas as VIRTUDES DIVINAS em potencial, desabrocham ao longo do processo evolutivo e tornam a ser PARTES INTEGRANTES DO PRINCÍPIO ÚNICO OU DEUS. A sentença VÓS SOIS DEUSES é totalmente certa e todos a entenderão, quando puderem entender...;

11 – Os religiosos profissionais foram sempre inimigos das Verdades Iniciáticas Fundamentais, deles saíram sempre os perseguidores e assassinos de Iniciados, Profetas, Cristos etc. Enquanto existirem religiosos profissionais a mentira e o engano estarão no lugar da VERDADE, o atraso e o erro serão o maior dos males da Humanidade. Tratem de entender bem, porque a Lei de Deus, o Cristo Exemplo de Comportamento e a Revelação pairam acima de religiosismos e maquinações quaisquer;

12 – Foi previsto, por Jesus e pelo Livro da Revelação, o Apocalipse, que tudo seria corrompido, sobre o Cristianismo, e que haveria a necessidade de Restauração ou reposição das coisas no lugar. É fundamental a necessidade de conhecimento e vivência daquilo que vai abaixo exposto, isto é, procure cada um, por si mesmo, saber o que é o CRISTIANISMO DO CRISTO, fugindo do falso ou corrupto, que vige desde o quarto século, quando de Roma partiu o desvio ou corrupção;

13 – Não entrará a Humanidade no terceiro milênio do Cristianismo, sem enfrentar acontecimentos apocalípticos chocantes, causando profundas consternações e obrigando a reconhecer o VERDADEIRO CRISTIANISMO. Esta realidade atingirá toda a Humanidade, embora em algumas partes os acontecimentos sejam muito menos profundos do que em outras partes. O Livro das Revelações é preciso em tais informes;

14 – Para entender o VERDADEIRO CRISTIANISMO, cumpre CONHECER aquilo que nas profecias representa o espírito das verdades bíblico-proféticas, pois nada foi nem virá a ser feito, sem o devido respeito às LEIS DIVINAS, que pelos Profetas e pelo Cristo Exemplo de Conduta foram muito bem lembradas;

15 – Para o Cristianismo chegar a estar implantado no seio da Humanidade, três períodos distintos de trabalho proféticos foram necessários;

A – Promessa do Pai, Princípio ou Deus, de que viria um Messias Divino Molde, ou Exemplo de Comportamento, e que viria a ser, também, Derramador do Espírito de Revelação Sobre Toda a Carne;

B – Estada na carne, do Elias que seria Precursor, e do Cristo Exemplo de Comportamento, preparando apenas o ambiente humano, para que, depois da crucificação, com a volta em espírito de Jesus, fosse cumprida a Promessa do Pai. Eles prepararam tudo, prometendo o Batismo ou Derrame de Espírito para logo mais;

C – Com a crucificação de Jesus, e a volta em espírito, teria cumprimento a Promessa do Pai, havendo a Generalização da Revelação, a partir do Pentecoste. Leiam os textos bíblicos que dizem tudo, entendam com todo o entendimento possível, fora e acima de malícias clericais, ou de religiosos profissionais, e também de elementos metidos a donos da Verdade, da Doutrina e das consciências alheias, escravizados a orgulhos, ciúmes, vaidades e prepotências mandonistas, incapazes portanto de conhecer mais e mudar para melhor, sempre que possível, como recomendam a inteligência e a honestidade.

PRIMEIRO PERÍODO, OU PROMESSA DO PAI, PRINCÍPIO OU DEUS:

“Quem dera que o Senhor desse o Seu Espírito Santo e que toda a carne profetizasse” – Números, 11, 29.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre a tua semente, e a minha benção sobre tua descendência” – Isaías, 44, 3.

“Derramarei o Meu Espírito Santo sobre toda a carne, e vossos filhos e filhas profetizarão, vossos velhos terão sonhos e vossos jovens terão visões” – Joel, 2, 28.

“Faz dos seus anjos espíritos e dos seus ministros fogo abrasador” – Salmos, 104 (Cuidado com certas Bíblias adulteradas).

Muitos são os textos que dizem sobre isso, no Velho Testamento, porém os poucos transcritos bastam para o entendimento de quem quiser entender...

SEGUNDO PERÍODO, OU DE PREPARO DO AMBIENTE HUMANO, POR PARTE DE JOÃO BATISTA E DE JESUS:

“Sobre aquele que vires descer o Espírito Santo, esse é que em Espírito batizará” – João, 1, 33.

“Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará todas as coisas, e vos lembrará tudo quanto vos tenho dito” – João, 14, 26.

“Porém, quando vier o Espírito da Verdade, ele vos guiará em toda a verdade...” – João, 16, 13.

“Daqui em diante vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem” – João, 1, 51.

“Deus não é de mortos, mas de vivos, porque aqueles que forem dignos da ressurreição, serão como os anjos do céu” – Mateus, cap. 22.

“Eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias” – Lucas, cap. 9.

Existem infelizes, dentro do Espiritismo, que dizem haver na Bíblia relatos de fenômenos espíritas... A Bíblia é o maior tratado mediúnico da Humanidade, e ao Espiritismo cumpre ser a RESTAURAÇÃO DO VERDADEIRO CRISTIANISMO, quando todo o trabalho RESTAURADOR estiver pronto. Porque a Codificação se afirma obra incompleta, falha e omissa, prometendo a volta de Kardec, para terminar o serviço restaurador. É fato que salta ao entendimento das pessoas inteligentes e honestas, não ter Kardec entrado no Livro dos Atos, nas Epístolas e no Apocalipse, onde se encontram expostos os textos que tudo dizem do trabalho máximo desempenhado por Jesus, para deixar no mundo o VERDADEIRO CRISTIANISMO, edificado sobre a Lei de Deus, a Sua mesma Divina Modelagem e o Espírito derramado sobre a carne, isto é, a Revelação tornada pública. Quem de fato quiser conhecer o VERDADEIRO ESPIRITISMO, tome cuidado sobre o que lê e a quem tiver que ouvir...

TERCEIRO PERÍODO, OU AQUELE QUE SE CARACTERIZA PELA VOLTA EM ESPÍRITO, DE JESUS, PARA CUMPRIR A PROMESSA DO PAI, PRINCÍPIO OU DEUS:

“Porque, sendo exaltado por Deus, e tendo recebido de Deus a promessa do Espírito, derramou a este sobre vós, como agora o estais vendo e ouvindo” – Atos, 2, 33.

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que virá sobre vós, e me sereis testemunhas em Jerusalém, Judéia e Samaria e até os confins da terra” – Atos, cap. 1.

“E foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” – Atos, cap. 2.

“Porque para vós é a promessa, e para quantos estiverem longe, quantos o Senhor a Si quiser chamar” – Atos, cap. 2.

“Quem tiver ouvidos, ouça o que diz o Espírito às Igrejas” – Apocalipse, cap. 2.

“Porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia” – Apocalipse, cap. 19.

“Duros de cerviz, e vazios de coração, vós sempre resistis ao Espírito Santo; sois como vossos pais” – Atos, cap. 7.

“Vós, que recebestes a Lei por meio dos anjos, e entretanto não a guardais” – Atos, cap. 7.

“Então lhes impuseram as mãos e receberam o Espírito Santo” – Atos, cap. 8.

“Pela mão do anjo que lhe aparecera no sarçal” – Atos, cap. 7.

E os discípulos estavam cheios de alegria e do Espírito Santo” Atos, cap. 13.

“Viu claramente, em visão, um anjo de Deus” – Atos, cap. 10.

“E disse-me o Espírito que fosse com eles” – Atos, cap. 11.

“Porque esta noite, o anjo de Deus, de quem sou e a quem sirvo, esteve comigo” – Atos, cap. 27.

“E disse o Senhor em visão a Paulo” – Atos, cap. 18.

“Estendendo a tua mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo filho Jesus” – Atos, cap. 4.

“Porque a um pelo Espírito é dada a palavra de sabedoria, a outro de ciência, a outro o dom de curar, a outro a produção de maravilhas, a outro a profecia, a outro a fé, a outro o discernimento dos espíritos, a outro as línguas diversas, e a outro as interpretações” – I Ep. Coríntios, cap. 12.

“Caríssimos, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque muitos já foram os falsos profetas que se levantaram no mundo” – I Ep. de João, cap. 4.

16 – Os textos bíblicos falam por si mesmos, dispensando palpites e maquinações capciosas de quem quer que seja, sobre a tarefa missionária de Jesus, que tinha o ESPÍRITO DE DONS E SINAIS SEM MEDIDA, produzindo feitos mediúnicos grandiosos e deixando o VERDADEIRO CRISTIANISMO, a quem o VERDADEIRO ESPIRITISMO cumpre apresentar à HUMANIDADE, PERFEITAMENTE RESTAURADO, para que venha a ser fato conhecido e vivido, por todos os filhos de Deus;

17 – Nenhum espírito saiu, da parte de Deus, Princípio ou Pai Divino, para dizer berrantes contradições sobre Jesus, ou seja: Profecias a Seu respeito, encarnação, corpo, feitos mediúnicos, desencarnação na cruz, volta em espírito ou ressurreição, Batismo de Espírito e mais onze e meio anos de comunicações mediúnicas, até ficarem prontos os escritos básicos do Novo Testamento;

18 – A Humanidade marcha normalmente para seu destino, os fatos apocalípticos não deixarão de acontecer, e como a Lei de Deus, o Cristo Divino Molde e a Revelação valem como INSTITUIÇÕES DIVINAS, pairando acima de palpites de espíritos quaisquer, encarnados ou desencarnados, aqui damos a Lei, como agora foi ordenado sintetizar, para o melhor entendimento possível:

1 – Eu sou o Senhor teu Deus, não há outro Deus.

2 – Não farás imagens quaisquer, para as adorar.

3 – Não pronunciarás em vão o nome de Deus.

4 – Terás um dia, na semana, para descanso e recolhimento.

5 – Honrarás pai e mãe.

6 – Não matarás.

7 – Não cometerás adultério.

8 – Não furtarás.

9 – Não darás falso testemunho.

10 – Não desejarás o que é do teu próximo.
19 – Estudem o Sermão Profético de Jesus, o primeiro capítulo da Epístola de Paulo aos Romanos e o capítulo final do Apocalipse. Porque, até meados do século vinte e um, coisas tais terão de acontecer, pondo em graves perigos aos menos avisados, aos que se julgam mais do que Deus, donos da Verdade e da Doutrina, e que tudo fazem para arranjar desculpas esfarrapadas, a bem de suas infelizes maquinações;

20 – Não é por acaso que a Bíblia está traduzida para mais de 1.384 idiomas e dialetos, tendo que entregar a sua MENSAGEM PROFÉTICA OU DIVINA à Humanidade. Cumpre aos espíritas, realmente conscientes das verdades bíblico-proféticas, levarem a todos os rincões da Terra, aquele recado doutrinário de que Jesus falou em Atos, 1, 1 a 8;

21 – Se ninguém tivesse adulterado ou corrompido o que Jesus deixou no mundo, em termos doutrinários, nada precisaria de restauração;

22 – É muito normal que as VERDADES DIVINAS tenham que ser movimentadas pelas fraquezas ou falibilidades humanas. Entretanto, quem procurar estar em harmonia com a Lei de Deus e o Cristo Exemplo de Conduta, poderá muito bem cultivar a Revelação com discernimento e muito proveito, e também vencer os muitos perigos que costumam rondar a vida dos habitantes deste Planeta, bastante inferior, isto é, casa de quem não merece coisa melhor...

23 – Origem Divina, Processo Evolutivo e Sagrada Finalidade, eis o máximo a saber e a realizar, por parte de cada centelha emanada do Princípio, Deus ou Pai Divino. A sentença VÓS SOIS DEUSES, que data de muito antes de Moisés, entrou no Velho Testamento e Jesus a pronunciou, é totalmente certa. Quem do Princípio saiu, com todas as Virtudes Divinas em potencial, a Ele se integrará, ao término do Processo Evolutivo, voltando a ser Deus em Deus, ou parte integrante do Princípio;

24 – Nenhum espírito, dentre os Grandes Iniciados, Mestres, Profetas ou Cristos, do vosso conhecimento, representa a totalidade evolutiva. A inferioridade do Planeta e da sua Humanidade é que faz julgá-los tão elevados. Entretanto, como Delegados do Princípio, assim devem ser reconhecidos;

25 – Uma Virtude Divina, a DIVINA UBIQÜIDADE, é aquela, cuja participação, por evolução, confere a cada centelha poderes, glórias, extensões ou recursos, que por ora pairam muito acima de vosso poder conceptivo. Todavia, é de Ordem Divina avisar a quantos já possam ser avisados, para que saibam e avisem a outros, através dos tempos;

26 – A mais importante e necessária das VERDADES DOUTRINÁRIAS é precisamente aquela que mais é esquecida ou desprezada: O REINO DE DEUS ESTÁ DENTRO DE CADA UM E NÃO VIRÁ COM MOSTRAS EXTERIORES. Viveis procurando fora, através de idolatrias e engodos de variada ordem, ao que deveis desabrochar dentro, CONHECENDO A VERDADE E PRATICANDO O BEM. Que pode merecer da JUSTIÇA DIVINA, quem não confia na VERDADE E NO BEM, para confiar em simulações religiosistas, fingimentos e tantas porcarias?

27 – A Lei de Deus e o Cristo Divino Molde falam à Humanidade, construída de encarnados e desencarnados, através de cada indivíduo... Concitam ao cultivo da VERDADE, do AMOR e da VIRTUDE, e jamais aos engodos e rotulismos religiosistas;

28 – De maneira alguma a Humanidade avançará pelos milênios futuros, como veio até aqui... Profundos abalos obrigarão no sentido de compreender e respeitar esta realidade: O PROGRAMA DIVINO É PARA SER RESPEITADO A RIGOR;

29 – Quem se julgar espiritualmente adulto, proceda como adulto, dando aos irmãos o bom exemplo. Os lugares de pranto e ranger dos dentes estão abarrotados de elementos que fizeram longos discursos sobre Deus, a Verdade, a Doutrina, as Bíblias e os Grandes Vultos da História Iniciática;

30 – Três grandes males infestam a Humanidade: ORGULHO, EGOÍSMO, HIPOCRISIA. Como é certo que a Lei de Deus e o Cristo Divino Molde não terão jamais substitutos, que os leitores destas linhas observem bem a quem ouvir e ao que ler;

31 – Os textos transcritos é que provam, do que o VERDADEIRO ESPIRITISMO é a restauração. Porque, entre VERDADEIRO CRISTIANISMO E VERDADEIRO ESPIRITISMO não há diferença, visto que as VERDADES DOUTRINÁRIAS são as mesmas, sendo normal que surjam explicações para os pormenores ou detalhes. As berrantes contradições que infestam a bibliografia mediúnica não correm por conta da Lei de Deus e de Jesus, o Cristo Divino Molde;

32 – Que ninguém altere os livros da Codificação. Com os seus altos e baixos, que fique assim, pois ela se afirma incompleta, falha e omissa, e promete a volta de Kardec, para o término da obra restauradora. A quem ler a Bíblia com inteligência e honestidade, tudo será de muito fácil reconhecimento. O primeiro capítulo do Livro dos Atos dos Apóstolos avisa certo, para quem deseje ser Apóstolo da Verdade, do Bem e da Virtude.





1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal