Osvaldo polidoro (reencarnação de Allan Kardec) textos divinos I


nenhum homem saberá falar totalmente certo, sobre a Lei de Deus e sobre o Verbo Exemplificador de Conduta



Baixar 1.42 Mb.
Página12/17
Encontro18.09.2019
Tamanho1.42 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17
nenhum homem saberá falar totalmente certo, sobre a Lei de Deus e sobre o Verbo Exemplificador de Conduta... Trate, portanto, de sua mesma CONSCIÊNCIA, porque outra qualquer jamais poderá assumir sua RESPONSABILIDADE... Procure ser ovelha e não cabrito... Procure merecer a Terra dos futuros ciclos evolutivos... Aprenda com Deus, fuja dos mistifórios humanos;

51 – Iniciados, Cristos ou Santos são, como você, sujeitos à Lei de Deus. Não pretenda colocar o carro na frente dos bois... Quem governa Planetas, Sistemas ou Grupos de Sistemas Planetários, Galáxias, são precisamente aqueles que mais exemplos já deram, de VIVER A LEI MORAL E IMITAR OS SEUS RESPECTIVOS CRISTOS EXEMPLIFICADORES DE COMPORTAMENTO. Só de Deus vem a JUSTIÇA TOTAL;

52 – O maior exemplo de obediência à Lei de Deus foi dado por Aquele que não nasceu de homem e deixou o túmulo vazio... Lembre-se, cada um, que tendo Ele o ESPÍRITO DE DONS E SINAIS SEM MEDIDA, deu mostras de LEIS e de RECURSOS que pairam acima dos conhecimentos humanos... Entretanto, foi em nome Dele que os tribofeiros, ou fabricantes de religiões e sectarismos, inventaram caudais de fingimentos ou modos de pretender escandalizar a Lei de Deus!...

53 – Sem consciência limpa jamais haverá COMPORTAMENTO LIMPO... Havendo erros, falhas, ou quedas não propositais, na mesma JUSTIÇA DIVINA cada filho de Deus encontra o SEU VERDADEIRO ADVOGADO... Fuja daqueles que, por meio de artifícios, pretendem passar por cima da JUSTIÇA DIVINA;

54 – Do Velho Testamento: “Bem aventurado é o pecador que se fez penitente”;

55 – Jamais, filho de Deus, ou do Princípio, conseguirás FERIR O PRINCÍPIO OU DEUS... Entretanto, terás no próximo alguém a quem poderás ferir com facilidade espantosa... E a quem, também, poderás servir com espantosa facilidade... Ponha em tudo quanto fizeres muita atenção, procure ser vítima e não algoz, porque em face da JUSTIÇA DIVINA, estando fora da Lei Moral, ninguém estará bem...

56 – Verdadeira Sabedoria Doutrinária é apenas responsabilidade... Aquele amontoado de AMOR e de RENÚNCIA que o Verbo Exemplar deixou no Mundo demonstra que o problema está no COMPORTAMENTO, NA PRÁTICA, NO QUE SOBRA PARA DEPOIS DA DESENCARNAÇÃO... Cristo Modelo é comportamento exemplar, não lambetismos engodantes;

57 – Nos lugares de pranto e ranger dos dentes, e nas encarnações expiatórias, são encontrados aqueles que, diante das gentes, se arvoraram em donos da VERDADE e da DOUTRINA, confiando mais nas tabelinhas humanas, do que na Lei Moral e no Cristo Modelo de Conduta... Cuidado com o fermento dos fariseus...

58 – No período chamado NOVO CÉU E NOVA TERRA, os verdadeiros apóstolos da VERDADE dirão assim aos irmãos que os procurarem: “EU TAMBÉM VIVO PROCURANDO ACERTAR MEUS PASSOS COM A LEI MORAL E COM O VERBO EXEMPLIFICADOR DE AMOR E DE RENÚNCIA”. E tudo fará para dar dignos frutos pelo exemplo, fora de religiões...

59 – Quem for inteligente, descubra aquele EVANGELHO ETERNO que está prometido em Apocalipse 14, 6. Sendo de VERDADE, não será de religiões ou falsidades...

60 – Mundos que já foram, não são mais... Mundos que ainda são, algum dia deixarão de ser... Mundos que ainda não existem, algum dia existirão... Porque Mundos e Humanidades existirão sempre, e sempre serão reintegrados vibracionalmente na UNIDADE DIVINA... O que importa, a cada filho de Deus, é não viver curvado, sujeito às verdadezinhas rasteiras, periféricas, ou medíocres, muito do gosto daqueles que vivem à custa da ignorância humana... Como chegou a hora apocalíptica da MAIOR RENOVAÇÃO, DO MUNDO E DA HUMANIDADE, que haja, também, em cada filho de Deus, a mais profunda boa-vontade para com a VERDADE, o AMOR e a VIRTUDE...

61 – O Verbo Exemplar de Comportamento não aceitou o título de BOM... Entretanto, as religiões e os sectarismos vivem empanturrados de rotulados, engalanados, ajambrados, de todos os matizes em sofisticações, que, com a desencarnação, queiram ou não, terão que curtir tremendos desenganos, profundos remorsos... Porque a JUSTIÇA DIVINA sonda as obras, isto é, segundo a Lei Moral e o Cristo Modelo, nunca segundo manobrismos e engodos humanos...



62 – Face aos acontecimentos bíblico-proféticos, da grande hora transitiva, ou entrada no NOVO CÉU E NA NOVA TERRA, quando muitos dos pretensos DONOS DA VERDADE E DA DOUTRINA quiserem abrir os olhos, fatalmente será tarde... Falsas importâncias, ou aquelas que não estão registradas na Lei e no Verbo Exemplar, jamais recomendarão perante a JUSTIÇA DIVINA;

63 – De ORDEM DIVINA, custe o que custar, tragédias, cataclismos, dilúvios de fogo, angústias e desesperos, tudo acontecerá, para que os filhos de Deus, ou do Princípio, tenham em mente a Lei Moral, o Verbo Modelar e o cultivo sadio dos Dons do Espírito Santo, deixando de lado caudais de mediocrismos, xaropismos, ou todo o amontoado de engodos, de verdadezinhas periféricas, com que os religiosismos e sectarismos inundaram a Humanidade, a bem de seus interesses mundanos...



64 – Ao desencarnar, que se apresente cada um harmonizado com a Lei e o Cristo Modelo de Conduta... Mais do que isso não é necessário, perante a JUSTIÇA DIVINA, porque o mais tudo é questão de pormenores... Aquele que julgar ter tudo, se não tiver COMPORTAMENTO DECENTE, é como se nada tivesse... Isto, sem contar o fato de ter dado maus exemplos...

65 – Com dois mil anos de atraso, por causa das corrupções havidas, procure cada um ler, entender e praticar, como está ordenado no primeiro capítulo do Livro dos Atos dos Apóstolos... Os inimigos da Moral Divina, do Verbo Modelar e dos Dons do Espírito Santo, simplesmente serão esmigalhados, em tempo certo, porque, como o Verbo salienta, NAS ESTAÇÕES E NOS TEMPOS, QUE A DEUS PERTENCEM, TODAS AS CONTAS SERÃO AJUSTADAS...

66 – Dos donos de religiões, seitas e doutrinas, sempre saíram as maiores desgraças da Humanidade, porque seus interesses grupais, seus dogmas protetores de suas tabelinhas particulares, seus orgulhos e vaidades, afora seus interesses de pança e bolso, costumam estar em contradição com a VERDADE, o AMOR e a VIRTUDE;

67 – Aquilo que em Deus é Verdade, Amor e Virtude, encontra representação em que ou no que, no Mundo ou na Humanidade? Se um filho de Deus não sabe procurar o CERTO, para nortear sua vida e vir a estar bem, ao desencarnar, como quererá atirar nas costas de segundos ou terceiros, a responsabilidade de seus erros, de suas faltas, do seu pranto e do seu ranger dos dentes?

68 – Estude bem, cada um, o capítulo final do Apocalipse, porque ele contém a mensagem de caráter TOTALMENTE INDIVIDUAL... Quanto ao EVANGELHO ETERNO, prometido em Apocalipse 14, 6, que em nada depende de religiões, seitas ou tabelinhas doutrinárias de fabricação humana, em nada, ou de modo algum, manda procurá-los;

69 – Se alguma religião, seita ou doutrina tiver alguma relação com a Lei Moral, o Verbo Exemplar e o cultivo sadio dos Dons do Espírito Santo, tanto melhor para ele e para os seus profitentes, porque a Lei Moral, o Verbo Exemplar e o Ministério da Revelação, jamais dependerão de conceitos humanos quaisquer, bem ou mal intencionados;



70 – Consciência feliz é aquela que, realmente, possa descansar na JUSTIÇA DIVINA, na carne ou fora dela, porque ninguém é especial para Deus, assim como Deus não é especial para ninguém. Um é Deus, uma é a Verdade, uma é a Doutrina, e, com a entrada na nova fase evolutiva, a cada um cumpre se revelar REALMENTE ADULTO, CONSCIENTE E RESPONSÁVEL. Em lugar de procurar fora, ou em segundos ou terceiros, A VERDADE QUE DIVINIZA, trate antes de a cultivar na sua própria CONSCIÊNCIA;

71 – Síntese de O AVISO FINAL: Ninguém é obrigado a crer nas verdades bíblico-proféticas, e isto já vem de longos tempos, por causa da ignorância humana, sobre a VERDADE QUE LIVRA, como a Lei de Deus e o Verbo Exemplar determinam. Entretanto, fica bem lembrado, nem a Lei nem o Verbo Exemplar pediram jamais a crença de quem quer que seja, para serem as DUAS TESTEMUNHAS, FIÉIS E VERDADEIRAS, isto é, acima de palpites humanos quaisquer, crentes ou descrentes;

72 – Enquanto a IMORALIDADE comandar o espetáculo chamado religioso, ou dito espiritualista, ou rotulado de iniciático, fatalmente sofrimentos profundos varrerão a Humanidade, na carne e fora dela, pois a JUSTIÇA DIVINA É TOTAL, UNIVERSAL, ALCANÇANDO O CULPADO ONDE QUER QUE SE ENCONTRE. Como forem os erros, assim serão as reparações, não havendo pretextos, ou hipocritismos humanos, que ponham a JUSTIÇA DIVINA em dificuldades;

73 – Depois do Dilúvio de Fogo e de suas profundas conseqüências renovadoras, de três realidades fundamentais tereis de cuidar, com total severidade:

A – Respeito, nas obras, à Lei de Deus ou Moral Divina;

B – Respeito, nas obras, ao Cristo Modelo de Obediência às Leis Divinas;

C – Respeito, nas obras, ao COMPORTAMENTO SOCIAL, nunca a religiões ou sectarismos quaisquer;

74 – Porque todos virão a entender, os motivos por que o Princípio enviou tais TESTEMUNHAS FIÉIS E VERDADEIRAS, INDERROGÁVEIS, QUE LEMBRAM A ORIGEM DE TUDO, O MOVIMENTO DESABROCHADOR E A FINALIDADE A SER ATINGIDA;



75 – Estulto é quem pensa poder fazer oposição aos DESÍGNIOS DIVINOS, por se estribar em tabelinhas de fabricação humana, bem ou mal intencionadas. Aquele Sagrado Princípio, que deu origem a tudo, e às Leis Regentes Fundamentais, jamais poderá ser escandalizado, desmoralizado, ou vencido, por quem quer que seja. Desconfie o sábio de sua sabedoria, o santo de sua santidade, e o portador de falsa humildade que volte atrás, enquanto é tempo, porque fazê-lo sob o peso do pranto e ranger dos dentes, a ninguém agrada. Legiões vivem sorrindo, enquanto semeiam o erro e o mal, porém na hora terrível de colher os cruciantes resultados, as coisas mudam totalmente. Gemidos, urros e migrações para mundos inferiores, não alteram a JUSTIÇA DIVINA. Para merecer a renovação que vem do TODO, das Leis Regentes Fundamentais, necessário se torna a mais profunda RENOVAÇÃO INTERIOR;

76 – O Impulso Renovador deriva do Princípio ou Deus, abrange tudo, o Espírito e a Matéria, os Mundos e as Humanidades, porém tem o ponto forte em cada filho de Deus ou do Princípio, porque ele deve desabrochar as VIRTUDES DIVINAS QUE CONTÉM EM POTENCIAL, até voltar a ser DEUS EM DEUS OU ESPÍRITO E VERDADE;



77 – Nada é mais prejudicial ao espírito, do que o comodismo religioso ou sectário, o condicionamento ou vício a que se entrega, pensando que Deus assim quer, e que os donos da sua religião, do seu fanatismo sectário ou da doutrina inventada por homens, são delegados de Deus, infalíveis etc. Para fazer mudar, dar os devidos PASSOS À FRENTE, sem dúvida a JUSTIÇA DIVINA conta com recursos próprios...

78 – Nenhum espírito saiu de Deus, o Princípio, para vir a ser apenas angélico, bem-aventurado, superior etc. A Finalidade Sagrada é vir a ser ESPÍRITO E VERDADE, COMO DEUS O É, OU PARTICIPANTE DA UNIDADE DIVINA. Entrando para a fase chamada NOVO CÉU E NOVA TERRA, cumpre deixar para trás as meias-verdades, pois a JUSTIÇA DIVINA obrigará a mudar de conceito, custe o que custar, doa a quem doer;

79 – Confundir entre Moral, Amor, Ciência, Arte, Técnica, Filosofia etc., não é próprio de espíritos inteligentes e honestos, encarnados ou desencarnados... E disso não há falta nos meios religiosistas e sectários!... É o trabalho nefando dos mediocrismos, muito do gosto dos espíritos inferiores, quando se arvoram em donos da VERDADE e juízes das consciências alheias... O DIVINO MONISMO, COMO CONCEITO E COMO REALIZAÇÃO, virá a ser o ideal dos filhos de Deus, porém com as devidas conotações, por parte dos fatores relativos, que não devem ser confundidos;

80 – Quem tiver boca, repare bem no que falar... Quem tiver ouvidos, repare bem no que ouvir... Porque, em todos os tempos, a ignorância fez o homem falar e ouvir mal, criando terrível carma... Para todo e qualquer efeito, a Lei de Deus, o Verbo Exemplar e o bom cultivo dos Dons do Espírito Santo estarão nos fundamentos doutrinários, aguardando a quantos caírem e tiverem vontade de levantar e caminhar... Cumpre a você, filho de Deus, compreender PORQUE esse Triângulo Iniciático é inderrogável... Quanto aos fanáticos e sectários, sempre acordaram tarde, muito tarde, ou quando a treva, o pranto e o ranger dos dentes, os forçaram a isso. Em mundos inferiores, ou para indivíduos inferiores, somente os profundos abalos, portanto angústias e desesperos, fazem mudar de conceito e de comportamento. Chegou a grande hora, embora dolorosa.

É corrente, nos elevados céus ou planos mais eterizados da jurisdição planetária, onde residem as legiões espirituais que mais se aproximam do Grau Crístico, que Gabriel, o Anjo das Anunciações, rogou a Jeová algumas palavras de atenção, em vista dos tempos chegados, isto é, o fim dos primeiros dois mil anos da Era Cristã, que, como assinala o Apocalipse, aponta para a Grande Renovação do Mundo e da Humanidade, através de abalos tremendos, cataclismos, comoções telúricas, endemias, dilúvio de fogo varrendo dois terços do Planeta e da Humanidade etc. Consta que, do colóquio geral, estas realidades dizem respeito aos acontecimentos que abalarão a Humanidade, e os seus porquês:

P – Senhor, o Planeta Terra e sua Humanidade atingem o fim dos primeiros dois mil anos da Era Cristã, não havendo compreensão e tolerância entre continentes, países, raças, povos, ideologias, religiões, seitas, tudo, enfim, que represente comportamento humano. Que devemos aguardar, Senhor, de tamanhas divergências?



R – Gabriel, Meu filho, Meus desígnios não falham, e, portanto, nos objetivos de todos os movimentos, no seio dos Mundos e das Humanidades, tudo converge para Mim, o Centro Emanador, Sustentador e Destinador. De Mim tudo emana, em Mim tudo movimenta, em Mim tudo se reintegra, porque sendo Eu Espírito e Verdade, a Mim tudo retornará, como Espírito e Verdade. Esse é, Gabriel, o ponto central de toda Sabedoria Iniciática.

P – Senhor, as religiões, as seitas, as doutrinas arquitetadas pelos homens, os Teus filhos, em Teu nome, dos Teus enviados, das Bíblias e dos Evangelhos, mais desviam da Tua Verdade, criando abismos profundos entre os homens... São verdadeiros empórios comerciáveis, politiqueiros, onde tudo é profissionalizado, onde tudo é mundanamente rotulado, empanturrado de tranqueiras formais, simuladoras e suportadoras de petulâncias, arrogâncias, orgulhos, egoísmos, ciúmes, vaidades e aparências de humildade...

R – Gabriel, atalhou o Senhor, não te esqueças de que a Minha Justiça é Plena, apanhando os indivíduos e as coletividades, em tempo certo, para os devidos ajustes de contas, nada mais, até que, por fim, desabrochando Minhas Virtudes, com as quais todos são bafejados, venham a viver Meus Mandamentos, e, então, para sempre se libertem dos sofrimentos, cursando a própria autodivinização, no seio de Minha Paz e do Meu Amor.



P – Senhor, estando a Humanidade entregue aos mais confusos pensamentos e com isso entregue a materialismos, brutalismos, corrupções, desvios vergonhosos, depravações tenebrosas, não seria bom uma nova revelação, um novo chamamento...

R – Gabriel, tornou a atalhar o Senhor, tu mesmo és testemunha, na Terra e para a sua Humanidade, que três verdades iniciáticas fundamentais enviei, em tempo certo, e elas jamais serão alteradas, subjugadas pelos erros de Meus filhos. Acima de toda e qualquer outra opção, que Meus filhos entendam e vivam esta, para que venham a desabrochar Minhas Virtudes, que neles depositei, com menos sofrimentos e com muitas mais oportunidades de apressamento, para a volta ao Meu Seio. Inderrogáveis são Meus Desígnios, Gabriel, e estes a todos os demais representam, constituindo, portanto, a opção fundamental:



1 – Mandei chamá-la Lei de Deus, porque expressa a Moral Inderrogável, fora da qual nenhum filho Meu triunfará, pois negando a Mim, o Princípio, e fazendo mal ao semelhante, como poderá ficar bem perante Minha Justiça? Lembra-te, Gabriel, que Minha Lei é acima de perseguições, ofensas, assassínios, desesperos, abandonos e quaisquer circunstâncias relativas ou humanas. Meditem sobre ela os Meus filhos, e não olvidem que estão sujeitos a nascimentos e mortes, necessidades, sofrimentos, angústias e desesperos, ao que ela não está, porque é soberana;

2 – Como Exemplo de Respeito à Minha Lei, enviei em tempo certo o Verbo Construtor do Planeta, comandante das legiões de filhos Meus, para o adensamento de elementos, para que mais um Mundo viesse a existir. Para sinal imortal, ele não nasceu de homem, teve o Espírito de Dons e Sinais Sem Medida, deixou o túmulo vazio e retornou, depois da crucificação, para derramar sobre toda a carne o Espírito de Dons e Sinais, a Minha Graça Consoladora, tal como a prometi, generalizada, ou para todos os Meus filhos, fora e acima de religiões, seitas ou invencionismos de homens;

3 – A Minha Lei, o Filho Exemplar de Comportamento e os Dons do Espírito Santo, Gabriel, formam uma só unidade doutrinária fundamental, a opção ideal, e fora dela Meus filhos nada mais conseguem, que não seja trevas, pranto e ranger dos dentes, porque Minha Justiça é Plena e Inderrogável, acima de tempos, eras, ciclos ou relatividades quaisquer.

P – Então, Senhor, tudo resume em estudar e viver as verdades Bíblico-Proféticas, nada mais?

R – Gabriel, vá dizer a Meus filhos, lotados na Terra, que por causa da Minha Lei e do Filho Exemplar, minhas duas testemunhas para sempre, entreguei, conforme prometi, os Dons do Espírito Santo e o Livro da Revelação, o Apocalipse. Quem se colocar contra os Dons do Espírito Santo e contra o Apocalipse, terá que se defrontar com a Minha Plena Justiça.

P – Mas, Senhor, os Teus filhos estão divididos entre religiões, seitas, doutrinas, sujeições mundanas...

R – Gabriel, de novo atalhou o Senhor, Minha Lei Moral, Meu Filho Exemplar, os Dons do Espírito Santo e o Apocalipse, não estarão divididos entre si, porque a Verdade é uma só.

P – Eu sei, Senhor, que um é Deus, uma é a Verdade e uma é a Doutrina, porém quem irá fazer com que Teus filhos assim venham a respeitar?

R – Gabriel, jamais indiquei a Meus filhos o caminho dos sofrimentos. Entretanto, através de enviados, e principalmente da Minha Lei e do Verbo Exemplar, adverti contra a ignorância, o erro, a malícia, o farisaísmo. Se, no Apocalipse, as contradições humanas comparecem, carreando sofrimentos conseqüentes, também comparecem os avisos sobre a Grande Renovação, um tempo chamado de NOVO CÉU E NOVA TERRA, em que os Meus filhos hão de integrar-se na Minha Lei e no Filho Exemplar, cultivando a Graça Consoladora da Revelação, com Moral e Amor. Não haverá uma nova Lei Moral, nem um outro Verbo Exemplar, nem um outro Pentecoste. Fora desta verdade doutrinária, Gabriel, haverá tantos sofrimentos quantos sejam necessários, porque Meus Desígnios não mudam.

P – Senhor, os santos e os sábios, na Terra, sustentam as mais contraditórias opiniões, sobre todos os ensinos iniciáticos e suas interpretações...

R – Gabriel, eles não passam de mortais, de sujeitos a todas as necessidades, acima de tudo sujeitos à Minha Justiça. Que sejam assim considerados, nada mais, porque assim será melhor para eles e para aqueles que os ouvirem. Minha Lei não morre, o Verbo Exemplar que deixou o túmulo vazio e os Dons do Espírito Santo também jamais findarão. Quem é falível, que não se arvore em juiz do que é Absoluto, Eterno, Perfeito e Imutável. Não pratique a má semeadura, para não ter que enfrentar a triste colheita.

P – Então, Senhor, vastos e profundos serão os abalos, por causa dos erros cometidos, principalmente pelos que se julgam donos da Verdade e juízes da consciência alheia, impondo mandamentos de homens, simulações, formalismos?...



R – Gabriel, de novo atalhou o Senhor, no plano relativo tudo obrigo, através de Minhas Leis, a renovações constantes, para que tudo a Mim retorne, o Espírito e a Matéria, os Mundos e as Humanidades. Sou a Verdade, Minha Justiça é Plena e Meus Desígnios não falham. Como tudo faço transcorrer segundo Leis Imutáveis, Simples, que Meus filhos aprendam a ser simples, humildes e bondosos, para que Eu, o Senhor, retire da Terra a tudo quanto os obrigue a sofrer. Gabriel, assim como forem os habitantes, assim mesmo farei que seja a casa aonde devem habitar.

P – Senhor, essa foi, sempre, a doutrina que enviaste a Teus filhos... Não é outra a linguagem da Lei Moral nem é outra a linguagem do Verbo Exemplar. Entretanto, Senhor, como se mostram duros os corações humanos...

R – Gabriel, Minha Justiça se cumpre no Espaço e no Tempo, para quem tem que estar sujeito a tais relatividades, pois em Mim prevalece o Eterno Presente, a Imutabilidade, a Eterna Perfeição, para onde tudo e todos terão de retornar. Como Meus filhos, habitantes da Terra, encarnados e desencarnados, são inferiores em evolução, compreensão e procedimentos, através de Leis Regentes favoreço elementos e oportunidades, ensinos e tempos para as devidas assimilações, e, portanto, também tempos de prestações de contas.



P – Senhor, consoante o Sermão Profético e o Apocalipse, e aquilo que ocorre no Mundo ou na Humanidade, tudo faz crer que chegou a hora da Grande Renovação, do Mundo e da Humanidade. Porém, Senhor, devo de novo salientar, que é precisamente no seio das religiões, das seitas e das doutrinas de fabricação humana, aonde vamos encontrar as mais infelizes contradições, os mais tristes exemplos de comportamento...

Gabriel observou que a Gloriosa Presença diluía-se em cintilações infinitas de Verdade, Paz e Harmonia, porém revelando a imanência da onipresente Justiça Divina, fora da qual nada é, nem acontece. E ouviu, como que ao longe, ou das profundezas da Presença Divina, estas palavras finais:



R – Aqueles mesmos que me louvam como Onisciente, Onipresente, Onipotente, e, portanto, Eterno, Perfeito e Imutável, eles mesmos, Gabriel, em benefício de suas mazelas, de seus mundanos interesses, de seus fanatismos particularistas, de seus vícios idólatras, mentais e físicos, pretendem Me impor relativismos, condicionamentos repugnantes, sujeições a mistificações ou simulações. Quero que entendam, de uma vez para sempre, que ao lhes entregar a Lei Moral, o Verbo Modelador e os Dons do Espírito Santo, ou a generalização da Graça Consoladora da Revelação, entreguei-lhes também a suprema quota de responsabilidade, o dever de trabalhar na intimidade profunda, a bem de todas as conquistas divinizantes, aquelas que os transformarão em Espírito e Verdade, aquilo mesmo que Eu Sou. Deixem de mentir em Meu Nome, pois Sou o Senhor Absoluto e nunca reclamei oferendas, nem adorações exteriores ou formais, nem jamais apontei para religiões ou seitas quaisquer, assim como testificam as Minhas Duas Testemunhas, Fiéis e Verdadeiras, que são a Lei Moral e o Verbo Exemplificador de Comportamento.

Dizem, também, que ao se aproximar Gabriel do Planeta, que girava e transitava no seio de suas limitações orbitárias, teve pela frente dois espíritos marcadamente responsáveis, ostentando no semblante um misto de autoridade e tristeza, que, cada um a seu tempo, informou:

“Passarão os Mundos e as formas em geral, porém a Justiça Divina e a Lei Moral jamais passarão, porque o Princípio não passa”.

“Passarão os Mundos e as formas em geral, porém, o meu Exemplo de Comportamento jamais passará, porque representa a Justiça Divina, a Lei Moral e o dever que cada filho de Deus tem, para consigo mesmo, para com o próximo e, por fim e totalmente, para com o mesmo Deus, Princípio ou Pai Divino”.

Naquele instante eclodiu uma clarinada no Infinito, legiões luminosas enchiam o Espaço divinamente festivo, e fato maravilhoso foi acontecendo, porque aquelas legiões gloriosas aos poucos se transformaram em uma só Majestosa Pomba Brilhante, que exclamou retumbante:

“Eu represento os Dons do Espírito Santo, o Batismo de Espírito, o Derrame de Dons sobre toda a carne, sem o que não pode existir a Graça da Revelação Consoladora. Como tal, cumprindo Ordens Divinas, aponto o Apocalipse, porque chegou o tempo aí previsto, para a Grande Renovação do Mundo e da Humanidade. Que, no porvir, os filhos do Princípio procedam com inteligência e honestidade, para que as transformações não tenham de vir, como agora, através de tremendos cataclismos, abalos profundos, angústias e desesperos, além de fartas porções humanas terem de sofrer migrações punitivas. O Princípio quer, apenas, que Seus filhos fiquem bem com a Sua Divina Justiça, não inventando modos de crer, mas apenas vivendo a Lei Moral, imitando os Exemplos de Conduta do Verbo Exemplar e cultivando os Dons do Espírito Santo, como a Lei e o Verbo determinam”.

Quando aquela Gloriosa Manifestação se havia desmanchado, ficaram ali Moisés, Jesus e Gabriel, e estas singelas expressões foram ouvidas:

De Moisés: “Porque em Deus tudo é divinamente simples”.

De Jesus: “Basta que haja conhecimento, amor e renúncia”.

De Gabriel: “E nunca será diferente”.

DEPOIS DA TEMPESTADE APOCALÍPTICA
Depois da tempestade apocalíptica, quando vastas regiões forem de novo sendo habitadas, fatalmente em outros níveis de conhecimento e procedimento, qualquer filho do Princípio ou Deus terá que compreender assim:

A – O Espírito é essencial, jamais ilusório ou aparente;



B – A Matéria é aparente, ilusória, mutável, e, para qualquer vidente relativamente bom, quando penetra nos níveis vibracionais espirituais, vê que desaparecem paredes, teto, e até mesmo o corpo dos presentes etc. Infeliz é a ciência do homem quando só conhece e respeita a ciência das realidades materiais. Por esse motivo o Princípio mandou registrar na Bíblia: “A sabedoria do homem é estultícia para Deus”;

C – Ao filho de Deus, que nunca o será eternamente, importa desabrochar as Virtudes Divinas, que contém em potencial, até voltar a ser Deus em Deus ou Espírito e Verdade, participando de tudo quanto é da Unidade Divina, entenda ou não agora, o que isso significa;

D – Nada é mais ridículo, do que a ignorância humana, com suas petulâncias e arrogâncias, quando em termos quaisquer, pretende se arvorar em juiz de Deus, dona da Verdade ou capaz de achar que Deus é quem deve mudar. Desgraçadamente, foi e é nos meios ditos religiosos, ou espiritualistas, aonde tudo isso aconteceu e vive acontecendo, com grandes prejuízos para a Humanidade;

E – Mesmo incluindo os transmissores da Lei e da Divina Modelagem, ainda não somam dez os verdadeiros Grandes Instrutores ou Iniciados;

F – Quem vem entregar Recados Divinos, simplesmente não é obrigado a andar na rabeira de religiões, seitas, doutrinas de fabricação humana, tabelinhas inventadas por homens, dogmas ridículos, interesses de clã, grupos etc;

G – Ninguém perde por entender isto: A Lei Moral, o Cristo Exemplar e os Dons do Espírito Santo, nada têm com eles.

H – Marchar, na intimidade profunda, para a Integração no Princípio, sem lutar também na intimidade, contra as inferioridades em geral, principalmente as ditas religiosas, ou sectárias, é impossível. É horrível observar, depois de tantos milênios consecutivos, de Ensinos Iniciáticos Fundamentais, como profissionais religiosos, e muitos que pretendem ser cultivadores dos dotes mediúnicos, entregam-se a práticas rasteiras, idólatras e até mesmo repugnantes;

I – Fácil é entender, portanto, o quanto a Justiça Divina tem, e terá ainda, através dos futuros ciclos evolutivos, de impor reparações dolorosas. Como redundância informativa, dizemos: Quem falar na Lei de Deus e no Cristo Exemplar, que seja disso exemplificação, nas obras, para fugir do pranto e do ranger de dentes, e o mais breve possível vir a ser Uno com a UNIDADE DIVINA;

J – Desgraçadamente, os donos de crenças obrigam a cultivar verdadezinhas inferiores ou periféricas, e fazem esquecer ou desprezar as VERDADES FUNDAMENTAIS. A grande varredura apocalíptica ensinará o CAMINHO CERTO, feito de Moral e Amor, tendo a Revelação como Graça Consoladora.

QUEM QUER SER LÓGICO?
1 – Se Adão e Eva fossem um homem e uma mulher, teriam a Terra debaixo dos pés e o Infinito, coalhado de Mundos, em todos os lados...

2 – No presente estágio evolutivo, os Adãos e as Evas estão nas mesmas condições, apenas com mais visões, com outros recursos, tudo achado neles mesmos e na mesma dita Natureza, Deus Manifestado, ou dita Criação...

3 – Por que a sabedoria humana paira numa faixa, intermediária, nada sabendo da Origem nem da Finalidade?... Sobre Origem e Finalidade, tudo é questão de palpites, e muito errados, também com sobras de infantilidade à solta...

4 – Havendo uma Origem, Fonte Primeira, Deus, Princípio, ou Pai Divino, e sendo Inteligente, deixaria de avisar a Seus filhos, em tempo certo, daquelas VERDADES INDISPENSÁVEIS, que poderiam Dele dizer os Seus filhos?...

5 – Tendo de avisar, por ser Inteligente e Justo, como faria tal coisa?... Seria por meio de outros tantos filhos, mais desabrochados em suas virtudes latentes?...

6 – Havendo encarnados e desencarnados, de que virtudes ou dons teriam de se valer, para os devidos contatos, ou para haver o que se chama Revelação?...

7 – Se as Onze Grandes Bíblias da Humanidade falam de tudo isso que acima está falado, escrito ou cogitado, pois se trata de Deus, de Seus filhos encarnados e desencarnados, de anjos ou espíritos comunicantes, de profetas, ou médiuns, como poderá alguém encarar, ou julgar, os INIMIGOS DE DEUS, DE SUAS VERDADES, AVISOS OU REVELAÇÕES?!...

8 – Foram os inimigos de Deus, das Leis Regentes Fundamentais, os autores de Mundos e Humanidades?!...

9 – Se o Princípio tivesse de ouvir aos palpites esfarrapados de religiões e sectarismos, como seria?!...

10 – Se a Lei Moral ou de Deus tivesse de ser, segundo os interesses mundanos de quantos religiosistas e sectários se engalfinham pela Humanidade, como seria?!...

11 – Se o Verbo Exemplar tivesse de se sujeitar aos palpites, de encarnados ou desencarnados, metidos a donos da Verdade, como teria de ser?!... Como teria sido?!... Que teria feito ou não feito?!...

12 – Entretanto, leitor, sobre as verdades bíblico-proféticas, quantos donos de religiões e de sectarismos vivem para negar, desviar, contradizer, adulterar, ou corromper, ou dar falsas interpretações?!...

13 – Se os piores males do indivíduo e da Humanidade começam na IMORALIDADE, o que devem as gentes aos donos de religiões e de sectarismos?!...

14 – Por que, os ditos ecumenismos giram em torno dos interesses de pança, bolso e mundanismos em geral, DOS RELIGIOSOS PROFISSIONAIS, das cleresias, de suas propriedades e de seus orgulhos mandonistas?!...

15 – Quando, leitor, os filhos de Deus aprenderão a VIVER A LEI MORAL, IMITAR O VERBO EXEMPLAR E CULTIVAR COM MORAL E AMOR OS DONS DO ESPÍRITO SANTO?!...

16 – Deus quer que Seus filhos se usem bem e a tudo que Deus lhes dá...

17 – Para ORIENTAR CERTO, deu-lhes Deus a Lei Moral e o Cristo Exemplar...

18 – Entregou-lhes a Graça dos Dons do Espírito Santo... da Revelação...

19 – COMO FISCAL, COLOCOU A SUA MESMA IMPOLUTA JUSTIÇA...

20 – Entregou a Seus filhos o DIREITO RELATIVO DE OPÇÃO...

21 – No Espaço e no Tempo tudo movimenta e atinge a COLIMAÇÃO...

22 – Quem quer DIVINIZAR O TEMPLO DA CONSCIÊNCIA?!...

23 – Porque, fora disso, tudo redundará em pranto e ranger dos dentes. Se Cristos e Santos resolvessem os problemas de segundos ou terceiros, os lugares de trevas e dores não estariam abarrotados de filhos de Deus... Principalmente de donos de religiões, seitas e outras tantas tabelinhas humanas.

QUE É A MATÉRIA CÓSMICA?


Primeiro estado – Espírito, Deus ou Pai Divino.

Segundo estado – Luz Divina, e já apresenta gamas ou escalões.

Terceiro estado – Energia, e também se apresenta em gamas.

Quarto estado – Éter, e também se apresenta em gamas.

Quinto estado – Substância, e também se apresenta em gamas.

Sexto estado – Gás, e também se apresenta em gamas.

Sétimo estado – Vapor, e também se apresenta em gamas.

Oitavo estado – Líquido, e também se apresenta em gamas.

Nono estado – Sólido, e também se apresenta em gamas.

COMO COMEÇA O ESPÍRITO?


Começa como óvulo, com todas as Virtudes Divinas em potencial, para as desabrochar, até voltar a ser DEUS EM DEUS ou ESPÍRITO E VERDADE, como Deus o é. É impossível ao homem terrícola, do presente estágio evolutivo, compreender quantos graus, níveis hierárquicos ou matizes de graus existem.

QUE ACONTECERÁ COM O PERISPÍRITO?


A capacidade de metamorfose, ou transformação, do carro da alma, ou perispírito, é total.

O homem padrão, do presente estágio, atingiu sete coroas energéticas, contendo cada coroa um chácra, plexo ou centro de energia, que facultam o funcionamento dos sentidos físicos e das faculdades mediúnicas.

Não existe sabedoria humana, para medir as profundezas, em graus e matizes, daquilo que é o perispírito, considerando a imensidão das gradações hierárquicas espirituais. Quando muito, bons videntes podem dizer algumas coisas, pois com a evolução dos espíritos tudo marcha para o DIVINO, difícil de ser visto e explicado pela palavra humana. Em outros livros e trabalhos, apresentamos muitas outras explicações, sobre muitas outras realidades espirituais.

CUMPRE OBSERVAR


Ao espírito amadurecido, evoluído, uma sentença basta, para que compreenda a importância imortal de uma sentença, de uma linha escrita, em virtude daquilo que ela contém, de valor indestrutível, no ensino de como deve agir o espírito, para desabrochar o Deus interno, ou para que se transforme em Espírito e Verdade, ou que realize em si o que ensina a Bíblia – VÓS SOIS DEUSES.

Pessoas há que vivem devorando bibliotecas, procurando religiões, seitas e bandeirolas que tais, ouvindo encarnados e desencarnados, e na intimidade não mudam, nada desabrocham... Fazem como a mediocridade, cuja função é bordejar a PERFEIÇÃO, sem nunca atingi-la...

O Verbo Exemplar avisou a estes tais, assim dizendo: “O Reino de Deus está dentro de cada um, não vindo com mostras exteriores”.



Aquele, portanto, que não soube SE PROCURAR, e não SE ENCONTROU ainda, terá mesmo que correr mundos e fundos, pairando como infeliz no reino dos vazios e das dúvidas cruciantes.

Uma velha sentença iniciática ensina: “O bom discípulo espera produzindo o bem”.

O Verbo Exemplar também ensinou: “Na vossa paciência edificareis as vossas almas”.

Estas sínteses dizem aos imaturos, aos vazios de espírito: “Aprenda a correr para dentro de você mesmo, porque ali colocou Deus as Suas Virtudes Divinas, que, desabrochadas, farão de você um UNO TOTAL, DEUS EM DEUS, POIS NINGUÉM SERÁ ETERNAMENTE FILHO DE DEUS”.

Todavia, lembramos estas palavras sábias: “Mais vale dizer uma palavra a quem entende, do que fazer um discurso a quem não compreende”.

Como se classificaria você, leitor, em face das Verdades Divinas?

Usar o Espaço e o Tempo, concedidos por Deus, já é muita responsabilidade.

Em todos os sentidos, e para todos os efeitos, ninguém tem o direito de ser irresponsável. A responsabilidade se reflete no COMPORTAMENTO. Vide Apocalipse, cap. 22, com bastante inteligência e honestidade.

O governo de tudo pertence a Deus, não aos enganosos palpites humanos.

Deus
Eu Sou a Essência Absoluta, Sou Arquinatural,

Onisciente e Onipresente, Sou a Mente Universal,

Sou a Causa Originária, Sou o Pai Onipotente,

Sou Distinto e Sou o Todo, Eu Sou Ambivalente.

Estou Fora e Dentro, Estou em Cima e em Baixo,

Eu Sou o Todo e a Parte, Eu é que a tudo enfaixo,

Sendo a Divina Essência, Me Revelo também Criação,

E Respiro na Minha Obra, sendo o Todo e a Fração.

Estou em vossas profundezas, sempre a vos Manter,

Pois Sou a vossa Existência, a vossa Razão de Ser,

E Falo no vosso íntimo, e também no vosso exterior,

Estou no cérebro e no coração, porque Sou o Senhor.

Vinde pois a Meu Templo, retornai portanto a Mim,

Estou em vós e no Infinito, Sou Princípio e Sou Fim,

De Minha Mente sois filhos, vós sereis sempre deuses,

E, marchando para a Verdade, ruireis as vossas cruzes.

Não vos entregueis a mistérios, enigmas e rituais,

Eu quero Verdade e Virtude, nada de “ismos” que tais,

Que de Mim partem as Leis, e, quando nelas crescerdes,

Em Meus Fatos crescereis, para Minhas Glórias terdes.

Eu não Venho e não Vou, Eu sou o Eterno e o Presente,

Sempre Fui e Serei, em vós, a Essência Divina Patente,

A vossa presença é em Mim, e Quero-a plena e crescida,

Acima de simulacros, glorificando em Mim a Eterna Vida.

Abandonando os atrasados e mórbidos encaminhamentos,

Que lembram tempos idólatras e paganismos poeirentos,

Buscai a Mim no Templo Interior, em Virtude e Verdade,

E unidos a Mim tereis, em Mim, a Glória e a Liberdade.

Sempre Fui, Sou e Serei em vós a Fonte de Clemência,

Aguardando a vossa Santidade, na Integral Consciência,

Pois não quero formas e babugens, mas filhos conscientes,

Filhos colaboradores Meus, pela União de Nossas Mentes.

ADVERTÊNCIA AOS DISCÍPULOS DA
PODRIDÃO FARISAICA
P – Por que a Codificação, de Kardec, se diz obra incompleta, falha e omissa, carecendo de reparos e progresso?

R – Porque é incompleta, falha e omissa, contendo alguns erros, e portanto, carecente de reparos e progressos.

P – Por que foi através dela anunciada a volta de Kardec, para completar a obra? Que obra? A vinda do Espírito da Verdade, do Consolador?

R – O Batismo de Espírito Santo, ou generalização do Consolador, Dons do Espírito Santo, Carismas ou Mediunidades, foi tarefa do Cristo Modelo de Comportamento, do Verbo Planetário encarnado. Todo o Novo Testamento, gira em torno da Lei Moral, do Verbo Modelo de Conduta e do Batismo de Espírito. Um dos Livros, da Bíblia, é o LIVRO DOS ATOS DOS APÓSTOLOS, e sua finalidade, na contextura bíblico-profética, é destacar a tarefa messiânica do Verbo Exemplar, na Sua função de cumpridor da Promessa do Pai, derramando sobre toda a carne os Dons do Espírito Santo, Carismas ou Mediunidades.

P – Por que dizem os fanáticos kardecistas, que o Espiritismo é o Consolador ou Espírito da Verdade, que Deus mandou consoante as palavras de Jesus?

R – Mentiras, ou erros, por ignorância ou má-fé, não prevalecem perante a JUSTIÇA DIVINA. Como já mencionamos, o Derrame de Dons do Espírito Santo foi tarefa do Verbo Encarnado, o Livro dos Atos é documento irrefutável, e, portanto, quem quiser ser CRISTÃO, trate de ser, antes de tudo, inteligente e honesto. Ademais, em muitos outros pontos a Codificação é falha, contendo também alguns erros, que necessitam de reparos. A parte bíblico-profética, ou em termos de DOCUMENTÁRIO, sobre o Verbo Encarnado e sobre os Dons do Espírito Santo, a Codificação é obra muito falha.

P – Fica bem, confundir kardecismo com Espiritismo?



R – Jamais! Kardecismo é o que está feito, na Codificação, com todas as suas falhas, omissões e erros, ou muita falta de documentação bíblico-profética, e algumas interpretação descabidas, principalmente sobre o Verbo Encarnado e sobre os Dons do Espírito Santo.

P – E que é o Espiritismo, então?

R – O Espiritismo virá a ser o CRISTIANISMO TOTALMENTE RESTAURADO, COM OS INFORMES TODOS, SOBRE O FIM DA PRIMEIRA METADE EVOLUTIVA, DO PLANETA E DA HUMANIDADE, OU ENTRADA NO PERÍODO APOCALÍPTICO CHAMADO – UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. É obra de infelizes, pretender que Kardec pudesse fazer tudo isso, em um tempo nada apropriado, e sem outras condições favoráveis necessárias. Ninguém poderá acusar Kardec, ou a Codificação, pois eles advertem de tudo, de serem incompletos, falhos e omissos, e da futura complementação, no seio das verdades bíblico-proféticas, ou dos acontecimentos apocalípticos renovadores, profundamente abaladores, para que a entrada no futuro ciclo evolutivo seja feita de modo consciente, para aqueles que tiverem vontade de conhecer a VERDADE, isto é, para aqueles que, falando em Deus, na Justiça Divina, na Lei de Deus, no Cristo Exemplar, nos Dons do Espírito Santo, e nas verdades bíblico-proféticas, queiram fazê-lo fora de hipocritismos quaisquer.

P – Sabe-se que, no Plano Direcional, do Planeta e da Humanidade, existe séria apreensão, por causa dos que muito atrapalham a COMPLEMENTAÇÃO DOUTRINÁRIA E INFORMATIVA, principalmente em virtude dos tempos ou dias chegados, quando as verdades bíblico-proféticas deviam ser fartamente anunciadas às gentes, para que tomassem tento contra erros clamorosos, desvios terrícolas, escândalos, corrupções e depravações etc. Que há de verdade nisso?

R – Totalmente certo. As falhas da Codificação, as documentárias, contribuem para tais infelicidades, ou truncamentos comprometedores. O fanatismo de alguns elementos, por ignorância simples ou por declarada má-fé, está produzindo os piores frutos negativos, o não alastramento pela Humanidade, das verdades bíblico-proféticas, isto é, DO ESPÍRITO DO VERDADEIRO CRISTIANISMO, que é de antes de haver Mundo, que é programa para o Mundo e para a Humanidade, e que é profético. Sua FUNÇÃO DOUTRINÁRIA paira acima dos acontecimentos puramente mundanos ou temporais, atingindo o DEPOIS DO MUNDO, A PLENITUDE EM TERMOS DE SAGRADA FINALIDADE, DO MUNDO E DA HUMANIDADE.

P – E o que acontecerá, então, em virtude de tais erros?



R – Ninguém precisa inventar ou fabricar verdades ou possibilidades, para Deus e Sua Divina Justiça. Tudo marcha no rumo da SAGRADA FINALIDADE. Quem truncar será truncado. Quem cooperar na divulgação das verdades bíblico-proféticas será compensado pela JUSTIÇA DIVINA. Em todos os acontecimentos está a possibilidade, para os filhos do Princípio, no sentido de contribuir para o melhor ou para o pior, daí extraindo, para si mesmos, vantagens ou desvantagens perante a JUSTIÇA DIVINA. A responsabilidade cresce ou diminui, na razão direta em que for mais ou menos de alcance coletivo.

P – Qual é, então, a LINHA-MESTRA-DOUTRINÁRIA?



R – Se bem quiserem entender, é Lei de Deus, Cristo Modelo de Conduta, cultivo sadio dos Dons do Espírito Santo, e, como complementação, procurar nas verdades bíblico-proféticas os informes sobre o fim do primeiro ciclo da Era Cristã, com os tremendos cataclismos, angústias e desesperos que invadirão as gentes, em virtude dos erros, das contradições, das blasfêmias assacadas contra o VERDADEIRO CRISTIANISMO. Os acontecimentos provarão o que CRISTIANISMO é, como programa a ser conhecido e vivido pela Humanidade, custe o que custar, doa a quem doer, pois a JUSTIÇA que tudo preside é DIVINA, não humana, não sujeita a podridões farisaicas quaisquer. Aprendam a ler o Apocalipse, aqueles que se dizem CRISTÃOS, por que os dias chegaram, em que todas as consciências serão sacudidas. Não perguntem a homens, encarnados ou desencarnados, ainda cheios de injustiças e vaidades, aquilo que somente deveis perguntar a Deus, que vos enviou em tempo certo a Lei Moral, o Verbo Exemplificador de Comportamento, e, também, em tempo certo, a generalização dos Dons do Espírito Santo, como o Livro dos Atos testemunha.

P – É necessário entender, então, que kardecismo representa o início da caminhada restauradora, nada mais?



R – Da parte de Deus, das Altas Direções, não houve ordem alguma para fundar mais um ismo, mas apenas começar o serviço restaurador, deixando para mais tarde a complementação, a farta documentação bíblico-profética, com todos os avisos sobre o fim do primeiro ciclo do Cristianismo, e a entrada no período chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. Sobre estas verdades, estes avisos, a Codificação não poderia ser mais pobre, mais ignorante, e, até mesmo muito errada, pois em alguns pontos o que ela diz prejudica o melhor entendimento das verdades bíblico-proféticas. Cumpre entender, de uma vez por todas, que jamais poderia haver a total restauração do verdadeiro Cristianismo, e mais os informes sobre a entrada nos dias do NOVO CÉU E NOVA TERRA, com o que a Codificação contém de incompleto, falho, omisso e errado.

P – Verdadeiramente, o Novo Testamento é todo ele filho do Profetismo Hebreu, anunciado e prometido, nele estribado na Revelação Contínua, nas promessas da vinda do Cristo Modelar e Modelador, do Derrame de Dons do Espírito Santo sobre toda a carne, trazido pelo próprio Cristo Modelo, tal como o Livro dos Atos e as Epístolas provam totalmente?

R – Sim, o Novo Testamento é Moral Divina, é Cristo Exemplo de Obediência às Leis Divinas, é generalização dos Dons do Espírito Santo, e, por causa da corrupção que viria, o Novo Testamento é promessa da RESTAURAÇÃO, com os avisos, na hora certa, da entrada no período apocalíptico chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. Começar com a Codificação é passável, apenas passável, pois muitas de suas afirmações são infantis, outras muito falhas, algumas erradas etc... Mas fanatizar-se alguém pela Codificação, isso constitui obra criminosa, de lesa-VERDADE, pois qualquer pessoa inteligente e honesta saberá compreender, que Kardec e a Codificação não entraram no Livro dos Atos, nas Epístolas e no Apocalipse.

P – Realmente, pretender que o Cristianismo seja a DOUTRINA PROGRAMA, fora do Livro dos Atos, das Epístolas e do Apocalipse, é obra de loucos ou hipócritas?

R – Quando o Cristianismo estiver totalmente reposto no devido lugar, com todos os informes sobre a chegada do período chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA, todos entenderão o que quer dizer – DE ANTES DO MUNDO, COM O MUNDO E DEPOIS DO MUNDO. Porque é a doutrina do Caminho, que ensina desde a saída do Princípio, os movimentos no Seio do Princípio, e, por fim, a VOLTA TOTAL NO PRINCÍPIO, A INTEGRAÇÃO NA UNIDADE DIVINA.

P – Ser apenas kardecista é, então, comprometedor?

R – O verdadeiro kardecista é aquele que respeita a Codificação, quando afirma ela ser incompleta, falha e omissa, carecente de reparos e progresso; é aquele que sabe não ter ela entrado no Livro dos Atos, nas Epístolas e no Apocalipse, e, acima de tudo, quando respeita o que ela informa, que Kardec deveria voltar, em tempo certo, para os grandes avisos apocalípticos, ou bíblico-proféticos. Fora disso, existem apenas ignorantes que se fingem de sabidos, errados que se presumem certos, fanáticos que se acreditam donos da VERDADE, e, desgraçadamente, alguns doentes mentais, com suas manias ou loucuras comprometedoras. E importa que isto fique reconhecido – COM KARDEC OU SEM KARDEC, COM A CODIFICAÇÃO OU SEM ELA, POR DETERMINAÇÃO DO PRINCÍPIO, DEUS OU PAI DIVINO, NINGUÉM DESTRUIRÁ A LEI DE DEUS, O CRISTO MODELAR E MODELADOR, E TAMBÉM, NINGUÉM BLASFEMARÁ IMPUNEMENTE CONTRA OS DONS DO ESPÍRITO SANTO, O BATISMO TRAZIDO PELO VERBO ENCARNADO, PARA TODA A CARNE, NÃO APENAS PARA AS ESCOLAS INICIÁTICAS, OS ORÁCULOS, OU DE PORTAS FECHADAS, COMO VIGORARA ATÉ O ADVENTO DO CRISTIANISMO.

P – Verdadeiramente, basta não ignorar ou não mentir, para saber que o Verbo Encarnado retornou depois da crucificação, para deixar em pleno funcionamento a Graça Consoladora da Revelação Generalizada. Por que, teimam muitos dos fanáticos kardecistas, que o Espiritismo é o Consolador, que Deus enviou dezenove séculos depois do Cristianismo? Não constitui isso deslavada mentira, e por meio de cuja mentira fazem muitos cometer graves erros perante a JUSTIÇA DIVINA?

R – Já ficou dito que todos os grandes erros começam na IMORALIDADE... Quando entenderem e forem capazes de não mentir, a Humanidade ficará sabendo que ninguém trará outra Lei de Deus, que não virá outro Cristo Modelo de Comportamento e que não haverá outro Glorioso Pentecoste, bastando apenas que isso seja restaurado, reposto no lugar. E a Humanidade entrará para o período chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA, sentindo a importância desta realidade – UM DEUS, UMA VERDADE, UMA DOUTRINA.

P – E reconhecerá que, acima de palpites esfarrapados, de encarnados ou desencarnados, é a Bíblia judeu-cristã a única que revela essa realidade?

R – Que outro Livro Sagrado apresenta a Lei de Deus ou Código de Moral Divina? Que outro Livro Sagrado apresenta o Verbo Encarnado, que não nasceu de homem, tinha o Espírito de Dons e Sinais SEM MEDIDA, deixou o túmulo vazio, e, por fim, voltou como espírito e deixou o Batismo em Dons do Espírito Santo? Que outro Livro Sagrado apresenta os seguidores do Verbo Encarnado cultivando intensamente os Dons do Espírito Santo?

P – Então, a grande falha da Codificação é o fato de não ter entrado no Livro dos Atos, nas Epístolas e no Apocalipse? Por que ficando fora de tais Livros da Bíblia, fica fora dos ensinos sobre a importância do Batismo em Dons do Espírito Santo, e, fora disso, oferece campo para muitos outros erros?



R – Ainda assim, de modo algum a RESTAURAÇÃO TOTAL seria feita através da Codificação, porque o seu término deveria coincidir com os avisos sobre a chegada do período chamado UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. Além do mais Kardec e a Codificação advertem que são incompletos, falhos e omissos, informando também sobre a volta de Kardec, para completar a obra restauradora e informativa. Afora certas deficiências, até mesmo alguns erros, e a falta de documentário bíblico-profético, que muito prejudica, a Codificação tem as suas grandezas, ensina de modo simples e popular, verdades que ninguém deveria ignorar. Kardec e a Codificação não são responsáveis pelas sujidades humanas, pelos fanatismos de quem quer que seja, que procuram transformá-los em RESTAURAÇÃO TOTAL OU DEFINITIVA. Entretanto, lembramos bem, tudo isso deriva do fato de serem, os terrícolas, ainda muito inferiores, sujeitos a muitas falhas, a erros clamorosos.

P – É a história de todas as Humanidades em processo evolutivo?

R – Isso é ponto pacífico, até que não intervenham ERROS CONSCIENTES, aqueles praticados propositalmente, para defender interesses subalternos, igrejinhas, verdadeiras máfias, com suas sórdidas politicalhas, seus invertidos de variada ordem, tudo regado de orgulhos, vaidades, prepotências mandonistas e outras tantas falhas daí derivadas.

P – Qual o maior dos livros espíritas?



R – Quando tenham entendido bem, isto é, quando compreenderem o Espiritismo como restauração do verdadeiro Cristianismo, somando os avisos sobre o fim do primeiro céu e da primeira terra, e a obra apocalíptica de entrar para o ciclo chamado NOVO CÉU E NOVA TERRA, o maior livro espírita será a mesma Bíblia, não outro livro qualquer. Porque, dentro da Lei Moral, do Verbo Exemplar de Comportamento e do Batismo em Dons do Espírito Santo, o mais tudo são apenas pormenores, complementações doutrinárias normais.

P – É possível lobrigar o tempo que a Humanidade gastará para compreender que terá de viver a regra fundamental – UM DEUS, UMA VERDADE, UMA DOUTRINA?

R – É possível, facilmente possível, porém isso não é o mais importante, já que o importante é reconhecer que, custe o que custar, doa a quem doer, sejam necessários dilúvios, cataclismos, angústias ou desesperos, o fato é que o PROGRAMA DIVINO jamais será alterado, em função dos ignorantismos ou hipocritismos humanos. A recompensa feliz será para aqueles que ficarem com a regra certa, que é esta – CONHEÇA A VERDADE E PRATIQUE O BEM.

P – No concernente à Codificação, então, o problema não é ser contra nem a favor, mas sim compreender o que contém de bom, o que contém de falho, omisso e errado, e, conseguintemente, procurar marchar no rumo da complementação, no seio das verdades bíblico-proféticas, das falhas documentárias etc?

R – Nem poderia ser de outro modo, e disso ela mesmo trata, pois afirma ser incompleta, falha e omissa, carecente de reparos e progresso. E como as profecias anunciam a RESTAURAÇÃO DO CRISTIANISMO, E UM EVANGELHO ETERNO a ser entregue à Humanidade, quem quiser ousar falar em nome de Deus, da Verdade, da Lei de Deus, do Cristo Exemplar e do Evangelho, que o faça no seio da mais integra MORALIDADE, e nunca escondendo verdades proféticas, desviando propositalmente das leituras devidas, torcendo interpretações, truncando o trabalho dos verdadeiros discípulos das verdades bíblico-proféticas, que jamais passarão.


FIAT LUX
Prece de Abertura
Ao Sagrado Princípio, Deus e Pai Divino, dirigimos nossos anseios, como servos humildes da Excelsa Doutrina do Caminho, ensinada e praticada por Jesus, o Cristo Exemplo de Conduta, a fim de pedir as Graças que possamos merecer.

Dá-nos, Sagrado Princípio, o amparo das Legiões Mensageiras; envia-nos, Pai Divino, a Luz da Verdade, para que, estribados nas práticas doutrinárias vinculadas aos Patriarcas, Profetas, ao Cristo Modelo e aos Apóstolos, possamos trabalhar pela Restauração do Verdadeiro Cristianismo, a Trilha Iniciática que conduz à divinização do espírito.

Sagrado Princípio, concede a Teus filhos a Graça de UM NOVO PENTECOSTES para que, cheios de DONS DO ESPÍRITO SANTO, mediunidades ou carismas, possam eles conhecer Teus Santos Desígnios, e, também, com os sinais e prodígios daí decorrentes, encham a Terra de verdadeiros ensinos evangélicos.

Perdoa, Senhor, as ignorâncias e fraquezas de Teus filhos ainda inconscientes, negligentes e imponderados.

Afasta de Teus filhos, Senhor, as tentações do orgulho, da vaidade, do ciúme e de todos os males derivados da ignorância, que tanto maculam os espíritos, empobrecendo-os na árdua tarefa de servidores da Verdade, do Amor e da Virtude.

Inspira Teus filhos, Senhor, no sentido de CONHECER A VERDADE E PRATICAR O BEM, porque fora disso ninguém é cristão, ninguém desabrocha o CRISTO INTERNO, que é o SAGRADO OBJETIVO DA EXISTÊNCIA.

Pai Santo, infunde em Teus filhos o sentimento de respeito às Verdades Eternas, Perfeitas e Imutáveis, para que, modificando a conduta, venham a transformar a Terra em um Mundo de Paz e Ventura, sem ignorância e sem erros, sem desesperos e sem lágrimas.

Oração para a Fluidificação da Água


Peço a Deus, o Princípio Onipresente, Onisciente e Onipotente, e ao Cristo Planetário, forças para as Legiões Angélicas ou Mensageiras, para que possam lutar contra o Mal, em qualquer forma que se apresente, e vencê-lo.

Como não existe merecimento, fora do respeito à Verdade, ao Amor e à Virtude, prometo aplicar esforços no sentido de viver a Lei de Deus, compreender e imitar o Verbo Exemplar e cultivar nobremente os Dons do Espírito Santo, Carismas ou Mediunidades, sem os quais não pode haver a Consoladora Revelação.

Rogo a Deus, que enviou o Verbo Modelo, para entregar o Glorioso Pentecoste, ou Derrame de Dons Mediúnicos para toda a carne, para que a Humanidade tenha realmente dignos medianeiros, que dêem de graça o de graça recebido, nutrindo verdadeiro respeito à Doutrina do Caminho.

Como encarnado, sujeito a necessidades, doenças, dores, aflições, e também sujeito à morte física e responsabilidade perante a Justiça Divina, rogo o dom do bom discernimento espiritual, assim como rogo, para o corpo, as energias e os fluídos a serem depositados nesta água.

E como quem tanto necessita e roga, reconhecido agradeço a Deus, às Legiões Angélicas e Socorristas e ao meu Espírito Guia ou Anjo Guardião.

Oração a Bezerra de Menezes


Nós Te rogamos, Pai de Infinita Bondade e Justiça, as graças de Jesus Cristo, através de Bezerra de Menezes e suas legiões de companheiros. Que eles nos assistam, Senhor, consolando os aflitos, curando aqueles que se tornem merecedores, confortando aqueles que tiverem suas provas e expiações a passar, esclarecendo aos que desejarem conhecer a Verdade e assistindo a todos quantos apelam ao Teu Infinito Amor.

Jesus, Divino Portador da Graça e da Verdade, estende Tuas mãos dadivosas em socorro daqueles que Te reconhecem o Despenseiro Fiel e Prudente; faze-o, Divino Modelo, através de Tuas legiões consoladoras, de Teus Santos Espíritos, a fim de que a Fé se eleve, a Esperança aumente, a Bondade se expanda e o Amor triunfe sobre todas as coisas.

Bezerra de Menezes, Apóstolo do Bem e da Paz, amigo dos humildes e dos enfermos, movimenta as tuas falanges amigas em benefício daqueles que sofrem, sejam males físicos ou espirituais. Santos Espíritos, dignos obreiros do Senhor, derramai as graças e as curas sobre a humanidade sofredora, a fim de que as criaturas se tornem amigas da Paz e do Conhecimento, da Harmonia e do Perdão, semeando pelo mundo os Divinos Exemplos de Jesus Cristo.

Oração dos Pretos Velhos


Ao Sagrado Princípio do Todo invocamos, do mais íntimo de nossa Consciência, em sinal de reverência à Verdade, ao Amor e à Virtude, propositando cooperar junto às Legiões de Pretos Velhos, Índios, Hindus e Caboclos, para os serviços que são chamados a desempenhar na Ordem Doutrinária.

Ao Cristo apelamos, como Diretor Planetário e Senhor dos Sete Escalões em que se distribui a Humanidade Terrestre, composta de encarnados e desencarnados, desejando oferecer colaboração eficiente, de caráter fraterno, em defesa da Verdade e da Justiça, contra aqueles que, contrariando os Sagrados Objetivos da Vida, se entregam aos atos que contradizem a Lei de Deus.

Conscientes da integridade da Justiça Divina, afirmamos a mais fiel e intensa observância dos Mandamentos da Lei, conforme o Divino Exemplo do Verbo Exemplar, para todos os efeitos invocativos. Acima de alternativas constituirá barreira contra o Mal, em qualquer sentido em que se apresente, venha de onde vier, seja contra quem for, conquanto que, em defesa da Verdade, do Bem e do Bom.

Conseqüentemente, que aos bondosos Pretos Velhos seja dado refletir, em seus trabalhos, os sábios e santos desígnios daqueles que, traduzindo a Divina Tutela do Cristo Planetário, assim determinarem das Altas Esferas da Vida.

Que as legiões de Índios, simples, espontâneas e valorosas, sempre maravilhosamente ligadas à natureza exuberante, possam agir sob a direção benévola e rigorosa dos Altos Mentores da Vida Planetária. Lutando pela Ordem e pelo Bem, pelo progresso no seio do Amor, que tenham de Deus as graças devidas.

Que às numerosas legiões de Hindus, profundamente ligadas às mais remotas Civilizações do Planeta, formando portanto nas Altas Cortes da Hierarquia Terrestre, sejam concedidas pelo Senhor Planetário as devidas oportunidades, para que forcem, sustentem e imponham a Suprema Autoridade. Que nesta hora cíclica, em que a Terra transita de uma para outra Era, as Mentes humanas possam receber os eflúvios da Pureza e da Sabedoria, a fim de que sintam os Divinos Apelos do Cristo, em favor dos Santos Desígnios do Pai amantíssimo, que é a divinização de todos os filhos.

Que as legiões de Caboclos, humildes e bondosos, tão ligadas aos que peregrinam a encarnação, para efeito de expiações, missões e provas, a todos possam envolver, proteger e sustentar, desde que se esforcem a bem da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, pois que, fora dessa Ordem Doutrinária, não há Evangelho.

Oração a Maria


Meiga filha do Eterno Pai, amparai aos que peregrinam os rincões inferiores da vida, para que neles aflore o desejo de Conhecimento, Certeza e Bondade, deixando de parte as idolatrias, os paganismos, os ritualismos e todas as formas inferiores de culto espiritual.

Anjo tutelar das legiões que socorrem nas trevas e nos lugares de dor, atendei ao clamor daqueles que, arrependidos, anseiam reencontrar o Caminho da Verdade que livra.

Doce Mensageira do Amor, derramai vossa ternura maternal sobre os corações aflitos, para que se elevem às alturas do trabalho redentor.

Senhora Eleita, inspirai o sentimento da Verdade, do Amor e da Virtude nos corações de todos aqueles que tendem aos desatinos do mundo, para que não desçam aos lugares de pranto e ranger dos dentes.

Levantai, ó Senhora, dos abismos tenebrosos, a todos quantos erraram por causa dos fanatismos religiosos.

Intercedei, ó meiga estrela, por aqueles que, esquecidos da Lei e olvidados de Jesus Cristo, mergulharam nos lugares de sombra e de dor.

Ó ternura, ponde sentimento de pureza em todos os corações femininos, para que se convertam em verdadeiros anjos guardiães.

Sede a luz, ó Maria, daqueles olhos que não podem ver.

Amparai, ó Senhora, aos que fraquejam ao longo dos caminhos da vida.

Ouvi, ó Símbolo das Mães, a voz dos que não podem falar.

Enxugai a lágrima, ó meiga irmã, daqueles que padecem falta de misericórdia.

Dominadora de paixões, sede o anjo guardião, daqueles que temem resvalar nas vielas do pecado.

Consoladora dos aflitos, ungi com o Bálsamo do Amor aos que se encontram de coração angustiado.

Guiai os passos, ó doce amiga, dos que tendem a desanimar em face das torturas do mundo.

Depositai, ó Maria, em todos os corações, o sentimento de igualdade perante as leis que regem o Universo Infinito.

Conduzi ao pórtico da Verdade, ó candura, a quem se encontrar perambulando pelos caminhos da inverdade e do crime.

Envolvei com o vosso azulino manto, ó Maria, a todos aqueles que procuram as verdades eternas, perfeitas e imutáveis de Deus, através da Divina Modelagem de Jesus Cristo.

Apontai, ó luminosa estrela, ao Testamento da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, para que todos os filhos do Altíssimo encontrem, de uma vez para sempre, os braços abertos do Divino Amigo.





1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal