O valor do trabalho 2 Ts 3



Baixar 26.44 Kb.
Encontro03.02.2018
Tamanho26.44 Kb.


o valor do trabalho

2 Ts 3

6 Irmãos, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo nós lhes ordenamos que se afastem de todo irmão que vive ociosamente e não conforme a tradição que vocês receberam de nós.

7 Pois vocês mesmos sabem como devem seguir o nosso exemplo, porque não vivemos ociosamente quando estivemos entre vocês,

8 nem comemos coisa alguma à custa de ninguém. Ao contrário, trabalhamos arduamente e com fadiga, dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vocês,

9 não por que não tivéssemos tal direito, mas para que nos tornássemos um modelo para ser imitado por vocês.

10 Quando ainda estávamos com vocês, nós lhes ordenamos isto: Se alguém não quiser trabalhar, também não coma.

11 Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia.

12 A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus Cristo que trabalhem tranqüilamente e comam o seu próprio pão.

13 Quanto a vocês, irmãos, nunca se cansem de fazer o bem.

14 Se alguém desobedecer ao que dizemos nesta carta, marquem-no e não se associem com ele, para que se sinta envergonhado;

15 contudo, não o considerem como inimigo, mas chamem a atenção dele como irmão.

introdução

O problema :



    1. Por uma má compreensão da doutrina da segunda vinda de Cristo algumas pessoas largaram os seus trabalhos e começaram a aguardar a volta de Jesus

    2. Outras trabalhavam e não somente sustentavam as suas famílias como também repartiam o que possuíam com os que não trabalhavam

    3. E o pior era que alguns destes se consideravam mais espirituais do que os que trabalhavam e por isso, e com muito tempo disponível, se intrometiam na vida destes irmãos que trabalhavam

    4. Gerando uma tensão destruidora na comunidade de fé.

Paulo já havia tratado desta questão de uma maneira mais delicada na carta anterior

1Ts 4

11 Esforcem-se para ter uma vida tranqüila, cuidar dos seus próprios negócios e trabalhar com as próprias mãos, como nós os instruímos;

12 a fim de que andem decentemente aos olhos dos que são de fora e não dependam de ninguém.

1 Ts 5

14 Exortamos vocês, irmãos, a que advirtam os ociososa, confortem os desanimados, auxiliem os fracos, sejam pacientes para com todos

Porém nesta ele apresenta ordens a igreja de como disciplinar a pessoa que não trabalha.

Que ordens foram estas e o que elas nos ensinam sobre o valor do trabalho

Afastem-se dos que vivem ociosamente

10 Quando ainda estávamos com vocês, nós lhes ordenamos isto: Se alguém não quiser trabalhar, também não coma.

11 Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia.

6 Irmãos, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo nós lhes ordenamos que se afastem de todo irmão que vive ociosamente e não conforme a tradição que vocês receberam de nós.

14 Se alguém desobedecer ao que dizemos nesta carta, marquem-no e não se associem com ele, para que se sinta envergonhado;

15 contudo, não o considerem como inimigo, mas chamem a atenção dele como irmão.


  1. São desobedientes a palavra de Deus , pois há vários textos bíblicos que mostram o valor do trabalho : Vejam só alguns do livro de provérbios

Pv 14

23 Todo trabalho árduo traz proveito, mas o só falar leva à pobreza.

Pv 18

9 Quem relaxa em seu trabalho é irmão do que o destrói.

Pv 21

25 O preguiçoso morre de tanto desejar e de nunca pôr as mãos no trabalho.

Pv 22

29 Você já observou um homem habilidoso em seu trabalho? Será promovido ao serviço real; não trabalhará para gente obscura.

Pv 24

27 Termine primeiro o seu trabalho a céu aberto; deixe pronta a sua lavoura. Depois constitua família

Pv 6

6 Observe a formiga, preguiçoso,reflita nos caminhos dela e seja sábio!

7 Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante,

8 e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento.

9 Até quando você vai ficar deitado, preguiçoso? Quando se levantará de seu sono?

10 Tirando uma soneca, cochilando um pouco, cruzando um pouco os braços para descansar,

11 a sua pobreza o surpreenderá como um assaltante, e a sua necessidade lhe sobrevirá como um homem armado.

Intrometem-se na vida alheia  “Mente vazia oficina do diabo”.

Não o ajudem  “Quem não trabalha não coma!”

Marquem esta pessoa e não se associem a ela  Uma disciplina eclesiástica.

Que ela se sinta envergonhada por não trabalhar

Mas não o considerem inimigo, mas um irmão que se perdeu nos seus valores e, por isso, esta sendo submetido a uma disciplina eclesiática, que tem como propósito a mudança de vida e atitudes



Que reaprenda o valor do trabalho.

Trabalhem e comam o seu pão

12 A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus Cristo que trabalhem tranqüilamente e comam o seu próprio pão.

7 Pois vocês mesmos sabem como devem seguir o nosso exemplo, porque não vivemos ociosamente quando estivemos entre vocês,

8 nem comemos coisa alguma à custa de ninguém. Ao contrário, trabalhamos arduamente e com fadiga, dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vocês,

9 não por que não tivéssemos tal direito, mas para que nos tornássemos um modelo para ser imitado por vocês.

  1. Agora Paulo usa a perspectiva positiva

  2. Se você trabalhar, de alguma maneira o seu pão virá com tranqüilidade.

  3. O princípio é que Deus abençoa as mãos dos seus servos que trabalham.

  4. Por isso como cristãos precisamos ser o melhor tipo de trabalhador que alguém já viu, pois para nós todo tipo de trabalho é uma expressão de louvor a Deus

1 Co 10

31 Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.

  1. E Paulo usa o seu exemplo como modelo para todo o crente.

  2. Os gregos tratavam o trabalho com desprezo, como algo destinado à atividade dos escravos1.

  3. Entretanto, a Bíblia, Jesus Cristo e o Cristianismo elevam o trabalho a status de dignidade, quando o próprio Deus ordena: “Seus dias trabalharás e farás toda a tua obra...”, e Jesus Cristo aprende ofício de carpinteiro, com seu pai, e, depois exerce a missão de mestre, e ensina, e cura, e opera milagres, e afirma: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.” 2

  4. Ganhar o sustento da nossa vida mediante o nosso trabalho é bênção do Senhor. E dignifica a nossa vida.

  5. Todo o trabalho é digno e santo aos olhos do Senhor !

    1. As vezes pensamos que Deus só usa pastores e missionários, mas entendo que Deus vocaciona pessoas para todos os tipos de trabalho.

    2. Por isso, seja qual for a sua vocação faça do seu trabalho algo que glorifique a Deus

    3. Deixe-o usar a sua vocação para a sua glória .

    4. A Igreja na áfrica que explodiu por entender o valor do trabalho e tem mudado o seu país .

    5. Os jovens que possam começar cedo a trabalhar e a entender que Deus pode usar para a sua glória todas as profissões

  1. Uma família que esteja passando lutas e dificuldades financeiras não tem o que se envergonhar em desenvolver novas formas de trabalho. Isto é santo aos olhos de Deus

  2. Isto é um modo de vida que agrada a Deus.

  3. Ilustração  Sorvete sem nome , e vendedores de bolinhos de bacalhau nas praias do Rio de Janeiro.



Ajudem o que é realmente necessitado

13 Quanto a vocês, irmãos, nunca se cansem de fazer o bem.

  1. Alguém poderia pensar que Paulo não tinha um coração amoroso ou que não levava a sério situações de vida que as vezes nos atingem

  2. É por isso que ele coloca esta ordem: Nunca cansem de fazer o bem.

  3. Ela nos ajuda a entender qual é o propósito divino dos recursos do trabalho que ele permite que estejam em nossas mãos.

  4. Qual é o propósito de Deus para o Dinheiro?

    1. Suprir as nossas necessidades
Fp 4
19 O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus.
Mt 6
31 Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘Que vamos beber?’ ou ‘Que vamos vestir?’
32 Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.
33 Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.

    1. Suprir as necessidades de outros por nosso intermédio
Rm 12
13 Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade.
Ef 4
28 O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.

    1. Sustentar o ministério de Deus no mundo: suprir as necessidades do corpo de Cristo e expandir o reino de Deus, adorando-o com os seus bens.
Ml 3
10 Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o SENHOR dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.


Pv 3
9-10 "Adore a Deus, oferecendo-lhe o que sua terra produz de melhor. Faça isso, e os seus depósitos ficarão cheios de cereais, e você terá tanto vinho, que não será capaz de armazenar



  1. O que Deus espera de nós ?
1 Co 4
1 ¶ Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus.
2 Ora, além disso, o que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel.

    1. Tanto nos 10% que devolvemos a ele nos dízimos, quanto na gerência dos outros 90% que ele nos deu para cumprir os três propósitos do dinheiro

conclusão

  1. Afastem-se dos que vivem ociosamente  ajudem a que eles mudem de vida através de uma disciplina eclesiástica

  2. Trabalhem para a glória de Deus Cumpram o mandato cultural  sejam os melhores da terra.

  3. Mas sejam liberais e ajudem os que realmente são necessitados.

1 Jacqueline RUSS, Nouvel Abregé de Philosophie, Paris: Masson & Armand Colin Éditeurs, 1997.

2 João 5.17.

Paschoal Piragine Jr 03/02/2018





©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal