O recém-nascido é pleno de potencialidades e vivencia desde sua vida intra-uterina uma série de transformações que são decisivas para o seu crescimento e desenvolvimento



Baixar 284.3 Kb.
Página4/5
Encontro02.07.2019
Tamanho284.3 Kb.
1   2   3   4   5
. Acesso em: 10 jan. 2009.

AMORIN, F.A.; PINTO, M.C.M.; SANTOS, S.R. Vantagens, desvantagens e dificuldades percebidas pelos enfermeiros na utilização do PICC em crianças. Revista Nursing, São Paulo, v. 95, n. 9, p. 771, 2000.

ANDRIOLA, Y.M.; OLIVEIRA, B.R.G. A influência da música na recuperação do recém-nascido prematuro na UTI Neonatal. Revista Nursing, v. 99, n. 8, p. 973-978, agost, 2006.

AVERY, G.B. Perspectivas em neonatologia. In: AVERY, G.B. Neonatologia: fisiopatologia e tratamento do recém-nascido. 4. ed. Rio de Janeiro: Medsi, 1999.

BERGOLD, L.B.; ALVIM, N.A.T. Música terapêutica como tecnologia aplicada ao cuidado. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 13, n. 3, p. 537-42, jul-set, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Educação. Hospitais Universitários. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?Itemid=512&id=12267&option=com_content&view=article>. Acesso em: abr. 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso- método mãe-canguru. Brasília, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Fundação Osvaldo Cruz. Resolução 196/96. Diretrizes e Normas Regulamentadoras de Pesquisa Envolvendo Seres Humanos. 2000.

BRASIL. Ministério da Saúde. Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar. Brasília, 2000.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Manual de Normas Técnicas e Rotinas Operacionais do Programa Nacional de Triagem Neonatal. Brasília, 2002.

CABRAL, I.E.; MORAES, J.R.M.M.; SANTOS, F.F. O egresso da terapia intensiva neonatal de três instituições públicas e a demanda de cuidados especiais. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 7, n. 2, p. 211-8, Jul-Ago, 2003.

CABRAL, I.E.; RODRIGUES, E. da C. O método mãe canguru em uma maternidade do Rio de Janeiro 2000-2002: necessidades da criança e demanda de educação em saúde para os pais. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 15, n.4, p. 629-36, Out-Dez, 2006.

CARVALHO, W.B. et al. Nível de ruídos em uma unidade de cuidados intensivos pediátrico. Jornal de Pediatria, v. 81, n. 6, 2005.

CASTANHA, M.L.; LACERDA, M.R.; ZAGONEL, I.P.S. Hospital: lugar para o enfermeiro cuidar do imaginário? Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 18, n. 1, p. 94-9, 2005.

CECILIO, L.C.O. É possível trabalhar o conflito como matéria-prima de gestão em saúde? Caderno de Saúde Pública, v. 21, n. 2, p. 508-516, 2005.

CERIBELLI, C.; NASCIMENTO, L.C.; PACÍFICO, S.M.R.; LIMA, R.A.G. A mediação de leitura como recurso de comunicação com crianças hospitalizadas. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 17, n. 1, jan/fev, 2009. Disponível em: http//www.eerp.usp.br/rlae.

CHAVES, L.D. A avaliação da dor no recém-nascido. In: Souza ABG e colaboradores. Enfermagem Neonatal: Cuidado integral ao recém-nascido. 1. ed. São Paulo: Martinari, 2011.

CHRISTOFFEL, M.M.; SANTOS, R.S. Navegando no Mar da Neonatologia: um mergulho no mundo imaginal do recém-nascido na UTIN. 1. ed. Rio de Janeiro: Escola de Enfermagem Anna Nery, 2003.

COSTA, R.; PADILHA, M.I.; MONTICELLI, M. et al. Políticas públicas de saúde ao recém-nascido no Brasil: reflexos para a assistência neonatal. Disponível em: Acesso em: fevereiro de 2011.

CRUZ, D.C.S.; SUMAN, N.S.; SPÍNDOLA, T. Os cuidados imediatos prestados ao recém-nascido e a promoção do vínculo mãe-bebê. Revista Escola de Enfermagem da USP, v. 41, n. 4, p. 690, dez, 2007.

DELGADO, S.E.; ZORZETTO, M. A amamentação de bebês pré-termo: um caminho possível para a construção da comunicação. Revista Crescimento Desenvolvimento Humano, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 53-62, 2003.

DIAS, I.M.A.V.; SANTOS, R.S. Os profissionais de enfermagem diante do nascimento da criança com malformação congênita. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 11, n. 1, p. 73-9, Mar, 2007.

DOWNES, J.J. Evolução histórica, estado atual e desenvolvimento prospectivo do tratamento intensivo pediátrico: terapia intensiva neonatal e neonatologia. Clínica de Terapia Intensiva, v. 1, p. 1-25, 1992.

FERRAZ, A.R.; GUIMARÃES, H. História da neonatologia no mundo. Sociedade Portuguesa de Pediatria, Secção de Neonatalogia. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2007.

FERREIRA, C.C.M.; REMEDI, P.P.; LIMA, R.A.G.L. A música como recurso no cuidado à criança hospitalizada: uma intervenção possível? Revista Brasileira de Enfermagem, v. 59, n. 5, p. 689-93, set-out, 2006.

FRANCO, T.B.; MAGALHÃES JÚNIOR, H.M. Integralidade na assistência à saúde: a organização das linhas do cuidado. In: O Trabalho em Saúde: olhando e experienciando o SUS no cotidiano. 2. ed. São Paulo: HUCITEC, 2004.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Editora Atlas 2007.

GLASS, P. O recém-nascido vulnerável e o ambiente na unidade de tratamento intensivo neonatal. In: AVERY, G.B.; FLETCHER, M.A.; MACDONALD, M.G. Neonatologia: fisiopatologia e tratamento do recém-nascido. 4. ed. Belo Horizonte: Medsi, 1999. cap. 8, p. 79-96.

KLAUS, M.; KLAUS, P. O surpreendente recém-nascido. Porto Alegre: Editora Artes Médicas, 1989.

KUMAMOTO, L.H.M.C.C.; GADELHA, E.C.M.; MONTEIRO, F.R.; SILVA, L.R.M.S.; LEITE, M.C.; SANTOS, R.G.C. Apoio à criança hospitalizada: uma proposta de intervenção lúdica. Revista Eletrônica de Enfermagem Extensão Cidadã. 2006. Disponível em: < http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/extensaocidada/article/view/1340 >. Acesso em: jan. 2011.

LAAN, T.V.D. A importância da alimentação no desenvolvimento facial infantil. Pró-Fono, Revista de Atualização Científica, v. 7, n. 1, p. 3-5, 1995.

LAMEGO, D.T.C. et al. Desafios para a humanização do cuidado em uma unidade de terapia intensiva neonatal cirúrgica. Ciência Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3,  2005.

LAMY, Z.C.; GOMES, M.A.S.M.; GIANINI, N.O.M.; HENNIG, M.A.S. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso: método canguru; a proposta brasileira. Ciência Saúde Coletiva, v. 10, n. 3, p. 659-68, Jul-Set, 2005.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 2001.

LUSSKY, R.C. A century of neonatal medicine. Minnesota Med Assoc. 1999. Acesso em: jan. 2011. Available from:


Catálogo: pgenfermagem -> files


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande