O prazo e o diário da justiça eletrônico



Baixar 13.18 Kb.
Encontro27.09.2019
Tamanho13.18 Kb.

O PRAZO E O DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO

J. S. FAGUNDES CUNHA

Juiz de Direito em Segundo Grau do TJPR

Mestre em Direito pela PUCSP

Doutor em Direito pela UFPR

A Lei nº 11.419, de 19 de dezembro de 2006, que dispõe sobre a informatização do processo judicial, alterando a Lei nº 5.689, de 11 de janeiro de 19973, Código de Processo Civil e dá outras providências, estabelece que o uso de meio eletrônico na tramitação de processos judiciais, comunicação de atos e transmissão de peças processuais é admitido nos termos da referida lei. Aplica-se o disposto nesta Lei, indistintamente, aos processos civil, penal e trabalhista, bem como aos juizados especiais, em qualquer grau de jurisdição.

A referida lei está em vigor.

O Capítulo II, titulado Da Comunicação Eletrônica dos Atos Processuais autoriza os tribunais a criar o denominado Diário da Justiça eletrônico, disponibilizado em sítio da rede mundial de computadores, para publicação de atos judiciais e administrativos próprios e dos órgãos a eles subordinados, bem como comunicações em geral.

O Poder Judiciário do Estado do Paraná adotou o Diario da Justiça eletrônico, disponível em seu sítio.

Assim sendo, a nosso modesto entender, inicialmente cabe a reflexão quanto a contagem do prazo, isto é, a questão de que em realizada a publicação através do Diário da Justiça eletrônico, não mais há um acréscimo de dias para a contagem do prazo dos feitos em tramite nas comarca do interior.

O sítio e o conteúdo das publicações de que trata a Lei, deverão ser assinados digitalmente com base em certificado emitido por Autoridade Certificadora credenciada na forma da lei específica.

A publicação eletrônica na forma deste artigo substitui qualquer outro meio e publicação oficial, para quaisquer efeitos legais, à exceção dos casos que, por lei, exigem intimação ou vista pessoal.

Considera-se como data da publicação o primeiro dia útil seguinte ao da disponibilização da informação no Diário da Justiça eletrônico, conforme disposição expressa de lei.

Os prazos processuais terão início no primeiro dia útil que seguir ao considerado como data da publicação.

A criação do Diário da Justiça eletrônico deve ser acompanhada de ampla divulgação, e o ato administrativo correspondente será publicado durante 30 (trinta) dias no diário oficial em uso.

As intimações serão feitas por meio eletrônico em portal próprio aos que se cadastrarem na forma do art. 2o desta Lei,1 dispensando-se a publicação no órgão oficial, inclusive eletrônico.

Considerar-se-á realizada a intimação no dia em que o intimando efetivar a consulta eletrônica ao teor da intimação, certificando-se nos autos a sua realização.

Nos casos em que a consulta se dê em dia não útil, a intimação será considerada como realizada no primeiro dia útil seguinte.

A consulta referida deverá ser feita em até 10 (dez) dias corridos contados da data do envio da intimação, sob pena de considerar-se a intimação automaticamente realizada na data do término desse prazo.

Em caráter informativo, poderá ser efetivada remessa de correspondência eletrônica, comunicando o envio da intimação e a abertura automática do prazo processual, aos que manifestarem interesse por esse serviço.

Nos casos urgentes em que a intimação feita na forma deste artigo possa causar prejuízo a quaisquer das partes ou nos casos em que for evidenciada qualquer tentativa de burla ao sistema, o ato processual deverá ser realizado por outro meio que atinja a sua finalidade, conforme determinado pelo juiz.

As intimações feitas na forma deste artigo, inclusive da Fazenda Pública, serão consideradas pessoais para todos os efeitos legais.


1 Art. 2o  O envio de petições, de recursos e a prática de atos processuais em geral por meio eletrônico serão  admitidos mediante uso de assinatura eletrônica, na forma do art. 1o desta Lei, sendo obrigatório o credenciamento prévio no Poder Judiciário, conforme disciplinado pelos órgãos respectivos.

§ 1o  O credenciamento no Poder Judiciário será realizado mediante procedimento no qual esteja assegurada a adequada identificação presencial do interessado.

§ 2o  Ao credenciado será atribuído registro e meio de acesso ao sistema, de modo a preservar o sigilo, a identificação e a autenticidade de suas comunicações.

§ 3o  Os órgãos do Poder Judiciário poderão criar um cadastro único para o credenciamento previsto neste artigo.



Catálogo: artigos
artigos -> Root Entry
artigos -> Dental loss experiences in adult and elderly users of primary health care
artigos -> Fluorose dentária: relação com teores de flúor nas águas de abastecimento público do Brasil
artigos -> Recobrimento de implantes ti-6Al-4v com hidroxiapatita por eletroforese: reaçÃo metal-cerâmico
artigos -> Cabeça femoral de alumina em artroplastia total do quadril: estado da arte
artigos -> Comportamento em meio sorológico de aço inoxidável 316L
artigos -> O impacto da saúde bucal na qualidade de vida de crianças infectadas pelo hiv: revisão de literatura
artigos -> 6ccsdmmt05-p estudo das estruturas superficiais do pescoçO: os trígonos cervicais
artigos -> Promoção de Saúde: Um resgate a participação da família como agente multiplicador da saúde


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande