Nota de aula prática nº7 Glândulas salivares, dentes e músculos da mastigação



Baixar 11.72 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho11.72 Kb.

Nota de aula prática nº7 - Glândulas salivares, dentes e músculos da mastigação. -Prof. Paulo Junior

Nota de aula prática nº7 - Glândulas salivares, dentes e músculos da mastigação.
GLÂNDULAS SALIVARES
Saliva: ação limpadora, lubrificante e digestiva.

Inúmeras Pequenas Glândulas nos lábios, bochechas e língua : secreção mucosa



Grandes glândulas possuem ductos longos: secreção serosa com ptialina (digestão de CHO).
1- Parótida: localizada próxima à orelha, prolonga-se rostralmente ao masseter e ventralmente até o ângulo da mandíbula. Possui um longo ducto parotídeo que se abre no vestíbulo da boca, opostamente ao P4 superior. O ducto parotídeo nos cães passa superficial e lateralmente ao masseter. Nas outras espécies o trajeto é medial.
2 - Glândula Mandibular: localizada no ângulo da mandíbula, é mais compacta e regular. O ducto mandibular segue ventral ao assoalho da boca e abre-se na carúncula sublingual.
3 - Glândula Sublingual: localizada na extremidade rostral da gld. mandibular. Possui parte compacta (monostomática) e difusa (polistomática). A parte compacta origina um ducto sublingual que segue paralelamente ao ducto mandibular e se abre na carúncula. A parte difusa se abre lateral ao frênulo lingual.

Obs.: Eqüinos possuem apenas a gld sublingual polistomática.



Glândula zigomática (apenas cães): polistomática, localizada medialmente ao arco zigomático.

DENTES
Animais domésticos são heterodontes (diferentes formas de dentes).

Constituição básica:

Coroa dentária (parte aparente)

Colo dentário (envolto pela gengiva)

Raiz dentária (porção implantada no alevéolo)
A coroa possui:

Face Vestibular: voltada para o vestíbulo.

Face Lingual: voltada para a língua.

Face Oclusal: superfície mastigatória.

Face mesial e face distal: superfícies de contato entre os dentes.
Estruturas mineralizadas:

Esmalte: substância mais rígida do corpo - acelular

Dentina: coloração amarelada, contém a cavidade pulpar.

Cemento: parecido com osso, permite ancoramento do dente no alvéolo.
Fórmula dentária:

I incisivos; C caninos; P pré-molares; M molares.
Exemplos:

Cães

I3-C1-P4-M2

I3-C1-P4-M3 X2 = 42 dentes

Eqüinos

I3-C1-P3-M3

I3-C1-P3-M3 X2 = 40 dentes

Diástema: espaço entre o 3º incisivo e o 1º pré-molar;

Obs.: Na espécie eqüina, apenas os machos possuem dentes caninos bem desenvolvidos. Além disso, o 1º pré-molar é rudimentar e quando aparece é no maxilar ("dente-de-lobo").


MÚSCULOS DA MASTIGAÇÃO
1) M. Temporal:

origem: superfície lateral do crânio

inserção: processo coronóide da mandíbula

ação: fechar a boca.


2) M. Masseter:

origem: maxila e arco zigomático

inserção: fossa massetérica

ação: fechar a boca.


3) M. Pterigóides:

origem: osso pterigóide

inserção: medial na mandíbula

ação: fechar a boca.


4) M. Digástrico

origem: processo paracondilar



inserção: processo angular

ação: abrir a boca.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal