No Outono, caem as folhas…



Baixar 8.3 Kb.
Encontro09.08.2019
Tamanho8.3 Kb.

No Outono, caem as folhas…
Com a diminuição do período diurno, a descida da temperatura e aumento de humidade, observamos a queda das primeiras folhas, sabemos que o equinócio do Outono está a chegar.

O que são equinócios?

A palavra equinócio deriva do latim (aequinoctiu = noite igual; aequale = igual + nocte = noite). Indica o instante em que, ao meio-dia, numa localidade na linha do Equador, há um ponto onde os raios solares têm uma incidência perpendicular à sua tangente. Nesta altura ambos os hemisférios são iluminados igualmente, o que significa que o período diurno e noturno tem a mesma duração. No dia 23 de Setembro teremos oportunidade de assistirmos a este fenómeno.

Mas porque é nesta altura do ano que caem as folhas?

Tal como muitos animais hibernam em períodos de frio para assegurar a sua sobrevivência em períodos que têm menos alimento disponível e condições climáticas extremas, também as plantas terrestres (inferiores e superiores) têm os seus mecanismos, que asseguram a biodiversidade de flora que o Homem tem disponível.

Com a diminuição de luminosidade as folhas caem e as plantas entram num período de dormência, que finaliza mais um ciclo. Este é um mecanismo de defesa e poupança de energia para na Primavera, quando todas as condições ideias estão reunidas, sermos presenteados com o espetáculo que todos apreciamos, o brotar dos primeiros rebentos e o desabrochar das primeiras flores, formando tapetes de cor indescritíveis e de uma beleza inigualável.

Porque é que só algumas plantas perdem as folhas?

As plantas que perdem as folhas, denominadas plantas de folha caduca, como o carvalho, o plátano, a macieira, a videira, etc., fazem-no deliberadamente para se proteger do frio e da neve de inverno e de períodos com menos luminosidade. Desta forma as folhas não ficam queimadas, a distribuição da água e nutrientes necessários não fica comprometida.

O pinheiro e o abeto são exemplos de plantas que não perdem as suas folhas, denominam-se perenes ou plantas de folha perene.
Como é determinada a queda das folhas?

A perda das folhas é gradual, nenhuma planta perde todas as folhas ao mesmo tempo, funciona quase como uma torneira que se vai fechando e deixa sair cada vez menos água até parar completamente. Forma-se um tecido cicatricial (uma cicatriz) que interrompe gradualmente a passagem de água e nutrientes minerais do caule para a folha, o pecíolo (“pé da folha”) começa a secar e com a ajuda do vento, ou apenas da força da gravidade, a bainha (base do pecíolo) solta-se do ramo e a folha cai.

Porque é que as folhas vão apresentando cores diferentes antes de cair?

As cores das folhas e flores das plantas são determinadas por substâncias (os pigmentos) presentes na sua composição bioquímica, que absorvem determinadas faixas da luz visível e refletem a restante. O colorido que vemos é a luz refletida, que apresenta uma coloração complementar à absorvida pela planta.

Para captar luz, as plantas possuem um pigmento de cor verde chamado clorofila, armazenado em cloroplastos e presente em maior quantidade nas folhas. Quando este pigmento deixa de estar presente, observamos outros pigmentos “escondidos” atrás do verde (amarelo, laranja, vermelho) que nos permitem observar a diversidade de cores das folhas antes de caírem.

No Outono, caem as folhas e prepara-se a chegada da Primavera com uma energia renovada.

Margarida Vieira

Ciência na Imprensa Regional







Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande