Neurorradiologia



Baixar 67.08 Kb.
Encontro11.04.2018
Tamanho67.08 Kb.

Neurorradiologia




I – Alterações vasculares



1 – Doença vascular isquêmica

# Territórios vasculares


  • Art. cerebral anterior




  • Art. cerebral média




  • Art. cerebral posterior




  • Art. cerebelar póstero-inferior




  • Art. cerebelar antero-inferior




  • Art. cerebelar superior



# Achados radiológicos


  • Tomografia cumputadorizada




    • Sensibilidade nas primeiras 24 hs : 50 %

    • Lesão hipodensa no território arterial comprometido

    • Área de edema perilesional ( 1as 3 semanas )

    • Apagamento dos sulcos e fissuras

    • Impregnação pelo contraste : 3 dias após o ictus ( pode persistir até 3 meses )

    • Pode ocorrer hemorragia ( 1 a 3 dias após o ictus )





  • Ressonância magnética




    • Sensibilidade nas primeiras 24 hs : 80 %

    • Aumento e distorção dos giros cerebrais

    • Estreitamento e obscuração dos sulcos

    • Hiperintensidade de sinal em T2

    • Impregnação pelo gadolínio : 24 hs após o ictus

    • Realce anormal das meninges ( 2o ao 6o dia pós-ictus )


# Infarto Lacunar



  • Doença arterial ( Art. Penetrantes profundas )







  • Pequenas áreas hipodensas no parênq. cerebral profundo (CT )




  • Hiperintensas em T2 e hipo em T1 ( RM )



# Doença de Binswanger ( encefalopatia aterosclerótica subcortical )


  • Pac. hipertensos, > 50 anos




  • Demência, déficits neurológicos focais




  • Áreas de hipodensidade na subst. Branca subcortical ( CT )




  • Áreas de hiperintensidade de sinal em T2 e hipossinal em T1




  • Associar radiologia com clínica


2 – Doença vascular hemorrágica


# Localização


  • Hemorragia intraparenquimatosa




  • Hemorragia intraventricular




  • Hemorragia sub-dural e extra-dural




  • Hemorragia sub-aracnóde



# Etiologia


  • Trauma




  • Hipertensão ( cápsula ext., putâmen, tálamo e ponte )




  • Aneurismas ( art. cerebral anterior, bifurcação da art. Cerebral média, final da art. carótida interna )




  • Malformações vasculares ( MAVs, angiomas cavernosos )




  • Angiopatia amilóide ( pac. idosos, normotensos, depósitos de proteína amilóide, hemorrag. múltiplas, periféricas, poupa núcleos da base )




  • Coagulopatias ( defic. de vitamina K, doença hepatocelular, uso de anticoagulantes )




  • AVCI com reperfusão ( 50 a 70 % )




  • Prematuridade ( hemorragias da matriz germinativa  precurssor neuronal )


  • Neoplasias




    • Primárias ( oligodendroglioma, glioblastoma, ependimoma )

    • Metástases ( melanoma, coriocarcinoma, rim, tireóide, pulmão )



# Achados radiológicos


  • Tomografia computadorizada




    • Estágio agudo ( 1 a 3 dias ) : lesão hiperdensa, bem marginada, edema perilesional

    • Estágio sub-agudo ( 4 a 13 dias ) : progressivamente isodenso em relação ao parênquima

    • Estágio crônico ( > 13 dias ) : progressivamente hipodenso em relação ao parênquima  encefalomalácia efeito de massa negativo ( fenôm. de vácuo )




  • Ressonância magnética ( degradação da Hemoglobina )



Fase ( Tempo )

Fase da Hb

T1

T2

Hiperaguda ( até 24 h )

Oxi-hemoglob.

Hipo ou isointensa

Hiperintensa

Aguda ( até 48 h )

Dioxi-hemoglob.

Hipointensa

Hipointensa

Sub-ag. precoce ( 3 - 7 dias )

Meta-hemoglob. ( intra cel. )

Hiperintensa

Hipointensa

Sub-ag. Tardia ( 1 - 4 sem )

Meta-hemoglob. ( extra-cel. )

Hiperintensa

Hiperintensa

Crônica ( > 4 sem )

Hemossiderina

Hipointensa

Hipointensa





# Hematomas intracranianos


  • Hematoma extra-dural




    • Art. meníngea média

    • Densidade heterogênea ( dependendo da fase )

    • Aspecto biconvexo




  • Hematoma sub-dural




    • Veias sub-durais e art. corticais

    • Densidade heterogênea ( geralmente hiperdenso )

    • Aspecto em crescente

    • Diag.  : higroma ( densidade de líquor, geralmente sem efeito de massa ) e atrofia cerebral



# Hemorragia intraparenquimatosa


  • Hematomas traumáticos, acidentes vasc. hemorrágicos, MAVs, coagulopatias, etc...




  • Radiologia : depende do tempo de evolução do sangramento


# Hemorragia sub-aracnóide


  • Etiologia




    • Lesão de vasos da pia-máter e aracnóide

    • Hematoma intra-parenquimatoso  ventrículos  espaço sub-aracnóide




  • Áreas de sangramento entre os sulcos cerebrais




  • Exame de escolha : CT ( RM  volumes maiores )




# Lesão axonal difusa ( cisalhamento )


  • Pac. com traumatismo craniano




  • Clínica exuberante ( coma, descerebração, estado vegetativo, ausência de sinais de  da pressão intracraniana )




  • Pequenos focos hemorrágicos difusos : Subst. branca subcortical dos lobos frontal e temporal, corpo caloso, cápsula interna e coroa radiata




  • CT : apenas lesões > 1,0 cm




  • RM : maior sensibilidade ( lesões < 1,0 cm )



# Contusão cerebral


  • Focos hemorrágicos




  • Lesão em golpe ( convexidades dos lobos frontal e temporal ) e contra-golpe ( superfície inferior dos lobos frontal e temporal )



II – Traumatismo crânio-encefálico

1 – Lesões primárias

# Fraturas de crânio, laceração/hematoma de couro cabeludo


# Hemorragias intra-axiais


  • Hematomas parenquimatosos




  • Hemorragia intraventricular




  • Lesão axonal difusa

# Hemorragias extra-axiais


  • Hematoma extra-dural




  • Hematoma sub-dural




  • Hemorragia sub-aracnóide



2 – Lesões secundárias

# Edema cerebral


    • 10 a 20 % dos acidentes graves

    • Crianças : adultos ( 2 : 1 )

    • Associação com hematoma subdural (80%) e epidural (9%)

    • 24 a 48 h para desenvolver

    • Área de hipodensidade, perda da definição córtex/subst. branca, obliteração dos sulcos e fissuras, compressão ventricular


# Herniações cerebrais


    • Subfalcina ( subfalcial ) : giro do cíngulo

    • Transtentorial

 Ascendente : vermis e hemisférios cerebelares

 Descendente : uncus e giro para-hipocampal



    • Amigdaliana : amigdalas cerebelares ( forame magno )


# Pneumoencéfalo
# Fístulas liquóricas
# Isquemias
# Lesões vasculares ( dissecção; transecção; trombose; aneurisma )


III – Tumores intra-cranianos



1 – Tumores Benignos

# Meningeoma




  • Mais frequente




  • Locais mais comuns :

    • Ao longo do seio sagital

    • Convexidades laterais

    • Asa do esfenoide




  • Achados Radiológicos

    • Massa extra-axial

    • Intenso realce pelo contraste

    • Pode apresentar calcificações

    • Edema cerebral adjacente

# Hemangioblastoma




  • Neoplasia de vasos sanguíneos




  • Predominantemente cerebelar ( linha média )




  • Associação com a Sind. De Von Hippel-Lindau (Hemangiomatose retino-cerebelar )




  • Pode haver hidrocefalia ( compressão do 4o ventrículo )




  • Radiologia  lesão cística com nódulo mural

# Tumor Epidermóide ( cisto epidermóide )




  • Origem ectodérmica (elementos epidérmicos  queratina )




  • Massa hipodensa ( CT ) ou hiperintensa em T2 ( RM )  ângulo ponto-cerebelar, região para-selar e díploe




  • Não realça pelo contraste

# Tumor Dermóide ( cisto dermóide )




  • Lesão cística




  • Origem ectodérmica e mesodérmica ( todos os elementos  pelo, glând. Sebáceas, queratina, gordura, calcificações )




  • Localização : região frontal inferior, para-selar e fossa posterior (vermis cerebelar e 4o ventrículo )




  • Radiologia

    • Hipodenso ( CT )

    • Hiperintenso em T1 ( alto teor de gordura )

# Craniofaringeoma




  • Origem epitelial




  • Região selar e para-selar




  • Componentes sólidos, císticos e calcificados




  • Padrão variável ( composição mista )  hiperintenso em T1 e T2

# Teratoma




  • Origem das três camadas ( ectoderma, mesoderma e endoderma )




  • Crianças




  • Localização : Para-selar, pineal e ao longo do 3o ventrículo )




  • Massa de densidade mista ( cistica, gordurosa e calcificada )

# Germinoama




  • Origem de células germinativas




  • Região pineal




  • Maioria malignos




  • Lesão expansiva homogênea na região da pineal

# Papiloma de Plexo coróide




  • Crianças abaixo dos 10 anos




  • Geralmente no ventrículo lateral




  • Massa grande, irregular com realce pelo contraste




  • Pode malignizar  carcinoma de plexo coróide

# Cisto colóide




  • Lesão cística ( parede anterior do 3o ventrículo )




  • Pode obstruir os forames de Monro  hidrocefalia



2 – Tumores Malignos

# Astrocitoma ( mais freqüente do SNC em crianças e adultos )

# Glioblastoma Multiforme ( mais malignos dos gliomas )

# Ependimoma





  • Originário das células ependimárias, que revestem o sist. Venticular e o canal central da medula




  • Crianças e adolescentes ( mais freq. )

# Oligodendroglioma







  • Pouco contraste, calcificações são freqüentes

# Meduloblastoma




  • Geralmente crianças e adultos jovens




  • Cerebelo e quarto ventrículo




  • É o mais freq. tumor neuroectodérmico primitivo




  • Propaga-se através do LCR para os ventrículos supratentoriais




  • Massa geralmente hiperdensa no CT, realce pelo contraste

IV – Malformações congênitas

1 – Malformação de Chiari

# Chiari tipo - I




  • Posição caudal das tonsilas cerebelares pelo forame magno




  • Outras alterações : siringomielia, alterações de vértebras e base do crânio e hidrocefalia

# Chiari tipo - II




  • Vermis cerebelar anormal (disgenesia ), abaixo do forame magno




  • Quarto ventrículo baixo e alongado




  • Hidrocefalia




  • Meningomielocele torácica ou lombar ( 90 % dos casos )

# Chiari tipo - III




  • Achados de Chiari-II, mas a meningomielocele é substituida por uma encefalocele occipto-cervical ( cerebelar )

# Chiari tipo - IV




  • Ausência ou hipoplasia do cerebelo ( geralmente com hipoplasia do tronco cerebral )

2 – Malformação de Dandy-Walker

# Achados radiológicos



  • Hipoplasia ou ausência do vermis cerebelar

  • Dilatação cística do quarto ventrículo ( aumentado e aberto posteriormente )

  • Hidrocefalia ( atresia dos forames de Luschka e Magendie

  • Pode haver anomalias do corpo caloso e encefaloceles



Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande