Modelo de resumo expandido para o XVI simpósio alagoano de ciências biológicas



Baixar 36.64 Kb.
Encontro01.03.2018
Tamanho36.64 Kb.




MODELO DE RESUMO EXPANDIDO PARA O XVI SIMPÓSIO ALAGOANO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Primeiro AUTOR(1), Segundo AUTOR(2), Terceiro AUTOR(3), Quarto AUTOR(4) & Quinto AUTOR(5)
(1)Cargo, Instituição, Campus, Cidade-Estado, E-mail: autor@instituição.br (apresentador do trabalho).

(2) Cargo, Instituição, Campus, Cidade-Estado.

(3) Cargo, Instituição, Campus, Cidade-Estado.

Apoio financeiro:




RESUMO – O resumo simples deve conter entre 200-400 palavras e deve no seu texto definir a importância do trabalho, ser informativo, autoexplicativo e apresentar uma sequência lógica: 1) racionalidade/hipótese do trabalho; 2) objetivo; 3) material e métodos; 4) resultados; 5) conclusões. Veja o exemplo a seguir - O potencial de mineralização do nitrogênio (No) e a respectiva taxa de mineralização podem ser utilizados na predição da disponibilidade de N às plantas em um determinado período de tempo (Racionalidade). Com o objetivo de avaliar este potencial em alguns solos do Rio Grande do Sul e a sua relação com a absorção de N pela cultura do milho, desenvolveu-se um estudo em casa de vegetação, a céu aberto e em laboratório, no segundo semestre de 2006 (Objetivo). Foram utilizadas dez amostras de solos, coletados a uma profundidade de 0-20 cm e acondicionados em vasos com 20 kg de solo, aonde se cultivou o milho (CV BR201). Para os mesmos solos, o No foi obtido por meio do N mineralizado num experimento de incubação aeróbia, em laboratório (Material & Métodos). Os valores de No para os dez solos variaram de 108,6 a 210,8 kg-1 e foram, aproximadamente, os mesmos dos totais de N mineralizado. Entre solos, a constante de mineralização variou de 0,2985 a 0,3181 semana-1, e a velocidade de mineralização foi maior no período inicial compreendido até a quarta semana de incubação (Resultados). O coeficiente de correlação entre a absorção de N por plantas de milho e No foi significativo (r=0,887), concluindo-se que este último pode ser utilizado como índice de disponibilidade de N no solo para esta cultura (Conclusão).

Palavras-Chave: até três, minúsculas, separadas por vírgula

Estas instruções têm como objetivo auxiliar os autores a preparar o resumo expandido para a XVI SACBio.



O resumo expandido deverá ter, no máximo, quatro páginas, incluindo texto, tabelas e figuras. Os trabalhos serão revisados pela Comissão Científica do Simpósio, podendo ser aprovados ou rejeitados. A rejeição poderá ocorrer por problemas de formatação ou de conteúdo, pelo que se recomenda cuidar atentamente desses dois aspectos. Os resumos expandidos aprovados serão publicados nos Anais do evento.

Não altere o tipo e tamanho das fontes ou espaço entre as linhas para adicionar mais texto ao número limitado de páginas. Da mesma forma, não altere o tamanho das páginas nem as margens deste modelo.

A. Submissão


Os resumos expandidos devem ser submetidos como um arquivo que será anexado em formulário eletrônico específico, na homepage do evento.

B. Estrutura do resumo.


O resumo expandido deve estar formatado segundo este documento modelo, como um arquivo do Microsoft® Word. A fonte do texto é a Times New Roman, tamanho 12. A formatação do texto é em duas colunas. O trabalho deve conter Título, Autores, Introdução (incluindo objetivos), Material e Métodos, Resultados, Discussão (Resultados e Discussão podem estar reunidos), Conclusões, Agradecimentos (opcional) e Referências.
Título

Deve ser conciso e indicar claramente o conteúdo do trabalho. Máximo de 20 palavras. Caixa alta em negrito, exceto nomes científicos, centralizado, sem ponto final.
Autores

Na lista de autores, sublinhe o apresentador do trabalho e não abrevie o nome dos autores (Ex.: José Silva BEZERRA). As filiações deverão ser citadas imediatamente abaixo dos nomes dos autores, juntamente com as fontes financiadoras do trabalho. No máximo cinco autores.


Introdução


Deve ser breve, esclarecendo o tipo de problema abordado ou a(s) hipótese(s) de trabalho, com citação da bibliografia específica e finalizar com a indicação do objetivo do trabalho.

Os nomes científicos devem estar em itálico. Siglas e abreviaturas, quando usadas pela primeira vez, devem ser precedidas do seu significado por extenso, como no exemplo: Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL). Números até dez devem estar por extenso, a menos que sejam seguidos de alguma unidade de medida, ou indiquem figuras ou tabelas. Subtítulos devem estar em itálico, após letra maiúscula e ponto. Não use sublinhado.


A. Citações de autores no texto.


As citações de autores no texto deverão ser feitas na forma: Silva & Smith (1975) ou (Silva & Smith, 1975). Quando houver mais de dois autores, usar a forma reduzida: Souza et al. (1975) ou (Souza et al., 1975). Referências a dois ou mais artigos do(s) mesmo(s) autor(es), no mesmo ano, serão discriminadas com letras minúsculas (Ex.: Silva, 1975a,b). Não citar resumos de Congressos.
Material e métodos

Esse item deve reunir informações necessárias e suficientes que possibilitem o entendimento e a repetição do trabalho por outros pesquisadores.



Resultados

Devem conter uma apresentação concisa dos dados obtidos. Quadros ou figuras devem ser preparadas sem dados supérfluos.

B. Quadros e Figuras


Quadros e figuras devem ser posicionadas após as Referências. Figuras coloridas serão permitidas. Todas as figuras deverão ter resolução máxima de 300 pontos por polegada. As legendas devem ser posicionadas abaixo das figuras. Título de quadros deve estar acima dos mesmos. Sempre verifique que os quadros e figuras estejam citados no texto. As escalas podem fazer parte da própria figura, com o seu valor correspondente, ou discriminado na legenda (como por exemplo, "Escala = 1:1.000”). Abreviaturas nas figuras (sempre em minúsculas) devem ser citadas nas legendas e fazer parte da própria figura, sendo inseridas com o uso de um editor de imagens (Adobe® Photoshop, por exemplo). Não use abreviaturas, escalas ou sinais (setas, asteriscos) sobre as figuras como “caixas de texto” do Word. Todos estes elementos devem fazer parte da própria figura (use o seu editor de imagens para isso). Não use borda ao redor das figuras. No início das legendas e títulos use “Figura 1.” ou “Quadro 1.”, por exemplo, ambos em negrito; no texto use entre parêntesis e não em negrito: (Figura 1) ou (Quadro 1); numere ambos com números arábicos. Se a figura é composta de várias outras menores, inclua “A” e “B” para distingui-las, no canto inferior direito de cada, indicando-as na legenda pelas respectivas letras. Use fonte 8 ou 9 na tabela.

Discussão


Deve conter os resultados analisados, levando em conta a literatura, mas sem introdução de novos dados.

Conclusões

Devem basear-se somente nos dados apresentados no trabalho. Devem ser realmente conclusivas, evitando utilizar redação mais apropriada para Resultados e Discussão.

Agradecimentos


Devem ser sucintos e não aparecer no texto ou em notas de rodapé.

Referências


Deve incluir todos os trabalhos citados no texto, quadro(s) ou figura(s), em ordem alfabética e da seguinte forma:

a) Periódicos:

FONSECA, J.A. & MEURER, E.J. Inibição da absorção de magnésio pelo potássio em plântulas de milho em solução nutritiva. R. Bras. Ci. Solo, 21:47-50, 1997.

b) Livro:

KONHNKE, H. Soil physics. 2. ed. New York, MacGraw Hill, 1969. 224p.

c) Capítulo de livro:

JACKSON, M.L. Chemical composition of soil. In: BEAR, F.E., ed. Chemistry of the soil. 2.ed. New York, Reinhold, 1964. p.71-141.

d) Trabalho em Anais de Evento:

VETTORI, L. Ferro “livre” por cálculo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 15., Campinas, 1975. Anais. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1976. p.127-128.

e) CD-ROM:

SILVA, M.L.N.; FREITAS, P.L.; BLANCANEAUX, P. & CURI, N. Índice de erosividade de chuva da região de Goiânia (GO). In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE CIÊNCIA DO SOLO. 13., 1996. Anais. Águas de Lindóia, Embrapa, 1996. CD-ROM

f) Internet:

EL NIÑO and La Niña. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2000.

g) As abreviações de nome de revistas devem ser feitas de acordo com as usadas pelos “abstracting journals”, como dos Commonwealth Agricultural Bureaux.







Quadro 1. Análise granulométrica do solo das áreas avaliadas, com 8 e 12 anos de implantação de sistema de plantio direto, em São Desidério-BA.

Prof.

Areia grossa

Areia fina

Silte

Argila

Classe textural

----- m -----

---------------------------------- g kg-1 ----------------------------------

Área SPD8(1)

0-0,10

367

401

44

188

Franco-arenosa

0,10-0,20

423

436

52

189

Franco-arenosa

0,20-0,30

409

411

33

194

Franco-arenosa

0,30-0,40

404

407

59

188

Franco-arenosa

Área SPD12

0-0,10

245

371

21

362

Argilo-arenosa

0,10-0,20

241

321

81

357

Argilo-arenosa

0,20-0,30

239

325

60

376

Argilo-arenosa

0,30-0,40

227

328

62

383

Argilo-arenosa

(1)SPD8 = área com 8 anos de implantação do sistema de plantio direto; e SPD12 = área com 12 anos de implantação do sistema de planto direto.



Figura 1. Intervalo hídrico ótimo nas áreas com 8 (A) e 12 (B) anos de implantação do sistema de plantio direto, em função da profundidade, em São Desidério-BA. CC = umidade do solo na capacidade de campo; PMP = umidade do solo no ponto de murchamento permanente; UCRP = umidade crítica em que a resistência à penetração atingiu o valor de 2,0 MPa; e UCPA = umidade crítica para uma porosidade mínima de aeração de 0,10 m3 m-3.



1


Catálogo: media -> doity -> submissoes
submissoes -> Padrão (template) para submissão de trabalhos ao
submissoes -> Prova: 2° Avaliação
submissoes -> AssociaçÃo de anticorpos contra o mycobacterium leprae ao desenvolvimento de incapacidades em hanseníase
submissoes -> Uso de bota de unna em pacientes portadores de úlcera falcêmica: relato de dois casos
submissoes -> Grupo Ser Educacional – Universidade da Amazônia Instituto de Ciências Jurídicas – icj curso de Direito Projeto de Evento
submissoes -> Análise da gestão da qualidade total em uma fábrica de calçados infantis
submissoes -> Conference Full Paper template
submissoes -> A utilizaçÃo da termografia para a melhoria da gestão da manutençÃo a partir da identificaçÃO, À distância, de falhas em equipamentos e sistemas
submissoes -> Xix conferência Brasileira de Folkcomunicação Universidade Federal do Amazonas ufam


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande