Manual popular de dúvidas, enigmas e "contradições" da Bíblia


EFÉSIOS 1:10 - Esse versículo ensina que todos os homens serão salvos (universalismo)?



Baixar 2.59 Mb.
Página41/55
Encontro11.06.2018
Tamanho2.59 Mb.
1   ...   37   38   39   40   41   42   43   44   ...   55

Efésios




EFÉSIOS 1:10 - Esse versículo ensina que todos os homens serão salvos (universalismo)?

(Veja os comentários de Colossenses 1:20.)



EFESIOS 2:1 - Como pode alguém crer, se está morto em seus pecados?

PROBLEMA: A Bíblia repetidamente apela ao incrédulo, quando diz, por exemplo: "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo" (At 16:31). Entretanto, essa passagem declara que os incrédulos estão mortos em seus pecados. Mas os mortos nada podem fazer, muito menos crer.

SOLUÇÃO: A palavra "morte" na Bíblia não deve ser entendida como aniquilação, mas como separação. Isaías disse: "As vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus" (Is 59:2). Se a morte fosse a aniquilação total, então a segunda morte seria uma aniquilação eterna, mas a Bíblia declara que os perdidos permanecerão continuamente separados de Deus, tal como aquele rico no inferno (Lc 16), e a besta e o falso profeta, que "serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos"(Ap 20:10). Na verdade eles serão lançados "vivos" no lago de fogo no início do reinado milenar de Cristo (Ap 19:20), e estarão ainda vivos ao se completarem os mil anos (20:10). Assim, a segunda "morte” é uma separação consciente de Cristo por toda a eternidade.

Além disso, os crentes morrem fisicamente, mas as suas almas sobrevivem à morte e ficam em plena consciência na presença de Deus. Paulo plisse: "estamos em plena confiança, preferindo deixar o corpo e habitar com o Senhor" (2 Co 5:8) e "tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor" (Fp 1:23).

De igual modo, a morte espiritual é também separação de Deus, e não aniquilação total. Adão e Eva, por exemplo, morreram espiritualmente no momento em que comeram o fruto proibido (Gn 3:6; cf. Rni 5:12), contudo permaneceram com vida e puderam até mesmo ouvir a voz de Deus falando-lhes (Gn 3:10).

Assim, mesmo que a imagem de Deus no homem depois da queda tenha sido afetada, ela não foi apagada. Ela foi danificada, mas não destruída. Dessa forma, pessoas não salvas podem ouvir, entender o Evangelho e crer para serem regeneradas - revivificadas espiritualmente (Ef 2:8-9; Tt 3:5-7).



EFESIOS 3:5 - Como o mistério de Cristo pôde permanecer oculto nas eras precedentes, e ainda assim ter sido conhecido pelos profetas do AT?

PROBLEMA: De acordo com essa passagem, o mistério da Igreja, o corpo de Cristo, não foi conhecido nos séculos precedentes. Contudo, o apóstolo prossegue dizendo que esse mistério "foi revelado aos... apóstolos e profetas". Mas houve profetas que viveram em tempos anteriores ao de Paulo. Como puderam então possuir tal conhecimento, se as pessoas do AT não conheciam o mistério?

SOLUÇÃO: Há várias razões para crermos que Paulo está se referindo a profetas do NT, e não do AT. A primeira é que a ordem em que ele os menciona não é profetas primeiro e depois apóstolos, mas "apóstolos e profetas".

A segunda é que essa mesma expressão é usada para descrever o fundamento da igreja do NT, a qual é "edificada sobre o fundamento dos apóstolos e profetas" (Ef 2:20). Porém, a igreja do NT não começou no AT, mas somente depois que Cristo a anunciou em Mateus 16:18.

A terceira é que o texto diz claramente que o mistério do corpo espiritual de Cristo "em outras gerações, não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, como, agora, foi revelado aos seus santos apóstolos e profetas" (Ef 3:5).

Finalmente, uma passagem paralela em Colossenses diz enfaticamente: "o mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações.,, agora, todavia, se manifestou aos seus santos (1:26). Assim, os "profetas" a quem esse mistério foi revelado são profetas do NT (cf. 1 Co 12:28; Ef 4:11).



EFESIOS 4:8 - Paulo foi incorreto em sua citação do Salmo 68:18?

PROBLEMA: Paulo cita o Salmo 68:18 da seguinte forma: "Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens" (Ef 4:8). Entretanto, esse Salmo do AT diz: "Subiste às alturas, levaste cativo o cativeiro, recebeste homens por dádivas". Não há uma divergência entre esses dois textos?

SOLUÇÃO: Alguns dizem que Paulo não citou a partir do texto da Septuaginta, mas do Targum em aramaico, que era utilizado pelos judeus ortodoxos para interpretar o texto. A Septuaginta traduz o hebraico com o verbo "tomaste", enquanto o Targum o traduz "deste".

De qualquer modo, a idéia transmitida por essas duas traduções do hebraico é que Deus recebeu ou tomou dádivas para que elas pudessem ser distribuídas aos homens. Já que essas duas idéias acham-se no texto, as duas versões estão corretas. Assim, Paulo diz: "Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e oi tros para pastores e mestres" (Ef 4:11).

Em outras palavras, Paulo cita essa passagem do AT para mostrar qiie Cristo foi vitorioso sobre os nossos inimigos espirituais, tomando deles os despojos da batalha e concedendo dons aos crentes; e que estes, pêlo uso desses dons, podem vencer esses inimigos. Portanto, a forma camo Paulo cita esse salmo não é discrepante, uma vez que foi precisamente isso que Davi fez quando saqueou os bens do inimigo e os deu aós seus homens.

EFÉSIOS 4:9 - Jesus desceu até o inferno?

PROBLEMA: Paulo declara que Jesus desceu "até as regiões inferiores da terra" e o Credo dos Apóstolos declara que, depois de ter sido morto, Jesus "desceu ao inferno". Entretanto, quando Cristo estava morrendo, entregou o seu espírito nas mãos do Pai (Lc 23:46) e disse ao ladrão que este estaria com ele no "paraíso" (Lc 23:43), ou seja, no "terceiro céu" (2 Co 12:2, 4). Para onde Jesus foi então: para o céu ou para o inferno?

SOLUÇÃO: Há duas posições a respeito do lugar para onde Jesus foi durante os três dias em que o seu corpo permaneceu no túmulo, antes da ressurreição: uns defendem que ele foi para o Hades; outros, que foi para o céu.

Para o Hades. Os partidários dessa posição afirmam que o espírito de C isto foi ao mundo espiritual, enquanto o seu corpo permanecia no túmulo. Crêem que Jesus "pregou aos espíritos em prisão" (1 Pe 3:19), qi e estavam num lugar de cativeiro temporário, aguardando a sua chegada para "levar cativo o cativeiro", isto é, levá-los para o céu.

De acordo com essa posição, havia dois compartimentos no Hades (ou sheol), uma para os salvos e outra para os perdidos. Eles estavam separados por "um grande abismo" (Lc 16:26), que ninguém podia ultrapassar. A seção dos salvos era chamada de "o seio de Abraão" (Lc 16:23). Quando Cristo, "sendo ele as primícias" da ressurreição (1 C > 15:20), ascendeu, Ele levou esses santos do AT consigo pela primeira vez.



Para o Céu. Esse parecer sustenta que as almas dos crentes do AT foram diretamente para o céu no momento de sua morte. Em favor disso tem-se os seguintes argumentos. Primeiro, Jesus afirmou que o seu espírito estava indo diretamente para o céu, quando disse: "Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito" (Lc 23:46).

Segundo, Jesus prometeu ao ladrão na cruz: "Hoje estarás comigo no paraíso" (Lc 23:43); mas "paraíso" é definido como sendo "o terceiro céu" em 2 Coríntios 12:2, 4.

Terceiro, quando os santos do AT deixaram esta vida, foram diretamente para o céu. Deus tomou a Enoque para si (Gn 5:24; cf. Hb 11:5), e Elias foi tomado "ao céu" quando partiu (2 Rs 2:1).

Quarto, "o seio de Abraão"(Lc 16:23) é uma descrição do céu. Em nenhum ponto ele é descrito como sendo o inferno. É o lugar para onde Abraão foi, que é o "reino dos céus" (Mt 8:11).

Quinto, antes da cruz, quando os santos do AT apareciam, era do céu que vinham, como aconteceu com Moisés e Elias no Monte da Transfiguração (Mt 17:3).

Sexto, os santos do AT tiveram de esperar a ressurreição de Cristo para que seus corpos fossem ressuscitados (1 Co 15:20; cf. Mt 27:53), mas suas almas foram diretamente para o céu. Cristo foi o Cordeiro morto "desde a fundação do mundo" (Ap 13:8), e eles para lá foram pelos méritos que Deus sabia que Cristo cumpriria.

Sétimo, a expressão "até as regiões inferiores da terra" não é uma referência ao inferno, mas ao túmulo. Até mesmo o ventre de uma mulher é descrito como sendo "profundezas da terra" (SI 139:15). Essa expressão significa simplesmente covas, túmulos, lugares fechados na terra, em oposição a partes altas, como montanhas. Além disso, o inferno não se localiza nas partes mais baixas da terra - mas "debaixo da terra" (Fp 2:10).

Oitavo, a frase "desceu ao inferno" não constava do Credo Apostólico primitivo. Ela foi acrescentada somente no século IV a. D. Além disso, um credo como tal não é inspirado, mas apenas uma confissão humana de fé.

Nono, os "espíritos em prisão" não eram salvos, mas seres perdidos. Na verdade, essa pode ser uma referência a anjos, não a seres humanos (veja os comentários de 1 Pedro 3:19).

Finalmente, quando Cristo "levou cativo o cativeiro", não estava levando amigos para o céu, mas trazendo inimigos a uma prisão. E uma referência à sua vitória sobre as forças do inimigo. Os cristãos não são "cativos" no céu. Não somos forçados a ir para lá contra a nossa própria e livre escolha (veja Mt 23:37; 2 Pe 3:9).



EFESIOS 4:26 - A ira é pecado, ou não?

PROBLEMA: Por um lado, a Bíblia parece aprovar a ira, quando diz: "Irai-vos" (Ef 4:26). Por outro, ela parece desaprová-la, incluindo-a na lista das "obras da carne" (Gl 5:19-20).

SOLUÇÃO: A ira em si não é necessariamente uma ação errada. De fato, a ira diante do pecado definitivamente é uma ação correta. Jesus irou-se diante da incredulidade e da hipocrisia (cf. Mt 23; Jo 2:13-17), e Deus se ira diante da perversidade e da apostasia (cf. Êx 4:14; Nm 11:1). O que é errado não é irar-se diante do pecado, mas pecar com ira. Em resumo, tanto um bom sentido como um mau sentido para a ira:


BOA IRA

IRA MÁ

Correta indignação

Irrupções injustas

Sob autocontrole

Sem autocontrole

Ira diante do pecado

Ira em pecado

Como uma expressão espiritual

Natural (da carne)



EFÉSIOS 6:5 - Esse mandamento não perpetua a instituição da escravidão?

(Veja os comentários de Filemom 16.)





1   ...   37   38   39   40   41   42   43   44   ...   55


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal