Manual de Transporte de Produtos Fitossanitários



Baixar 0.58 Mb.
Página8/9
Encontro18.09.2019
Tamanho0.58 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

5. Responsabilidades

As responsabilidades são do fabricante, expedidor e do transportador.

 O fabricante deve fornecer ao expedidor:


  • Informações relativas aos cuidados a serem tomados no transporte e manuseio do produto e quanto ao preenchimento da ficha de emergência;

  • Especificações para o acondicionamento do produto e o conjunto de equipamentos para emergências.

O expedidor, deverá exigir do transportador:

  • Motorista com curso MOPP - Movimentação de Produtos Perigosos;

  • Uso de veículo e equipamentos em boas condições operacionais;

  • Veículo que contenha equipamentos necessários para situações de emergência (conforme instruções de uso) e EPI;

  • Acondicionamento de produto de acordo com as especificações do fabricante;

  • Emprego de rótulos de risco e painéis de segurança;

Informar ao motorista sobre as características dos produtos transportados.

O expedidor deverá entregar ao transportador todas as embalagens devidamente rotuladas e etiquetadas, bem como os rótulos de risco e painéis de segurança para uso no veículo;



O expedidor deverá ainda orientar e treinar o pessoal empregado nas atividades de carga (amarração, etc.).





O transportador deverá fazer cumprir todos os procedimentos do Decreto para transporte, no que se refere à carga, documentação, identificação do risco, etc.

Tanto o expedidor quanto o transportador devem ter conhecimentos sólidos no que se refere ao transporte de produtos perigosos.

6. Transporte para Fazenda

Quando um agricultor compra um produto fitossanitário e vai transportá-lo para a sua fazenda, também se fazem necessárias medidas de segurança. Seguem algumas indicações para transporte no varejo:



  • É proibido o transporte de produtos fitossanitários dentro das cabines de veículos automotores ou dentro de carrocerias quando esta transportar pessoas, animais, alimentos, rações, etc.

  • O transporte de produtos fitossanitários acima da quantidade isenta exige que o motorista seja profissional e tenha curso para transporte de produtos perigosos.

  • Para pequenas quantidades de produtos fitossanitários, o veículo recomendado é do tipo caminhonete, onde os produtos devem estar, preferencialmente, cobertos por lona impermeável e presos à carroceria do veículo.  



Uma caixa fechada pode ser usada para separar pequenas quantidades de produtos fitossanitários, quando misturados com outro tipo de carga.  

  • Acondicionar os produtos fitossanitários de forma a não ultrapassarem o limite máximo da altura da carroceria.

Ao transportar qualquer quantidade de produtos fitossanitários, levar sempre consigo as instruções para casos de acidentes, contidas na ficha de emergência do produto.

Em caso de acidentes, devem ser tomadas medidas para evitar que possíveis vazamentos alcancem mananciais de águas ou que possam atingir culturas, pessoas, animais, depósitos ou instalações, etc.
Deve ser providenciado o recolhimento seguro das porções vazadas. No caso de derramamento de grandes quantidades, devem ser avisados o fabricante e as autoridades locais, e deve-se seguir as informações contidas na ficha de emergência.  

Embalagens que contenham resíduos ou que estejam vazando não devem ser transportadas.





Produtos Fitossanitários nunca devem ser transportados junto com alimentos ou ração animal.



1   2   3   4   5   6   7   8   9


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal