Luciano costa



Baixar 5.2 Kb.
Encontro05.02.2019
Tamanho5.2 Kb.

LUCIANO COSTA



OS DETERMINANTES DO MODELO DE DIAMANTE DE PORTER:

UMA PROPOSTA DE APLICAÇÃO NO PÓLO MOVELEIRO DE UBÁ E MICROREGIÃO


RESUMO


Esta dissertação tem como objetivo compreender, através de estudo de caso, o processo de competitividade das indústrias participantes do pólo moveleiro de Ubá e microrregião sob a ótica do modelo de diamante de Porter e dos princípios que norteiam os modelos organizacionais baseados em redes, que além de favorecerem aspectos competitivos para as empresas que se organizam em clusters, caracterizados através de relações associativas entre empresas de micro e pequeno porte, predominantemente, também beneficiam o desenvolvimento local da região onde se situam. O estudo parte da suposição de que através de alguns dos determinantes do modelo de diamante de Porter se consegue detectar fatores exógenos e endógenos que propiciam o desenvolvimento de vantagens competitivas para as empresas que compõem o pólo, bem como para o local em que se acham inseridas. De forma a se obter um melhor entendimento deste processo, busca-se apoio nos trabalhos de Porter (1999), Garcia (2002), Hitt (2002) e Romero (2003). No tocante aos modelos organizativos das empresas em redes que geram os Arranjos Produtivos Locais - APL, a contribuição teórica adveio de Brito (2003), Câmara (1992), Filho e Pires (1999), Gurissat (2002), La Rovere e Hasenclever (2000), Lastres e Cassiolato (2003), Neto (2000), Petrochi (2001) e Sengenberger e Pike (2002). Caiden e Caraventes (1992), Cassiolato e Lastres (2003), Filho (2001), Oliveira (2001) e Sachs (1989) foram os que implementaram o entendimento sobre os aspectos ligados ao desenvolvimento sustentável local. Para verificar estes pressupostos, optou-se por uma metodologia qualitativa, descritiva, explicativa, aplicada e documental, sendo inferida através de questionários semi-estruturados, aplicados a 7 sujeitos que foram definidos através de uma metodologia de base documental. Os resultados obtidos confirmam o problema inicial desta dissertação, indicando os principais fatores, internos ou externos, do APL de Ubá que favorecem o desenvolvimento da competitividade das empresas integrantes do pólo.

Palavras chave: APL. Diamante de Porter. Desenvolvimento local.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal