Levantamento etnobotânico e etnofarmacológico de plantas utilizadas na medicina popular no municipio do rio grande, rs, brasil: etapa comunidade barra falsa, povo novo



Baixar 5.41 Kb.
Encontro29.12.2017
Tamanho5.41 Kb.




LEVANTAMENTO ETNOBOTÂNICO E ETNOFARMACOLÓGICO DE PLANTAS UTILIZADAS NA MEDICINA POPULAR NO MUNICIPIO DO RIO GRANDE, RS, BRASIL: ETAPA COMUNIDADE BARRA FALSA, POVO NOVO.

Ruth Anastasia Regnet, Sonia Marisa Hefler




Área do Conhecimento: Ciências Biológicas

Palavras Chave: plantas medicinais, farmacógenos, grupos étnicos.

Resumo O presente trabalho teve como objetivo buscar o conhecimento da flora medicinal e sua utilização a partir do levantamento etnobotânico e etnofarmacológico de plantas utilizadas como medicinais por moradores da comunidade Barra Falsa. O estudo foi realizado por meio de 21 entrevistas semi estruturadas, realizadas "in loco", de março até maio de 2012, com moradores voluntários da comunidade. Nas entrevistas foram levantados dados, especialmente, referentes ao nome e utilização popular (incluindo farmacógenos) das plantas medicinais, e descendência dos entrevistados. Ao mesmo tempo, as plantas indicadas pelos moradores foram coletadas e posteriormente identificadas cientificamente por meio de bibliografia especializada. Para análise destes dados utilizou-se o cálculo de concordância de uso (CUP) e da porcentagem (CUPc) e o cálculo de fator de correção (FC). Foram registradas 103 espécies de plantas medicinais (47 famílias). As famílias com maior contribuição especifica foram: Asteraceae (21,2%), Lamiaceae (19,1%) e Myrtaceae (14,9%). Das espécies levantadas 45,63% são nativas do Brasil. A maior contribuição específica foi dos grupos étnicos de descendência Portuguesa (73,78%) e Castelhana (71,84%). Das partes das plantas, o farmacógeno mais citado foi folhas (72,8%). Dentre os sintomas mais mencionados estão aqueles relacionados aos aparelhos digestório e respiratório, cujas plantas mais citadas para estas sintomatologias foram Achyrocline satureioides (Lam.) DC. (Marcela) e Malva sylvestris L. (Malva). Este estudo contribuiu para o conhecimento da flora medicinal local, suas práticas de uso e o estado de conservação do conhecimento tradicional.



De 22 a 26 de outubro de 2012.

FURG - Campus Carreiros





Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande