Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. Curso



Baixar 29.88 Kb.
Encontro30.06.2019
Tamanho29.88 Kb.


Plano de Ensino

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO



Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe.

Curso: Fisioterapia.

Professora: Siham Abdel Karim Amer

- Graduação: Bacharel em Fisioterapia – UNICRUZ – Cruz Alta – RS.

- Pós-Graduação: Especialização em Ciências da Saúde, Área de Concentração em Ergonomia – UnC – Concórdia – SC.

- Mestrado em Saúde Coletiva – UNIPLAC - Lages – SC



sihamfisioterapia@hotmail.com, siham@uniarp.edu.br

Período/ Fase: 2º Semestre: 2º Ano: 2012

Disciplina: Anatomia Aplicada a Fisioterapia

Carga Horária: 60 horas/aula Código: AFSO2



2. EMENTA


Estudo dos sistemas do corpo humano:

  • - Anatomia do sistema endócrino

  • - Anatomia do sistema respiratório

  • - Anatomia do sistema disgestivo

  • - Anatomia do sistema cardíaco

  • - Anatomia do sistema vascular

  • - Anatomia do sistema tegumentar

  • - Anatomia do sistema reprodutor (masculino e feminino)




  • -Topografia da cabeça, pescoço, tronco e membros (Osteologia: ossos e acidentes ósseos. Artrologia: tipos, classificações, elementos articulares, movimentos articulares. Miologia: ação, origem, inserção e inervação muscular.).

  • - Neuroanatomia: sistema nervoso central, sistema nervoso periférico



3. OBJETIVO GERAL DA DICIPLINA





  • Conhecer as possibilidades neurológicas e fisiológicas do corpo humano, segundo seus princípios fisiológicos, reconhecendo seus efeitos no organismo e analisando criticamente sua aplicabilidade.

  • Estudar a neuroanatomia, sistema nervoso e sistemas do corpo humano em todos os seus aspectos, ressaltando sua importância como base para todos os cursos da área da saúde.

4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA





  • Selecionar e empregar procedimentos de anatomia para o tratamento de patologias.

  • Possibilitar o desenvolvimento de uma visão ampla do acadêmico a disciplina de anatomia.

  • Possibilitar a identificação das partes do corpo humano, para aplicação das técnicas adquiridas no decorrer do curso;

  • Reconhecer as partes, para objetivar a real reabilitação aplicabilidade do saber.

  • Estudar a história da neuroanatomia, sistema nervoso e sistemas do corpo humano; nomenclatura específica; posições e eixos e funções.

5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES


Todas as disciplinas ofertadas no decorrer da grade que exijam o conhecimento das partes e funcionamento, tanto mecânico como fisiológico do corpo humano.

6. HABILIDADES REQUERIDAS E COMPORTAMENTO ESPERADO


  • A capacidade de identificar partes do corpo humano, seus planos, eixos, ossos, músculos, ligamentos, articulações e sistema cerebral.

  • A capacidade de propor modelos de reabilitação; de ordenar atividades e programas; de proporcionar a total recuperação e ou reintegração na sociedade deste paciente e ou trabalhar as partes do ser humano, adaptando-o no objetivo proposto de cada área.

7. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO


  • - Anatomia do sistema endócrino

  • - Anatomia do sistema respiratório

  • - Anatomia do sistema digestivo

  • - Anatomia do sistema cardíaco

  • - Anatomia do sistema vascular

  • - Anatomia do sistema tegumentar

  • - Anatomia do sistema reprodutor (masculino e feminino)

  • -Topografia da cabeça, pescoço, tronco e membros (Osteologia: ossos e acidentes ósseos. Artrologia: tipos, classificações, elementos articulares, movimentos articulares. Miologia: ação, origem, inserção e inervação muscular.).

  • - Neuroanatomia: sistema nervoso central, sistema nervoso periférico

  • - Anatomia do sistema nervoso (neuroanatomia).

  • - Aulas práticas com pacientes e aulas expositivas sobre os temas anteriores

8. ESTRATÉGIAS DE ENSINO

Expor o conteúdo de maneira que facilite e estimule a aprendizagem:




  • Aulas expositivas utilizando quadro e data show;

  • Aulas práticas no Laboratório de Anatomia;

  • Pesquisas bibliográficas com seminários e apresentação de trabalho;

  • Experiências vivenciais.

9. SISTEMA DE AVALIAÇÃO




  • A verificação do rendimento pessoal compreenderá para fins d aprovação o dispo-

sitivo na Resolução CONSUL N. 13, que prevê especificamente em seu art. 6, que o aluno que obtiver na disciplina média igual ou superior a seis durante o período letivo

e assiduidade não inferior a 75% será considerado aprovado.



  • No decorrer do semestre, os alunos terão três momentos para que os conhecimentos adquiridos possam ser analisados (M1, M2 e M3). Esta análise de aprendizagem será feita em grupo e de forma individual, podendo ser com pesos diferenciados ou não, conforme especificação a seguir.

  • Assim a especificação se dará da seguinte forma: a constatação de pelo menos 75% de freqüência nas atividades em sala de aula e no aproveitamento de três médias parciais (M1, M2 e M3), conforme dispõe a referida Resolução, nos seguintes termos:

Primeira Média – M1:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta, com uma questão bônus de conhecimentos gerais, valendo 0,5 ponto = Peso 7,5 (75%)

- Trabalho em grupo = Peso 1,5 (1,5%)

- Nota de participação, frequência e produção em sala de aula = Peso 1,0 (10%)



Ou

Primeira Média – M1:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta= Peso 10,0 (100%).

Segunda Média – M2:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 8,0 (80%) ( podendo ou não, contemplar o conteúdo anterior)

- Trabalhos em grupo = Peso 1,0 (10%)

- Nota de participação, frequência e produção em sala = Peso 1,0 (10%)



Ou

Segunda Média – M2:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 10,0 (100%).

(podendo ou não, contemplar o conteúdo anterior)

Terceira Média – M3:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 7,0 (70%), (contemplando todo o conteúdo ministrado no semestre).

- Trabalhos em grupo = Peso 3,0 (30%)

Ou

Terceira Média – M3:

- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 10,0 (100%), (contemplando ou não, todo o conteúdo ministrado no semestre).



Observações:

  • As análises de aprendizagem individuais (provas), serão escritas, constituídas de pelo menos 50% de questões discursivas e aplicadas em data previamente marcada;

  • O aluno que se ausentar no dia da realização da prova, só terá direito à prova substitutiva mediante processo administrativo devidamente protocolado e autorizado pela secretaria do aluno, limitando-se a apenas 01 (uma) prova substitutiva no semestre;

  • Os trabalhos devem ser entregues em sala de aula, em documento impresso; caso entregues em atraso, terão a redução de 30% do valor e poderão ser entregues até a próxima aula, não cabendo formas substitutivas para o mesmo;

  • Receberão nota 0 (zero), os trabalhos que apresentarem sinais de cópia, sendo cópia de qualquer natureza; estes serão avaliados com os seguintes critérios de análise: - qualidade de idéias; - uso de convenções; - criatividade e originalidade.

10. BIBLIOGRAFIA

D’ANGELO, J.G. & FANTINI, C. A. Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar. Rio de Janeiro, Livraria Atheneu, 2000.


SOBOTTA, J. Atlas de Anatomia Humana. Rio de Janeiro, Editora Guanabara Koogan, vol I e II, 2001.
SPENCE, A.P. Anatomia Humana Básica. São Paulo, Editora Manole, 1991.
Bibilografia Complementar
FIELD, Derek, Anatomia Palpatória. São Paulo: Manole, 2001.
LATAJERT, M. & RUIZ LIARD. Anatomia Humana. São Paulo, Panamericana, 1993.
MICMINN, R.M.H & HUTCHINES, R.T. Atlas Colorido de Anatomia Humana. São Paulo, Manole, 1989.
ROHEN, JW & YOKOCHI, C. Atlas Fotográfico de Anatomia Sistemática e Regional. São Paulo, Editora Manole, 1998.
TORTORA, G. J. Corpo Humano: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. São Paulo, Editora Artmed, 2001.


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande