IdentificaçÃo do efeito de fontes de calor com funçÕes de



Baixar 0.58 Mb.
Página3/5
Encontro18.09.2019
Tamanho0.58 Mb.
1   2   3   4   5




  1. RESULTADOS E DISCUSSÕES

A Figura 2 mostra a distribuição espacial da fonte de massa derivada do campo de anomalia de precipitação do mês de fevereiro de 2004. Regiões com anomalias negativas são transformadas em forçante de massa positivas pois indicam nebulosidade acima da média. Regiões de anomalia positivas, que indicam atividade convectiva abaixo da média estão associadas a subsidência sobre tais áreas, são regiões onde a formação de nuvens foi pequena ou abaixo da média mensal, e portanto são regiões onde ocorreu perda de energia por radiação acima da média.



O modelo barotrópico divergente, ao contrário do barotrópico não divergente, pode ser forçado apenas com a região de fonte (positiva) de massa. Neste caso, a subsidência de compensação é determinada pelo próprio modelo. No caso do modelo barotrópico não divergente seria preciso especificar a fonte de divergência (associada à convecção anômala), e o sorvedouro de massa, associado à região de subsidência de compensação (Grimm e Silva Dias 1995). Por sua vez, neste modelo barotrópico divergente o balanço de massa é realizado pelo termo dissipativo.



Fig. 2 – Campo da forçante de massa derivada da anomalia de ROLE observada em fevereiro de 2004. Foram mantidos apenas valores entre 40S e 40N.

O quadriculado sobre a figura 2 é a malha que representa a resolução espectral , cujo truncamento é romboidal no número de onde 23. No espaço físico esta resolução é equivale a um espaçamento de grade de 5 graus de longitude por aproximadamente 3 graus de latitude.

A ferramenta de análise tem sua operação iniciada no terminal do ambiente gráfico de estações UNIX. A relação entre o campo forçante a ser utilizado e a anomalia de precipitação é feita informando-se a sua data (mês e ano) no início da operação. Em seguida é informado o mês do estado básico climatológico a ser usado como estado básico para o modelo barotrópico, sendo o mesmo também referente às funções de influência a serem utilizadas na recomposição da resposta. Em seguida uma janela gráfica é aberta como a figura 2, apresentando a distribuição da forçante encolhida.

Pode-se também observar na figura 2 uma a região delimitada por um retângulo vermelho que engloba um outro retângulo azul que é a área da fonte selecionada através do mouse. Após estar selecionada a área da forçante, o aplicativo inicia a previsão com o modelo barotrópico fornecendo as todas a informações da fonte e do estado básico a ser utilizado. Então, o modelo com altura equivalente de 250 m faz a previsão para a distribuição do campo de divergência anômala, dando a resposta do modo interno à forçante especificada. Nesta etapa o modelo é integrado por 3 dias, utilizando aproximadamente 20 segundos de tempo de máquina.



a

b

: col -> cptec.inpe.br -> walmeida -> 2004
2004 -> Um sistema operacional de visualizaçÃo de produtos
2004 -> AvaliaçÃo objetiva do sistema de previsão de tempo global por ensemble do cptec e relaçÃo entre o espalhamento e o desempenho do ensemble médio
2004 -> Universidade federal de campina grande
2004 -> Estudo do transporte das partículas de aerossol de queimada via sensoriamento remoto
2004 -> Análise observacional e de simulaçÃoda numérica da partiçÃo de energia em modos verticais: estudo de caso de nuvem vírgula inv
2004 -> DistribuiçÃo sazonal e global da umidade do solo para inicializaçÃo em modelos numéricos de previsão de tempo e clima
2004 -> Características sinóticas associadas ao jato em baixos níveis e a influência na atividade convectiva sobre a bacia do prata
2004 -> Estudo observacional da propagaçÃo para leste do fenômeno catarina e sua simulaçÃo com modelo global de alta resoluçÃO
2004 -> Validação da temperatura da superfície obtida do sensor modis
2004 -> \indent In order to improve the predictive skill of the mesoscale atmospheric model Advanced Regional Prediction System (arps)


1   2   3   4   5


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal