Gestalt e sistemas



Baixar 6.79 Kb.
Encontro21.01.2018
Tamanho6.79 Kb.



Gestalt e sistemas

[...]
A psicologia [de] Gestalt surgiu e se desenvolveu a partir da segunda década do nosso século no contexto de grandes reviravoltas nas ciências e na filosofia.


Privilegiando como foco de suas investigações fenômenos de inter-relação e ordenação e organização, ela se contrapõe ao associacionismo que marcava a psicologia da época. Como tal, ela representa um marco de grande importância na história da psicologia.
Ao repensar funções psíquicas como percepção, memória, aprendizagem, a psicologia da Gestalt forneceu subsídios para teorias sistêmicas de personalidade e de grupos sociais. Ao mesmo tempo, a noção de Gestalt [...] não se mostra suficiente para abranger a complexidade dos eventos motivacionais e comportamentais de indivíduos e grupos sociais. No fim de seu livro Princípios da Psicologia de Gestalt, Koffka constata...
A teoria da Gestalt tem sido muito coerente em seu desenvolvimento. Ela estudou as Ieis fundamentais da psicologia, primeiro sob as mais simples condições, em problemas bastante elementares de percepção; depois incluiu conjuntos cada vez mais complexos de condições, dedicando-se ao estudo da memória, do pensamento e da ação. Começou a abordar as condições em que a própria personalidade entra na investigação. Mas como se trata de um mero primórdio, parece-nos mais sensato dar tempo ao tempo.
Não só a psicologia da Gestalt mas também a teoria do campo e as teorias organísmicas representam os primeiros modelos sistêmicos em Psicologia. Preocupando-se [...] com a dinâmica inter-relacional de conjuntos complexos, sua organização, regulação e direção, estas teorias representam enfoque novo, distinto dos modelos clássicos da relação causa-efeito e da transformação de energia.
Um novo desenvolvimento da perspectiva sistêmica [se] deu na década de 1940 quando o biólogo Ludwig von Bertalanffy explicitou o que denominou de Teoria Geral Sistemas como abordagem interdisciplinar de fatos multivariáveis e caracterizáveis; precisamente pelo fato e pela forma de sua organização, fatos, portanto, que não são abordáveis pelo método de isolar e manipular variáveis. É notável que na lingüística, na antropologia, na psicanálise o estruturalismo tornou-se, na mesma época, a corrente dominante a se preocupar com as inter-relações dos elementos [pertencentes] a um mesmo conjunto.
A proposta de von Bertalanffy é construir modelos e descobrir os princípios gerais aplicáveis a sistemas complexos de qualquer natureza - biológicos, ecológicos, psíquicos, sociais, econômicos, culturais - que não sejam vagas analogias e tampouco transposições de conceitos e modelos uma área de conhecimento para outra.
[...]

Fonte

TELENGE, Therese. Gestalt e sistemas. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2005.








©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal