Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos



Baixar 15.87 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho15.87 Kb.


ANÁLISE DE PREVALÊNCIA DE CANINOS IMPACTADOS NOS PACIENTES ATENDIDOS NA CLÍNICA ODONTOLÓGICA DA UNISUL

Silvia Helena Brasiliense 1; Ana Paula Roecker 2; Bruna Zilli 3; Msc. Karen Borges Waltrick (orientadora)4.


INTRODUÇÃO:
A impactação dental se constitui em um dos distúrbios mais corriqueiros nos consultórios odontológicos. Diversos estudos tem mostrado que, excluindo-se os terceiros molares, o canino é o dente que mais aparece impactado e por ser o último dente a irromper na cavidade bucal, a sua impactação pode causar vários distúrbios funcionais, oclusais e estéticos. A detecção precoce dos caninos impactados pode evitar maiores complicações como o desenvolvimento futuro de má-oclusões, de cistos ou tumores, e de reabsorções radiculares de dentes adjacentes.

A radiografia panorâmica é de grande utilidade na prática odontológica, sendo considerado um exame complementar adequado também para o diagnóstico das impactações dentárias, quer seja em pesquisas clínicas ou em achados radiográficos.

A prevalência de caninos impactados tem sido relatada em diferentes populações, o que pode contribuir para gerar ações preventivas que excluam a necessidade de futuras intervenções mais complexas e de custo mais elevado, ressaltando a importância da realização do diagnóstico precoce. O presente estudo analisou a prevalência de caninos impactados em pacientes que frequentam a clínica de odontologia da Unisul de Tubarão.
Palavras-chave: Caninos impactados. Radiografias panorâmicas. Prevalência.

_____________________

Acadêmica do Curso de Odontologia da Unisul. Bolsista do PUIC. E-mail: silvinhabrasiliense@hotmail.com



2 Acadêmica do Curso de Odontologia da Unisul. Bolsista do PUIC. E-mail: paula_roecker@hotmail.com

3 Acadêmica do Curso de Odontologia da Unisul. Bolsista do PUIC. E-mail: bruzilli@hotmail.com

4 Professora do curso de Odontologia da Unisul. E-mail: karenwaltrick@gmail.com
MÉTODOS:
Este foi um estudo transversal de análise de prevalência,1 onde foram utilizadas 1.945 radiografias panorâmicas digitalizadas dos prontuários dos pacientes, com idade igual ou superior a 13 anos, atendidos entre maio de 2002 a dezembro de 2013 na Clínica de Odontologia da Unisul. Foram excluídas da amostra as radiografias que apresentaram imagens fora dos padrões de qualidade técnica, que não possuem identificação (data do exame, nome e idade do paciente), bem como aquelas realizadas fora da universidade. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob o nº 372.512. O canino superior foi considerado impactado quando apresentava-se totalmente intra-ósseo, com rizogênese completa e/ou seu antímero completamente irrompido. A transmigração foi definida como a migração através da linha média, independente da distância. As radiografias panorâmicas foram analisadas por dois observadores (professor orientador e bolsista) previamente calibrados. As informações quanto à idade e sexo do paciente, localização e posicionamento dos caninos impactados e presença ou não de transmigração, manutenção de caninos decíduos e outras anomalias dentárias associadas foram anotadas. Os dados foram tabulados e a análise estatística foi feita por meio da realização de medida de frequência simples.
RESULTADOS E DISCUSSÃO:
Em 1945 radiografias analisadas, 27 pacientes apresentaram caninos impactados, uma prevalência de 1,39% (IC 95% 1,38 – 1,40). Dos pacientes, 19 eram mulheres e 8 eram homens, com média de idade de 34,43 anos (± 13,79 DP), sendo a idade mínima de 13 e a máxima de 56 anos. Foram identificados um total de 30 dentes caninos impactados, sendo 27 superiores (90%) e 3 inferiores(10%). A posição mais frequentemente presente foi a mesioangular, em 18 dentes (60%). A maioria dos casos acometeu a maxila esquerda onde 16 caninos estavam impactados (53,33%). Um total de 3 pacientes (11,11%) apresentaram concomitantemente 2 caninos impactados. Houve a associação de caninos impactados com outras anomalias em 2 pacientes (7,41%): em um casos a presença dos dentes 12 e 22 conóides e anodontia do dente 25; e no outro a presença de um odontoma impedindo a erupção do canino. Também foi identificada a manutenção de 10 dentes decíduos em 9 pacientes (33,33%). Apenas um caso de transmigração foi detectado, uma prevalência de 0,0514% (IC 95% 0,0477 – 0,0523).

A impactação dos caninos superiores é uma anomalia dentária bem conhecida, sendo que a prevalência varia de 0,8% a 3,6%.2,3,4 A prevalência de caninos impactados no presente estudo obteve resultados similares onde os caninos impactados que apareceram com maior frequência foram os caninos superiores, com 90%, sendo a ocorrência de canino inferior menos frequente, com apenas 10%. Assim como no presente estudo, tendo sido também mais frequente a presença de caninos impactados em mulheres do que em homens.4 O único caso de transmigração observado foi de um canino superior, o que destoa do que tem sido relatado onde a transmigração de canino inferior é bem conhecida e comprovada, diferente da transmigração de caninos superiores, a qual tem poucos casos publicados.5,6 Corroborando o que já foi relatado, a impactação dos caninos também pode estar associada, em alguns casos, com odontoma, porém não está claro se estas condições são as causadoras da não erupção ou se são consequência da impactação.5 Em muitos casos o canino decíduo ainda está em boca, mas não impedindo a erupção do dente, já que está impactado ou fora de sua rota de erupção.7


CONCLUSÕES:

A prevalência de caninos impactados na população estudada foi ao encontro aos resultados publicados na literatura. Foi detectada a maior prevalência de caninos superiores impactados em relação aos inferiores. Na amostra analisada a grande maioria dos casos de caninos impactados foi detectada em mulheres. Alguns casos de caninos impactados apresentam associação com outras anomalias dentárias. A manutenção de caninos decíduos pode ser bastante observada. Apenas um caso de transmigração foi identificado.


REFERÊNCIAS:


  1. MASSAD, E. et al., Métodos Quantitativos em Medicina. Barueri, SP: Manole. p. 570, 2004.

  2. FARDI, A. et al. Incidence of impacted and supernumerary teeth–a radiographic study in a North Greek population. Med Oral Patol Oral Cir Bucal. v. 16, n. 1, p. 56-61, 2011.

  3. AYDIN, U.; YILMAZ H. H.; YILDIRIM, D. Incidence of canine impaction and transmigration in a patient population. Dentomaxillofac Radiol. v. 33, n.3, p. 164-9, 2004.

  4. MUPPARAPU, M. Patterns of intra-osseous transmigration and ectopic eruption of mandibular canines: review of literature and report of nine additional cases. Dentomaxillofac Radiol. v. 31, p. 355-60, 2002.

  5. CELIKOGLU, M.; KAMAKI, H.; OKTAY, H. Investigation of transmigrated and impacted maxillary and mandibular canine teeth in an orthodontic patient population. J. Oral Maxillofacial Surg. V.68, n.5, p. 1001-6, 2010.

  6. AYDIN, U.; YILMAZ H. H. Transmigration of impacted canines. Dentomaxillofac Radiol. v. 32, n. 3, p. 198-200, 2003.

  7. ARAS, M. H. et al. Transmigrant Maxillary Canines. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod. v. 105, n.3, p. 48-52, 2008.


Fomento: O trabalho teve a concessão de Bolsa pelo Programa Unisul de Iniciação Científica (PUIC).


: junic -> 2014 -> arquivo sistema
arquivo sistema -> AvaliaçÃo in vitro da estabilidade de cor das resinas compostas utilizadas em áreas de retraçÃo gengival
arquivo sistema -> Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos
arquivo sistema -> AvaliaçÃo de atitudes alimentares e auto-percepçÃo da imagem corporalem bailarinas do município de tubarão- santa catarina
arquivo sistema -> Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos
arquivo sistema -> Análise dos vestígios zooarqueológicos do pinguim-de-magalhães (spheniscus magellanicus, sphenicidae) no sítio galheta IV – laguna, santa catarina
arquivo sistema -> Polygala paniculata L
arquivo sistema -> Avaliação do envolvimento do sistema opioidérgico no efeito antihiperalgésico da terapia por imersão em água quente
arquivo sistema -> Tecnologias e associativismo na maticultura na galícia espanha autores e orientadores
arquivo sistema -> Análise do envolvimento do sistema canabinóide na analgesia induzida pelo exercício físico em um modelo animal de dor inflamatória




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal