For Immediate Release



Baixar 12.05 Kb.
Encontro11.06.2018
Tamanho12.05 Kb.



Para divulgação imediata

Genebra, 13.10.2003


Contacto:

Anna Wang

Responsável pelas Comunicações, MMV

Telefone: +41 22 799 4078 (escritório) ou +41 79 204 2875



Email: wanga@mmv.org

www.mmv.org


O Primeiro Ministro de Moçambique aceita participar no Conselho de Administração da MMV e aplaude o subsídio de 40 milhões de dólares da Fundação Gates


O Primeiro Ministro de Moçambique, Dr. Pascoal Mocumbi declarou o seu empenho na batalha contra a malária juntando-se ao Conselho de Administração da Medicines for Malaria Venture (MMV). O Dr. Mocumbi encontrou-se recentemente em Moçambique com Bill e Melinda Gates, quando anunciaram que a Fundação Gates tinha prometido 40 milhões de dólares à MMV para a investigação sobre uma nova terapia para ajudar na luta contra a propagação da malária resistente a medicamentos.
“A malaria é a principal causa de mortes em Moçambique. A minha adesão ao Conselho de Administração da MMV vai-me permitir contribuir mais eficientemente para as actividades destinadas ao controlo da malária.” disse o Dr. Mocumbi. “Estou decidido a ajudar a MMV a desenvolver e trazer novos medicamentos que irão salvar milhões de vidas em África e outros países em desenvolvimento.”
O Dr. Mocumbi declarou que o subsídio de 40 milhões de dólares da Fundação Gates vem numa altura crucial para a MMV, que está a passar da fase de descoberta de medicamentos para o desenvolvimento dos mesmos.
“O desenvolvimento de medicamentos custa centenas de milhões de dólares” disse o Dr. Mocumbi. “A MMV está encantada com o apoio da Fundação Gates.”
Como médico, ex-Ministro da Saúde e antigo membro da Task Force “Saúde e Desenvolvimento” da Organização Mundial de Saúde, o Dr.Mocumbi contribui para o Conselho de Administração com conhecimentos e experiência diversos, e está confiante de que o seu conhecimento directo dos efeitos devastadores da malária irá ajudar a estimular o apoio dos países em desenvolvimento e dos países desenvolvidos na investigação destes medicamentos tão necessários. Actualmente, a MMV tem um Conselho de Administração que consiste de nove membros, presididos pela Dame Bridget Ogilvie, antiga Directora-Geral da Wellcome Trust.
O Dr. Mocumbi salientou a necessidade de aumentar os fundos globais para a investigação de novos medicamentos contra a malária, que neste momento rouba ao continente africano as suas crianças e o seu futuro. Em África, morre de malária uma criança cada 30 segundos. Cerca de 1 a 3 milhões de pessoas morrem de malária todos os anos, uma doença que se pode em grande parte evitar e tratar. No entanto, os medicamentos mais baratos e mais antigos já não são eficazes na maior parte do continente africano. Cerca de 80 por cento da malária em África é agora resistente à cloroquina, o tratamento mais barato e mais utilizado contra a doença.
“Há demasiado tempo que a malária mata pessoas silenciosamente. Pura e simplesmente, não é aceitável que uma doença que se pode tratar por $1 continue a matar milhões”, O Dr. Chris Hentschel, Director-Geral da MMV, declarou que “A responsabilidade é tanto do sector público como do privado. Só em parceria poderemos causar um impacto significativo sobre a malária.”
A indústria farmacêutica proporciona à MMV acesso às instalações, tecnologia e know-how industrial. O sector público tem um papel crucial na provisão de fundos para as despesas do desenvolvimento de medicamentos e garantir que os medicamentos alcancem os que têm necessidade deles.
O objectivo da MMV é desenvolver um medicamento novo e económico até 2010, e um medicamento novo de cinco em cinco anos a partir dessa data. Com 21 projectos prometedores na carteira, muitos dos quais já estão na fase crucial de ensaios clínicos, a MMV está em boa posição para conseguir alcançar o seu objectivo.

Sobre a Medicines for Malaria Venture, MMV:


A MMV foi oficialmente lançada a 3 de Novembro de 1999 como uma fundação sem fins lucrativos dedicada a reduzir o fardo da malária em países em que a doença é endémica, descobrindo, desenvolvendo e distribuindo novos medicamentos económicos contra a malária, através de uma parceria eficaz entre os sectores público e privado. Depois de três anos de funcionamento, a MMV está a gerir a maior carteira de investigação sobre a malária de todos os tempos, com 21 Projectos em diferentes etapas da investigação e desenvolvimento de medicamentos.

A MMV recebe financiamento ou apoio das seguintes organizações: Bill and Melinda Gates Foundation (Fundação Bill and Melinda Gates), ExxonMobil Corporation (Corporação ExxonMobil), Global Forum for Health Research (Fórum Global de Investigação sobre a Saúde), International Federation of Pharmaceutical Manufacturers Associations (Federação Internacional de Associações de Fabricantes Farmacêuticos), Netherlands Minister for Development Cooperation (Ministério holandês de Cooperação para o Desenvolvimento), Rockefeller Foundation (Fundação Rockefeller), Swiss Agency for Development and Cooperation (Agência Suíça para o Desenvolvimento e Cooperação), United Kingdom Department for International Development (Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional), World Bank (Banco Mundial), World Health Organization (Organização Mundial de Saúde), Roll Back Malaria, UNDP/World Bank/WHO Special Programme for Research and Training in Tropical Diseases (TDR) (Programa Especial para a Investigação e Formação sobre Doenças Tropicais da UNDP/Banco Mundial/Organização Mundial de Saúde), The Wellcome Trust.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal