Ficha de Preparação para o Teste de Português Lê o texto com muita atenção



Baixar 68.66 Kb.
Encontro15.12.2018
Tamanho68.66 Kb.


Ficha de Preparação para o Teste de Português

Lê o texto com muita atenção.
A NOITE EM QUE A NOITE NÃO CHEGOU
Um dia, mal acordou, a noite foi espreitar pela janela e reparou que já era quase noite. «Estou atrasada!», pensou ela ao ver que o Sol já tinha desaparecido e os candeeiros começavam a acender-se.

Mas, nesse dia, ou nessa tarde, ou nessa noite, a noite sentia-se muito preguiçosa.

Gostava muito de estar ali, no quentinho dos lençóis, mas à noite não podia. Tinha sempre que fazer. Contrariada, deu uma volta e outra volta, desenroscou-se, enroscou-se e pensou lá para consigo: «Estou farta!».

Havia muitas, muitas noites desde o início dos tempos que a noite chegava à hora certa sem faltar um só dia. «E tudo isto para quê?», perguntou ela de si para si, «Só para que o vaidoso do Sol possa ir mostrar a sua linda cabeleira dourada ao outro lado do mundo... Hoje, não saio daqui... O Sol que se amanhe!»

Olhando para o seu antiquíssimo fato de trabalho, metade feito de estrelas, metade de escuros trapos, a noite resolveu por sua vez ficar na cama.

«O pôr do sol que se aguente por aí, a pairar no meio do céu, até que nasça o dia! Está resolvido. Hoje, ninguém me tira daqui!»

Assim, sem querer saber de mais nada, a noite deixou-se ficar na cama toda satisfeita, com uma chávena de chá na mão e um livro de histórias na outra.

Quando perceberam que a noite não chegava, as pessoas, os bichos, os candeeiros e as flores começaram a juntar-se às portas da noite. Os autocarros e os girassóis queriam ir dormir. Os mochos, as


corujas e os guardas-noturnos queriam sair para o trabalho. Por isso puseram-se todos a gritar: «Venha a noite! Então, nunca mais chega?! É preciso fazer cair a noite!»

Mas era tão alta a casa onde a noite morava que ninguém se atrevia sequer a tentar chegar lá a cima.

Foi então que apareceu um menino rabino que pediu «Com licença...» a toda a gente e se pôs a trepar pelos últimos raios de sol. Num equilíbrio despachado, pôs um pé numa nuvem, outro num cometa e, em menos de nada, chegou junto da noite.

De tão entretida com o seu livro de histórias, a noite nem deu por nada. E mesmo que desse nem podia adivinhar. Não estava habituada a meninos e aos seus doces passos de algodão.

De mansinho, o menino rabino pôs-se a fazer-lhe cócegas nos pés. A noite desatou a rir às gargalhadas. «Ah, Ah, Ah! - Ah, Ah, Ah!» Tanto se riu a noite que caiu da cama abaixo. E, caindo, passou por estrelas, luas e sóis. Todas as luzes se apagaram à sua passagem e num manto muito grande, negro, de cetim, foi cobrindo a pouco e pouco o mundo inteiro.

O menino rabino, do esforço que fez, ficou cansado e com tanto sono que nem perdeu tempo. Deitou-se logo na cama da noite e, antes de adormecer, voltou-se para ela que lá em baixo já tomava conta do mundo inteiro e disse-lhe baixinho: «Adeus, noite... Até amanhã... Boa noite...»


José Fanha, A Noite em que a Noite não Chegou,

Porto, Campo das Letras, 2001


Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabaste de ler, de acordo com as orientações que te são dadas.

  1. Assinala com X a opção correta, de acordo com o sentido do texto.

Um dia, mal acordou, a noite foi espreitar pela janela e pensou. «Estou atrasada!» (linha 1 e 2)

Ela percebeu que estava atrasada porque

ouviu as horas no relógio da igreja.

viu que o Sol já se tinha ido embora.

começou a ouvir o cri-cri dos grilos.

viu o guarda-noturno no posto dele.




  1. Transcreve do texto uma frase que mostre que a noite estava mesmo sem vontade nenhuma de ir cumprir o seu dever.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

  1. Assinala com X a opção correta, de acordo com o sentido do texto.

A noite resolveu então




ficar na cama.

dar um passeio.



ir brincar.

pôr-se a trabalhar.




  1. Assinala com X as três opções corretas, de acordo com o sentido frase seguinte.

Quando diz «Hoje, não saio daqui... O Sol que se amanhe!» (linha 8), a noite mostra-se




muito distraída. egoísta.

preguiçosa. pouco responsável.

bastante atarefada. furiosa.

bisbilhoteira. preocupada.



  1. Assinala com X a opção correta, de acordo com o sentido do texto.

As pessoas, os animais, as plantas e os objetos começaram a gritar «É preciso fazer cair a noite!» (linha 19), porque





desejavam pregar uma partida à noite.

queriam castigar a noite pelo seu atraso.

pretendiam ouvir as explicações da noite.

queriam fazer o que faziam todas as noites.


  1. Assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F), de acordo com o sentido do texto.

Quem conseguiu fazer cair a noite foi um menino rabino. De que modo?




Afirmações

V

F

Contou histórias à noite para ela não adormecer.







Equilibrou-se numa nuvem e num cometa.







Pregou um susto à noite.







Prometeu ler-lhe um livro.







Subiu pelos últimos raios solares.







Fez cócegas nos pés da noite.







Trepou por um poste de eletricidade.









  1. Assinala com X a opção correta, de acordo com o sentido do texto.

«Não estava habituada a meninos e aos seus doces passos de algodão.» (linha 25)
Nesta frase, a expressão «doces passos de algodão» significa que os passos dos meninos eram
rápidos.

largos.

leves.

saltitantes.




  1. Ordena o que aconteceu à noite, numerando as afirmações de 1 a 5, de acordo com o final do texto.


A noite começou a rir.

A noite caiu da cama abaixo.

A noite tomou conta do mundo inteiro.

A noite sentiu cócegas nos pés.

A noite passou por estrelas e sóis.





  1. Na tua opinião, a noite conseguiu, ou não, levar por diante a sua intenção inicial?

Justifica a tua resposta.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Lê, agora, o seguinte texto.

O SOL
O Sol pesa 333 000 vezes mais que a Terra e é tão grande que poderia acolher 1 300 000 Terras. Se a Terra tivesse o tamanho de uma bola de ténis, o Sol teria o tamanho de uma casa.

O Sol é uma enorme bola de gás quente, que se formou a partir de uma nuvem de gás e de pó que flutuava no espaço. Começou a brilhar há cerca de 5000 anos.

O Sol parece mover-se no céu, do amanhecer até ao anoitecer, mas essa ilusão é causada pela rotação da Terra. Na verdade, somos nós que nos movemos. No entanto, o Sol move-se de outra forma: gira como a Terra, mas muito mais lentamente.

A temperatura da superfície do Sol é de cerca de 5500 graus centígrados, o suficiente para evaporar tudo o que existe sobre a Terra. No centro, a sua temperatura é muito mais alta, rondando os 15 milhões de graus centígrados.

1000 Perguntas e Respostas, Sintra, Girassol Edições, Lda.,s.d. (adaptado)



  1. Completa o Cartão de Cidadão do Sol, com base nas informações transmitidas no texto que acabaste de ler.


Nome: Sol

O que é: _________________________________________________________________________

Idade: __________________________________________________________________________

Peso: ___________________________________________________________________________

Temperatura à superfície: ___________________________________________________________

Origem: _________________________________________________________________________

Como se move: ___________________________________________________________________

Os irmãos Joana, André e Pedro vão com os pais à Festa da primavera, no Centro Cultural de Belém.


Consulta o texto informativo sobre a Festa, publicado numa revista, e responde às perguntas que se seguem.
In Visão, nº 576, de 18 a 24 de março de 2004 (adaptado)


  1. O que é que esta família teve de fazer para poder assistir a um espetáculo?

Assinala com X a opção correta.




Comprar os bilhetes até uma hora antes da Festa.



Reservar os bilhetes pelo telefone, um dia antes.

Apresentar os convites à entrada de cada espetáculo.



Levantar as entradas uma hora antes do espetáculo.



  1. Assinala com X, na lista seguinte, cinco espetáculos diferentes oferecidos na Festa da primavera.



Música Corrida de touros



Futebol Dança

Balé Ginástica

Teatro Cinema

Circo Marionetas




  1. No dia da Festa, a partir das 16 horas, a que espetáculos ainda se podia assistir?


A Asa e a Casa

Tocárufar

Banda dos Bombeiros

Charanga

Histórias para Assustar e Rir

Caravana Amarela

Responde, agora, ao que te é pedido sobre o funcionamento da Língua Portuguesa.


  1. Lê com atenção o seguinte texto.


Os mochos, as corujas e os guarda-noturnos queriam que anoitecesse. Por isso se puseram todos a gritar:

- Venha a noite! Então, nunca mais chega?



Escreve, em baixo, ao lado do número de cada sinal de pontuação, a letra correspondente à função que tem no texto. Segue o exemplo.







  1. ?




  1. .









  1. !









  1. Indicar uma pausa breve.

  2. Indicar que, na frase, a ideia não está concluída.

  3. Indicar o final da frase.

  4. Apresentar informações ou esclarecimentos úteis.

  5. Expressar um desejo forte, quase uma ordem.

  6. Fazer uma pergunta.

  7. Introduzir a fala de uma personagem.






  1. f)

  2. _____________

  3. _____________

  4. _____________



  1. Separa as sílabas das seguintes palavras. Segue o exemplo.

 Quando - Quan - do

Candeeiros - ___________________________________________

Autocarros - ___________________________________________

 Girassóis - ___________________________________________

 Mochos - ___________________________________________

Guarda-noturno - ___________________________________________

 Trabalho - ___________________________________________



  1. Lê o texto e completa as palavras que têm espaços em branco com as letras adequadas, escolhendo-as no quadro seguinte.


s ss c ç

A noite não estava nada apre_____ada. Espregui_____ou-se uma e outra vez e voltou a adorme_____er.

Como a noite nunca mais vinha, as crian_____as e os pá_____aros não so_____egavam, ficando cada vez mais can_____ados.

Por fim, anoite_____eu.




  1. Substitui as palavras ou expressões colocadas dentro dos retângulos por outras de significado contrário (antónimas).


vestiu

despiu____________

A noite o seu


velho

_________________

fato de trabalho.



anoiteceu

_________________

Então como era costume.



A noite

_________________

escura

_________________

já estava muito e as


terminar


_________________

pessoas desejavam as suas atividades.





  1. Preenche os espaços em branco com as formas adequadas dos verbos indicados entre parênteses.

Nesse dia, as pessoas não _________________________ (estar) satisfeitas, porque a noite nunca mais ________________ (cair).

Quando, finalmente, a noite _______________ (descer) sobre o mundo, alguns ______________ (ir) descansar, enquanto outros ________________ (sair) para passear ou trabalhar.



  1. Lê a seguinte frase.



A noite era menos vaidosa do que o Sol.

Reeescreve a frase, colocando o adjetivo «vaidosa» no grau comparativo de superioridade.

_______________________________________________________________________________________


  1. Lê a seguinte frase.



A noite e o Sol encontraram-se naquele dia.


    1. Completa a seguinte afirmação.

Esta frase é do tipo ____________________________________________




    1. Volta a reescrevê-la na forma negativa.

________________________________________________________________________________




2ª Parte

“O menino rabino, do esforço que fez, ficou cansado e com tanto sono que nem perdeu tempo. Deitou-se logo na cama da noite e, antes de adormecer, voltou-se para ela que lá em baixo já tomava conta do mundo inteiro e disse-lhe baixinho: «Adeus, noite... Até amanhã... Boa noite...»”


Este foi o final do texto que leste na 1ª parte.

Dá agora continuidade ao texto


«Adeus, noite... Até amanhã... Boa noite...»______________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




Bom trabalho!...







©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal