Faculdade de ciencias sociais aplicadas



Baixar 32.23 Kb.
Encontro01.03.2018
Tamanho32.23 Kb.

FACULDADE DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO EXTREMO SUL DA BAHIA


ENFERMAGEM




GHEISA ROSA



INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO: ATUAÇÃO DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO

ITAMARAJU- BAHIA

2007/02

GHEISA ROSA



INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO: ATUAÇÃO DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à disciplina Metodologia da Pesquisa II do curso de Graduação em Enfermagem, do Centro de Ensino Superior do Extremo Sul da Bahia, como requisito para obtenção do grau de Bacharel em Enfermagem.


Orientador: Edson Gomes Suzart

ITAMARAJU- BAHIA

2007/02
GHEISA ROSA
Infarto Agudo do Miocárdio: atuação de enfermagem na prevenção.
Monografia apresentada ao curso de enfermagem do CESESB/FACISA como requisito parcial para obtenção do grau de bacharel em enfermagem.

Banca examinadora:

Orientador: Prof°. Enf°. Edson Gomes Suzart - CESESB

Examinador(a): - CESESB

Examinador(a): - CESESB

Itamaraju, ___/___/______.




AGRADECIMENTOS
À DEUS pela existência e sustentação durante os muitos obstáculos que ultrapassamos nesta trajetória, os quais sem dúvidas foram essenciais para nosso crescimento pessoal e profissional.

A minha mãe, familiares e amigos, pela presença e apoio nos momentos difíceis e com os quais dividirei a alegria deste momento. Ao meu namorado Paulo Eduardo por toda compreensão e pelo novo sentido que deu à minha vida e às amigas Carine e Marta pela amizade, conselhos e por mostrarem-se sempre solícitas quando necessitei.

À Juliana, João Emanuel, Leide, D'ajuda e Igor, minha segunda família do coração. Nada recompensaria o que vocês fizeram por mim ...

Aos amigos da faculdade. Minha gratidão a Vocês dispensa palavras...

Ao meu Orientador não só pelos ensinamentos e orientação mas por toda a amizade que demonstrou ao nos apoiar e animar, fazendo possível a conclusão desta atividade indispensável à nossa formação acadêmica.

Às professoras da Disciplina Metodologia da Pesquisa II, Paula e Fátima, que sempre estiveram prontas a nos ajudar e esclarecer dúvidas.

Aos colegas de curso que, cada um de sua forma e de alguma maneira nos acrescentaram algo.

À CESESB pela formação acadêmica e nossos docentes que nos serviram de modelo de competência, responsabilidade e humanização. À todos vocês nosso MUITO OBRIGADA !!!

“O homem se torna muitas vezes o que ele próprio acredita que é. Se ele insiste em repetir para si mesmo que não é capaz de realizar alguma coisa, é possível, que realmente se torne incapaz de fazê-la. Ao contrário se tem a convicção de que pode fazê-la, certamente adquirirá a capacidade de realizá-la, mesmo que não a tenha no começo.”

(Mahatma Gandhi)



RESUMO


ROSA, G. Atuação de Enfermagem na prevenção do Infarto Agudo do Miocárdio. Itamaraju, 2007. [Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Enfermagem ].


As doenças cardiovasculares constituem, na atualidade, a principal causa de morte na maioria dos países ocidentais. No Brasil, são causa de aproximadamente 300 mil mortes por ano, 820 óbitos por dia, 34 por hora ou, ainda, um evento fatal a cada dois minutos. Entre as doenças cardiovasculares, a de maior incidência é a doença arterial coronária (DAC) cujas principais manifestações clínicas são a Angina, o Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e a morte súbita.

Há mais de três décadas através dos Estudos de Framingham foram estabelicidos os chamados fatores de risco (FR), associados ao desenvolvimento dessa doença, os quais deveriam conferir-lhe a possibilidade de uma prevenção efetiva.

Os fatores de risco que predispõem as pessoas a essa doença estão relacionados à hábitos do estilo de vida e história familiar. Assim, esta revisão bibliográfica pretende identificar os fatores de risco (FR) para o infarto agudo do miocárdio (IAM) relacionados ao meio ambiente, a biologia humana e ao estilo de vida.

A identificação desses fatores de risco (FR), facilitam as ações de enfermagem como a organização, implementação e avaliação das ações educativas bem como o acompanhamento clínico dos pacientes.

Esta pesquisa teve como objetivo traçar os principais fatores de risco para o IAM bem como conhecer um pouco mais da sua fisiopatologia, com vistas a identificar precocemente esses fatores nos pacientes para aumentar a taxa de sobrevida, mudando o estilo de vida dos mesmos.

Palavras-Chave: Fatores de risco, infarto do miocárdio e estilo de vida.

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

AOC- Anticoncepcionais Orais Combinados

DATASUS- Departamento de Informática do SUS

ECG- Eletrocardiograma

FR- Fatores de Risco

IAM- Infarto Agudo do Miocárdio

MS- Ministério da Saúde

OMS- Organização Mundial de Saúde

OPAS- Organização Pan Americana de Saúde

PSF- Programa de Saúde da Família

LISTA DE TABELAS

Tabela 1- Fatores de risco para doenças cardiovasculares segundo BRAUNWALD et al. (2002).
Tabela 2- Marcadores séricos do infarto agudo do miocárdio segundo SMELTZER e BARE, (2002).
Tabela 3- Fatores de risco para as doenças não transmissíveis, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (2003).

SUMÁRIO
INTRODUÇÃO..............................................................................................................................09

METODOLOGIA...........................................................................................................................11

ANÁLISE E DISCUSSÃO............................................................................................................12

Doenças crônicas não transmissíveis: doenças cardiovasculares...................................................12

Infarto agudo do miocárdio............................................................................................................15

Fatores de risco relacionados às doenças cardiovasculares............................................................20

Riscos imodificáveis.......................................................................................................................22

Riscos modificáveis........................................................................................................................23

CONCLUSÃO................................................................................................................................27

REFERÊNCIAS.............................................................................................................................30



ANEXOS........................................................................................................................................32
: cbcenf -> sistemainscricoes -> arquivosTrabalhos
arquivosTrabalhos -> Universidade presidente antônio carlos unipac
arquivosTrabalhos -> Universidade Federal do Vale do São Francisco
arquivosTrabalhos -> Universidade do Estado do Pará
arquivosTrabalhos -> Angina de peito
arquivosTrabalhos -> Assistência de Enfermagem ao Paciente com Câncer Colorretal: Relato de Caso Clínico
arquivosTrabalhos -> O social camiliana faculdade de enfermagem luiza de marillac
arquivosTrabalhos -> A importância da educaçÃo em saúde na melhoria dos hábitos de higiene e no combate às parasitoses
arquivosTrabalhos -> AvaliaçÃo da variaçÃo da spo2 de acordo com a temperatura da água durante o banho no leito
arquivosTrabalhos -> As representaçÕes sociais e alavagem das mãOS: reflexões a luz da enfermagem amazônida introduçÃO
arquivosTrabalhos -> O papel da comunicaçÃo na interaçÃo dos profissionais de enfermagem




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal