Espelhos Esféricos – Construções Geométricas 1



Baixar 0.92 Mb.
Página8/10
Encontro07.10.2019
Tamanho0.92 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

Resposta da questão 5:
[D]
É própria definição de foco principal de um espelho esférico: vértice de um feixe que incide paralelamente ao eixo principal.
Resposta da questão 6:
Dados: R = 1 m; p1 = 10 cm; A2 = 5.
A distância focal desse espelho é:


Para o objeto a 10 cm do espelho, o aumento (A1) pode ser calculado pela equação do aumento linear transversal:


Para que a imagem fosse direita e ampliada cinco vezes o aumento seria A2 = +5. Para tal, a distância do objeto ao espelho seria p2.

Aplicando novamente a expressão do aumento:




Resposta da questão 7:
[C]
Nossos olhos estão acostumados com imagens em espelhos planos, onde imagens de objetos mais distantes nos parecem cada vez menores.

Esse condicionamento é levado para o espelho convexo: o fato de a imagem ser menor que o objeto é interpretado pelo cérebro como se o objeto estivesse mais distante do que realmente está.



Essa falsa impressão é desfeita quando o motorista está, por exemplo, dando marcha a ré em uma garagem, vendo apenas a imagem dessa parede pelo espelho convexo. Ele para o carro quando percebe pela imagem do espelho convexo que está quase batendo na parede. Ao olhar para trás, por visão direta, ele percebe que não estava tão próximo assim da parede.
Resposta da questão 8:
dL = c.t = 3.108.1,3 = 3,9.108 m

cos  = dL/dS dS = dL /cos  = 3,9.108/2,6.10-3 = 1,5.1011 m

A figura a seguir contém o solicitado. É bom lembrar que todo raio incidente pelo foco principal de um espelho côncavo reflete paralelamente ao eixo principal do espelho. Pelo princípio da reversibilidade é verdadeiro também que o raio que incide paralelamente ao eixo principal reflete pelo foco principal do espelho.








1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal