Efeitos da programação metabólica induzida pela obesidade associada ao uso de Losartan sobre parâmetros histomorfométricos do tecido ósseo da prole



Baixar 28.33 Kb.
Encontro20.12.2017
Tamanho28.33 Kb.



Efeitos da programação metabólica induzida pela obesidade associada ao uso de Losartan sobre parâmetros histomorfométricos do tecido ósseo da prole
Gustavo Henrique dos Reis(PIBIC/Fundação Araucária/Unioeste), Juliana Souza dos Santos, Regina Inês Kunz, Sara Cristina Sagae, Lucinéia de Fátima Chasko Ribeiro(Orientadora), e-mail: lucineia.cr@gmail.com
Universidade Estadual do Oeste do Paraná/Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/Cascavel, PR
Grande área e área: Ciências Biológicas - Histologia.
Palavras-chave: Dieta de cafeteria, Tíbia, Morfologia.
Resumo
A dieta de cafeteria se assemelha ao estilo de alimentação ocidental e produz modelos experimentais obesos que mimetizam a obesidade humana. Esta, por sua vez, apresenta diversas comorbidades, como a hipertensão arterial, tratada frequentemente com Losartan. Tanto a obesidade quanto o uso de Losartan podem, direta ou indiretamente, afetar o metabolismo do tecido ósseo. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da programação metabólica da obesidade associada ao uso de Losartan sobre parâmetros histomorfométricos do tecido ósseo da prole. As ratas dos grupos CTL – CTL e CAF+LOS – CTL receberam ração padrão ou dieta de cafeteria do desmame até a idade adulta, respectivamente. A prole das ratas dos dois grupos recebeu dieta padrão e, ao final do experimento, foi eutanasiada e sua tíbia direita coletada e processada para histologia. Em seguida, as lâminas obtidas foram analisadas quanto à área do canal medular, espessura do osso cortical e número de osteócitos. Os dados obtidos foram analisados pelo teste t não-pareado. A dieta de cafeteria associada ao uso de Losartan em ratas Wistar não alterou os parâmetros histomorfométricos no tecido ósseo das tíbias da prole. Neste caso, não se observou programação metabólica efetiva.
Introdução
O tecido ósseo é um dos mais rígidos tecidos do corpo humano e desempenha diversas funções, com destaque para seu papel na mobilidade. É composto por três tipos celulares, osteoblasto, osteoclasto e osteócito (Junqueira & Carneiro, 2013).

A obesidade está relacionada a diversas comorbidades, como a hipertensão arterial. A losartana potássica, Losartan, é um medicamento utilizado frequentemente no tratamento dessa patologia e, segundo Silva (2009), seu uso pode ser responsável pela diminuição da síntese ou degradação do colágeno tipo I, afetando diretamente a matéria orgânica do osso. Ainda, o acúmulo de gordura e consequente aumento da massa corporal, podem por si só afetar o tecido ósseo (Mosca, 2013).

A gestação e lactação são um período crítico, constituindo uma janela de programação metabólica (Costa, 2014). Segundo Lucas (1998), a nutrição inadequada da mãe durante a gestação e lactação pode diminuir o padrão de divisão celular, alterando a programação de órgãos e sistemas fisiológicos por meio de alterações epigenéticas, cujas manifestações na prole podem permanecer até a vida adulta. Assim, condições como diabetes, hipertensão arterial e obesidade podem estar relacionadas com um imprinting de programação acontecida.


Materiais e Métodos
Ratas da linhagem Wistar foram obtidas do Biotério Central da Unioeste, mantidas em condições experimentais adequadas e divididas em dois grupos:

- Controle (CTL - CTL): ratas alimentadas com ração padrão (NutrilabTM, 2.95 Kcal/g) e água do desmame até a idade adulta; Prole alimentada com ração padrão e água, do desmame até os 100 dias de vida.

- Cafeteria com Losartan (CAF + LOS – CTL): ratas alimentadas com dieta de cafeteria (5,42 Kcal/g) do desmame até a idade adulta e tratadas com losartan; Prole alimentada com ração padrão e água, do desmame até os 100 dias de vida.

A dieta de cafeteria utilizada foi a mesma de Goularte et al. (2012). O tratamento diário com losartan (10 mg/Kg corporal) foi administrado por meio de gavagem com início aos 70 dias e término ao final do experimento. Ao final do período experimental, a prole (n=8 fêmeas/grupo) foi pesada, anestesiada e eutanasiada. A tíbia direita foi dissecada e seguiu o procedimento de rotina para histologia, cortes transversais de 7 µm de espessura e coloração em hematoxilina e eosina. O programa Image Pró-Plus 6.0 (USA) foi utilizado para mensuração da área do canal medular, bem como da espessura do osso cortical e número de osteócitos, quantificados em três pontos equidistantes. Os dados obtidos foram analisados pelo teste t não pareado e expressos em média e desvio padrão da média.


Resultados e Discussão
A dieta de cafeteria associada ao uso de losartan durante a gestação e lactação não programou o tecido ósseo da prole, visto que não houve alteração nos parâmetros histomorfométricos analisados no presente estudo (tabela 1).



Tabela 1: Parâmetros histomorfométricos da tíbia.




CTL-CTL

CAF+LOS-CTL

Valor de p

Número de Osteócitos

26,8 ± 4,3



25,7 ± 3,3



0,5603



Área do Canal Medular

3256000 ± 927307



2831000 ± 133797



0,2208



Espessura do Osso Cortical

388,6 ± 30,2


385,5 ± 46,1

0,8741



Legenda: Dados apresentados como média ± desvio padrão da média.




Algumas pesquisas mostram que o desbalanço nutricional e as restrições calóricas maternas durante a gestação e lactação alteraram parâmetros morfométricos da tíbia e do fêmur na prole constituída por machos (Fernandes et al., 2007; Babinski, 2005). No presente estudo, a dieta de cafeteria foi o modelo de escolha para a programação metabólica. Esta dieta pode ser considerada hipercalórica e, diferentemente dos modelos de restrição nutricional citados anteriormente, não afetou a morfologia da tíbia na prole.

Apesar do potencial efeito do Losartan na degradação ou redução da síntese de colágeno tipo I (Silva, 2009), não foi observado nenhum efeito deletério no tecido ósseo da prole de ratas tratadas com esse medicamento. Segundo Campos (2008) a baixa produção de colágeno tipo I pode levar ao aumento do risco de fraturas pela redução da ductilidade dos ossos, e a diminuição da densidade mineral óssea. Porém, como visualizado no presente estudo, o uso de Losartan, associado à obesidade, não é considerado um programador metabólico para a histomorfometria do tecido ósseo da tíbia.

É importante salientar que são escassos na literatura estudos sobre programação metabólica induzida por distúrbios nutricionais somados ao uso de medicamentos. Os parâmetros histomorfométricos do tecido ósseo analisado não foram alterados pelo modelo proposto, porém, as mudanças epigenéticas resultantes de programação metabólica podem ser refletidas em adaptações de níveis celular, molecular e bioquímico. Assim, sugere-se a realização de estudos adicionais para elucidar a relação da programação com os diversos mecanismos envolvidos na homeostase do metabolismo ósseo.
Conclusões

A dieta de cafeteria associada ao uso de Losartan em ratas Wistar não alterou os parâmetros histomorfométricos no tecido ósseo das tíbias da prole. Neste caso, não se observou programação metabólica efetiva.


Agradecimentos
À Fundação Araucária pela concessão da bolsa de iniciação científica e à Unioeste pela oportunidade de realização do estudo.
Referências
Babinski, M., A. (2005). Estudo do crescimento ósseo femural em ratos adultos cujas mães foram submetidas a desnutrição no período de lactação: análise morfométrica, radiológica e histomorfométrica. Tese, Concurso de Professor Adjunto I - Universidade Federal de Santa Catarina.

Campos, D.M. (2008). Produção e caracterização de colágeno tipo i e de compósitos hidroxiapatita-colágeno para regeneração óssea. Dissertação, Programa de Pós – Graduação em Engenharia Metalúrgica, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Costa, L. G. (2014). Malnutrição e diabetes materna: existirá uma programação transgeracional da obesidade? Dissertação, Mestrado Integrado em Medicina, Universidade do Porto.

Fernandes, R. M. P., Abreu, A. V., Schanaider, A., Soares, J. R. E. R., Peçanha, G. C. A., Babinski, M. A. & Ramos, C. F. (2007). Effect of protein and energy restricted diet during lactation leads to persistent morphological changes on tibia growth in the weaned pups. Int. J. Morphol 25, 565-571.

Goularte, J. F., Ferreira, M. B. C. & Sanvitto, G. L. (2012). Effects of food pattern change and physical exercise on cafeteria diet-induced obesity in female rats; British Journal of Nutrition 108, 1511–1518.

Junqueira, L. C. & Carneiro, C. (2013). Histologia Básica; 12ª Edição; Guanabara Koogan.

Lucas, A. (1998). Programming by early nutrition: An experimental approach. J Nutr 128, 401–406.

Mosca, L. N. (2013). Densidade mineral óssea de adolescentes sobrepesos, obesos e superobesos: O impacto do excesso de gordura corporal sobre amassa óssea. Dissertação, Pós-graduação em ginecologia, obstetrícia e mastologia, Universidade Estadual Paulista.

Silva, M. B. (2009). O Efeito do Losartan na morfologia do músculo esquelético do modelo Golden Retriever Muscular Dystrophy: uma droga promissora para a regeneração da musculatura distrófica? Programa de Pós-Graduação em Anatomia de Animais Domésticos e Silvestres, Universidade de São Paulo.





: eventos -> eaicti -> eaictiAnais -> arquivos
arquivos -> Avaliação do efeito da clorexidina e do hipoclorito de sódio na cimentação adesiva de pinos – estudo in vitro
arquivos -> Análise clinicopatológica de tumores malignos de glândula salivar provenientes de uma casuística de Cascavel (PR) diagnosticados entre os anos de 2001 a 2015
arquivos -> Análise morfométrica dos tecidos gengivais de ratos castrados e com periodontite experimental
arquivos -> Eletrodo de hidroxiapatita para determinação de matéria orgânica
arquivos -> Aplicabilidade da acupuntura auricular no controle da dor, depressão e incapacidade em pacientes portadores de disfunção temporomandibular
arquivos -> Avaliação clínica comparativa entre duas técnicas cirúrgicas para recobrimento radicular em classes I e II de Miller
arquivos -> Análise do conhecimento a respeito da psiconeuroimunologia e do uso da abordagem holística pelos enfermeiros do município de Foz do Iguaçu-pr na prática diária
arquivos -> Estudo morfométrico do plexo submucoso do jejuno de ratos em modelo experimental de câncer tumor de Walker-256
arquivos -> Avaliação da compactação do solo em sistema semeadura direta submetido ao trafego de conjuntos de transbordos graneleiros
arquivos -> Cateter central de inserção periférica: análise do uso na unidade de tratamento intensivo neonatal do Hospital Universitário do Oeste do Paraná




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal