Dutra Leilões dezembro de 2001 Local: Av. Brasil, 649 Tel.: (0xx11) 3887-3234 Coquetel de abertura



Baixar 250.27 Kb.
Página1/4
Encontro02.07.2019
Tamanho250.27 Kb.
  1   2   3   4


Dutra Leilões

DEZEMBRO DE 2001
Local: Av. Brasil, 649

Tel.: (0xx11) 3887-3234



Coquetel de abertura

Dia 06-12-01 às 20:30 h


Exposição: 7, 8, 9 e 10 - 12 - 01

de 12 às 23:00 h



Leilão: 11, 12 e 13 - 12 - 01

a partir de 21:50 h

Escritório: Av. Brasil, 649 - Jardim Paulista

CEP: 01431-000 - São Paulo - SP - Tel.: (0xx11) 3887-3234

e-mail: dutraleiloes@dutraleiloes.com.br - site: www.dutraleiloes.com.br

A equipe de Dutra Leilões agradece aos parceiros e colaboradores especiais:

Arquitetura de Luz - Fone: 258-1418




Cassio - Gersal Montagens e Eventos - Fone: 3825-5088




Douglas Eventos - Montagem e instalação - Fone: 418-7081



Efeito Graph - Gráfica e Editora - Fone: 3824-0999

Fernando Chaves - Fotógrafo - Fone: 3062-9340



J. A. Elétrica em Geral - Fones: 9201-0696 e 202-6668
Marcus Correa - Fotógrafo - Fone: 3746-6913
Nicolau Amaral - Assessoria de Imprensa - Fone: 3032-5668
Pantograf - Produção Gráfica - Fone: 6671-1913
Pepe Flores - Floricultura - Fone: 3758-0529
Rapa Design Gráfico - Produção gráfica - Fone: 3341-1212

Dutra Leilões

DEZEMBRO DE 2001




Lote 1 ao 140


Terça-feira



Dia 11 de dezembro de 2001, às 21:50 h
001 Par de mesas auxiliares circulares com duas gavetas cada uma, de linhas Luis XVI, com tampo de mármore preto rajado e varandas de metal amarelo; pernas retas frizadas com ponteiras de latão; 70,5 cm de diâmetro e 62 cm de altura. Brasil, séc. XX.
Sob o tampo selo do fabricante brasileiro Barcela Móveis e Decorações.
002 FEDERIGHI, Éttore (1909-1979)

Composição com mamões e latão. Óleo sobre tela, 88 x 75 cm. Assinado e datado em cima à direita: E. Federighi / 1960.
003 Espelho com moldura de madeira lavrada decorada com folhas; no reverso etiqueta da fabrica paulista Florença Arte Decorações; 76,5 x 63,5 cm com a moldura. Brasil, séc. XX.
004 AUTOR desconhecido (Séc. XIX / XX)

Dançarina. Escultura de bronze sobre base de ônix medindo 51 x 15 cm; sem assinatura; 48 cm de altura total.
005 TARSILA do Amaral (1886-1973)

Nu deitado entre aves. Desenho a tinta sépia quadriculado, 16 x 10 cm. Assinado embaixo à direita: Tarsila.
006 MARTINS, Aldemir (1922)

Marinha. Acrílico sobre cartão-tela, 29 x 41 cm. Assinado embaixo no centro: Aldemir Martins.
Acompanha no reverso, autenticação do próprio artista..
007 Vaso de prata do Porto repuxada, cinzelada e fundida, sob forma de balaústa, decorado com caneluras, elementos vegetais estilizados e anjos; boca recortada medindo 19,5 cm de diâmetro e 43 cm de altura, 3.000 g. Portugal, séc. XX.
008 Imagem de Nossa Senhora da Conceição de pedra sabão branca com alguma policromia; resplendor de prata com pedra vermelha incrustada; 25 cm de altura, sem o resplendor. Brasil, séc. XVIII/XIX.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
009 MOURÃO, Noêmia (1912-1992)

Nu com cachorro. Nanquim a bico-de-pena, 34 x 27 cm. Assinado embaixo à esquerda: Noêmia.
010 MECATTI, Dario (1909-1976)

Ramo de flores. Óleo sobre cartão fixado em placa, 49 x 33,5 cm. Assinado embaixo à esquerda: D. Mecatti.
011 CANNONE, Ângelo (1899-1992)

Marinha. Óleo sobre placa, 22 x 32 cm. Assinado embaixo à esquerda: Ângelo Cannone.
011A CANNONE, Ângelo (1899-1992)

Barcos. Óleo sobre placa, 22 x 33 cm. Assinado embaixo à esquerda: Ângelo Cannone
012 Lustre de cristal com 8 braços retilíneos e bobeches em forma de cones invertidos; 106 cm de diâmetro; 104 cm de altura. Europa, séc. XX.
013 DACOSTA, Milton Rodrigues (1915-1988)

Vênus e pássaro. Óleo sobre tela, 22 x 27 cm. Assinado embaixo à direita: Dacosta. Intitulado, assinado e datado no reverso: Vênus e pássaro/ M. Dacosta/80.
014 Cômoda-secretária com tampo basculante lavrado com figuras de grifos e medalhão heráldico no centro; quatro gavetas também lavrados; pés de influência chinesa; 122 x 60 x 114 cm de altura. Portugal, séc. XIX.
Acompanham 2 puxadores que estão quebrados.
015 Paliteiro de prata 10 dinheiros do Rio de Janeiro, sob forma de passarinho apoiado em galho de pera sobre pequena bandeja avarandada; sobre três garras; 16 cm de altura. Brasil, séc. XIX.

Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
016 PENNACCHI, Fulvio (1905-1992)

Pássaros. Par de cerâmicas esmaltadas em policromia, 14,5 e 17 cm de altura. Assinado no interior da base: Pennacchi.
Um dos pássaros tem o corpo separado da base e colado.
017 O conhecido e saudoso leiloeiro Irineu Angulo, que certamente fez escola, colecionou trabalhos de artistas com quem conviveu, realizados em papel timbrado de sua casa leiloeira. Essa coleção de 80 obras, estão agora sendo apregoadas neste leilão, divididas em oito lotes de dez obras cada um, medindo 30 x 22 cm. No correr da leitura deste catálogo, os interessados poderão conhecer os nomes dos artistas que assinam os trabalhos referidos, a começar deste lote:

Ernesto Meyer Filho, Naldo, I. Borghese, Washington Sales, Alzira Pecorari, Helenos, Fang, Otoni Gali Rosa, Isabel de Jesus


018 Bandeja circular, 2 copos com pés altos, perfumeiro e porta-algodão de vidro opalino azul, decorados com festões, figurações e fios dourados; bandeja com 30 cm de diâmetro. França, séc. XIX.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
019 Bule para chá, de prata de Londres repuxada e cinzelada, decorada com gomos e figurações vegetais; marca IET do prateiro J.E. Terry & Co., ativo na primeira metade do século XIX; 19,5 cm de altura. Inglaterra, letra-data para 1828.
Falta o pegador da tampa.
020 Par de anjos barrocos de madeira lavrada e policromada, de fatura rústica; 108 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
021 Cômoda 3/4 D. Maria I com puxadores de madeira torneada nas quatro gavetas cujos espelhos das chaves são de osso; pernas retas de seção quadrada; decorada com filetes incrustados; tampo medindo 62,5 x 121,5 cm; 108 cm de altura. Brasil séc. XIX.
022 MABE, Manabu (1924-1997)

Abstrato informal. Óleo sobre tela, 40 x 50 cm. Assinado embaixo à direita: Mabe.
023 Vaso de vidro double de Daum, decorado com flores e folhas sépia sobre fundo bege; base circular medindo 12,4 cm de diâmetro; 41 cm de altura; assinado no bojo: Daum / Nancy e a cruz de Lorena. França , séc. XX.
Originariamente trata-se de um pé de abajur.
024 SANTIAGO, Manoel (1897-1987)

Paisagem com casas e personagens. Óleo sobre tela, 50 x 65cm. Assinado e datado embaixo à esquerda: Manoel Santiago 1958. No reverso: Manoel Santiago.
025 Tapete Seraband, medindo 325 x 228 cm ou 7,41 m². Irã séc. XX.
026 VOLPI, Alfredo (1896-1988)

Desfile de carnaval. Desenho/polverino a lápis preto em papel vegetal quadriculado destinado a reprodução sobre azulejos, sem assinatura, 64 x 93 cm.
Desenho picotado a ponta de alfinete. Origem: acervo de Paulo Cláudio Rossi Osir, proprietário da Osirarte.
027 Móvel dotado de porta frontal de duas folhas, imitando 6 gavetinhas decoradas com tremidos, sobre base de estilo Nacional Português; base com pernas e amarrações em espiral e bolachas; 47,5 x 75 x 150 cm de altura. Portugal, séc. XIX.
028 BANDEIRA Antônio (1922-1967)

Cidade. Desenho técnica mista, 23 x 26,5 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Bandeira / 64.
029 VALENTIM, Mestre (1756-1813)

Par de aparadores criados a partir de colunelos setecentistas lavrados e vazados, provenientes da igreja carioca de Nossa Senhora do Parto, hoje demolida; talhas de autoria do Mestre Valentim; dimensões: 49 x 164,5 x 98 cm e 51 x 162 x 99 cm. Brasil, séc. XVIII.
O Mestre Valentim - Valentim da Fonseca e Silva - contemporâneo do Aleijadinho, vivendo coincidentemente no mesmo período, ambos mulatos e quem sabe também, ambos mineiros. O gênio tanto de um quanto do outro igualmente se emparelham em obras notavelmente marcantes, um basicamente em Vila Rica e outro, no Rio de Janeiro.

O Mestre Valentim foi artista polivalente, atuando com mestria nas áreas de engenharia, da arquitetura, do cinzelamento, da escultura e do urbanismo. O Passeio Público do Rio de Janeiro e um excelente exemplo da soma de tudo isso. Igreja cariocas são ainda testemunhas e depositárias de lampadários de notável produção, afora os candelabros e tocheiros tanto de prata quanto de madeira que são também exemplos - alguns deles neste leilão - de sua criatividade e excepcional artesania.
Os tampos não são originais, sendo um deles de jacarandá e o outro de cabreúva.
030 Leque de renda preta com hastes de tartaruga decorado com o monograma CC espelhado, em ouro, encimado pela coroa de conde; ilustração central a mão representando Triunfo de Flora, assinada e datada: A...Victoria / 1888. Europa, séc. XIX.
Pertenceu a Condessa de Carapebus, D. Francisca Jacinta Nogueira da Gama (1835-1899). Leque acondicionado aberto em moldura envidraçada, medindo 40 x 68 cm.
031 Miniaturas de cadeiras estofadas com couro verde escuro; encosto com travessa vazada e tabela com baguetes cruzadas; pernas frontais torneadas e posteriores em forma de sabre; assento de 31 x 35 cm/ 69 cm de altura do espaldar. Inglaterra, séc. XIX.
032 MECATTI, Dario (1909-1976)

Duas figuras. Óleo sobre tela, 70 x 50 cm. Assinado embaixo à direita: D. Mecatti.
033 4 licoreiros e 11 cálices de cristal em suporte metálico, acondicionados em caixa de madeira finamente lavrada com tampa superior e laterais que se abrem; os licoreiros e 7 cálices tem o monograma GS; caixa medindo 29 x 38,5 x 28 cm de altura. Europa, séc. XIX/XX.
2 cálices com monograma apresentam bicados. 4 cálices não pertencem ao conjunto. Faltam 5 cálices.
034 Tapete Serapi, medindo 270 x 175 cm ou 4,73 m². Irã, séc. XX.
035 Oratório de madeira ricamente lavrada, característico do ecletismo do final do século XIX, encimado pela fênix, símbolo da ressurreição e decorado com colunas coríntias; sobre quatro patas; porta frontal e laterais envidraçados; internamente decoração dourada e símbolos do martírio de Cristo; 100 x 45 x 161 cm de altura. Brasil, séc. XVIII / XIX.
036 BRECHERET, Victor (1894-1955)

Torso. Escultura de bronze patinado sobre figura geométrica em forma de seção de cone; 105 cm de altura total sem a base de madeira; assinado: V. Brecheret e codificado sob número 4425380.

Este exemplar é o quarto de uma série de seis e participou da exposição comemorativa do 20º aniversário da morte do artista, realizada no Museu Lasar Segall em 1976, sob número 23 do catálogo, conforme certificado que acompanha a peça.
037 CALIXTO de Jesus, Benedito (1853-1927)

Cascata na floresta. Óleo sobre tela, 63,5 x 45,5 cm. Assinado embaixo à direita: B. Calixto.
038 Par de castiçais de prata do Porto decorada com figurações guilloches; fuste torneado sobre base circular recortada; marca do contraste Caetano Rodrigues de Araújo usada de 1853 até 1861; base de 9,5 cm de diâmetro; 21 cm de altura; 850 g. Portugal, séc. XIX.
039 Tapete Kuba, medindo 162 x 115 cm ou 1,86 m². CEI, séc. XX.
040 Aparelho para jantar de porcelana de Paris decorada com figurações cor-de-rosa e dourados; 46 peças assim discriminadas: 12 pratos rasos, 13 pratos fundos, 12 pratos para sobremesa, sopeira travessa oval funda, legumeIrã 2 fruteiras, molheira de bico, molheira com tampa e seu presentoir fixo e 2 covilhetes. 9 pratos rasos e 1 prato fundo apresentam lascados na base. As abas e bordas de todas as peças estão perfeitas.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
041 GALOT, Theodore-Alphonse (1806-)

Pedra da Gávea - Rio de Janeiro. Guache, 31 x 44,5 cm o papel. Assinado e datado embaixo à esquerda: Alphonse Galot / 1845.
Origem: coleção Newton Carneiro.
042 Ostensório de prata 1° título, repuxada e cinzelada, decorada com elementos simbólicos da fé católica; base retangular de 27 x 22 cm apoiada em quatro garras; 90 cm de altura. França, séc. XX.
043 GALOT, Theodore-Alphonse (1797-1866)

Rio de Janeiro. Guache, 31,5 x 45,5 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Alph.se Galot / 1845.

Origem: coleção Newton Carneiro.
044 Cadeira de jacarandá D. João V decorado com concha no frontão e tabela recortada; pernas Chippendale características do período; assento estofado com damasco claro medindo 36 x 42 cm; 137 cm de altura do espaldar. Brasil, primeira metade do séc. XVIII. Pertenceu à Baronesa de Bonfim, D. Francisca Freire de Andrade casada com o Barão José Francisco de Mesquita.
A cadeira está reproduzida no livro Arte Colonial Mobiliário, de Luís Seraphico à pg. 59, ilustração 57.

Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
045 CARVALHO, Flávio de Rezende (1899-1973)

Mulheres. Água-tinta, 74,5 x 48,5 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Flávio de R. Carvalho / 1972 e numerado à esquerda: 23 / 50.
046 Tapete Shirvan, medindo 191 x 104 cm ou 1,99 m². CEI, séc. XX.
047 Mesa circular de jacarandá de linhas vitoriana com resquícios neoclássicos; grande coluna central torneada apoiada por três pés lavrados terminados em garras; tampo de mármore branco medindo 130 cm de diâmetro; 76,5 cm de altura. Brasil, séc. XIX.
048 TERUZ, Orlando (1902-1984)

Menina com cachorro. Óleo sobre tela, 73 x 92 cm. Assinado, situado e datado embaixo à direita e no reverso: Teruz / Rio / 1981.
049 Par de banquetas de jacarandá ao Estilo Nacional Português, com testeira lavrada e quatro pernas em espiral; assento de couro lavrado tacheado; assento de 74 x 49,5 x 43 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
Estes bancos são provenientes da sede da fazenda Columbande em Niterói RJ, datada de 1714, hoje demolida, pertecente a familia Moniz Barreto.
050 CABRAL, Antônio Hélio (1948)

Nu deitado. Óleo sobre tela, 100 x 132 cm. Assinado embaixo à direita: Cabral / 95.
051 VALENTIM, Mestre (1756-1813)

Par de mísulas de madeira policromada decoradas com volutas, acantos e querubins; plateau de 53 x 54 cm; 100 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
O Mestre Valentim - Valentim da Fonseca e Silva - comtemporâneo do Aleijadinho, vivendo coincidentemente no mesmo período, ambos mulatos e quem sabe também, ambos mineiros. O gênio tanto de um quanto do outro igualmente se emparelham em obras notavelmente marcantes, um basicamente em Vila Rica e outro, no Rio de Janeiro.

O Mestre Valentim foi artista polivalente, atuando com mestria nas áreas da engenharia, da arquitetura, do cinzelamento, da escultura e do urbanismo. O Passeio Público do Rio de Janeiro e um excelente exemplo da soma de tudo isso. Igrejas cariocas são ainda testemunhas e depositarias de lampadários de notável produção, afora os candelabros e tocheiros tanto de prata quanto de madeira que são também exemplos - alguns deles neste leilão - de sua criatividade e excepcional artesania.

Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
052 GIORGI, Bruno (1905-1993)

Mulher sentada com toalha. Escultura de bronze patinado, sobre base de mármore preto medindo 33,5 x 33,5 x 10 cm; 68 cm de altura sem a base; 78 cm de altura total. Assinado embaixo no bronze: B. Giorgi.
Trabalho característico dos anos 50.
052A Conjunto de 6 esculturas de madeira e marfim entalhados, representando músicos; 28,5 cm de altura o menor e 33 cm de altura a maior. Áustria, séc. XIX / XX
053 VALENTIM, Mestre (1756-1813)

Par de mísulas de madeira policromada decoradas com volutas, acantos e querubins; plateau de 37 x 38,5 cm; 70 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
O Mestre Valentim - Valentim da Fonseca e Silva - contemporâneo do Aleijadinho, vivendo coincidentemente no mesmo período, ambos mulatos e quem sabe também, ambos mineiros. O gênio tanto de um quanto do outro igualmente se emparelham em obras notavelmente marcantes, um basicamente em Vila Rica e outro, no Rio de Janeiro.

O Mestre Valentim foi artista polivalente, atuando com mestria nas áreas da engenharia, da arquitetura, do cinzelamento, da escultura e do urbanismo. O Passeio Público do Rio de Janeiro e um excelente exemplo da soma de tudo isso. Igrejas cariocas são ainda testemunhas e depositarias de lampadários de notável produção, afora os candelabros e tocheiros tanto de prata quanto de madeira que são também exemplos - alguns deles neste leilão - de sua criatividade e excepcional artesania.

Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
054 Cristo crucificado de marfim; 33 cm de altura e 29 cm de envergadura. Índia Portuguesa, séc. XVIII.
055 Sino de prata fundida decorado com guillochis concêntricos; pseudo- marca do Porto incompleta e as iniciais FN não identificadas; gravado na saia: Bahia 5-3-1805; 12 cm de diâmetro da boca e 23 cm de altura; 950 g. Brasil, séc. XVIII / XIX.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
056 Mesa de encostar setecentista D. José I, de jacarandá, dotada de duas gavetas com puxadores de bronze originais; saias de fina lavra e tampo recortado medindo 112 x 59,5 cm; 84 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
057 LANDSÉR, Charles (1799-1874)

Sertanejo. Aquarela e lápis, 34,5 x 24 cm. Escrito a lápis embaixo à esquerda: A sertanejo. Origem: Coleção Newton Carneiro.
058 Tapete Mahal, medindo 303 x 230 cm ou 6,97 m². Irã, séc. XX.
059 Mesa rústica dotada de duas gavetas almofadadas assim como as saias laterais; pernas e amarrações torneadas; tampo de 64 x 150 cm; 79,5 cm de altura. Brasil, séc. XVII / XVIII.
060 Faune. Escultura de bronze patinado sobre base de mármore preto medindo 33 x 20 cm; 83 cm de altura total. Fundição de Ferdinand Barbediènne, França .
061 ZUGEL, Heinrich Johann (1850-1941)

Vacas. Óleo sobre tela, 60 x 80 cm. Assinado e datado embaixo à direita: H. Zugel e data ilegível.

Destacado pintor animalista da escola alemã, estudou em Stuttgart, Viena e Munique onde lecionou na Academia de Belas Artes. Premiado em Berlim, Paris e Dresdem.
062 GIORGI, Bruno (1905-1993)

Labareda. Escultura de mármore branco polido sobre base de mármore preto medindo 19,5 x 20 x 20 cm; 30 cm de altura sem a base; 50 cm de altura total. Assinado embaixo no mármore branco: B. Giorgi.
Trabalho característico dos anos 60 / 70.
063 VALENTIM, Mestre (1756-1813)

Altar decorado com acantos e partes do retábulo decorado com volutas barrocas e também acantos, com restos de douração; altar medindo 225 x 55 x 114 cm de altura; retábulo medindo 170 x 182 cm de altura; 296 cm de altura total. Brasil, séc. XVIII.
O Mestre Valentim - Valentim da Fonseca e Silva - contemporâneo do Aleijadinho, vivendo coincidentemente no mesmo período, ambos mulatos e quem sabe também, ambos mineiros. O gênio tanto de um quanto do outro igualmente se emparelham em obras notavelmente marcantes, um basicamente em Vila Rica e outro, no Rio de Janeiro.

O Mestre Valentim foi artista polivalente, atuando com mestria nas áreas da engenharia, da arquitetura, do cinzelamento, da escultura e do urbanismo. O Passeio Público do Rio de Janeiro e um excelente exemplo da soma de tudo isso. Igrejas cariocas são ainda testemunhas e depositarias de lampadários de notável produção, afora os candelabros e tocheiros tanto de prata quanto de madeira que são também exemplos - alguns deles neste leilão - de sua criatividade e excepcional artesania.
Pertenceu a igreja da Boa Morte no Rio de Janeiro. Foi instalado na capela da residência do Embaixador Plácido Gutierrez.
064 PARREIRAS, Antônio Diogo da Silva (1860-1937)

Praia do Marui Pequeno. Óleo sobre tela, 27 x 21 cm. Assinado embaixo à direita: A. Parreiras.
065 Cálice de prata lisa, vermeil interna e externamente; fuste torneado e base circular medindo 12,5 cm; 23,5 cm de altura; 400 g. Brasil, séc. XIX.
066 OSIR, Paulo Cláudio Rossi (1890-1959)

Cachorro. Óleo sobre tela, 40 x 48 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Osir / 8-9-944.
067 ZANINI, Mário (1907-1971)

Natureza morta com peixes. Óleo sobre tela, 43,5 x 30 cm. Assinado embaixo à direita: Mario Zanini.
068 Di Cavalcanti, Emiliano (1897-1976)

Paquetá. Desenho a tinta sépia, 20,5 x 28,5 cm. Intitulado, situado e datado embaixo à direita: Paquetá - Rua S. Roque - 6-4-36.
069 VALENTIM, Mestre (1756-1813)

Par de tocheiros barrocos de madeira lavrada com restos de douração; na base com três pés em volutas, o monograma CBM do Convento da Boa Morte, Rio de Janeiro; 172 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
O Mestre Valentim - Valentim da Fonseca e Silva - contemporâneo do Aleijadinho, vivendo coincidentemente no mesmo período, ambos mulatos e quem sabe também, ambos mineiros. O gênio tanto de um quanto do outro igualmente se emparelham em obras notavelmente marcantes, um basicamente em Vila Rica e outro, no Rio de Janeiro.

O Mestre Valentim foi artista polivalente, atuando com mestria nas áreas da engenharia, da arquitetura, do cinzelamento, da escultura e do urbanismo. O Passeio Público do Rio de Janeiro e um excelente exemplo da soma de tudo isso. Igrejas cariocas são ainda testemunhas e depositarias de lampadários de notável produção, afora os candelabros e tocheiros tanto de prata quanto de madeira que são também exemplos - alguns deles neste leilão - de sua criatividade e excepcional artesania.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.

070 Bule e açucareiro de prata, decorados com fios paralelos, ambos de seção oval; asa de madeira no bule e pseudo-marca do Porto no açucareiro; 21 cm de altura do bule. Brasil, séc. XIX.


As peças não pertenceram ao mesmo aparelho.
071 CALDERON, Fernando (1928)

Mão com pincel. Óleo sobre placa, 140 x 89,5 cm. Assinado na parte de baixo: F. Calderon.
O suporte e a pintura apresentam alguns machucados.
072 TENREIRO, Joaquim (1906-1992)

Mesa com tampo de vidro azul e três pernas de ferro; tampo medindo 198 x 108 cm; 74 cm de altura. Brasil, séc. XX.

Esta mesa participou da exposição Joaquim Tenreiro - o Mestre da Madeira - em homenagem ao artista, promovida pela Pinacoteca do Estado no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega, dentro do Projeto Pinacoteca no Parque Ibirapuera, entre dezembro de 1999 e janeiro de 2000.
073 GIORGI, Bruno (1905-1993)

Mulher sentada de pernas cruzadas. Escultura de bronze patinado, sobre bloco de mármore preto medindo 24,5 x 24,5 x 10 cm; 36 cm de altura sem o mármore; 46 cm de altura total. Assinado embaixo no bronze: B. Giorgi.
Trabalho característico dos anos 40 / 50.
074 Par de pratos de porcelana Cia.-das-Indias nas cores características do padrao japones Imari; 23 cm de diâmetro. China, séc. XIX.
075 4 cadeiras art-deco e almofadas de desenho quadriculado; quatro pernas de seção circular; assento medindo 48 x 47 cm; 98,5 cm de altura do espaldar. Brasil, anos 30.
076 GIORGI, Bruno (1905-1993)

Torso de mulher. Escultura de mármore rosa sobre base de mármore preto medindo 21,5 x 32 x 15 cm; 66 cm de altura sem a base; 81 cm de altura total. Assinado embaixo no mármore rosa: B. Giorgi.
Trabalho característico dos anos 70.
077 CANTÙ, Ângelo (1881-1955)

Tecelã. Óleo sobre tela, 142 x 112 cm. Assinado embaixo à esquerda: A. Cantù.
078 VISCONTI Cavalleiro, Yvone (1901-1965)

Vaso de flores. Óleo sobre tela fixada em cartão, 35 x 43 cm. Assinado embaixo à direita: Yvone Visconti Cavalleiro.
079 GIORGI, Bruno (1905-1993)

Torso de mulher. Escultura de bronze patinado sobre base de mármore preto medindo 18 x 23,5 x 12 cm; 50 cm de altura sem o mármore; 62 cm de altura total. Assinado embaixo no bronze: B. Giorgi.
Trabalho característico dos anos 80.
080 CENCIN, Vincenzo (1925)

Barcos e personagens. Pendant de Óleos sobre tela fixada em madeira 30 x 50 cm assinado embaixo à esquerda e 40 x 50 cm assinado embaixo à direita: V. Cencin.
081 Estante barroca de sustentação de partituras no coro das igrejas, de madeira esmaltada e dourada, 205 cm de altura. Portugal, séc. XVIII.
Origem: coleção Osvaldo Riso.
082 KAMINAGAI, Tadashi (1899-1982) Cabo Frio. Óleo sobre tela, 44 x 60 cm. Assinado embaixo à direita: T. Kaminagai.

083 OSCAR Pereira da Silva (1867-1939)



Guarujá. Óleo sobre cartão, 19 x 45,5 cm. Assinado, datado e situado embaixo à direita: Oscar P. da Silva /26-6-30 /Guarujá.
084 Porta-bengala de madeira formado por dois painéis articulados por meio de dobradiças, decorados com figurações orientais; na parte mais alta, prateleira para vasos e objetos decorativos; o porta-bengala propriamente dito, e de metal estanhado; 107 x 170 cm de altura. séc. XX.
085 Mesa com tampo retangular, saias recortadas e vincadas, gaveta frontal e quatro pernas curvas de sabor Luís XV; tampo medindo 77,5 x 138 cm; 75,5 cm de altura. Brasil, séc. XX.
086 ARAÚJO, Carlos (1950)

Mulher. Acrílico sobre madeira 158,5 x 109 cm. Assinado embaixo à esquerda: C. Araújo.
087 Seis lavandas de cristal Saint-Louis decoradas com gregas guiochadas a mão; 13 cm de diâmetro de boca e 6 cm de altura. França , séc. XIX/XX.
088 MUGNAINE, Túlio (1895 - 1975)

Casario. Óleo sobre tela, 56 x 37 cm; assinado e datado embaixo à esquerda : T. Mugnaine 924.
089 IANELLI, Thomaz (1932-2001)

Figuras. Têmpera sobre tela, 60 x 50 cm. Assinado embaixo à direita: Thomaz.
090 A.T. (Séc. XIX)

Le prince de Joinville. Gravura em metal siglada na chapa: A.T. ; 25,5 x 18,5 cm, entre passe-partout; publicada em Histoire de Louis Philippe; na margem inferior certificado autógrafo datado de Paris, 9 de fevereiro de 1848.
O Príncipe de Joinville (1818-1900), Francois-Ferdinand-Philippe- Louis-Marie D'Orleans, filho do rei de França Louis Philipp , em sua viagem a ilha de Santa Helena no Atlântico Sul, para resgatar o corpo do Imperador Napoleão I que havia morrido, fez escala no Rio de Janeiro em 1840, conhecendo então D. Francisca, irmã do Imperador do Brasil D. Pedro II, com quem casou-se em 1848.
Origem: coleção Newton Carneiro.
091 ENDER, Johann-Nepomuk (1793-1854)

Mulher e filho. Aquarela, 33 x 26 cm. Assinado e datado embaixo à esquerda: Joh. Ender / 1842.
Origem: coleção Osvaldo Riso.
092 POLO, Maria (1937-1983)

Figuração abstratizante. Óleo sobre tela, 60 x 73 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Maria Polo / 78.
093 AUTOR não conhecido (Séc. XX)

Barqueiro. Escultura de bronze patinado, sobre base de ônix-da-argélia medindo 23,5 x 67.
094 BIANCO, Enrico (1918)

Cerca com cavalos. Óleo sobre madeira 19 x 27 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Bianco 1966.
095 ARAÚJO, Emanuel (1940)

Abstrato. Escultura de aço dobrado e esmaltado com dois tons de vermelho, formando base triangular de 1 metro de lado; 108 cm de altura. Assinado próximo à base. EmAraújo.
096 DI CAVALCANTI, Emiliano (1897-1976)

Mulheres do mangue. Ponta-seca, 38 x 30 cm. Assinado no rodapé à direita: E. Di Cavalcanti e siglado à esquerda: H / C
097 Par de anjos barrocos de madeira policromada, provenientes de Minas Gerais; 85 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
098 AUTOR não identificado (Anos 40 e 50)

Nu sentado de costas. Desenho a sangüínea, 71 x 60 cm.
Origem: acervo Osirarte.
099 FERRIGNO, Antônio (1863-)

São Paulo. Aquarela, 24,5 x 37 cm. Assinado embaixo à esquerda: A. Ferrigno.
100 Cômoda inteira neoclássica com puxadores torneados de madeira nas cinco gavetas; almofadas laterais; tampo de 72,5 x 113 cm; 112 cm de altura. Brasil, segunda metade do séc. XIX.
101 PEDRO Alexandrino Borges (1856-1942)

Peixes. Óleo sobre tela, 35,5 x 54,5 cm. Assinado em cima à esquerda: P.Alexandrino.
102 FINI, Leonor (1908-?)

Figura fantástica. Gravura, 70 x 52 cm. Assinado embaixo à direita: Leonor Fini e numerado à esquerda: XXIX / L
103 Espelho com moldura de madeira entalhada e vazada, decorada com elementos florais, figurações barrocas e um menino de que faltam as duas mãos; espelho medindo 60 x 35,5 cm; medidas maiores com a moldura: 114 x 77 cm. Europa, séc. XIX
104 TOTOLI, Guido (1934)

Casario e personagens. Óleo sobre tela, 54 x 73 cm. Assinado embaixo no centro: G. Totoli.
105 FORMENTI, Gastão (1894-1974)

Gisela. Óleo sobre tela, 30 x 40 cm. Assinado embaixo à esquerda: Gastão Formenti.
106 Tapete Malayer, medindo 200 x 120 cm ou 2,40 m². Irã, séc. XX.
107 MOURÃO, Noêmia (1912-1992)

Composição com instrumentos musicais. Desenho a lápis preto, tinta e aquarela, 45 x 31 cm. Assinado embaixo à direita junto ao bandolim: Noêmia.
108 Cadeirado rústico para quatro pessoas, com assento de palhinha; encosto lavrado obediente as linhas Chippendalle e pernas frontais afrancesadas. Assento medindo 210 x 42 cm; espaldar com 116 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
109 Bule de prata de Londres repuxada, cinzelada e guilloche, de seção oval; cabo e pegador da tampa de madeira; 15 cm de altura. Inglaterra, letra-data para 1789.
110 MARTINS, Aldemir (1922)

Caju. Acrílico sobre cartão-tela, 29 x 41 cm. Assinado embaixo no centro: Aldemir Martins.
111 GOMIDE, Antônio Gonçalves (1895-1967)

Nu. Desenho a lápis preto, 52,5 x 42 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Gomide / 40.
112 JOSÉ PAULO Moreira da Fonseca (1922)

Aparência carioca. Óleo sobre tela, 27 x 22 cm. Assinado e datado embaixo à esquerda: J Paulo / 86.
113 CARNICELLI, Mick - Miguel (1893-1967)

Paisagem com árvore e casas. Desenho a nanquim, 20 x 25,5 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Mick / 49.
114 FUKUSHIMA, Takashi (1920-2001)

Julho (Wonder landscape). Gravura aquarelada, 53 x 73,5 cm. Assinado e datado embaixo à direita: Takashi / 83 e numerado à esquerda: 9/20.
115 GOBBIS, Vitório (1894-1968)

Boi. Desenho a lápis preto, 19 x 29 cm. Assinado embaixo à direita: V. Gobbis.

116 Par de cadeiras e mesa de jacarandá manuelinos com tampo hexagonal, coluna central e pés decorados com tremidos, torcidos, pinos e bolachas; mesa com tampo de 71 cm de ângulo a ângulo e 78 cm de altura; cadeiras com assento medindo 36 x 40 cm; 94 cm de altura do espaldar. Portugal, séc. XIX.


117 VIANNA, Armando (1897-1992)

Ouro Preto. Aquarela, 33 x 35,5 cm. Assinado, situado e datado embaixo à esquerda: Arm. Vianna / Ouro Preto / 1942.
118 RUBIO, Timóteo Perez (Séc. XX)

Forma de coração. Óleo sobre tela, 92,5 x 73 cm. Assinado embaixo à direita: T. Perez Rubio.

Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
119 Passadeira Hamadan medindo 276 x 97 cm ou 2,68 m². Irã séc. XX.
120 MUGNAINI, Túlio (1895-1975)

Vaso com rosas. Óleo sobre tela, 46 x 38 cm. Assinado e datado embaixo à esquerda: T. Mugnaini / 945
121 LAURENS, Jean Paul (1838-1921)

Homem com cravo na lapela. Óleo sobre tela, 46 x 38 cm. Assinado embaixo à direita: Jean-Paul Laurens.
Dos mais destacados artistas franceses da segunda metade do século XIX, foi pintor de grandes méritos, escultor e criador de cartões para tapeçaria. Deixou uma obra marcante.
122 Bol com pé circular de prata do Porto repuxada e cinzelada, decorada com elementos florais; na base a marca do contraste Guilherme Guedes de Mancila, usada de 1877 a 1881; boca medindo 11,5 cm; 8 cm de altura; 170g. Portugal, séc. XIX.
123 Fruteira de cristal lapidado de Baccarat composto de duas partes independentes, base e cúpula; 29,5 cm de diâmetro da cuba; 20,5 cm de altura total. França , séc. XX.
124 Leia-se a abertura do lote nº 17 explicativo da listagem à seguir:

Paolo Maranca, A. A. Barbosa, Norha Beltran, Echenberger, Teodoro Meireles, Isabel de Jesus, Ingres Speltri, Laig, Armando Sendin e Pellegatta.


125 Imagem de santa não identificada, de pedra sabão branca, sobre base com quatro pés; 29 cm de altura. Brasil, séc. XIX.
Origem: coleção Embaixador Plácido Gutierrez.
126 Mesa estilo Regency sobre duas colunas cada uma com três pés canelados terminados em garras de bronze sobre rodízios; tampo medindo 153 x 98,5 cm; 76,5 cm de altura. Brasil, séc. XX.
127 LOPES RODRIGUES, Virgílio (1863-1944)

Arrebentação. Óleo sobre tela, 23 x 35 cm. Assinado embaixo à esquerda: Virgilio R.
128 Conjunto de 7 peças composto de 5 facas e 2 garfos com cabos de chifre, osso, massa e madeira; 34 cm de comprimento da faca maior. séc. XIX.
129 Águia esculpida em madeira com asas abertas, provavelmente atributo de alguma imagem; 95,5 cm de envergadura e 54 cm de altura. Brasil, séc. XVIII.
130 TOZZI, Cláudio (1944)

Escada. Acrílico sobre placa, 48 x 64 cm. Assinado embaixo à direita: ClauTozzi.
131 Leia-se a abertura do lote nº 17 explicativo da listagem à seguir:

Awao, Ana Maria Mortari, Sem identificação, Colete Pujol, Z. Freire, I. Borghese, Hannelore Jacobowitz, Francisco Severino, Ingres Speltri e H.A.


132 Três lustres com estrutura metálica e vidros decorados com gomos, suspenso por três correntes; 62 cm de altura. Brasil, séc. XX.
133 Estojo de manicure composto de 5 peças de prata cinzelada, em caixa revestida internamente com veludo; 100 g. Alemanha, séc. XX.
133A Conjunto de 4 peças de toucador de prata 925, decoradas com perolados e guillochis; 3 escovas e espelho com 28,5 cm de comprimento; 600 g. Alemanha, séc. XX.
133B Conjunto de três espelhos de toucador, de prata inglesa, alemã e não identificada, repuxada, cinzelada e lisa respectivamente; 1.050g. Europa, séc. XX.
134 Porta-biscoitos de porcelana policromada sob forma de três conchas unidas por um golfinho, formando um triângulo com 44 cm de lado; decoração floral e fios dourados; na base a marca Herend dos anos 40; 24 cm de altura. Hungria, séc. XX.
135 Réplica de bronze da Vênus de Milo, sobre base de mármore preto; 26 cm de altura do bronze. Brasil, séc. XX.
135A AUTOR desconhecido (Séc. XX)

Alegoria com mulher alada. Escultura de bronze sobre base dupla de mármore preto medindo 12, 5 x 11,3 cm e 34 cm de altura total; sem assinatura.


  1. Mesa de encostar com varanda metálica vazada, sobre montante e pernas curvas cruzadas, amarradas com varal lavrado; duas gavetas frontais com puxadores de bronze; 130 x 46,5 x 85 cm de altura. Brasil, séc. XX.


Selo do fabricante Jansen do Brasil
137 CAPUZ, Jacinto (Séc. XIX)

Par de retratos da senhora e senhor Manoel Joaquim Pinto de Souza. Óleos sobre tela oval de 78 x 60 cm, com rica moldura de época medindo 129 x 111,5 cm. Assinado à direita: J. Capuz.

Capuz, da escola espanhola, nasceu em Valência.

O retrato do senhor Manoel Joaquim apresenta dois pequenos rasgos.
138 Candelabro de prata para três velas, com base circular e fuste piriforme; 24 cm de altura; 1.150 g. Peru, séc. XX.
139 LAZZARINI, Domênico (1920-1987)

Paisagem com personagem. Óleo sobre placa, 22 x 13 cm. Assinado embaixo à direita: Lazzarini
140 STAEN, A. (Séc. XX)

Cabeça de Bethoven. Escultura de liga de estanho patinado da cor do bronze sobre base de mármore preto recortado, 54 cm de altura total.

Dutra Leilões



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande