Diretoria legislativa


Resumo do que disse GUILHERME LUIZ AMADO DUQUE ESTRADA – ex-Presidente do Conselho de Entorpecentes do Estado do Acre



Baixar 9.04 Mb.
Página13/81
Encontro07.10.2019
Tamanho9.04 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   81

Resumo do que disse GUILHERME LUIZ AMADO DUQUE ESTRADA – ex-Presidente do Conselho de Entorpecentes do Estado do Acre:


Sobre o ex-governador do Acre ORLEIR CAMELI:

Que, ele tem envolvimento com tráfico pesado de drogas.

Que, que tem amizades com narcotraficantes internacionais entre eles Sâmia Hadock Lob, Antonio da Mota Graça, Carlos Antonio Marques, Mauro Olivier de Castro, Océlio Araújo Vale, Melfi e outros.

Que, fez um contrato de intenção com uma empresa chamada MOBIL AMI, que se propôs a emprestar U$ 165.000,00 ao Estado do Acre em troca de um terço do território Acreano, que seria utilizado por essa empresa em regime de comodato por dez anos. Que a referida empresa é tida como empresa de fachada do Cartel de Cáli.

Que, ele seria o transportador da droga dentro do país para o Cartel de Cali, através da empresa CONAVE, de propriedade de sua família.

Que, seria o real proprietário de uma empresa de Táxi Aéreo que consta em nome do traficante Carlos Antonio Marques.

Que, está indiciado por retirada ilegal de madeira de aldeia dos índios Kampas.

Que, foram encontrados plantados nessa aldeia sessenta e cinco mil pés de Ipadu e que existem declarações dos índios, em uma ação civil pública, de que quem fornecia as sementes era ele.

Sobre HILDEBRANDO PASCOAL:

Que, existe um requerimento feito pelo Procurador Luiz Francisco Fernandes de Sousa ao Dr. José Tostes – Superintendente da Receita Federal para a Região Norte para que se investigue 15 pessoas com envolvimento com narcotráfico e que ele faz parte dessa lista.

Que, por ocasião da morte de seu irmão, ele foi visto ao lado de um conhecido traficante de drogas, que deveria estar preso, porque tinha prisão decretada e esse traficante estava solto ao lado dele.

Que, existem documentos que ligam o seu nome ao narcotráfico na Procuradoria-Geral da República.

Que, o delegado Reni Grebner – Superintendente da Polícia Federal no Acre, o acusa de envolvimento em narcotráfico.

Sobre outras pessoas do Estado:

Que no requerimento no qual o Procurador da República Luiz Francisco Fernandes de Sousa, solicita ao Dr. José Toestes, a investigação de pessoas envolvidas com narcotráfico constam os nomes do Orleir Cameli, Raimundo Damasceno, Nei Veículos, Acir Mendes Cunha, Vereador José Alex, Adalberto Aragão, Vereador Alípio, Deputado Federal Idelfonso Cordeiro, Narciso Mendes, Eládio Messias Cameli, Deputado Federal Hildebrando Pascoal.

Que, Abraão Candido da Silva possui balsas que podem transportar drogas.

Que, Antonio da Mota Graça, vulgo Curica era o gerente do Cartel de Cáli no Brasil e que atualmente está preso.

Que, Acir Mendes Cunha lava dinheiro do narcotráfico.

Que, escutou uma ligação do Ex-Deputado Federal Carlos Airton Magalhães, agradecendo a pessoa do outro lado da linha, que graças a ele tinha sido eleito Deputado Federal e que estaria satisfeito pelo belo trabalho que eles tinham feito com o Wandervan (assassinado na porta de sua casa três dias antes de depor na Polícia Federal sobre as obras do canal da maternidade). Que Carlos Airton é um dos dois interessados na morte do depoente.

Que, a empresa CONTREC que pertence a Lázaro e a EUCATUR Viação que pertence ao Sr. Assis, estão sob suspeita pela Polícia Federal de estarem envolvidas com o narcotráfico.

Que, Carlos Antonio Marques, vulgo Carlinhos da Tafetal, dono da empresa REGIONAL TÁXI AÉREO, foi preso em 1982 com mais de 100 quilos de cocaína, na fazenda Americana, em Cerqueira César/SP. Que a sua empresa faz a linha Acre-Peru-Acre até hoje.

Que, Francisco de Sousa Farias, vulgo Cai-Cai, foi preso com 100 quilos de cocaína em 1982, na fazenda Americana, em Cerqueira César/SP. Que intermediou através de sua empresa um empréstimo feito junto ao BANACRE, feito pelo Desembargador Pacheco. Que está preso em Porto Velho/RO por homicídio e envolvimento com o narcotráfico.

Que, há indícios fortes e sérios de que Mauro Olivier de Castro faz parte da organização de narcotraficantes liderados por Antonio da Mota Graça. Que trouxe dos Estados Unidos um Boeing em 1996, adquirido pelo Ex-Governador Orleir Cameli, que foi apreendido em São Paulo contendo contrabando. Que entrou nos Estados Unidos como representante do Governo do Acre, recebendo até diárias para buscar o avião. Que em 1990, durante uma batida realizada na residência do traficante Antonio da Mota Graça, foi detido para averiguação pelo Delegado, hoje Senador Romeu Tuma.

Que, o Sr. Melfi, o Sr. Nanci Freitas da Costa e o Sr. Océlio Araújo Vale, foram indiciados junto com o ex-governador Orleir Cameli por retirada ilegal de madeira da reserva dos índios Kampas. Que estão presos por tráfico de drogas.

Que, Sâmia Hadock Lobo foi presa em junho de 1994, em Tocantins com 7 toneladas de cocaína. Que foi presa em 1991 com 413 quilos de cocaína e que pilotava para o Ex-Governador Orleir Cameli.
  1. Resumo do que disse o Dr. LUIZ FRANCISCO FERNANDES DE SOUZA – Procurador da República:


Sobre o ex-Governador do Acre ORLEIR CAMELI:

Que, confirma as acusações feitas a ele pelo Sr. Guilherme Luiz Amado Duque Estrada sobre envolvimentos com traficantes.

Que, todas as pessoas que estavam indiciadas junto com ele no inquérito por invasão de área indígena em 1987, quase todos foram denunciados por narcotráfico e vem daí a possibilidade de seu envolvimento com o narcotráfico.

Que, abriu pessoalmente 9 ou 10 inquéritos que o envolvem e que estão na Procuradoria-Geral da República.

Que, auditores fiscais levantaram 18 milhões de sonegação tributária em suas empresas, sem quebrar o seu sigilo bancário.

Que, a todo momento atrapalhava a equipe de policiais federais, que estava investigando a questão do esquadrão da morte.

Que, ele morria de medo de Hildebrando Pascoal.

Sobre HILDEBRANDO PASCOAL:

Que, existe contra ele uma denúncia criminal na Procuradoria-Geral da República de seqüestro e cárcere privado de uma senhora chamada Clerismar e 2 filhos dela.

Que, existe um relatório extenso elaborado pelo Delegado da Polícia Federal Jones F. Leite onde constam vários indícios e provas de crimes que o envolvem.

Que, existem nesse relatório pelo menos 4 depoimentos bastante incisivos acerca de sua participação com o narcotráfico, esquadrão da morte com narcotráfico, negócios de armas, roubo de veículos e troca desses veículos por droga e que esses documentos estão com o Dr. Brindeiro.

Que, esses 4 depoimentos narram que uma parte da sua fortuna e de sua família é ligada ao narcotráfico, que traficantes são protegidos, pontos de drogas específicos são controlados por eles, e eles protegem e dão soltura a presos.

Que, tem depoimentos que ligam a morte de seu irmão ao narcotráfico.

Que, houve um verdadeiro banho de sangue no Acre, com mortes tétricas depois do assassinato de seu irmão.

Que, entregou documentação à CPI, produzidos pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, e também pelo Conselho Nacional de Defesa da Pessoa Humana, sobre a questão dos atos de violência no Acre envolvendo sua pessoa, como cortar todos os membros da pessoa, cegar a pessoa enquanto ela é viva, cortar os dois braços, duas pernas, queimar o peito, destruir genitais. Esses documentos apontam a participação dele nesses atos.

Que, o delegado Walter Ayala foi morto por seu grupo, pouco antes de depor sobre o esquadrão da morte no Acre.

Que, o Des. Gercino fez várias denúncias envolvendo a sua família.

Que, o Des. Gercino teve que sair do Acre com receio de morrer.

Que, dentre os inquéritos contra ele que existem na Procuradoria-Geral da República, tem um que trata da morte de José Hugo, que para ser concluído depende de uma perícia. José Hugo foi a pessoa que matou o seu irmão.

Que, a Justiça Estadual do Acre engaveta os processos contra ele.

Que, diz que toda vez que é dito o nome de uma testemunha que irá depor contra ele, “vira defunto rapidinho”.

Que, diz que “se no Acre o Deputado espirra, todo mundo pula 10 metros longe dele. É um verdadeiro terror”.

Que, boa parte da população o aponta como chefe do esquadrão da morte.

Que, a população do Acre tem verdadeiro pânico e terror dele.

Sobre outras pessoas do Estado:

Que, existe uma denúncia criminal de seqüestro e cárcere privado de uma senhora chamada Clerismar e 2 filhos dela contra o Coronel Aureliano Pascoal na Procuradoria-Geral da República.

Que, existe um requerimento de sua autoria ao Dr. José Tostes – Superintendente da Receita Federal da Região Norte, solicitando que sejam investigados por envolvimento com narcotráfico as seguintes pessoas: Ney Ari Bandeira Roque, Abraão Candido da Silva, Orleir Messias Cameli e irmãos, Acir Mendes Cunha, Raimundo Bessa, Raimundo N. s. Damasceno, João Melo, Florindo Feubrim, Edilberto de Moraes e Francisco de Souza Farias.



1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   81


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal