Dicionário pessoal


Indene – Que não sofreu dano ou prejuízo; íntegro, ileso, incólume



Baixar 1.35 Mb.
Página16/28
Encontro21.10.2017
Tamanho1.35 Mb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   28

Indene – Que não sofreu dano ou prejuízo; íntegro, ileso, incólume.


Indigitado - Indicado, apontado. Que está apontado como culpado de crime ou de falta.

Indução - Ato ou efeito de induzir.

Indução eletromagnética - Estabelecimento de uma força eletromotriz num circuito por efeito da variação de um fluxo magnético que o atravessa.

Indução eletrostática: Estabelecimento de uma distribuição de cargas elétricas em um corpo eletricamente neutro, por influência de outras cargas colocadas na vizinhança dele.

Induzido – Parte de uma máquina elétrica onde é induzida uma força eletromotriz.

Inelutável – Com que se luta em vão; invencível, irresistível. Indiscutível, irrespondível.

Inércia – Resistência que todos os corpos materiais opõem à modificação do seu estado de movimento.

Inervação - Modo de distribuição dos nervos nas diversas partes do organismo.

Inescrutáveis - Insondáveis, impenetráveis.

Infarto - Necrose de um tecido, consequente a parada de circulação, numa artéria que o irriga. Enfarte, enfarto.

Infrene – Sem freio; desenfreado, desordenado, descomedido.

Infusa – S. f. Espécie de bilha. Fem. de infuso.


Infuso – S. m. 1. O produto da infusão (2). Adj. 2. Posto em infusão. 3. Posto de infusão. 4. Fig. Diz-se dos conhecimentos ou virtudes que alguém tem de natureza, sem haver trabalhado para adquiri-los.

Infusórios – Ciliados [Classe de animais cilióforos, que possuem cílios durante toda a vida. São os paramécios, opalinas e outras formas, em sua maioria de vida livre.]

Inópia – 1. Grande pobreza; indigência, penúria. 2. Falta, escassez; insuficiência, defeito.

Insano – Insensato, demente.

Ínsito – Inserido, introduzido. Congênito, inato. (Não confundir com a expressão latina: In situ, que significa in loco.)

Instilar – insuflar, insinuar, infiltrar; introduzir gota a gota.

Intemerato – Íntegro, puro, incorruto.

Intercurso – Comunicação, trato. Relacionamento, inclusive sexual.

Interfônio – Aparelho de comunicação semelhante ao interfone.

Intimorato - Sem temor; destemido. (N.R.: Não confundir com intemerato: íntegro, puro, incorruto.)

Inumação – Sepultamento, enterramento, enterro; ato de inumar.

Invitado – convidado, convocado.

Iole – Canoa estreita, leve e rápida, de uso nos esportes náuticos.

Íon – Átomo ou grupamento de átomos com excesso ou com falta de carga elétrica negativa; iônio; ionte.

Ionização – Processo de produzir íons mediante a perda ou o ganho, por molécula ou átomo, de um ou mais elétrons.

Ionosfera – Região altamente ionizada da atmosfera terrestre, e que tem aproximadamente de 40km a 700km de altitude.

Iracúndia – Qualidade de iracundo.

Iracundo – 1. Propenso à ira; irascível. 2. Irado, colérico, enfurecido.

Irascível – que se ira com facilidade; iracundo, colérico, irado.

Iridescente – que reflete as cores do arco-íris.

Irrefragável – Incontestável, irrecusável, irrefutável.

Irreprochável - Que não merece censura ou reproche. Impecável.

Isótopo - Vocábulo derivado de isotopia: fenômeno apresentado por nuclídeos que têm o mesmo número atômico, mas números de massa diferente. (Veja o verbete nuclídeo.)

Istmo – Faixa de terra que liga uma península a um continente. Objeto de configuração análoga à dessa faixa. Anat. Formação estreita que promove a união entre duas outras maiores. Anat. P. ext. Estrutura ou região que promove união.

Iterar – Tornar a fazer ou a dizer; repetir, reiterar. Álg. Inform. Fazer uso de iteração (2).

Iterativo – Relativo a, ou em que há iteração. Repetido, reiterado. Que serve para iterar.

J (jota)

Jaculatória - Oração curta e fervorosa. (A, 150 e 172)

Jalne – amarelo vivo da cor do ouro.

Jarrete - A parte da perna situada atrás da articulação do joelho. Nervo ou tendão da perna dos quadrúpedes; curvilhão.

Jejuno – Parte do intestino delgado entre o duodeno e o íleo.

Jogral - Farsista, truão, chocarreiro, histrião. Aquele que interpreta poemas ou canções; recitador, declamador, trovador.

Jogralidade – Ato ou dito de jogral; truanice; chocarrice.

Junco – 1. Bot. Designação comum a numerosas plantas herbáceas das famílias das ciperáceas e juncáceas, lisas, delgadas e flexíveis, de folhas graminiformes, flores inconspícuas, que habitam lugares úmidos, e das quais nem todas as espécies são nativas; escirpo. 2. Bengala de junco. 3. Chibata (1). (F, 189)

Junjam – Do verbo jungir: ligar por jugo, emparelhar, juntar. Unir, atar, ligar, prender. Submeter, subjugar, sujeitar. [N.R.: É um verbo defectivo, que não se conjuga na 1a pessoa singular do presente do indicativo, nem, portanto, no presente do subjuntivo.]

Juntura plexiforme - Relativo a plexiforme: em forma de plexo, que é o entrelaçamento de ramificações nervosas.

Júpiter – 1. Astr. O maior planeta do sistema solar, com um diâmetro 11 vezes maior que o da Terra e uma massa 318 vezes superior. 2. Mit. O pai dos deuses entre os romanos, correspondente ao Zeus dos gregos.

L (ele)

Lábaro - Estandarte dos exércitos romanos. Bandeira; estandarte, pavilhão, pendão. (D, 218)

Labrego (ê) – Adj. 1. V. lapuz. 2. Fig. Malcriado, grosseiro. S. m. 3. V. lapuz. 4. Arado provido de varredouro para limpar da terra as raízes. 5. Bras. Desus. Alcunha de portugueses. V. galego (4).

Lacerar – Dilacerar.

Lacete (ê) - S. m. 1. Laço (1) pequeno. 2. Parte da fechadura por onde passa o fecho. 3. Curva e contracurva de estrada. 4. Marcha coleante do trem de ferro. 5. Empedrado feito em estrada macadamizada a fim de que as enxurradas não a descarnem.

Laguna – 1. Lago de barragem, formado de águas salgadas, e proveniente do trabalho de acumulação das águas do mar. [Sin., lus.: albufeira.] 2. Lago de águas salgadas que se forma no interior dum recife coralígeno. 3. Braço de mar pouco profundo, entre bancos de areia ou ilhas, na embocadura de certos rios. 4. Bras. Amaz. Baixada inundada, à margem de um rio. 5. Ant. Pequena cavidade ou fossa (v. fossas); fosseta.

Laia - Qualidade; jaez; casta; feitio; estofa.

Lameira - [De lama + -eira.] S. f. Lamaçal. V. lameiro.

Lameiro – Lamaçal (1). Terra alagadiça que produz muito pasto; lameira. Terras que surgem com a vazante dos rios e são aproveitadas para cultivo. Mar. Embarcação de ferro, com caixas de ar nas extremidades e portas no fundo, destinada a transportar lama proveniente de dragagem do porto. Adj. Turfe Gír. Diz-se do cavalo que corre melhor em pista molhada.

Lande – Glande do carvalho, do sobreiro, etc. Designação comum a vastas charnecas da França.

Languidez - Estado ou qualidade de lânguido; langor.

Lânguido – Sem forças; sem energia; frouxo, fraco, abatido, debilitado, extenuado, langoroso. Mórbido, doentio. Voluptuoso, sensual.

Lanhado – Que se lanhou; golpeado, cortado; cheio de lanhos; ferido. Fig. Amargurado, magoado.

Lanhar – Dar golpes em; ferir; maltratar. Golpear para salgar (o peixe). Mortificar, afligir; espezinhar, oprimir. Deturpar, alterar, estropiar. V. p. Ferir-se, machucar-se, alanhar-se.

Lanugem – Pelo fino que antecede a barba [v. buço (1)]. 2. P. ext. Pelo fino, aveludado; penugem. 3. Bot. Pelo macio que cobre algumas folhas ou frutos.

Lápis-lazúli – Lazurita.

Lapuz – Diz-se de, ou indivíduo grosseiro, rude, tosco; labrosta, labroste, lanzudo, labrego, lapônio, lapão.

Larva – S. f. 1. Zool. O primeiro estado dos insetos, depois de saírem do ovo. 2. Laroz. 3. Entre os antigos romanos, espírito malfazejo de um morto que vagueava entre os vivos para os aterrorizar.

Larval – Adj. 2 g. 1. Relativo a larva; larvar, larvário. 2. Poét. Relativo a fantasma [v. larva (3)]; medonho, horrível, assustador.

Laser - (Pronuncia-se: lêiser.)Vocábulo formado pelas iniciais de light amplification by stimulated emission of radiation. Fís.: Maser que emite radiação visível fortemente monocromática e corrente. (N.R.: Não confundir com lazer.)

Lassidão – Qualidade ou estado de lasso. 2. Prostração de forças; prostração, cansaço, fadiga. 3. Tédio, fastio, enfastiamento. [Sin.: lassitude e laxidão.]

Lassitude – Lassidão.

Lasso – Cansado, fatigado, enervado. Frouxo, bambo, relaxado, laxo. Gasto. Devasso, dissoluto. (A, 120)

Laúza – Barulho, algazarra, desordem, bagunça. [F. paral.: alaúza.]

Lazarento – Homem coberto de úlceras. Que tem pústulas, chagas; lázaro; leproso.

Lazareto - Edifício para quarentena de indivíduos suspeitos de contágio. Ant.: leprosário.

Lázaro – Leproso, lazarento. (A, 37)

Lazarone - S. m. 1. Mendigo de Nápoles. 2. P. ext. Mendigo, vadio.

Lazer – Ócio, descanso, folga, vagar. Cf. laser.

Lazurita – [Do lat. med. lazur, 'lápis-lazúli', + -ita3.] S. f. Min. Mineral monométrico, azul-ultramar, silicato de alumínio e sódio e sulfato de sódio, na proporção de três do primeiro para um do segundo, us. como matéria ornamental; lápis-lazúli.

Leira – 1. Sulco aberto na terra para receber a semente. 2. Canteiro entre dois regos, por onde corre água; alfobre, tabuleiro. 3. Pequeno campo cultivado. 4. Elevação de terra entre dois sulcos.

Letargia – Estado patológico caracterizado por um sono profundo e contínuo no qual as funções da vida estão de tal modo atenuadas que parecem suspensas. Estado de insensibilidade característico do transe mediúnico. Fig.: Sono profundo. Desinteresse, indiferença, apatia. Depressão. Estado de abatimento moral ou físico. Falta de ação; torpor.

Letargo – Letargia: estado patológico caracterizado por um sono profundo e contínuo, no qual as funções da vida estão de tal modo atenuadas que parecem suspensas. Fig.: Desinteresse, indiferença, apatia; estado de abatimento moral ou físico; depressão. Falta de ação; inércia, torpor. Vida latente.

Leucemia - Designação comum a um grupo de doenças caracterizadas pela proliferação desmedida de glóbulos brancos. O mesmo que leuquemia.

Leucêmico - Relativo a, ou que tem o caráter de leucemia. Atacado de leucemia. Aquele que tem leucemia.

Leucócito – Célula sanguínea incolor envolvida na defesa orgânica celular e imunitária; glóbulo branco de sangue. [Em função da presença, ou não, de granulações no citoplasma, os leucócitos podem ser classificados em granulócitos (neutrófilos, basófilos e acidófilos) ou em agranulócitos (linfócitos e monócitos.]

Libação – Ato de libar. Entre os pagãos, ritual religioso que consistia em derramar um líquido de origem orgânica (vinho, óleo, leite etc.) como oferenda a qualquer divindade. Ato de libar ou de beber, mais por prazer que por necessidade.

Libar – Beber, sorver, tragar, delibar. Tragar o conteúdo de. Chupar, sugar. Experimentar, gozar. Fazer libações.

Libelo – Jur. Exposição articulada daquilo que se pretende provar contra um réu, apresentada após a sentença de pronúncia, à qual se deve conformar. Artigo ou escrito de caráter satírico ou difamatório; panfleto.

Libertária - Forma feminina de libertário: partidário da liberdade absoluta. Anarquista.

Libido – Instinto ou desejo sexual. Psican.: energia motriz dos instintos de vida, isto é, de toda a conduta ativa.

Libré – Uniforme ou fardamento de criado de casas nobres. Pop.: terno, uniforme, farda. Fig.: aspecto exterior, aparência.

Liça – 1. Lugar destinado a torneios, justas, combates, correrias, etc. 2. P. ext. Luta, briga, combate. 3. Fig. Lugar onde se discutem altas questões.

Linfa - Líquido transparente, amarelado ou incolor, de reação alcalina, que contém glóbulos brancos (leucócitos) e circula no organismo em vasos próprios, chamados vasos linfáticos. Qualquer líquido aquoso semelhante à linfa. Poét.: A água.

Linfócito – Leucócito mononuclear, formado esp. no tecido linfoide, de núcleo ger. redondo ou ligeiramente denteado.

Linfoide – Semelhante à linfa ou aos gânglios linfáticos.

Linóleo – 1. Tecido impermeável, feito de juta e untado com óleo de linhaça e cortiça em pó, usado para tapete. 2. Tapete fabricado desse tecido

Líquen – Vegetal criptogâmico formado pela íntima associação de uma alga verde ou azul com um fungo superior.

Líquido amniótico - Líquido claro, contido em saco amniótico, e que banha e protege o feto.

Lisérgico – V. ácido.

Litania – ladainha, súplica, prece.

Litolátrica - Relativo à litolatria: culto ou adoração da pedra.

Lívido - De cor entre o branco e o preto, aproximadamente plúmbea. Azul desmaiado; azulado; tirante a violáceo. Diz-se de qualquer dessas cores.

Lixívia – 1. Barrela. 2. Solução de carbonato de sódio ou de potássio, usada para lavagem de tecido, remoção de tinta, e com outras aplicações. 3. Solução ou suspensão de materiais, resultante de um processo industrial. [Barrela: Água onde se ferve cinza e que é usada para branquear roupa; cenrada, coada, decoada, lixívia; água de barrela.]

Lobo (ó) – Porção de um órgão demarcada com maior ou menor nitidez, como, p. ex., no cérebro, na glândula tireoide, etc., podendo a demarcação ser estabelecida por fissuras, sulcos, tecido conjuntivo saliente, ou, então, pela forma. [Dim.: lóbulo.]

Lobo frontal – Cada um de dois lobos situados na porção anterior de cada hemisfério cerebral.

Lobo occipital – Cada um de dois lobos situados na porção posterior de cada hemisfério cerebral.

Lobo parietal - Cada um de dois lobos situados na porção superior e mediana de cada hemisfério cerebral.

Lobotomia – incisão em qualquer lobo. [Lobotomia frontal. Transeção metódica de ou dos lobos frontais, indicada em certas condições mórbidas mentais, como síndromes esquizofrênicas, ou em caso de dores intratáveis de outra forma. Essa intervenção foi proposta pelo neurologista português Egas Moniz (1874-1955). Tb. se diz lobotomia pré-frontal; sin.: leucotomia.]

Lôbrego - Lúgubre, triste, soturno, fúnebre, funesto. Escuro, sombrio, sinistro, medonho. (A, 135 e 174)

Lobrigar – ver a custo, perceber, entrever, ver ao longe, notar, bispar, ver por acaso.

Longânime – Bondoso, magnânimo, generoso. Corajoso, intrépido, bravo. Paciente, resignado. [Var.: longânimo.]

Louçania – elegância, garridice, garbo.

Loução - Gracioso, elegante, gentil. Viçoso, fresco, vigoroso. Garrido, vistoso, ataviado. (A, 110 e 149)

Loureiro – S. m. Bot. 1. Arvoreta da família das lauráceas (Laurus nobilis), originária do Mediterrâneo, de folhas oblongas, coriáceas, fortemente aromáticas, utilizadas como condimento, flores inconspícuas e umbeladas.

Louro – S. m. Bot. 1. Designação comum às árvores da família das lauráceas que produzem madeira de boa qualidade, muito us. na Amaz. e BA. [Sin., no L. e S.: canela.] 2. Loureiro. 3. Folha de loureiro.

Lubricidade - Qualidade de lúbrico. Fig.: Lascívia, sensualidade, cabritismo.

Lúbrico - Escorregadio, resvaladiço; úmido ou liso a ponto de fazer escorregar. Fig.: Lascivo, sensual.

Lucilar – V. int. 1. Brilhar com pouca intensidade; luzir frouxamente. 2. V. tremeluzir.

Lucubração – Trabalho prolongado e paciente feito à noite e à luz. P. ext.: meditação grave; cogitação profunda. Elucubração. (A, 35)

Lucúleo – luculiano: próprio de Luculo, político e general romano (c. 106-c. 57 a.C.) afamado pelo seu luxo; magnificente, lauto, suntuoso.

Luculiano – Próprio de Luculo, político e general romano (c. 106-c. 57 a.C.) afamado pelo seu luxo; lucúleo, magnificente, lauto, suntuoso.



1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   28


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal