Dicionário pessoal


Filomático – Que ama as ciências



Baixar 1.35 Mb.
Página14/28
Encontro21.10.2017
Tamanho1.35 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   28

Filomático – Que ama as ciências.


FinórioDiz-se de, ou indivíduo sagaz, esperto, muito fino; manhoso; ladino.

Fiorde – Golfo estreito e profundo, entre montanhas altas, na Noruega, Suécia e outros países.

Fisiógena – Derivado de fisiogenia: desenvolvimento natural do organismo.

Fístula - S. f. 1. Patol. Lesão congênita ou adquirida em que se comunicam, por meio de canal por onde transita matéria, duas cavidades orgânicas ou uma cavidade orgânica e o meio exterior. 2. Cir. Comunicação feita cirurgicamente entre dois órgãos, ou entre um órgão e o meio exterior. 3. Bras. Sujeito de mau caráter.

Flagício – ação infame ou criminosa; opróbrio, infâmia, flagelo.

Flanar – Passear ociosamente; vaguear, perambular.

Flébeis – lacrimosos, chorosos, plangentes, débeis, fracos.

Flébil – lacrimoso, choroso, plangente, lastimoso; débil, fraco.

Fleuma – 1. Flegma. 2. Fig. Frieza de ânimo; serenidade, impassibilidade. 3. Fig. Falta de interesse, diligência ou pressa; lentidão, pachorra. [Outras var.: fleima, freima.]

Flexão - Ato de flectir, dobrar-se, curvar-se. Estado do que é flexível; dobradura, curvatura.

Flibusteiro – Pirata dos mares da América nos sécs. XVII e XVIII. Fig. Aventureiro, trapaceiro; ladrão.

Flogístico – Adj. 1. Diz-se do fluido imaginado pelos químicos do séc. XVIII para explicar a combustão. 2. Inflamatório (2). S. m. 3. Esse fluido; flogisto.


Fluxo – Ato ou modo de fluir. Corrente, curso de fluido, em um conduto de tráfego, numa rua etc. (Lê-se: fluk-so.)

Fogacho – Chama, labareda pequena. V. fogaréu (1). Fig. Sensação de calor que vem à face por emoção ou estado mórbido. Fig. Ímpeto de mau gênio; assomo, fogagem. Fig. Chama interior súbita; ideia luminosa; lampejo. Expl. Fogo secundário.

Folheto blastodérmico – Referente a blastoderma.

Fólico – veja ácido fólico.

Fórceps - Tenaz ou pinça cirúrgica para de um corpo extrair corpos estranhos; instrumento que se usa para extrair do útero a criança.

Fôrma – Modelo oco, caixilho, vasilha, armação de chapéu, molde. [N.R.: Segundo as normas baixadas pela Lei no 5.765/71, esta palavra não é acentuada. Aurélio Buarque de Holanda Ferreira discorda, porém, da regra oficial, mostrando que certas frases, sem o acento gráfico, seriam ininteligíveis. Ele tem razão. Com efeito, como entender, sem o acento, esta assertiva: “O perispírito é a forma da forma”? Com o acento, todos a compreendem: “O perispírito é a fôrma da forma”.]

Formidando – Que infunde medo; terrível, tremendo, pavoroso, formidoloso, formidável.

Fosforescência - Propriedade que têm certos corpos de brilhar na obscuridade, sem espalhar calor. Forma de fotoluminescência em que a emissão de luz persiste um tempo considerável depois de haver cessado a absorção da radiação excitadora.

Fosforescente - Que tem a propriedade da fosforescência.

Fossar – Revolver (a terra) com o focinho ou fuça; fuçar. Cavar; escavar; fuçar. V. int. Revolver a terra com o focinho; fuçar. Fig. Empregar-se em trabalhos grosseiros. Bras. Fig. Fuçar (5).

Fotoelétrico - Fotelétrico. Que transforma energia luminosa em elétrica.

Fotoquímico - Referente à fotoquímica: parte da físico-química que investiga a influência da luz nas reações químicas.

Fototropismo - Tropismo determinado pela luz.

Foz – Ponto onde um rio (ou outro curso fluvial) termina, desaguando no mar, num lago ou em outro rio; desembocadura, embocadura. [ V. delta (2) e estuário (1).] De foz em fora: 1. Pelo mar largo; pelo mar fora. 2. Em excesso; em demasia.

Foz - Ponto onde um rio termina, desaguando no mar, num lago ou noutro rio; desembocadura; embocadura.

Fragor - Ruído semelhante ao de coisa que se quebra. Ruído muito forte; estrondo, estampido.

Franja – Cadilhos de linho, algodão, seda, ouro, etc., com que se enfeitam ou guarnecem peças de estofo. Cabelo puxado para a testa e aparado. Fig. Aquilo que semelha a franja. Lus. Gír. Conversa fiada; mentira.

Freud - Sigmund Freud (1856-1939): neurologista e psiquiatra austríaco; criador da psicanálise. Frequentou as aulas de Charcot na Salpêtrière, sobre histeria, por cujo estudo se interessou. Publicou em 1895, em colaboração com Breuer, a obra “Estudos sobre a Histeria”, que marcou o início de suas investigações psicanalíticas.

Frígio – O natural ou habitante da Frígia (Ásia Antiga). Relativo à Frígia.

Friso – Arquit. Parte plana do entablamento, entre a cornija e a arquitrave. 2. Banda ou tira pintada em parede. 3. Baixo-relevo ou ornato em friso (2). 4. Beirada contínua de qualquer coisa. 5. Tábua estreita e aparelhada que tem nas beiras um preparo em meia-cana, e própria para forros ou tetos. 6. Encad. Filete (7).

Frincha – Fenda. Canal muito estreito. Qualquer abertura estreita; fisga, greta, fendimento.

Fulcro – suporte, apoio, sustentáculo, fundamento, base, alicerce.

Fulmíneo – Adj. 1. Relativo ao raio. 2. Fig. Brilhante ou destruidor como o raio. [Sin. ger.: fulminoso. ]

Fumigar – 1. Expor a fumaça, vapores ou gases; defumar. 2. Desinfetar (um local) por meio de fumo ou fumaça.

Funâmbulo – 1. Equilibrista que anda e volteia na corda ou no arame; volantim, volatim, burlantim, volteador, aramista. 2. Fig. Indivíduo que muda facilmente de opinião ou de partido.

Fungo – Organismo vegetal heterotrófico, saprófito ou parasito, como os cogumelos. Há fungos comestíveis e outros venenosos; alguns têm látex.

Furibundo – Furioso, enfurecido, colérico. (A, 154)

Fuselagem – Estrutura de forma aproximadamente aerodinâmica que abriga a tripulação, passageiros e/ou carga, e à qual são fixadas as asas, as superfícies da cauda e onde se encontram os motores de uma aeronave.

Fuste – Estrutura de forma aproximadamente aerodinâmica que abriga a tripulação, passageiros e/ou carga, e à qual são fixadas as asas, as superfícies da cauda e onde se encontram os motores de uma aeronave.

G (gê)



1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   28


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal