Dicionário pessoal


Exculpar – V. t. d. V. t. d. e i. V. p. 1. V. desculpar



Baixar 1.35 Mb.
Página13/28
Encontro21.10.2017
Tamanho1.35 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   28

Exculpar – V. t. d. V. t. d. e i. V. p. 1. V. desculpar.


Excusa – este vocábulo não existe. [Veja escusa.]

Exfoliação – S. f. Med. Desprendimento da pele sob a forma de escamas [ v. escama (2) ] .

Exógeno – Que cresce exteriormente ou para fora. Que está à superfície. O oposto de endógeno.

Exorar – implorar, pedir com instância, invocar, suplicar.

Expugnar – V. t. d. 1. Conquistar à força de armas; tomar de assalto; vencer, pelejando. 2. Debelar, abater, superar.

Expungir - Fazer desaparecer; limpar, isentar, livrar; eliminar, derriscar.

Expungitivo - Adjetivo derivado do verbo expungir: limpar, isentar, livrar; eliminar, derriscar; apagar, delir.

Expurgar – Purgar completamente; purificar. Tirar as sujidades a; limpar. Corrigir, emendar. Descascar, esburgar, esbrugar. Apurar, polir. Livrar do que é nocivo ou imoral. Imunizar (sementes, tubérculos e frutos). V. t. d. e i. Apagar, expungir. Livrar do que é supérfluo ou prejudicial. V. p. Limpar-se, corrigir-se, apurar-se.

Expurgatório – Que expurga, que tem a propriedade de expurgar. Relação de livros condenados como heréticos pela Igreja Católica.

Exsudar - Segregar em forma de gotas ou de suor. Sair em forma de suor ou gotejando.

Extravasar – derramar, fazer transbordar, manifestar de modo impetuoso; sair dos limites.

Extremado - Extraordinário, excepcional. Insigne, distinto.

Extremos - Carinho excessivo. Exagero, descomedimento; atitudes extremadas. Fig.: último recurso.

Extremosa - Árvore pequena ornamental.

Extremoso - Que tem extremos, que chega a extremos. Que se vale de extremos.

Extremunhado – não existe: esse vocábulo escreve-se com “s” no lugar do “x”.

Exu – Orixá que representa as potências contrárias ao homem, assimilado pelos afro-baianos ao demônio dos católicos, mas cultuado por eles, porque o temem.

Exuantropia - Os dicionários não a registram; mas, do mesmo modo que licantropia quer dizer: suposta metamorfose de uma criatura humana em lobo, exuantropia significa: metamorfose de um Espírito em um Exu, por processos ideoplásticos.

Exuantropia - Os dicionários não a registram; mas, do mesmo modo que licantropia quer dizer: suposta metamorfose de uma criatura humana em lobo, exuantropia significa: metamorfose de um Espírito em um Exu, por processos ideoplásticos.

Exulceração – Úlcera superficial ou incipiente. Fig.: sofrimento ou dor moral.

Exulcerar – ulcerar superficialmente, afligir, desgostar, magoar.

F (efe)

Facies - O aspecto de um corpo, tal como se apresenta à primeira vista. Os caracteres de forma e configuração que distinguem um grupo; aspecto em geral. Diferentes alterações de fisionomia, no estado patológico. (N.R.: O vocábulo é latino.)

Factótum – Indivíduo incumbido de todos os negócios de outrem. Pessoa indispensável. Irôn. Aquele que se julga ou se mostra capaz de tudo fazer, de tudo resolver

Facúndia – Facilidade para discursar; eloquência, loquela, facundidade.

Fadário – Destino talhado por poder sobrenatural [ v. estrela (5) ]. Vida difícil ou trabalhosa.

Fagocitária - Referente a fagócito: célula que realiza a fagocitose, que é a ingestão e destruição de uma partícula sólida ou de um microorganismo por uma célula.

Faiança – Louça de barro esmaltado ou vidrado. Louça de pó-de-pedra.

Falésia – Designação comum a terras ou rochas altas e íngremes à beira-mar, resultado da erosão marinha. [Sin. (lus.): arriba. ]

Famanaz – Muito afamado pelo seu valor, proezas ou influência; famanado, afamanado.

Famigerado – Que tem fama; muito notável; célebre, famoso, famígero. [Como se vê nos dois primeiros exemplos, a palavra não se aplica só a malfeitores, embora no uso comum se observe tendência para isso.]

Fanal – Farol, facho. 2. Guia, norte.

Fancaria – Comércio de fanqueiros. 2.Trabalho grosseiro, mal acabado; pacotilha. [Fanqueiro: negociante de fazendas de algodão, linho, lã, etc.]

Fanfarrão – Indivíduo fanfarrão; alardeador, arrotador, balandrão, bazófio, blasonador, bufador, bufão, chibante, farfante, farofeiro, farroma, farrombeiro, farromeiro, farronca, farsola, ferrabrás, gabarola(s), gabola(s), garganta, goela, gomeiro, pabola, pábulo, pimpão, prosa, rebolão, roncador.

Fanico – Síncope. Perda temporária de consciência devida a má perfusão sanguínea encefálica, e que pode ser em razão de causas diversas. [Sin.: delíquio, desmaio, lipotimia, (pop.) fanico, chilique, passamento, (bras., pop.) biloura, cangolé, piloura, turica.]

Faquir - Indivíduo que se exibe, deixando-se picar ou mutilar, aguentando jejuns rigorosos, sem dar o menor sinal de sensibilidade. Hindu mendicante, em geral muçulmano, que vive em ascetismo rigoroso.

Faquirismo - Condição, estado ou modo de vida de faquir. Refere-se também a certa ordem de fenômenos anímicos ou mediúnicos.

Farândola - Dança de cadeia, na Provença; bando, súcia; bando de maltrapilhos. (A, 65)

Fastio – tédio, aborrecimento, repugnância, aversão, falta de apetite.

Fauno – Divindade campestre caprípede, cornuda e cabeluda. Fauno dos bosques. O macaco.

Favônio – S. m. Entre os antigos, vento brando do poente. P. ext. Vento propício, próspero. Adj. Propício, favorável (vento).

Feitoria – Administração de feitor. Estabelecimento comercial. Processo de fabricar vinho. Fabrico de vinho. Entreposto, em geral fortificado, que, na fase inicial da colonização dos domínios ultramarinos portugueses, negociava com os nativos e recolhia e armazenava os produtos que deviam ser transportados para a metrópole. Ant. Prédio rústico; fazenda. Bras. Amaz. Espaço roçado e limpo, no mato, onde o pessoal empregado em qualquer trabalho pernoita, guarda os víveres, a roupa e objetos de uso. Lugar, à margem de rio ou lago, onde se salga o peixe. Pequena habitação de pescadores, à margem de rio, ribeiro ou lago. Pesca do pirarucu, quando efetuada em larga escala.

Fel – Bílis (1). Vesícula que contém bílis (1). Fig. Mau humor, azedume; ódio. Fig. Coisa muito amarga. [Pl.: féis e feles.]

Felá – Camponês ou lavrador egípcio.

Felonia – Rebelião de vassalo contra o senhor. Traição, deslealdade, perfídia. Crueldade, ferocidade.

Fenótipo – Característica de um indivíduo (2), determinada pelo seu genótipo e pelas condições ambientais.

Féretro - Caixão, esquife, ataúde; andor em que nos triunfos romanos se levavam os despojos dos vencidos.

Feromônio – Designação genérica de substâncias segregadas por animais, esp. insetos, que servem de meio de comunicação entre indivíduos da mesma espécie ou são atraentes sexuais.

Ferrabrás – fanfarrão; que blasona de valente, poderoso, sem o ser; alardeador, bazófio, bizarro, blasonador, bufador, chibante, farfante, farofeiro, farofento, farrombeiro, farromeiro, gabarola(s), gabola(s), garganta, jactancioso, marombado, pabola, pábulo, pimpão, prosa, rebolão, valentão, vaniloquente, vaníloquo.

Ferro - Elemento de número atômico 26, metálico, branco-acinzentado, duro, tenaz, reativo, o qual forma ligas que têm aplicações importantes. Metal maleável e tenaz, de numerosas aplicações na indústria e na arte.

Ferrugem – Óxido que se forma na superfície do ferro exposto à umidade. P. ext. Óxido formado sobre outros metais. Emperramento das articulações. Bot. Doença de gramíneas, esp. do trigo, aveia e milho, causada por fungos dos gêneros Puccinia, Tillelia e Ustilago. Bras. MG A hematita em grânulos ou pequenos seixos.

Fescenino – Adj. 1. Diz-se de certo gênero de versos licenciosos da antiga Roma, dos quais se acredita ter provindo a sátira. 2. Obsceno, licencioso. S. m. 3. Gênero de versos licenciosos da antiga Roma.

Feto – Biol. O produto da fecundação, em animal vertebrado, depois que já apresenta a forma da espécie, mas antes de nascido. [Cf. embrião (1 a 2).] Embr. Organismo humano em desenvolvimento, no período que vai da nona semana de gestação ao nascimento. [Cf. embrião (1 e 3).] Bot. Designação comum a todos os pteridófitos da ordem dos filicales; filifolha.

Feudal – Pertencente ou relativo a, ou próprio de feudo, ou do feudalismo; feudatário.

Feudalismo – Regime resultante dum enfraquecimento do poder central, e que une estreitamente autoridade e propriedade da terra, estabelecendo entre vassalos e suseranos uma relação de dependência.

Feudatário – Adj. 1. Feudal. 2. Que paga feudo. S. m. 3. Vassalo, súdito.

Fiandeira – 1. Mulher que se ocupa em fiar; fiadeira. 2. Zool. Cada um dos apêndices abdominais das aranhas, por onde saem os fios com que fazem a teia.

Filogenética – Referente à filogênese, que é o estudo das relações de descendência biológica dos organismos, e da evolução de uma espécie ou grupo biológico a partir de formas primitivas de origem.



1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   28


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal