Diagnóstico micológico



Baixar 15.16 Kb.
Encontro18.09.2019
Tamanho15.16 Kb.

Microbiologia Médica 2006/2007

Aula Prática n.º 13

Diagnóstico micológico. Colheita de produtos biológicos; armazenamento e transporte.

Processamento de amostras. Exame directo: observação macroscópica e microscópica.

Exame cultural. Caracterização macroscópica e microscópica. Identificação e tipagem de isolados.


DIAGNÓSTICO MICOLÓGICO



OBJECTIVOS


  • Conhecer efeitos benéficos e prejudiciais dos fungos para o Homem.

  • Conhecer características morfológicas dos fungos (bolores e leveduras).

  • Conhecer os vários mecanismos de reprodução dos fungos (bolores e leveduras).

  • Conhecer características culturais dos fungos.

  • Conhecer os métodos laboratoriais usados para o estudo de bolores e leveduras.

  • Observar à lupa colónias de bolores e leveduras.

  • Executar a técnica de cultura em lâmina.

  • Observar ao microscópio óptico preparações de cultura em lâmina.

  • Conhecer características macroscópicas e microscópicas de alguns géneros de bolores e de leveduras.



TEXTO DE APOIO:


  • Diagnóstico micológico no laboratório: aspectos gerais.

  • Colheitas de produtos biológicos. Meios de cultura.

  • Exame directo e exame cultural. Observação macroscópica e microscópica.


Importância dos fungos como agentes da doença
Diagnóstico micológico
Colheita e transporte dos diversos produtos biológicos
– Micoses superficiais: pele, pelos e unhas.

– Micoses subcutâneas: lesões fechadas (aspiração), lesões abertas (zaragatoa), em abcessos, fístulas, etc.

– Micoses disseminadas: expectoração lavados brônquicos ou gástricos; sangue e medula óssea; líquidos cefalo-raquidiano, pleural e sinovial; urina e fezes; amostras de biópsia ou autópsia; amostras obtidas de úlceras da córnea, cavidade oral e do ouvido externo.

Exames microscópicos directos
- Uso de KOH ou NaCL e Lactofenol azul de algodão (LPCB)

- Uso de pancreatina ou N-acetil-cisteína (expectoração ou pus)



- Técnicas de coloração: Gram, Giemsa; LPCB, etc.

Exames culturais
- Todos os produtos biológicos devem ser semeados em meios de cultura independentemente de terem sido ou não sido observadas estruturas fúngicas nos exames directos.
- Entre outros usados: meio agar e caldo de Sabouraud, meio Mycobiótico, Mycosel ou outro (contém ciclohexamide e um antibacteriano), agar sangue, agar BH, meio para Dermatófitos, etc.
- Culturas a 36±1ºC e à temperatura ambiente (TA), períodos de incubação (24-48) horas até 4 semanas.

Critérios de identificação dos fungos
- Baseados fundamentalmente em aspectos morfológicos observados por macro e microscopia.
- Culturas em lâmina ou "slide-cultures" (fungos filamentosos).
- Fungos unicelulares (leveduras): formação de tubos germinativos (género Candida), provas de assimilação de carbohidratos (provas clássicas e provas miniaturizadas)


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande