Desenvolvimento de um painel de marcadores indel, associado à susceptibilidade ao câncer colorretal na região norte do brasil



Baixar 6.96 Kb.
Encontro02.07.2019
Tamanho6.96 Kb.

DESENVOLVIMENTO DE UM PAINEL DE MARCADORES INDEL, ASSOCIADO À SUSCEPTIBILIDADE AO CÂNCER COLORRETAL NA REGIÃO NORTE DO BRASIL. 
Tatiane Piedade de Souza (Bolsista PIBIC/CNPQ) – tati_souz14@outlook.com

Curso de Ciências Biológicas, Núcleo de Pesquisas em Oncologia.


Sidney Emanuel Batista dos Santos (Orientador) -

Curso de Ciências Biológicas, Núcleo de Pesquisas em Oncologia, Laboratório de Genética Humana e Médica.


O câncer colorretal (CCR) é o quarto tipo mais frequente entre os homens e o terceiro entre as mulheres na região Norte do Brasil (sem considerar o câncer de pele não melanoma). É bem documentado que polimorfismos funcionais do tipo inserção/deleção (INDEL) em alguns genes estão relacionados com o aumento ou diminuição do risco de câncer. O objetivo do trabalho foi contribuir para o desenvolvimento de um painel de potenciais marcadores associados à susceptibilidade ao CCR investigando os polimorfismos funcionais INDEL nos genes CYP2E1, CASP8 (rs3834129), TYMS (rs16430), NFKB1 (rs28362491) e XRCC1 (rs3213239) em 66 pacientes com CCR e 100 indivíduos sem o diagnóstico da doença no estado do Pará. A extração do DNA foi feita pelo método fenol-clorofórmio. Os polimorfismos foram genotipados pela técnica de PCR multiplex e a análise genética foi feita com o programa GeneMapper ID v.3.2. O controle genômico foi feito através um painel de 62 Marcadores Informativos de Ancestralidade e todas as análises estatísticas foram feitas através do programa SPSS v.20.0. A presença dos polimorfismos nos genes CYP2E1, CASP8 (rs3834129), NFKB1 (rs28362491) e XRCC1 (rs3213239) não foi associada com a susceptibilidade ao câncer colorretal (p>0,05). Por outro lado, indivíduos que apresentam o genótipo inserção/inserção (Ins/Ins) para o polimorfismo no gene TYMS (rs16430) apresentaram uma maior proteção para o desenvolvimento de câncer colorretal (P=0,028; OR = 0,098; IC95% = 0,012-0,777). Indivíduos com 53 anos de idade ou mais, apresentam maiores chances de desenvolver CCR. Em suma, o estabelecimento de biomarcadores preditivos para o CCR pode ajudar a prever a probabilidade de um indivíduo desenvolver esse tipo de neoplasia, desse modo, ajudar a compreender a causa da doença e o risco de desenvolve-la no futuro ou passar a doença para a próxima geração.

Palavras-chave: Câncer colorretal (CCR), polimorfismos INDEL, susceptibilidade.


Titulo do projeto do orientador: DESENVOLVIMENTO DE UM PAINEL DE MARCADORES MOLECULARES ENVOLVIDOS NA CARCINOGENESE.
Classificação do trabalho na Tabela de Áreas do Conhecimento no CNPq. Grande-área: Ciências Biológicas
Área: Genética
Sub-área: Genética Humana e Médica
: resumos
resumos -> CaracterizaçÃo microestrutural de uma liga níquel-titânio bruta de fusãO
resumos -> SimulaçÃo de desgaste em próteses de quadril
resumos -> Atenção em saúde bucal para adolescentes
resumos -> Análise colposcópica de pacientes atendidas no serviço de ginecologia da fscmpa no período de julho a setembro de 2004
resumos -> ComparaçÃo por método de elementos finitos 2d da distribuiçÃo de tensões em coroas totais metalo-cerâmicas e de cerâmica pura utilizando diferentes tipos de carregamentos
resumos -> Atenção em saúde bucal para adolescentes
resumos -> Estudo das nanopartículas de vidro bioativo para potencial aplicaçÃo no tratamento da hipersensibilidade dentinária
resumos -> Universidade federal de viçosa
resumos -> IntroduçÃO
resumos -> Influência do carbonato na cristalinidade da hidroxiapatita nanométrica obtida a 3ºC




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal