De: César/Cynthia



Baixar 1.63 Mb.
Página2/15
Encontro04.11.2017
Tamanho1.63 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15

4.2 - Faturamento

A KOLYNOS, dentre às empresas que atuam no mercado brasileiro, de grande porte, é a única que opera exclusivamente no mercado de higiene bucal e, seu faturamento, em 1994, foi da ordem de US$ 227 milhões, dos quais 90% corresponderam à comercialização de creme dental (Quadro VI).


Avaliando a importância das demais linhas no faturamento da empresa, percebe-se que, embora em termos reais tenha crescido 6,50% a.a., a participação do produto escova dental no faturamento total da empresa, nos últimos quatro anos vem perdendo expressividade, visto que em 1990 representava 9,47% caindo para 8,44%, em 1994. Já os produtos enxaguante bucal e fio dental têm peso marginal nos negócios dessa empresa.
Em 1994, o faturamento total da COLGATE LTDA. alcançou a cifra de US$ 265,88 milhões, dos quais 60% corresponderam aos negócios realizados com produtos de higiene e limpeza. Todavia, cabe salientar que os negócios efetuados com os produtos de higiene bucal, que até 1992 representavam 32%, foram os que mais cresceram entre 1990/94, observa-se que o faturamento obtido com as vendas de produtos de higiene e limpeza cresceu à 5,31% a.a., enquanto que os produtos do segmento de higiene bucal cresceram cerca de 13,74% a.a. (Quadro VI).
Da mesma forma que para a KOLYNOS, o creme dental é o ítem de maior peso no faturamento do segmento, representando 90% do faturamento desse segmento - 32% do faturamento total. A escova dental contribui em média com cerca de 6,52% - 2,6% do faturamento total (fls. 445).
Quadro VI
Faturamento nos Últimos Cinco Anos

US$ 1.000



Ano/Empresa

KOLYNOS

( Divisão Anacol)



COLGATE

LTDA.





Creme

Dental


Escova

Dental


TOTAL

Higiene

Bucal


TOTAL

1990

141.705

14.894

157.201

63.230

193.362

1991

119.758

11.524

132.498

52.731

162.650

1992

152.289

12.874

167.533

80.321

215.598

1993

117.307

17.438

197.070

88.288

219.888

1994

205.818

19.162

227.147

105.820

265.876

Fonte: KOLYNOS do Brasil (fls. 696) e COLGATE LTDA.(fls.445). Elaboração: CADE
4.3 - Investimentos
Dos investimentos realizados pela COLGATE LTDA., entre 1990/94, verifica-se que no triênio 1990/93, mais da metade dos recursos foram destinados à ampliação de sua capacidade produtiva do segmento de higiene bucal, período este de construção/instalação da unidade de Osasco. Muito embora fosse previsível que nos anos subsequentes o aporte de recurso destinado a esse segmento sofresse redução, não se pode deixar de observar que em 1994 o volume investido não atingiu 50% dos US$ 3.075 milhões aportados em 1993 (Quadro VII).
Nesse contexto, vale notar que a título de manutenção e aquisição de equipamentos e maquinarias, a COLGATE LTDA., em 1994, investiu apenas 1,36% do seu faturamento.
Para os próximos 3 (três) anos a COLGATE LTDA. planeja investir o montante de US$ 4.392 milhões (fls. 146, Apenso IV), visando manter a qualidade do processo de produção, assim como do produto acabado (modernização, tecnologia e capacidade produtiva), excluindo-se os investimentos voltados para desenvolvimento e promoção dos produtos (P&D, marketing e propaganda). Ou seja, a perspectiva da empresa é manter a mesma relação entre investimentos e faturamento realizada em 1994.
Quanto à KOLYNOS, à exceção de 1992, quando foi maior o aporte de recursos para ampliação de capacidade produtiva, seus investimentos situam-se em torno de 2% do faturamento (Quadro VIII).
Outro ponto a ser ressaltado refere-se aos investimentos realizados em P&D, observa-se que esses gastos em relação ao faturamento da empresa cresceram durante todo o período em análise, sendo que, em 1994, registra-se o maior valor investido, US$ 2.226 milhões. Não obstante tal valor, não ultrapassou 0,98% de suas vendas (fls. 150, Apenso IV).
A KOLYNOS, por sua vez, projeta investir entre 1.995/2.001 aproximadamente US$ 77 milhões em expansão de capacidade instalada e na melhoria do padrão de qualidade através da compra de máquinas e equipamentos de última geração. Destes recursos, US$ 17 milhões foram orçados para 1995, com o objetivo de inserir inovações tecnológicas na sua linha de escova dental e para viabilizar seu plano de exportações (fls.206, Apartado V).

Quadro VII
Investimentos Realizados(1) pela Colgate Ltda., em Manutenção e Ampliação

da Capacidade Produtiva e Participação no Faturamento, nos Últimos Cinco Anos


Produtos

1994

1991

1992

1993

1994

Higiene Bucal (Maquinaria e Equipamentos) (1)


9.137

2.656

4.317

3.075

1.443

% do faturamento - Higiene Bucal

14,45%

5,04%

5,37%

3,48%

1,36%

% do faturamento - Total

4,73%

1,63%

2,00%

1,40%

0,54%

Total (Higiene Bucal + Limpeza) (1)



11.729

4.911

7.983

10.975

8.107


% do faturamento - Higiene Bucal

18,55%

9,31%

9,94%

12,43%

7,66%

% do faturamento - Total

6,07%

3,02%

3,70%

4,99%

3,05%

Fontes: COLGATE LTDA.(fls.480, 482 e Apenso - respostas ao art. 10). Elaboração: CADE

Nota: (1) em US$ 1.000



Quadro VIII
Investimentos Realizados pela KOLYNOS - (Divisão Anakol) (1) e Participação no Faturamento


Produtos

1990

1991

1992

1993

1994

Maquinaria e Equipamentos(1)

n/d

n/d

2.807

3.213

1.449

Total(1)

3.420

6.540

4.230

4.005

4.944

% do faturamento



2,18%

4,94%

2,52%

2,03%

2,18%


Fonte: KOLYNOS (fls. 697 e Apenso - respostas ao art. 10). Elaboração: CADE

Nota: (1) em US$ 1.000



4.4 - Clientes
A Requerente alega, neste particular, que os clientes de ambas as empresas são Companhias de grande capacidade financeira, o que as habilitam a negociar termos e condições mais favoráveis de vendas diretamente com os seus fornecedores, além do que são perfeitamente aptas para se defenderem de práticas de mercado desleais como aumento de preços. A requerente alega adicionalmente que, diante de uma eventual situação dessa natureza, ainda existe a alternativa de recorrerem ao mercado externo, dado que as alíquotas de importação não constituem barreiras, tão pouco existem barreiras alfandegárias e que há, ainda, a alternativa de entrar no mercado com sua própria marca de produto (fls. 430 e 115 do Apenso IV).
Constata-se da documentação apresentada pela COLGATE LTDA. e pela KOLYNOS que as vendas realizadas são pulverizadas. Os cinco principais clientes da KOLYNOS representam apenas 17% de suas vendas (Quadro IX), enquanto que os seis maiores clientes da COLGATE LTDA. detêm 23,1% de suas vendas (Quadro X). Cabe observar que nestes percentuais de vendas estão incluídas todas as linhas de produtos de cada empresa, dado que são utilizados os mesmos canais de comercialização, venda e distribuição.
As empresas declararam que não efetuavam vendas às Companhias direta ou indiretamente ligadas a elas (fls. 413 e 431).
De acordo com a requerente, todos esses produtos estão sujeitos às mesmas políticas de preço, independentemente da natureza e/ou dimensão dos canais de distribuição envolvidos, seu volume de compras ou localização geográfica. A única diferença é que a COLGATE LTDA., da mesma forma que todos os outros fabricantes de produtos de higiene e limpeza, realiza, ocasionalmente, campanhas proporcionais para reforçar a venda de um ou mais de seus produtos no segmento. Essas campanhas promocionais, realizadas ao nível de distribuição ou do consumidor final, assumem diferentes formas (redução de preços, prêmios, etc.) e resultam algumas vezes na adoção de diferentes preços para um ou mais produto.
Em termos de prazo de pagamento, a KOLYNOS opera com prazo de trinta dias após a entrega do produto, enquanto para a COLGATE LTDA. os pagamentos são devidos vinte dias após o recebimento dos produtos.
Quadro IX
Principais Clientes da KOLYNOS - (Divisão Anakol)


Clientes

Percentual s/ Vendas

Martins Com. Imp. e Exp. Ltda.

6,2

Carrefour Com. e Ind.

3,4

Peixoto Com. e Ind. Ltda.

2,9

Empresa Bahiana de Alimentos

2,5

Cia. Bras. Distribuição

2,0

Sub-Total:

17,0

Outros (15 clientes)

10,2

Total

27,2

Fonte: KOLYNOS do Brasil (fls. 413). Elaboração: CADE
Quadro X
Principais Clientes da COLGATE LTDA.


Clientes

Percentual s/ Vendas

Carrefour Com. e Ind.

5,75

Com. Imp. Exp. Arcon Ltda.

5,74

Martins Com. Imp. e Exp. Ltda.

4,55

Cia. Bras. Distribuição

3,36

Grupo Bejamim

2,57

Lojas Americanas S/A

1,46

Sub-Total:

23,43

Outros (14 clientes)

13,37

Total

36,80

Fonte: COLGATE LTDA. (fls.430). Elaboração: CADE

4.5 - Cadeia Produtiva
O processo produtivo do creme passa por três fases básicas: i) manufatura de tubos laminados; ii) fabricação do creme e; iii) enchimento do creme no tubo.
Na etapa de manufatura de tubos, lingotes de alumínio são derretidos e transformados em chapas frias, que são trasnformadas em lâminas. Essas são submetidas a um processo de cunhagem, passando em seguida por um processo de extrusão, torno mecânico, enrrijecidas em fornos, esmaltadas, estampadas, seladas e rosqueadas, sendo produzidas internamente por processo de injeção.
Já na etapa da fabricação do creme dental, o processo é conduzido por um misturador a vácuo, onde são colocadas diferentes matérias-primas até a total homogeneização da mistura, que é transferida para tanques de armazenagem. Por fim, na fase de enchimento do tubo, esses são completos através de uma enchedeira automática e aramazenados em caixas de papelão, passando em seguida por um enfardador.
Vale ressaltar que as linhas de produção de tubos de cremes dentais, bem como as enchedeiras dos tubos podem ser aproveitados em outros produtos como, por exemplo, cosméticos faciais, cremes para o corpo e medicinais, produtos alimentícios e até cremes para graxas de sapatos.
Quanto ao processo produtivo das demais linhas do segmento de higiene bucal, no caso da escova dental, os cabos são feitos em injetores e as cerdas são inseridas em máquinas automáticas de tufos, colocadas, em seguida, em caixas de papelão e armazenadas em caixas de embarque. Já quanto aos fios dentais, a linha é submetida a um processo de impregnação em cera quente e secada em rolos agregados em invólucros e armazenados em bolhas. Quanto aos enxaguantes bucais, a mistura é preparada em tanque industrial, preenchida em frascos de plástico e armazenados em caixas de papelão.
No caso da COLGATE LTDA. a verticalização é baixa: os tubos laminados produzidos pela Dental-Pack Indústria e Comércio Ltda e são considerados os maiores ítens de custo para essa linha de produto.
Existe razoável dependência da COLGATE LTDA. em relação a fornecedores, no que tange a escova dental e fio dental, o que caracteriza baixa verticalização também nestes segmentos. Como já observado, com o início das operações da fábrica da empresa em Osasco, em 1992, o fornecimento externo de escovas de dentes representou cerca de 34% da produção total da COLGATE LTDA., sendo o restante suprido por fabricantes locais e subsidiárias estrangeiras dessa empresa. No caso do fio dental, a dependência da COLGATE LTDA. para com terceiros ainda é completa.

Já a KOLYNOS apresenta um grau de verticalização maior. Tal ocorre principalmente em relação à produção de bisnagas de alumínio utilizadas na embalagem de creme dental e caixas para embalagem de frascos de enxaguante bucal. A participação das empresas locais no fornecimento de matérias-primas é substancial. Cerca de 94% do total de matérias-primas e material de embalagem de creme dental são produzidos localmente. Sendo assim, além da ampliação do grau de concentração horizontal, a compra da KOLYNOS pela COLGATE COMPANY representa um incremento na verticalização dessa última.


Quadro XI
Principais Matérias-Primas, Participação no Custo e principais

Fornecedores da COLGATE LTDA. - Produto: Creme Dental.


Matéria Prima

Custos (média) %

Fornecedores







Empresas

% no fornecimento

Tubos(1)

Laminado


Alumínio

14,6


4,0

Dental Pack

Alcan
CP

Tubocap

60

40
80



20

Caixa

8,76

Penha

100

Sorbitol

3,77

Getec

100

Carbonato

3,6

Quimbarra

100

Fonte: COLGATE LTDA (fls. 500 e 666). Elaboração: CADE

Notas: (1) Os cartuchos utilizados nos cremes nobres são fornecidos exclusivamente

pela Impr. Paranaense, enquanto que as bisnagas são fornecidas exclusivamente pela Alcan.

Segundo afirma a Requerente, as empresas fornecedoras de matérias-primas para o setor de higiene bucal, em sua maioria, são totalmente independentes do desempenho e dos pedidos das empresas de produtos de saúde bucal, por atenderem a demanda de diversos outros segmentos da indústria, o que afasta o temor de que a fusão gere um oligopsônio.


Quadro XII
Principais Matérias-Primas/Participação no Custo/Fornecedores da KOLYNOS - (Divisão Anakol) - Produto: Creme Dental


Matéria Prima

Custos (média)

%


Fornecedores


Embalagem de Papelão

11,07

Cia. Gráfica P. Sarcinelli

Agaprint Informática S.A.



Sorbitol

8,58

Getec Guanabara Quim. Ind.

Carbonato de Cálcio

7,46

Quivale Quim. Ind. Vale

Paraíba Ltda.

Tansan do Brasil


Bisnagas de Alumínio

6,62

Billiton Metals S.A.

Aluvale Vale do Rio Doce

Alumínio S.A.


Sulfeto de Lauril

3,76

Aquatec Química

Hoeschst do Brasil



Carboximetil-Celulose

3,55

Metsa Serla (importação)

Óleo de Menta

2,79

Braswey S.A. Ind. Com.

Sanoil Óleos Essenciais Ltda.

Geroma do Brasil Ind. Com. Ltda.


Fosfato de Monofluor

2,03

Benkiser & Knapsack (importação)

Caixas de Papelão

1,52

Trombini Papel Embalagem S.A.

Klabin Fabricadora de Papel Celulose S.A.



Sacarina

0,66

Pan Americana S.A.

Resinas

0,56

Politeno Ind. Com. S.A.

Massas

0,91

Basf S.A.

Outros

50,49




Fonte: KOLYNOS (fls. 411). Elaboração: CADE

Quadro XIII
Principais Matérias-Primas/Participação no Custo/Fornecedores da KOLYNOS - (Divisão Anakol) - Produto: Escova Dental.


Matéria Prima

Custos (média)

%


Fornecedores

Embalagem de Papelão

18,18

Impressora Paranaense

Cerdas

14,00

Dupont do Brasil

Resinas

6,14

Polibrasil S.A. Ind. e Com.

P.P.H Cia. Ind.

Polipropileno


Outros

61,68




Fonte: KOLYNOS (fls. 411). Elaboração: CADE




1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal