Dados de identificaçÃo do candidato



Baixar 109.09 Kb.
Encontro29.11.2017
Tamanho109.09 Kb.

CONCURSO PÚBLICO



DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO
Não deixe de preencher as lacunas a seguir.


Nome






























































































Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição



























































































Prédio Sala

























































































MÉDICO / ULTRASSONOGRAFIA

ATENÇÃO





  • Abra este Caderno, quando o Fiscal de Sala autorizar o início da Prova.

  • Observe se o Caderno está completo. Ele deverá conter um total de 40 (quarenta) questões, sendo 10 (dez) de Português e 30 (trinta) de Conhecimentos Específicos.

  • Se o Caderno estiver incompleto ou com algum defeito gráfico que lhe cause dúvidas, informe, imediatamente, ao Fiscal.

  • Uma vez dada a ordem de início da Prova, preencha, nos espaços apropriados, o seu Nome completo, o Número do seu Documento de Identidade, a Unidade da Federação e o Número de Inscrição.

  • Para registrar as alternativas escolhidas nas questões da prova, você receberá um Cartão-Resposta de Leitura Ótica. Verifique se o Número de Inscrição impresso no cartão coincide com o seu Número de Inscrição.

  • As bolhas do Cartão-Resposta para as questões de múltipla escolha devem ser preenchidas, totalmente, com caneta esferográfica azul ou preta.

  • Você dispõe de 4 horas para responder toda a Prova – já incluído o tempo destinado ao preenchimento do Cartão-Resposta. O tempo de Prova está dosado, de modo a permitir fazê-la com tranqüilidade.

  • Você só poderá retirar-se da sala 2 (duas) horas após o início da Prova.

  • Preenchido o Cartão-Resposta, entregue-o ao Fiscal juntamente com este Caderno e deixe a sala em silêncio.



B



OA SORTE !

PORTUGUÊS
TEXTO 01
A PANDEMIA DO MEDO
Nas últimas duas semanas, o alarde sobre a iminência de uma pandemia de gripe aviária colocou o mundo em prontidão. Focos de aves contaminadas pelo vírus H5N1, causador da doença, foram detectados na Rússia, Turquia, Romênia e Grécia - sinal de que ele avança sobre o Ocidente. Na China, seu reduto original, a gripe reapareceu e matou 2 600 pássaros no norte do país.

Governos de todos os continentes tentam definir estratégias de combate à disseminação do vírus. O medo de uma pandemia deflagrou uma corrida pela fabricação de vacinas contra o H5N1, ainda inexistentes, e pela compra e estocagem do único antiviral capaz de conter o vírus, o oseltamivir, vendido sob o nome comercial de Tamiflu. O governo brasileiro encomendou 9 milhões de kits do medicamento. As farmácias de todo o país quintuplicaram as vendas de Tamiflu desde a notícia de que uma possível pandemia estaria a caminho. Criou-se até um mercado ilegal do antiviral na Internet, em que o preço da caixa com dez unidades triplicou. Qual é, no entanto, o real tamanho do perigo a que o mundo está exposto ?

Até agora, apesar de todo o alarde, a única certeza é a de que o H5N1 é um agente de destruição em massa apenas de aves, em especial galinhas e frangos. O grande temor é que o vírus passe por mutações genéticas que dêem origem a uma cepa facilmente transmissível de homem para homem, como os micróbios de uma gripe comum. Essa possibilidade existe, mas, por enquanto, não passa de especulação. Segundo o médico americano Marc Siegel, professor da Universidade de Nova York : “Não existe nenhuma evidência direta de que o vírus H5N1 esteja prestes a sofrer esse tipo de transformação.” A única pandemia em curso, no momento, portanto, é a do medo.

BERGAMO, Giuliana. Saúde. Revista Veja. 26 de outubro de 2005. p.80.
01. Em uma das alternativas abaixo, existe uma mensagem que não está inserida no Texto. Assinale-a.
A) A gripe aviária é oriunda da China.

B) Inexistem as vacinas para combater esse tipo de gripe.

C) As autoridades brasileiras procederam à aquisição do antiviral para combater a gripe aviária.

D) A Internet contribuiu significativamente para promover a disseminação da gripe aviária.

E) Existe o risco de que o vírus da gripe aviária sofra determinadas mutações que resultem numa transmissão ao ser humano.
02. Assinale a alternativa em que o fragmento do texto denota a adoção de uma ação conjunta na tentativa de conter a gripe aviária.
A) “Na China, seu reduto original, a gripe reapareceu e matou 2 600 pássaros no norte do país.”

B) “Governos de todos os continentes tentam definir estratégias de combate à disseminação do vírus.”

C) “Essa possibilidade existe, mas, por enquanto, não passa de especulação.”

D) “A única pandemia em curso no momento, portanto, é a do medo.”

E) “Criou-se até um mercado ilegal do antiviral na Internet...”
03. Sobre o trecho abaixo:
Na China, seu reduto original, a gripe reapareceu e matou 2 600 pássaros no norte do país.”
É correto declarar que
A) a gripe aviária originou-se nos países nórdicos.

B) não há risco de a gripe extrapolar os limites territoriais da China.

C) a gripe, reincidente na China, dizimou uma relevante quantidade de aves no sul do país.

D) a gripe, proveniente da China, estende-se até o norte de nosso país.



E) a ação se repetiu em um determinado tempo passado; isso se percebe através do verbo “reaparecer”.
04. Sobre SINONÍMIA e ANTONÍMIA, analise os itens abaixo.
I. Iminência (Sinônimo: proximidade).

II. Disseminação (Antônimo: propagação).

III. Deflagrou (Sinônimo: impediu).

IV. Prontidão (Sinônimo: vigilância).

V. Especulação (Antônimo: hilaridade).


Assinale a alternativa que contém o(s) item (ns) acima que apresenta(m) correlação correta entre a palavra e o que está nos parênteses.
A) Apenas I e IV. B) Apenas IV. C) Apenas III e V. D) Apenas I, III e IV. E) Apenas II, III e V.
05. Sobre o emprego da CRASE, analise as justificativas de cada item.
I. “...o alarde sobre a iminência de um pandemia de gripe aviária...” – não se pode crasear, uma vez que existe a presença da preposição antecedendo o artigo “a”.

II. “Governos de todos os continentes tentam definir estratégias de combate à disseminação” – neste caso, a crase é facultativa.

III. “...que o vírus passe por mutações genéticas que dêem origem a uma cepa facilmente transmissível...” – não se craseia por estar diante de um pronome indefinido.

IV. “...desde a notícia de que uma possível pandemia estaria a caminho.” – não se craseia por estar diante de nome masculino.
Está (ão) correta (s)
A) apenas I. B) apenas I e IV. C) apenas III. D) apenas I, II e IV. E) Apenas III e IV.
06. Sobre PONTUAÇÃO, analise as proposições abaixo.
I. “Qual é, no entanto, o real tamanho do perigo...”

II. “A única pandemia em curso, no momento, portanto, é a do medo.”

III. “...e estocagem do único antiviral capaz de conter o vírus, o oseltamivir, vendido...”

IV. “...deflagrou uma corrida pela fabricação de vacinas contra o H5N1, ainda inexistentes, pela compra...”

V. “Na China, seu reduto original, a gripe reapareceu...”
Assinale a alternativa que contempla os itens nos quais o emprego da (s) vírgula (s) se justifica por separar termos que explicam o seu antecedente, denominados de aposto.
A) Apenas I e III. B) Apenas III e V. C) Apenas II e V. D) Apenas III, IV e V. E) Apenas II, III e V.
07. Observe os termos sublinhados dos itens abaixo.
I. “Focos de aves contaminados pelo vírus H5N1, causador da doença, foram detectados na Rússia...”

II. “...deflagrou uma corrida pela fabricação de vacinas contra o H5N1, ainda inexistentes...”

III. “...desde que uma possível pandemia estaria a caminho...”

IV. “Não existe nenhuma evidência direta ...”
Assinale a alternativa que contém uma afirmação correta.
A) No item I, os termos “causador” e “detectados” concordam em gênero e número com o termo “vírus”.

B) No item II, o termo sublinhado deveria estar no plural para concordar com nome a que se refere, “corrida”.

C) No item III, se o termo “pandemia” fosse substituído por “contágio” , mantendo o mesmo número, a palavra possível teria sua grafia alterada.

D) Se o termo “evidências” (item IV) se flexionasse no plural, seria correto dizer : não existe evidências diretas.

E) O termo “detectados” (item I) concorda em gênero e número com o nome a que se refere, “focos”.
08. Em qual das alternativas abaixo, o termo sublinhado denota que o autor se utilizou dessa palavra com sentido que não lhe é comum ou próprio, resultante de uma relação de semelhança, dando, assim, origem a uma figura de linguagem denominada de metáfora?
A) “Governos de todos os continentes tentam definir estratégias...”

B) “Qual é, no entanto, o real tamanho do perigo a que o mundo está exposto?”

C) “...deflagrou uma corrida pela fabricação de vacinas...”

D) “O grande temor é que o vírus passe por mutações genéticas...”

E) “A única pandemia em curso, no momento, portanto, é a do medo.”
09. Sobre REGÊNCIA NOMINAL e VERBAL, observe os termos grifados.
I. “...passe por mutações genéticas que dêem origem a uma cepa facilmente transmissível...”

II. “...em que o preço da caixa com dez unidades triplicou...”

III. “Qual é, no entanto, o real tamanho do perigo a que o mundo está exposto ?”

IV. “Governos de todos os continentes tentam definir estratégias de combate à disseminação ...”

V. “O governo brasileiro encomendou 9 milhões de kits de medicamento.”
Assinale a alternativa correta.
A) No item I, os termos sublinhados são complemento do verbo “originar”.

B) No item II, o termo sublinhado tem como complemento “dez unidades”.

C) No item III, os termos sublinhados completam o sentido do verbo “expor”.

D) No item IV, os termos sublinhados são complemento do substantivo “combate”.

E) No item V,o verbo sublinhado exige que o seu complemento seja regido de preposição.
10. Em qual das alternativas existe discordância entre o (s) termo (s) sublinhado (s) e o que se declara no parêntese em relação à ACENTUAÇÃO ?

A) “...sobre a iminência de uma pandemia de gripe aviária colocou o mundo em prontidão.” (a tonicidade de ambas as palavras grifadas recai na penúltima sílaba).

B) “...e estocagem do único antiviral capaz de conter o vírus...” (ambos os termos sublinhados são paroxítonos).

C) “...por mutações genéticas que dêem origem a uma cepa facilmente transmissível...” (o acento do termo sublinhado se justifica por ser paroxítona terminada em “l”) .

D) “As farmácias de todo o país quintuplicaram...” (no primeiro termo sublinhado, a tonicidade recai na penúltima sílaba; no segundo, na última sílaba.)

E) “Nas últimas duas semanas...” e “...desde a notícia de que uma possível pandemia estaria a caminho...” (as palavras sublinhadas são respectivamente proparoxítona , paroxítona e paroxítona).



CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
11. O artefato na imagem modo B que simula dois sacos gestacionais, quando na verdade existe apenas um, é causado por qual dos fenômenos físicos abaixo?
A) Atenuação. B) Impedância acústica. C) Reflexão. D) Refração. E) Reverberação.
12. Em qual dos tecidos ou meios abaixo, a velocidade de propagação do som é maior?
A) Ar. B) Gordura. C) Fígado. D) Músculo. E) Osso.
13. Os achados ecográficos de cistos com endocistos descolados no fígado e de cistos com cistos-filhos associados com matriz ecogênica entre os cistos-filhos sugerem o diagnóstico de
A) amebíase.

B) doença hidática hepática. D) Candidíase.

C) abscesso piogênico. E) pneumocystis carinii.
14. A presença de massa sólida em fígado cirrótico em paciente portador de hepatite crônica C sugere principalmente
A) hiperplasia nodular focal.

B) adenoma. D) área de fígado preservado sem cirrose.

C) carcinoma hepatocelular. E) carcinoma hepatocelular fibrolamelar.
15. Em que topografia, na Síndrome de Mirizzi, o cálculo encontra-se tipicamente impactado?
A) Infundíbulo da vesícula.

B) Ducto cístico. D) Ducto hepático esquerdo.

C) Ducto hepático direito. E) Hepatocolédoco.
16. O achado ecográfico de dilatação dos ductos biliares intra-hepáticos principais associado a não união dos ductos direito e esquerdo sem massa visível pelo método sugere principalmente
A) colangiocarcinoma periférico ou intra-hepático.

B) tumor de Klatskin. D) colangiopatia pela AIDS.

C) colangiocarcinoma distal. E) colangiopatia auto-imune.


17. Qual das afirmativas abaixo é incorreta em relação à vesícula em porcelana?
A) Caracteriza-se por calcificação difusa ou focal da parede da vesícula biliar.

B) A literatura sugere aumento da incidência de carcinoma da vesícula biliar em associação com esta patologia.

C) A colecistectomia profilática tem sido recomendada.

D) A presença do complexo “parede-eco-sombra” é um sinal importante desta entidade.

E) A colecistite enfizematosa entra no diagnóstico diferencial desta patologia.
18. O achado direto mais comum do carcinoma pancreático é
A) massa pancreática hipoecóica homogênea ou heterogênea mal definida.

B) hiperfluxo no Doppler. D) atrofia da cauda do pâncreas.

C) dilatação do ducto de Wirsung. E) dilatação da vias biliares extra-hepáticas.
19. Na evolução da pancreatite aguda, o achado de uma coleção justa pancreática anecóica bem definida com reforço acústica posterior, sem fluxo no seu interior e paredes lisas, sugere sobretudo
A) peritonite crônica. B) hematoma. C) abscesso. D) pseudocisto. E) pseudo-aneurisma.

20. Sobre os angiomiolipomas renais, é incorreto afirmar que
A) podem estar associados à esclerose tuberosa.

B) geralmente são hiperecóicos em relação ao parênquima renal.

C) os pequenos carcinomas de células renais podem ter aspecto ecográfico semelhantes aos angiomiolipomas.

D) na tomografia computadorizada, costumam mostrar densidades baixas.

E) nos pacientes sem esclerose tuberosa, mais comumente são bilaterais.
21. Em relação ao transplante renal, é correto afirmar que o rim transplantado é habitualmente colocado
A) no quadrante superior direito do abdômen.

B) no quadrante superior esquerdo do abdômen. D) em um dos dois quadrantes superiores do abdômen.

C) em topografia pré-vertebral. E) em um dos dois quadrantes inferiores do abdômen.
22. A localização mais comum do câncer de próstata é na(no)
A) zona periférica.

B) zona central. D) zona peri-uretral.

C) zona de transição. E) estroma fibromuscular anterior.
23. Sobre as lesões císticas de próstata e vesículas seminais, é incorreto afirmar que os cistos
A) de utrículo prostático associam-se com agenesia renal unilateral, raramente contendo espermatozóide.

B) de ducto mülleriano geralmente contêm espermatozóides.

C) de vesícula seminal associam-se com agenesia renal unilateral.

D) de ducto ejaculatório contêm espermatozóides.

E) degenerativos ou de retenção em nódulos hiperplásticos são os mais comuns entre os outros citados nesta questão.
24. Quanto à veia cava inferior, é correto afirmar que
A) é formada pela confluência das veias ilíacas, na superfície anterior do corpo vertebral de L2.

B) costuma dilatar-se com a inspiração profunda.

C) suas anomalias congênitas mais freqüentes ocorrem acima do nível das veias renais.

D) sua porção extra-hepática costuma ter morfologia continuamente arredondada no corte transversal.

E) o rim é o local de origem menos comum dos trombos de veia cava inferior.
25. A presença de massas bem definidas hipoecóicas ou anecóicas vistas anteriormente e posteriormente aos grandes vasos do retroperitônio sugere mais o diagnóstico de
A) Lipossarcoma. B) Fibrose retroperitonial. C) Ganglioneuroma. D) Linfoma. E) Linfocele.

26. Qual dos grupos de neoplasias ovarianas abaixo tem maior incidência?
A) Tumores de células germinativas.

B) Tumores da superfície epitelial-estromais. D) Tumores metastáticos.

C) Tumores da corda sexual-estromais. E) Disgerminomas.
27. De acordo com a classificação de Papile, a hemorragia intracraniana grau IV corresponde à hemorragia
A) subependimária.

B) intraventricular sem hidrocefalia. D) parenquimatosa com ou sem hidrocefalia.

C) intraventricular com hidrocefalia. E) parenquimatosa sem hidrocefalia.
28. A forma mais discreta de holoprosencefalia lobar é
A) mega-cisterna magna.

B) agenesia do corpo caloso. D) heterotopia.

C) lisencefalia. E) displasia septo-óptica.
29. A sialolitíase é mais comum em qual das glândulas abaixo?
A) Submandibular. B) Parótida. C) Sublingual. D) Tireóide. E) Paratireóide.
30. Microcalcificações finas e puntiformes em um nódulo tireoideano sugerem
A) bócio adenomatoso.

B) folículo colóide ou bócio adenomatoso. D) carcinoma papilífero ou carcinoma medular.

C) carcinoma papilífero ou carcinoma anaplásico. E) carcinoma papilífero ou tumor de células de Hurtle.
31. Sobre as paratireóides, é incorreto afirmar que
A) as paratireóides normais geralmente não são visíveis ecograficamente.

B) o hiperparatireoidismo secundário é caracteristicamente visto em pacientes com insuficiência renal crônica.

C) no hiperparatireoidismo primário, é típico o encontro de múltiplas paratireóides aumentadas de volume.

D) o adenoma de paratireóide inferior costuma localizar-se junto ao pólo inferior do lobo tireoidiano.

E) o adenoma paratireoidiano mediastinal costuma ser inacessível ao exame ecográfico habitual.
32. A neoplasia intra-escrotal extratesticular mais comum são(é)
A) restos adrenais. B) lipoma. C) leiomioma. D) cistadenoma papilar. E) tumor adenomatóide.
33. A presença de hepatização pulmonar associada a broncograma aéreo sem aproximação anormal de vasos ou brônquios em paciente com febre sugere
A) pneumotórax. B) atelectasia. C) pneumonia. D) derrame pleural. E) abscesso pulmonar.
34. Sobre a gestação ectópica, é incorreto afirmar que a
A) presença de líquido no espaço hepato-renal, em paciente do sexo feminino, em idade reprodutiva com dor abdominal e anemia, sugere hemoperitônio importante.

B) doença inflamatória pélvica prévia é fator de risco para gestação ectópica.

C) a presença de massa anexial com BHCG positivo sem evidência ecográfica de gestação intra-uterina sugere gestação ectópica.

D) a maioria das gestações ectópicas ocorre na porção intramural da trompa.

E) a gestação ectópica cervical é rara.
35. No que diz respeito aos defeitos da parede abdominal fetal, podemos afirmar corretamente que
A) a gastrosquise costuma localizar-se em topografia para-umbilical direita.

B) na onfalocele, a inserção do cordão umbilical se faz lateralmente aos tecidos herniados da cavidade abdominal.

C) na onfalocele, os tecidos herniados do abdômen flutuam livremente no líquido amniótico.

D) a incidência de gastrosquise não aumenta com o hábito de fumar da gestante.

E) na extrofia cloacal, existe defeito supra-umbilical na parede abdominal anterior.

36. Na determinação ecográfica da corionicidade e amniocidade em gestações gemelares, após o primeiro trimestre, é incorreto afirmar que
A) sexos diferentes indicam gestação dicoriônica / diamniótica.

B) o sinal do “T” na junção dos âmnions sugere gestação dicoriônica diamniótica.

C) massa placentária única com membrana, separando os fetos, exclui gestação monocoriônica / monoamniótica.

D) o sinal do lambda é diagnóstico de gestação dicoriônica / diamniótica.

E) a presença de duas placentas indica gestação dicoriônica / diamniótica.
37. A qual dos segmentos abaixo, na anatomia de Couineaud, corresponde na anatomia clássica, o segmento medial do lobo esquerdo?
A) I. B) II. C) III. D) IV. E) V.
38. A perda do componente proto-diastólico reverso no doppler arterial dos MMII costuma ocorrer em todas as seguintes situações abaixo, exceto em uma. Assinale-a.
A) Hiperemia reativa.

B) Pós-exercício. D) Aquecimento do membro.

C) Distal a lesões oclusivas severas. E) Baixa temperatura do ambiente.
39. Quanto à trombose venosa profunda (TVP), assinale a alternativa incorreta.
A) A luz venosa anecóica é encontrada na fase aguda da TVP.

B) A compressão venosa adequada na pesquisa de trombose venosa profunda aguda deve deformar substancialmente a artéria adjacente.

C) A compressibilidade total da veia exclui completamente a possibilidade da presença de trombo no local comprimido.

D) Na fase crônica da trombose, o calibre da veia tende a ser igual ou menor que o da artéria adjacente.

E) O artefato “sangramento de cor” é causa de diagnóstico falso-positivo de trombose venosa profunda.
40. Em relação à ultra-sonografia com doppler venoso, é correto afirmar que a(o)
A) compressibilidade venosa deve ser testada, preferencialmente, em cortes longitudinais ao vaso.

B) calibre normal das grandes veias do braço e das pernas é habitualmente um pouco menor que o calibre das artérias correspondentes.

C) ausência de fasicidade respiratória sugere a existência de obstrução venosa significativa entre o local interrogado com doppler e as veias intratorácicas.

D) presença de aumento do fluxo venoso no local interrogado com doppler em resposta à compressão manual da musculatura distal sugere obstrução venosa distal ao local interrogado.



E) temperatura ambiente não influencia no calibre venoso.




Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande