Curso: Medicina Disciplina: saude do adulto e do idoso



Baixar 102.05 Kb.
Encontro14.08.2019
Tamanho102.05 Kb.


PLANO DE ENSINO e CALENDÁRIO



SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA III – SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO

Identificação

Curso: Medicina

Disciplina: SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO

  • Subdivisão: SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA I

Professores: Alexandre Serra e Nicandro Figueiredo

Ano/semestre letivo: 2012 -1º. semestre

Turma: 5º. período de medicina

Carga Horária: 30 horas


Ementa

O módulo de Semiologia Neurológica III pertence à disciplina de SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO, no conteudo de semiologia médica, o qual é fundamental para os estudantes de medicina, uma vez que revisa os conceitos básicos de neuroanatomia, neurofisiologia e funções das principais estruturas que formam o sistema nervoso, a fim de embasar a continuação da discussão e treinamento do exame neurológico iniciado na semiologia neurológica I.

Este módulo visa expor e discutir as considerações mais importantes sobre a semiologia neurológica aplicada do sistema nervoso central e periférico, com ênfase no exame do sistema motor, disturbios piramidais, extra-piramidais, movimentos, e postura, de forma integrada e aplicada para a formação do médico generalista.




Objetivos

Gerais

    • Proporcionar conhecimentos fundamentais da neurociência aplicada à propedêutica e à clínica.

Específicos

    • Estudar a correlação semiológica com aplicação direta na prática médica, em especial na clínica médica, clínica cirúrgica, imaginologia e urgência.

    • Ensinar e treinar o exame neurológico básico e essencial para o médico generalista

    • Estimular o estudo contínuo e a pesquisa.


Habilidades e competências

Proporcionar o embasamento necessário para a utilização de seus conhecimentos básicos para a aplicação clínica na área de semiologia, habilitando o discente de medicina a um melhor entendimento da semiologia neurológica, integrando com a imaginologia e visando a atuação na clínica médica, urgência e cirurgia, preparando-o para o entendimento, diagnóstico e tratamento das principais doenças que envolvam o sistema nervoso e músculo-esquelético relacionado.

Facilitar a aquisição de conhecimento e habilitar o médico a desenvolver o raciocínio semiológico com eficiência e agilidade, ao discutir os aspectos mais relevantes e aplicados da neurologia e neurocirurgia, e praticar as habilidades semiotécnicas.

Desenvolver o raciocínio diagnóstico da forma adequada baseado no exame do sistema motor, com ênfase no diagnóstico sindrômico, topográfico e nosológico, fundamental para o bom exercício da medicina.



Seleção, objetivo e organização dos conteúdos

Unidade de Ensino

Tema

Objetivo

Conteúdo

  1. Introdução e conceitos básicos

Introdução ao módulo de semiologia neurológica aplicada

Discussão do plano de ensino; revisar a neuroanatomia e neurofisiologia do SNC e SNP; e anatomia aplicada da coluna vertebral

Conceitos essenciais do sistema nervoso central e periférico; rever a anatomia da coluna vertebral: revisão das principais estruturas osteo-ligamentares; curvaturas; discos intervertebrais; correlação anatomo-clinico-semiológica e imaginológica

  1. Sistema motor piramidal

Exame das vias motoras piramidais

Discutir a semiologia das vias motoras

Revisão dos conceitos e vias motoras piramidais.

Exame neurológico da motricidade; distúrbios motores principais;

Síndrome do neurônio motor superior e inferior relacionada à motricidade.


  1. Sistema motor extra-piramidal

Exame das vias motoras extra-piramidais;

Discutir a semiologia das vias motoras

Revisão dos conceitos e vias motoras extra-piramidais.

Exame neurológico da motricidade; distúrbios motores principais envolvendo os nucleos da base, cerebelo e outras vias relacionadas.



  1. Semiologia motora da medula spinal e nervos perifericos

Estudar o exame da medula espinal e nervos espinais

Estudar o exame e da medula espinal e nervos espinais

Estudar os aspectos mais característicos do exame e dos distúrbios envolvendo a medula espinal e nervos espinais

  1. Distúrbios dos movimentos

Estudar as alterações de movimentos de origem neurológica

Estudar os aspectos mais característicos dos distúrbios dos movimentos

Transtornos hipocinéticos e hipercinéticos; principais distúrbios: parkinsonismo, tremor, coréia, atetose, hemibalismo, distonia, mioclonias e tiques;

  1. Coordenação, marcha e postura

Estudar a coordenação, a marcha e as alterações posturais

Revisar os aspectos funcionais mais importantes do cerebelo e núcleos da base com relação aos distúrbios dos movimentos

Aspectos funcionais mais importantes do cerebelo e núcleos da base com relação aos seus distúrbios;

Exame da função cerebelar; sinais cerebelares; exame da postura e tipos de marcha;



  1. Sensibilidades

Estudar as vias sensitivas

Exames dos distúrbios que podem acometer as vias das sensibilidades

Aspectos anatômicos e clínicos aplicados a semiologia das vias sensitivas superficiais e profundas.


Metodologia e procedimento de trabalho

  • AULA TEÓRICA

As aulas teóricas ocorrerão normalmente às aos sábados, vespertino (15:30-18:00h), de acordo com a programação, 1-2x/mês. Será feita a preleção sobre o tema aos acadêmicos no auditório, aliado às discussões do tema, e outras técnicas de ensino, a fim de tornar a aula mais proveitosa e interativa.

  • AULA PRÁTICA

As aulas práticas ocorrerão normalmente aos sábados, no período vespertino, normalmente 1-2x/mês.

As atividades serão desenvolvidas sob a orientação direta do docente, com o treinamento do exame neurológico, prioritariamente entre os próprios acadêmicos no laboratório de habilidades, subdivididos em grupos para tarefas práticas designadas.

O treinamento prático no laboratório de habilidades será dividido:


  • Neurologia e neurocirurgia geral

    • Prof. Alexandre Serra e acadêmicos

  • Neurologia e neurocirurgia da coluna vertebral, medula e nervos espinais

    • Prof. Nicandro Figueiredo e acadêmicos


Recursos didáticos e laboratoriais

  • AULA TEÓRICA

Sala de aula na Facimed, incluindo: multimídia, “data-show”, microfone e quadro branco;

  • AULA PRÁTICA

O treinamento prático no laboratório de habilidades será dividido:

Os Materiais que os discentes deverão adquirir para uso na semiologia neurológica são:



  1. 01 martelo de reflexos;

  2. 01 oftalmoscópio para fundoscopia;

  3. 02 diapasões:

    1. 01 para teste de palestesia (128 ou 256 Hz)

    2. 01 para teste de audição (1024 Hz);

  4. Bateria de odores com 03 recipientes pequenos:

    1. 01 contendo café;

    2. 01 contendo canela;

    3. 01 contendo tabaco;

  5. 01 fita métrica;

  6. 01 mini-lanterna para exame do reflexo pupilar e cavidade oral;

  7. 01 pacote com algodão para teste de sensibilidade;

  8. 01 caixa de palito de dentes para teste de sensibilidade;

  9. 01 estetoscópio (ausculta das carótidas, entre outras)

  10. 01 esfigmomanômetro;

  11. 01 conjunto de espátulas descartáveis para exame da cavidade oral;

  12. 01 jaleco para uso médico-hospitalar.


Projetos

Monitoria

A monitoria em semiologia neurológica visa atuar em conjunto com este módulo da disciplina de semiologia, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem dos acadêmicos e monitores nos principais temas da área, especialmente durante a aula prática para treinamento do exame neurológico, em aulas de revisão, complementares e sob a supervisão dos professores.

A monitoria privilegia a integração da equipe, o acompanhamento dos alunos nas atividades práticas e teóricas na área, iniciação à pesquisa e à docência, além de auxiliar no processo de avaliação prática dos alunos.

A monitoria auxilia, também, nas atividades práticas ao propiciar uma boa oportunidade dos acadêmicos interagirem com os monitores e professores, discutindo de forma mais próxima os assuntos abordados nas respectivas aulas, facilitando o ensino da disciplina para os alunos, melhorando a qualidade do curso.

Os monitores da semiologia devem também participar dos estudos e preparos de aulas práticas, orientados e/ou supervisionados pelos docentes.

Projetos de Pesquisa

Os docentes da área costumam desenvolver projetos e estudos envolvendo a neurociência, semiologia e a neurocirurgia, nos quais, os acadêmicos interessados poderão participar, a depender da disponibilidade e da pesquisa a ser desenvolvida.



Aqueles trabalhos que geram publicação e apresentação em congresso, poderão também contar com a participação de discentes e docentes da área.


Critérios e Instrumentos de Avaliação

  • Os estudantes serão avaliados no decorrer do semestre mediante avaliações regulares teórico-práticas de semiologia neurológica, programadas e previamente agendadas.

  • Será atribuída nota zero (0,0) ao aluno que comparecer à verificação do aproveitamento e entregá-la em branco, não entregá-la ao professor da disciplina, bem como ao que nela se utilizar de meios fraudulentos.

  • A freqüência mínima às atividades programadas é de 75%. A frequência às aulas e demais atividades acadêmicas, permitida apenas aos alunos matriculados, é obrigatória, vedado o abono de faltas.

    • Avaliação

      • Teórica + prática (oral) = 100% peso da prova

  • AVALIAÇÕES TEÓRICAS (70%)

  • As avaliações teóricas se darão através de provas objetivas, as quais deverão abordar os principais assuntos no contexto da semiologia neurológica, e temas relacionados, de acordo com a orientação da equipe.

  • AVALIAÇÕES PRÁTICAS – tipo prova oral (30%)

  • As avaliações práticas subjetivas deverão ser realizadas através de simulações de exame neurológico feita pelo discente, de acordo com a solicitação do professor, cuja nota será conceitual de acordo com seu rendimento.

  • Os principais temas a serem exigidos nas provas práticas serão definidos previamente pelos docentes.

  • No momento da avaliação, o respectivo tema será sorteado ou definido a critério do docente, para cada acadêmico ou subgrupo, a fim de se analisar a aplicação, habilidade e o entendimento do exame neurológico pelo aluno, com suas correlações neuroanatômicas, fisiopatológicas e semiológicas mais relevantes.

  • Esta avaliação visa motivar os acadêmicos a estudarem e treinarem o exame neurológico, para avaliarmos as suas habilidades psicomotoras.


Bibliografia Básica

  1. CAMPBELL, W. DeJong, o exame neurológico. 6ª. ed., Guanabara Koogan, 2007.

  2. PORTO, C. Semiologia médica. 5ª. ed., Guanabara Koogan, 2004.

  3. CAMPBELL, W.: Pocket Guide and Toolkit to DeJong's Neurologic Examination. Philadelphia. Lippincott William & Wilkins, 2008.


Bibliografia Complementar

  1. Fuller, G. Neurological examination made easy. 2ª. ed., LW&W, 1999.

  2. An, H. Essentials of spine. T, 2008.

  3. Henriques, F. G. Fundamentos de neurologia para o clínico geral. FHDF, 1984.

  4. Greenberg, M. S. Handbook of neurosurgery. Thieme Medical, 6a. ed., 2010.

  5. Kandel. T. M. Principles of neural science and behavior. 4a. ed. Stamford. Appleton & Lange, 2000.

  6. Stávale, M. A. Bases da terapia intensiva neurológica. Santos, 1996.

  7. Tolosa, Adherbal. Propedêutica neurológica. 2ª ed. Sarvier. 1975.

  8. Rowland, l. P. Merrit: Tratado de Neurologia. Guanabara Koogan, 11ª Ed. 2007.

  9. Apostilas das aulas com os EBPs.

Cacoal - Ro, __ de __________ de 20__.


_________________________________

Assinatura do professor


Coordenação do Curso: ____________________________________________

Em: ____/____/__________


Coordenação Pedagógica: __________________________________________

Em: ____/____/__________



CRONOGRAMA DA SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA III

FACIMED – 2012/1 – 5º período – Medicina



Data/CH

Tema

Atividade

Docente

18/02 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Apresentação da disciplina, discussão do plano de ensino, exposição do calendário;

Sistema motor: revisão anatomo-funcional das vias motoras aplicada ao exame neurológico;

Teórica e prática

Alexandre

10/03 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefalicas;

Teórica e prática

Alexandre

Data a ser definida

Avaliação - N1

Prazo de entrega da nota 21/03

Teórica




31/03 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: exame das vias piramidais;

Teórica e prática

Nicandro

14/04 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: exame das vias piramidais direcionadas a medula espinal e nervos perifericos;

Teórica e prática

Nicandro

28/04 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefálicas;

Teórica e prática

Alexandre

Data a ser definida

Avaliação – N2

Prazo de entrega da nota 07/05

Teórica




12/05 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefálicas;

Teórica e prática

Alexandre

26/05 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema sensitivo: revisão e exame das vias sensitivas;

Teórica e prática

Nicandro

02/06 (sábado – matutino)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Avaliação – N3 (parte I)

Prazo de entrega da nota 25/06

Prática (oral)

Alexandre

16/06 (sábado – matutino)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Avaliação – N3 (parte II)

Prazo de entrega da nota 25/06

Prática (oral)

Nicandro

Data a ser definida

Avaliações repositivas e outras atividades

A serem definidas pela equipe







OBS:

  • As provas substitutivas só serão autorizadas em data, tipo de prova e critérios a serem definidos pela Coordenação do Curso.

  • Este programa poderá ser modificado no decorrer da disciplina, se necessário, sendo comunicado à coordenação, à turma e/ou ao seu representante, no caso desta eventualidade.






©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal