Curso: boas práticas de segurança em laboratórios


Tabela 1: Ponto de fulgor de alguns líquidos inflamáveis de uso comum em laboratórios



Baixar 360.69 Kb.
Página4/5
Encontro11.06.2018
Tamanho360.69 Kb.
1   2   3   4   5

Tabela 1: Ponto de fulgor de alguns líquidos inflamáveis de uso comum em laboratórios


Substância

Ponto de Fulgor (oC)

Substância

Ponto de Fulgor (oC)

Acetato de etila


- 4.4

Ciclohexano

-20

Acetato de metila

- 9.0

1,2 dicloroetano

13

Acetona

-38

Dissulfeto de carbono

-30

Álcool etílico

12

Éter de petróleo

-57

Álcool isopropílico

12

Éter etílico

-45

Álcool metílico

23

Hexano

23

Benzeno

11

Trieltilamina

-7.0

O ponto de fulgor para outros líquidos pode ser encontrado no Handbook of Physical and Chemical Constants ou no The Merck Index.




  • Não manipule líquidos inflamáveis sem se certificar da inexistência de fontes de ignição nas proximidades: aparelhos que geram calor, tomadas, interruptores, lâmpadas, etc.

  • Use a capela para trabalho com líquidos inflamáveis que exijam aquecimento.

  • Use protetor facial e luvas de couro quando for necessária a agitação de frascos fechados contendo líquidos inflamáveis e/ou extremamente voláteis.

  • Nunca jogue líquidos inflamáveis na pia. Guarde-os em recipiente próprios para resíduos de inflamáveis.



    1. Produtos tóxicos

  • Antes de iniciar qualquer tipo de operação, procure informações toxicológicas (toxidez e via de ingresso no organismo) sobre todos os produtos que serão utilizados e/ou formados no trabalho a ser executado.

FONTES DE INFORMAÇÃO:

      • Rótulo do produto

      • The Merck Index

      • MSDS (Material Safety Data Sheets)




      • na Internet:

http://msds.ehs.cornell.edu/

http://www.ilpi.com/msds/index/

http://www.cetesb.sp.gov.br/Emergencia/produtos/produto_consulta_completa.asp

http://www.abiquim.org.br/pdfs/manual_ghs.pdf (ABIQUIM Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos)

      • na Biblioteca do IQ/UNESP (seção de Referência):

OMS/IPCS (International Programmer on Chemical Safety) – Health and Safety Guides.
Recomendações Gerais para o trabalho com produtos tóxicos

- Trabalhe somente na capela. Não descarte na pia os resíduos de produtos tóxicos.

Não descarte no lixo material contaminado com produtos tóxicos (papel de filtro, papel toalha, etc.). Use luvas.

Interrompa o trabalho imediatamente, caso sinta algum sintoma, como dor de cabeça, náuseas, etc.


Tabela 2: Produtos tóxicos comumente utilizados em laboratório2




Grau de risco

Substância

Inalação

Ingestão

Irritação cutânea

Irritação ocular

Ácido cianídrico


4

4

2

4

Ácido fluorídrico

4

4

4

4

Ácido fórmico

4

3

4

4

Ácido oxálico

3

3

3

3

Acroleína

4

3

3

4

Anidrido ftálico

3

-

2

3

Anilina

3

3

2

2

Benzeno

3

2

2

2

Bromo

4

4

4

4

Cianeto de potássio

-

4

3

4

Cloro

4

-

3

4

Cloronitrobenzeno

4

3

3

3

Etanolamina

3

2

2

3

Fenol

2

3

4

4

Flúor

4

-

4

4

Formaldeído

3

3

3

3

Hidrocarbonetos poli-halogenados

4

3

2

3

Iodo

4

4

4

4

Iodometano

4

-

-

-

Isocianatos

4

-

3

3

Mercúrio

4

1

-

1

Nitrobenzeno

-

4

3

4

Piridina

3

2

2

3

Toluidina

3

3

2

2

Vapores nitrosos

4

-

2

3

  1. lesão mínima 2. lesão leve

  1. lesão moderada 4; lesão grave

9.3. Produtos corrosivos

Os corrosivos podem ocasionar queimaduras de alto grau por ação química sobre os tecidos vivos. Podem também ocasionar incêndios, quando colocados em contato com material orgânico (madeira, por exemplo) ou outros produtos químicos.



São corrosivas as substâncias químicas com características ácido/base pronunciadas.

  • Manipule estes produtos com óculos de segurança e luvas

  • Nunca descarte diretamente na pia. Os resíduos devem ser neutralizados, diluídos e descartados na pia, desde que não tenham propriedades tóxicas importantes.

  • A diluição de soluções concentradas de produtos corrosivos deve ser feita sempre acrescentando o produto concentrado sobre o diluente. Por exemplo: ácido sulfúrico sobre a água.



Tabela 3. Substâncias Corrosivas 2.

Ácidos Orgânicos

Ácidos Inorgânicos

Ácido Fórmico

Ácido Cloridrico

Acido Acético Glacial

Ácido Fluorídrico

Acido Butírico

Ácido Sulfúrico

Acido cloroacético

Ácido Cloro sulfônico

Acido tricloroacético

Ácido Fosfórico

Acido bromoacético

Acido Nítrico

Acido Oxálico

Cloreto Sulfúrico

Ácido Salicilico

Pentafluoreto de Bromo

Anidrido Acético

Tetracloreto de Titanio

Dimetilsulfato




Cloreto de Propila

Bases Inorgânicas

Brometo de propila

Hidróxido de Amônio

Clorotrimetilsilano

Hidróxido de Cálcio

Diclorodimetilsilano

Hidróxido de Sódio

Fenol

Hidróxido de Potássio

Cloreto de Benzoíla

Hidreto de Cálcio

Brometo de Benzoila

Hidreto de Sódio




Oxido de Amônio

Bases Orgânicas

Sulfeto de Amônio

Etanodiamina




Etilimina

Sais ácidos

Fenilhidrazina

Tricloreto de Alumínio

Hexametiletilenodiamina

Tricloreto de Antimônio

Hidroxiamina

Bifluoreto de Amônio

Hidróxido de tetrametilamonio

Fluoreto de Cálcio

Tetrametiletildiamina

Cloreto Férrico

Trietilamina

Fluoreto de Sódio




Bisulfato de Sódio

Elementos




Flúor (gás)




Cloro (gás)




Bromo (líquido)




Iodo (cristal)




Fósforo



Nenhuma lista é exaustiva, caso a substância constituinte do seu resíduo não esteja na lista, procure outras informações em sites especializados.


Além da Corrosividade, outras propriedades são igualmente importantes e devem ser observadas cuidadosamente:

9.4. Produtos incompatíveis
Antes de misturar substâncias verifique sua incompatibilidade:
Tabela 4. Algumas Substâncias Incompatíveis 2.

SUBSTÂNCIAS

INCOMPATÍVEL COM

Acetileno

Cloro, bromo, flúor, cobre, prata, mercúrio

Acetona

Ácido sulfúrico concentrado e misturas de ácido nitrico

Ácido Acético

Óxido de cromo IV, ácido nítrico, ácido perclórico, peróxidos, permanganato, anilina, líquidos e gases combustíveis.

Ácido Cianídrico (HCN)

ácido nítrico, álcalis

Ácido crômico e cromo

Ácido acético, naftaleno, glicerina, álcoois e líquidos inflamáveis em geral, cânfora, terebintina.

Ácido fluorídrico (HF)

amônia (aquosa ou anidra)

Ácido Nítrico

Ácido acético, anilina, líquido e gases combustíveis.

Ácido Oxálico

Prata, sais de mercúrio.

Ácido Perclórico

Anidrido acético, álcoois, papel, madeira, clorato de potássio, perclorato de potássio

Ácido sulfúrico (H2SO4)

Clorato de potássio, perclorato de potássio, permanganato de potássio (e compostos similares de metais leves, como sódio e lítio)

Água

cloreto de etila, metais alcalinos e alcalino terrosos, seus hidretos e óxidos, peróxido de bário, carbetos, ácido crômico, oxicloreto de fósforo, pentacloreto de fósforo, pentóxido de fósforo, ácido sulfúrico, tetróxido de enxofre.

Aluminio (pó)

Hidrocarbonetos clorados, halogênios, dióxido de carbono, ácidos orgânicos.

Amônia (anidra)

Mercúrio, cloreto, hipoclorito de cálcio, iodeto, brometo e ácido fluorídrico.

Amônio Nitrato

Ácidos, metais em pó, substâncias orgânicas ou combustíveis finamente divididos

Anilina

Ácido nítrico, peróxido de hidrogênio

Azidas

Ácidos

Tabela 4. Algumas Substâncias Incompatíveis 2. (continuação)


SUBSTÂNCIAS

INCOMPATÍVEL COM

Brometo

Amônia, acetileno, butadieno, hidrocarbonos, hidrogênio, sódio, metais finamente divididos, terebintina e outros hidrocarbonetos.

Carbonato de cálcio

Água e álcool.

Carvão Ativo

Hipoclorito de cálcio, oxidantes

Cianetos

Ácidos

Cloratos

Sais de amônio, ácidos, metais em pó, enxofre, orgânicos finamente divididos ou materiais combustíveis.

Clorato de potássio

Ácido sulfúrico e outros ácidos

Clorato de sódio

Ácidos, sais de amônio, materiais oxidáveis, enxofre

Cloro

Amônia, acetileno, butadieno, hidrocarbonetos, hidrogênio, sódio, metais finamente divididos, terebintina e outros hidrocarbonetos.

Cobre

Acetileno, peróxido de hidrogênio

Cromo IV Óxido

Ácido acético, naftaleno, glicerina, líquidos combustíveis.

Dióxido de cloro

Amônia, metano, fosfito, sulfeto de hidrogênio.

Flúor

Isole de tudo

Fósforo (branco)

ar, oxigênio, álcalis, agentes redutores

Hidrocarbonetos (ex. metano, propano, butano, benzeno, tolueno etc)

Flúor, cloro, bromo, ácido crômico, peróxido de sódio

Hipocloritos

ácidos, carvão ativado

Iodo

acetileno, amônia (aquosa ou anidra), hidrogênio

Líquidos inflamáveis

Nitrato de amônio, peróxido de hidrogênio, ácido nítrico, peróxido de sódio, halogênios

Mercúrio

Acetileno, amoníaco, ácido fulmínico

Metais Alcalinos e Alcalinos terrosos

Água, hidrocarboneto clorados, dióxido de carbono, halogênios, álcoois, aldeídos, cetonas, ácidos.

Nitratos

ácido sulfúrico

Nitrato de amônio

ácidos, metais finamente divididos, líquidos inflamáveis, cloratos, nitratos, enxofre, materiais orgânicos ou combustíveis finamente divididos.

Nitritos

cianeto de sódio ou de potássio

Nitroparafinas

Bases inorgânicas, aminas

Oxigênio

óleos, graxas, hidrogênio, gases, sólidos ou líquidos inflamáveis

Pentóxido de fósforo

Água

Perclorato de potássio

veja ácido sulfúrico e outros ácidos, e também cloratos)

Permanganato de Potássio

Glicerina, etilenoglicol, ácido sulfúrico

Peróxido de Hidrogênio

Cobre, cromo, ferro, álcoois, acetonas, substâncias combustíveis.


Tabela 4. Algumas Substâncias Incompatíveis 2. (continuação)

SUBSTÂNCIAS

INCOMPATÍVEL COM

Peróxidos, orgânicos

Ácidos (orgânicos ou inorgânicos), evite atrito, estocar em local fresco

Prata

acetileno, ácido oxálico, ácido tartárico, compostos de amônio, ácido fulmínico

Selenidios

Agentes redutores

Sódio

água, tetracloreto de carbono, dióxido de carbono

Sulfetos

Ácidos

Telurídios

agentes redutores

Nenhuma lista é exaustiva, caso a substância constituinte do seu resíduo não esteja na lista, procure outras informações em sites especializados.




1   2   3   4   5


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal