Curativos absorventes



Baixar 107.17 Kb.
Encontro15.09.2019
Tamanho107.17 Kb.



PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

Código:

POP.HC.068

CURATIVOS ABSORVENTES

Revisão: 01




Elaborador:

                1. Supervisor Médico do HC.

Data:

Assinatura:



Aprovador:

Supervisora de Enfermagem do HC



Data:

Assinatura:




1. Objetivo:Orientar a técnica de curativos com utilização de coberturas especiais nos diferentes tipos de feridas.


2. Aplicação:
Ao Grupo Ideal – Home Care.
3. Responsabilidade:


Cargos Envolvidos:

Setor

Médico

HC







Técnicos de Enfermagem

HC


4. Definição:

Tem como principal função absorver exsudato em excesso e, ao mesmo tempo, manter o leito da ferida úmida, preencher tunelizações e feridas cavitária. As apresentações destes produtos, normalmente, são em placas ou fitas. A composição varia conforme produto, normalmente são compostas de hidrofibras de carboximetilcelulose sódica, espumas de poliuretano, náilons porosos impregnados com substâncias bactericidas. São Indicados para tratamento de feridas exsudativas com variação entre discreta , moderada e abundante quantidade.


Alginato de Cálcio ( Ex: Kaltostat, Suprasorb A, Curatec)

Colágeno associado à Alginato de Cálcio – Ex: Fibracol Plus

Alginato de Cálcio associado a Nanocristalina de Prata – Ex :Acticoat Absorbent, Silvercel

Tecido Sintético impregnado com Nanocristalina de Prata - Ex: Acticoat, Actosorb Silver

Hidrofibra ( com ou sem prata) – Ex: Aquacel

Hidropolímeros – Ex Polymem, Allevyn, Suprasorb M

Hidropolímeros associados ao silicone – Ex Mepilex

Hidropolímeros associados à Nanocristalina de Prata - Ex: Polymem Silver

Carvão Ativado com Prata (RECORTÁVEL)- Ex: Curatec Carvão Ativado

Carvão Ativado com Prata( NÃO PODE SER RECORTÁVEL) – Ex: Actisorb plus, Actisorb Silver 220

5. Procedimento:


Sujeito

Procedimento

Observação

Auxiliares/

Técnico de Enfermagem/



Enfermeira

  • Lavar as mãos;

  • Explicar o procedimento ao paciente, cuidador ou familiar;

  • Administrar medicação conforme prescrição médica, se dor e se necessário; esperar até que a medicação faça efeito para iniciar o procedimento;

  • Colocar a toalha abaixo da área da ferida;

  • Calçar as luvas de procedimento e máscara facial (opcional);

  • Remover cuidadosamente o curativo (observar quanto: aspecto do leito da ferida, tipo de tecido, aspecto, odor e quantidade de exsudato, identificar dor local, e pele Peri-lesional;

  • Desprezar o curativo sujo no saco de lixo infectante;

  • Realizar limpeza da lesão com SF 0,9% morno (remover invólucro do bag de soro, inserir agulha 40X12 na tampa de látex, exercer força comprimindo o bag para obter pressão ideal em forma de jato para irrigação do leito da lesão);

  • Secar delicadamente com gaze somente as margens da lesão;




  • Aplicar a placa no leito da lesão, no caso de tunelização preencher com fita ou placa recortável.

  • Cobrir o curativo com gaze estéril ou gaze algodonada, conforme prescrição de enfermagem (curativo secundário);

  • Fixar com fita hipoalérgica microporosa;

  • Desprezar o lixo respeitando dimensionamento de resíduos: sangue e secreções no saco de lixo infectante, lixo comum em saco plástico e agulha no coletor perfuro-cortante;

  • Orientar cuidador ou responsável quanto à lavagem separadamente da toalha utiliza no procedimento, de forma que a mesma seja reaproveitada sem que haja contaminação cruzada.

  • Checar prescrição de enfermagem, anotar em prontuário:

  • A localização da ferida;

  • A aparência de suas margens e pele adjacente;

  • O aspecto do leito da ferida e o tipo de tecido;

  • O aspecto, quantidade e odor do exsudato da ferida;

  • Orientações feitas ao paciente;

A tolerância do paciente ao procedimento.



Obs: **Somente poderão ser recortados os curativo de Carvão Ativado com Prata da marca CURATEC , os demais que deverão ser moldados no leito da lesão sem recortes.
*** A periodicidade de troca é conforme a Prescrição de Enfermagem e Saturação do produto.
***Em caso de sangramento, o uso do carvão ativado deverá ser suspenso e comunicado ao enfermeiro responsável.
*** Nos casos de placa com nanocristalina de Prata é necessários aplicar algumas gotas de água destilada para ativação do produto.
**** Nos casos de lesões tumorais não está indicado o uso de qualquer produto com prata.
***** Em caso de sangramento, substituir o soro morno por soro gelado.

  1. MATERIAIS UTILIZADOS:

Luvas de procedimento

Pacotes de gaze estéril

SF 0,9% 100 ml

Agulha 40x12

Coletor de perfuro cortante

Seringa de 10 ml

Fita hipoalérgica microporosa

Tesoura

Toalha


Saco de lixo infectante

Produto de escolha do enfermeiro, conforme a indicação técnica.






6. Participação na descrição do processo:


                1. Dr. André Minchillo

                1. Medico Vice Presidente

                1. Renata R. Magalhaes

                1. Enfermeira


7. Anexo:


                1. Anexo 2: POP.HC.068


8. Referência:
POTTER, P.A.; PERRY, A.G. Fundamentos de Enfermagem: conceitos, processo e prática. 6ed. Rio de Janeiro. Guanabara, Koogan, 2006.

9. Natureza das Alterações:




Alterações

                  1. Revisado

30/04/2015 Renata Ramalho Magalhães – Enfermeira Educação Continuada

                  1. Aprovado

30/04/2015 Dr. André Minchillo – Vice Presidente




Elaborado em: 12/03/2012

PROIBIDO REPRODUZIR

Página de 2








©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal