Cotia, 15 de Fevereiro de 2006



Baixar 109.25 Kb.
Encontro19.02.2018
Tamanho109.25 Kb.

F

iliada a International Wushu Federation


Filiada a Panamerican Wushu Federation

Vinculada ao Comitê Olímpico Brasileiro

Fundada em 1992 – C.N.P.J. 01.010.189/0001-66





ANEXO I-1
REGULAMENTO DE DEPARTAMENTO DE WUSHU INTERNO – XXIII CAMPEONATO BRASILEIRO DE KUNG FU/ WUSHU

21 a 25/11/2012, Fortaleza, CE

Nota: Faz parte integrante deste documento: ANEXO I-2, ANEXO I-3,

ANEXO I-4, ANEXO I-5, ANEXO I-6, ANEXO I-7, ANEXO I-8,

ANEXO I-9, ANEXO I-10.


  1. DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS


Artigo 1º. As competições de Modalidade: Wushu Interno do XXIII Campeonato Brasileiro de Kungfu/Wushu 2012 serão regidas pelas regras elaboradas com base nos Regulamentos Oficiais da IWUF – International Wushu Federation (versão 2010), bem como por normas e critérios determinados no presente Regulamento.
Artigo 2º. O regulamento de Wushu Interno está disponível no site oficial da CBKW.
Artigo 3º. A composição dos árbitros nas competições de Wushu Interno será feita seguindo o critério estabelecido pela CBKW, escolhendo os membros entre os árbitros indicados pelas Federações Estaduais e aprovados nos exames de Curso de Arbitragem e credenciados pela CBKW. Havendo insuficiência de árbitros indicados para o preenchimento de mesas de arbitragem, a CBKW convocará dentre os árbitros com alguma experiência disponíveis no momento mantendo o rigor da escolha inalterado.
Parágrafo Único - Será oferecido um curso de arbitragem à distância, no nível-III (na escala de III, II e I, sendo este último de nível mais alto) para o treinamento de árbitros novos, assim como a atualização dos já credenciados, culminando com seminário e exame em Campinas, entre os dias 07 a 10 de junho. Todos os interessados em fazer este curso deverão ser indicados pelas Federações filiadas, e sua ficha de inscrição enviadas até o dia 31/03/2012. Os inscritos aceitos por esta Diretoria receberão o material por e-mail, havendo dois testes até a realização da reunião presencial em Campinas em junho. Os inscritos aprovados em exame, serão credenciados pela CBKW e receberão a carteira de árbitro. Os árbitros portadores de carteira estarão áptos para compor a mesa de arbitragem, até a expiração da sua carteira.
  1. DAS MODALIDADES E CATEGORIAS


Artigo 4º. As CATEGORIAS de competições de Internos são divididas por critérios de:

  1. Sexo: Masculino e Feminino;

  2. Faixa Etária:

c-1) Principal:

-Infantil - (de 7 a 12 anos, ou nascidos entre 01/01/2000 a 31/12/2005)

- Infanto-Juvenil (de 13 a 15 anos, ou nascidos entre 01/01/1997 a 31/12/1999);

- Juvenil (de 16 a 18 anos, ou nascidos entre 01/01/1994 a 31/12/1996);

- Adulto (de 19 a 44 anos, ou nascidoss entre 01/01/1968 a 31/12/1993).

- Sênior (45 anos ou mais, ou nascidos antes de 01/01/1968);

c-2) Especial:

-Faixa para Grupos (13 anos ou acima, ou nascidos antes de 01/01/2000)



- Faixa de Opcional e Tuishou(16 anos ou acima, ou nascidos antes de 01/01/2007);
As MODALIDADES de competições de Internos estão separadas em Taolu Individual MODERNO, Taolu Individual TRADICIONAL, Taolu de GRUPO e Tui-Shou (luta).


  1. MODALIDADES DE INTERNOS NO CAMPEONATO BRASILEIRO - MODERNO


Artigo 5°. As modalidades de Wushu Interno Moderno (ver ANEXO I-2 a este documento) são:

  1. Taijiquan Iniciante Forma-16Taijiquan de 16 movimentos simplificado, nível segundo duan. Somente podem-se inscrever atletas de faixas infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior. Tempo de competição de até 2 minutos e 30 segundos. O(a) atleta não poderá se inscrever nesta modalidade se for campeão(ã) brasileiro(a) nesta modalidade em um dos anos anteriores. A atletas de infantil não se aplica este último dispositivo, podendo ser campeão mais de uma vez.

  2. Taijijian Iniciante Forma-16 - Taijijian de 16 movimentos, nível segundo duan. Somente podem-se inscrever atletas de faixas infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior. Tempo de competição de até 2 minutos. O(a) atleta não poderá se inscrever nesta modalidade se for campeão(ã) brasileiro(a) nesta modalidade em um dos anos anteriores. A atletas de infantil não se aplica este último dispositivo, podendo ser campeão mais de uma vez.




  1. Taijiquan Compulsório Básico Forma-24 - Taijiquan simplificado de Beijing, 1956, tempo de competição de 4 a 5 minutos, nível terceiro duan. Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. O(a) atleta de faixas etárias juvenil ou adulto não poderá se inscrever nesta modalidade se for campeão(ã) brasileiro(a) desta modalidade em um dos anos anteriores;

  2. Taijijian Compulsorio Básico Forma-32 – Taijijian simplificado de Beijing, 1957, tempo de competição de 2:30 a 3:30 minuto, nível terceiro duan. Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. O(a) atleta de faixas etárias juvenil ou adulto não poderá se inscrever nesta modalidade se for campeão(ã) brasileiro(a) nesta modalidade em um dos anos anteriores;

  3. Taijiquan Compulsório Básico Forma-32 (mãos livres) ou Taijiquan Compulsório Estilo Chen Forma-36 – Taijiquan combinado de 5 estilos, para competição, nível quarto duan, 1999-2000. Podem-se inscrever atletas das principais faixas etárias, exceto a infantil. Tempo de competição de 4 a 6 minutos;

  4. Taijiquan Compulsório Avançado Forma-42 – Taijiquan combinado para competição, 1989. Podem-se inscrever atletas das principais faixas etárias, exceto a infantil. Tempo de competição de 5 a 6 minutos;

  5. Taijijian Compulsório Avançado Forma-42 – Taijijian combinado para competição, 1989. Podem-se inscrever atletas das principais faixas etárias, exceto a infantil. Tempo de competição de 3 a 4 minutos;

  6. Taijiquan Compulsório 5-Estilos: - Yang-40, Chen-56, Sun-73, Wu:2-45 e Wu:3-46, Taolu de Taijiquan para competição, 1989. Podem-se inscrever atletas das principais faixas etárias, exceto a infantil. Tempo de competição de 5 a 6 minutos;

  7. Taijijian Compulsório Chen-56 – Taijijian estilow Chen e Wu:2 para competição, 1989. Podem-se inscrever atletas das principais faixas etárias, exceto a infnatil. Tempo de competição de 3 a 4 minutos;

  8. Taijiquan Opcional - Taolu criado pelo próprio competidor seguindo preceitos descritos nas regras do IWUF. Os movimentos devem ser todos provenientes de estilo interno. Devem conter as 8 rotinas e 3 posturas obrigatórias e movimentos de dificuldade totalizando até 2 (dois) pontos. O taolu deve ocupar os quatro cantos da área de competição e ter acompanhamento musical. Em 2012 somente graus de dificuldades de níveis A e B serão consideradas. Os níveis C e D são permitidos, porém valerão notas iguais às do nível B. Podem-se inscrever atletas da faixa etária especial de opcional. Tempo de competição de 3 a 4 minutos;

  9. Taijijian Opcional - Taolu criado pelo próprio competidor seguindo preceitos descritos nas regras do IWUF. Os movimentos devem ser todos provenientes de estilo interno. Devem conter os 8 movimentos e 3 posturas obrigatórias e movimentos de dificuldade totalizando 2 (dois) pontos. O taolu deve ocupar os quatro cantos da área de competição e ter acompanhamento musical. Em 2011 somente graus de dificuldades de níveis A e B serão consideradas. Os níveis C e D são permitidos, porém valerão notas iguais às do nível B. Podem-se inscrever atletas da faixa etária especial de opcional. Tempo de competição de 3 a 4 minutos.



  1. MODALIDADES DE INTERNOS NO CAMPEONATO BRASILEIRO -TRADICIONAL



Artigo 6°. As modalidades de Wushu Interno Tradicional (Ver Tabela-I-3 ANEXO I-3 a este documento) são:
I – Taolu de Grupo


  1. Taolu Interno de Mãos - Grupo – uma coreografia executada por um grupo composto de 6 ou mais atletas, constituidos por elementos de uma única federação, de faixa etária, exceto a in fantil, ou sexo, contendo movimentos provenientes de estilo interno de mãos livres. Tempo de competição de 4 a 6 minutos;




  1. Taolu Interno de Armas - Grupo – uma coreografia executada por um grupo composto de 6 ou mais atletas, constituidos por elementos de uma única federação, de qualquer faixa etária,exceto a infantil, ou sexo, contendo movimentos provenientes de estilo interno de armas. Tempo de competição de 2:30 a 4 minutos.


II– Taolu Tradicional

  1. Taijiquan Iniciante Formas 13 a 20Taolu formado por um conjunto de 13 a 20 movimentos de taijiquan tradicional, de mãos livres, de mesmo estilo. Somente podem-se inscrever atletas de faixas etárias infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior; tempo de competição no máximo 2 minutos e 30 segundos.

  2. Taiji Armas Iniciante Formas 13 a 20 Taolu formado por um conjunto de 13 a 20 movimentos de taijiquan tradicional de armas de mesmo estilo. Somente podem-se inscrever atletas de faixas etárias infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior. Tempo de competição no máximo 2 minutos.

  3. Taijiquan Estilo Yang Tradicional – Taijiquan de mãos livres. Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 4 e 6 minutos;

  4. Taijiquan Estilo Chen Tradicional – Taijiquan de mãos livres. Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 4 e 6 minutos;

  5. Taijiquan Outros Estilos Tradicionais – Taijiquan de mãos livres. Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 4 e 6 minutos;

  6. Taijiquan de Armas Estilo Yang Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 3 e 4 minutos;

  7. Taijiquan de Armas Estilo Chen Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 3 e 4 minutos;

  8. Taijiquan de Armas Outros Estilos Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 3 e 4 minutos;

  9. Xing yi quan – mãos livres - Podem-se inscrever atletas das cinco faixas principais etárias. Tempo entre 1 e 3 minutos;

  10. Xing yi quan – armas - Podem-se inscrever atletas das cincoo principais faixas etárias. Tempo entre 1 e 3 minutos;

  11. Bagua Zhang – mãos livres - Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 2 e 4 minutos;

  12. Bagua Zhang – armas - Podem-se inscrever atletas das cinco principais faixas etárias. Tempo entre 2 e 4 minutos.


III – Tuishou de Passos Fixos

  1. Categorias Masculino - idade 16 anos ou acima; pesos:

até 62 kg;

acima de 62 kg a 70 kg;

acima de 70 kg a 80 kg;

acima de 80kg a 90 kg;

acima de 90 kg.


  1. Categorias Feminino – idade 16 anos ou acima; pesos:

até 55 kg;

acima de 55 kg a 65 kg;

acima de 65 kg.
Artigo 7° - Do mapeamento de taolu tradicionais – ANEXO I-4 e ANEXO I-5

Todos os estilos e taolu tradicionais que são inscritos devem ser previamente mapeados junto a Federações a que o atleta pertence e aceitos pela CBKF. Nas inscrições de estilos e taolu solicitam-se descrever concisa e precisamente a genealogia do estilo, destacando-se a sua origem na cultura chinesa. Na inscrição dos taolu explicitar o número de movimentos que compõem o taolu e seus respectivos nomes, em português e em chinês oficial; serão exigidos que se completem os nomes dos movimentos em pinyin e caracteres chineses simplificados (oficial) .


Artigo 8°. Restrições na Inscrição.

Cada atleta poderá se inscrever no máximo em duas modalidades de taolu individual de mãos livres e duas de taolu individual de armas, um taolu de grupo de mãos livres, um de grupo de armas e uma categoria de tuishou. Os atletas que se inscreverem em modalidades de outros departamentos estão sujeitos a serem chamados a se apresentarem simultaneamente, devendo nesse caso optar por aquele que melhor lhe aprouver. Não haverá acomodações ou alterações na ordem de apresentação para estes casos.



Parágrafo Único. É permitido a um atleta Infantil, Infanto-Juvenil, Juvenil ou Sênior inscrever-se em um taolu individual na categoria Adulto. Neste caso, não poderá se inscrever com o mesmo taolu na categoria da sua própria faixa etária, pois um dado taolu só pode ser inscrito uma única vez por um atleta.
Artigo 9°. Das Vestimentas de Competição

  1. Taolu individual moderno, exceto opcionais.

Para as competições de taolu individual moderno é obrigatório o uso da roupa chinesa: blusa de manga comprida com 7 botões frontais e 2 botões em cada punho, podendo estes últimos serem substituidos por velcro, de modo a ajustar o punho, colarinho fechado e calça comprida da mesma cor (não permitindo qualquer símbolo altere a uniformidade do tecido) sendo facultado o uso de sapatilhas ou tênis. São vetadas apresentações de competidores descalços; não são permitidos usos de anéis ou qualquer pendente visível ou não.

  1. Taolu individual opcional e grupo.

Para as modalidades de competição de Taolu Opcional e grupo é obrigatório o uso da roupa chinesa com blusa de manga comprida e calça comprida, sendo facultado o uso de sapatilhas ou tênis. São vetadas apresentações de competidores descalços;

  1. Tuishou

É obrigatório o uso de calça comprida e camiseta de mangas curtas, para combate de Tuishou, sendo facultado o uso de sapatilhas ou tênis e vetadas apresentações de competidores descalços. O protetor bucal é opcional. Os competidores que tiverem cabelos compridos devem prendê-los. As unhas das mãos devem estar bem aparadas e não devem usar anéis, pulseiras, correntes ou qualquer outro adorno que poderá atrapalhar ou machucar durante a competição;

  1. Taolu individual tradicional

Para as modalidades de competição de Taolu Interno Tradicional, é obrigatório o uso da roupa chinesa, blusa de manga comprida e calça comprida, sendo facultado o uso de sapatilhas ou tênis e vetadas apresentações de competidores descalços.
Artigo 10°. – Das exigências de conhecimentos de taolu interno para competidores de tuishou:

Somente poderá participar das competições de Tuishou de Passos Fixos o atleta que for praticante de Rotinas de wushu taolu internos de mãos livres. Os competidores de tuishou que não estiverem inscritos em competições de taolu interno, serão chamados para uma apresentação de taijiquan de mãos livres, moderno ou estilos Yang, Chen, Sun ou Wu, perante juízes, pelo modo de arbitragem descrita no Artigo 12 deste regulamento. A recusa na apresentação da rotina solicitada ou não alcançando uma nota acima de 6,0 na execução do taolu, implicará na desclassificação da competição de Tuishou de Passos Fixos.


  1. DA ARBITRAGEM DE TAOLU INDIVIDUAL


Artigo 11 - As competições de modalidade de Taolu Interno Taijiquan/Taijijian Opcional do XXIII Campeonato Brasileiro Kungfu/Wushu 2012 serão regidas pelas regras elaboradas com base nos Regulamentos Oficiais da IWUF – International Wushu Federation (versão 2010) e implementações aqui escritas no ANEXO I-10 para os casos não contemplados neste Regulamento. A mesa julgadora é constituída por 10 árbitros, sendo um Árbitro Chefe, e o restante dividido igualmente em grupo A, que julga a qualidade de movimento, grupo B, que junto com o Árbitro Chefe julga a performance geral e descontos, e grupo C, que julga os graus de dificuldade, os nandus;

Grupo A – Composto de três árbitros, julga a qualidade de movimento valendo no máximo 5 pontos. O atleta inicia a competição com 5 pontos que vão sendo deduzidos de acordo com os erros de movimentos cometidos durante a execução do taolu, limitando-se o total de desconto a 5 pontos. Os erros e os valores da dedução referem-se aos Regulamentos Oficiais de IWUF e/ou ANEXO I-10.

Grupo B – Composto de três árbitros, julga a performance geral do atleta. O grupo enquadra o competidor em nove níveis graduados, conforme a aptidão do atleta em mostrar o seu taiji, ver a Tabela I, valendo no máximo 3 pontos; além disto computa os descontos devido a erros na execução das rotinas, descontos de coreografia, ver ANEXO I-10, i.e., erros devido a divergência de taolu ou de diagramação do taolu proposto pelo competidor.

Tabela I

Nível

Grau

Nota

Superior

1º.

2,91 - 3,00

2º.

2,71 - 2,90

3º.

2,51 - 2,70

Médio

4º.

2,31 - 2,50



2,11 - 2,30

6º.

1,91 - 2,10

Inferior

7º.

1,61 - 1,90

8º.

1,31 - 1,60

9º.

1,01 - 1,30


Grupo C – também composto de três árbitros, julga os movimentos de dificuldade propostos pelo competidor. A nota máxima de pontos é proposta pelo competidor, não excedendo 2 pontos. Na competição, os movimentos corretamente executados recebem notas que comporão a nota final deste grupo. Instruções detalhadas estão no ANEXO I-10.
Artigo 12- As competições de modalidades de Taolu Individual Moderno, Individual TradicionaL e de Grupos do XXIII Campeonato Brasileiro de Kungfu Wushu 2012 serão regidas pelas regras elaboradas com base nos Regulamentos Oficiais da IWUF – International Wushu Federation (versão 2010) e, pela Regra de Arbitragem de Taolu de Estilos Internos, ANEXO I-10. A mesa julgadora é constituída por 7 árbitros, sendo um Árbitro Chefe, e o restante dividido igualmente em Grupo A, que julga a qualidade de movimento e Grupo B, que junto com o Árbitro Chefe, julga a performance geral;

Grupo A - julga a qualidade de movimento valendo no máximo 5 pontos. O atleta inicia a competição com 5 pontos que vão sendo deduzidos de acordo com os erros de movimentos cometidos durante a execução do taolu, limitando-se o total de desconto a 5 pontos. Os erros e os valores da dedução referem-se aos Regulamentos Oficiais de IWUF ou ANEXO I-10.

Grupo B - o grupo B e enquadra o competidor em nove níveis graduados, conforme a aptidão do atleta em mostrar o seu taiji, ver a tabela II valendo no máximo 5 pontos; e também computa os descontos devido a erros de taolu, coreografia , i.e., erros devido a divergência de taolu com a rotina estabelecida, cometidos pelo competidor. Os erros, referem-se ANEXO I-10.

Tabela II

Nível

Grau

Nota

Superior

1º.

4,81 – 5,00

2º.

4,51 – 4,80

3º.

4,21 – 4,50

Médio

4º.

3,81 – 4,20



3,41 – 3,80

6º.

3,01 – 3,40

Inferior

7º.

2,51 - 3,00

8º.

2,01 - 2,50

9º.

1,51 – 2,00



Parágrafo Único– Serão divulgadas notas de árbitros de grupos A, B, C, descontos do Árbitro Chefe, e a Nota Final.


  1. DAS DEDUCÇÕES


Artigo 13 - As deduções serão auferidas pelo Arbitro Chefe ao final de cada prova conforme abaixo descritas:

Tabela III

a) Se necessário ao atleta o reinício do taolu, permitido somente uma vez. Não haverá desconto quando perturbações externas causarem a interrupção:

1,0

b) Se o atleta não cumprir o artigo 18 deste Regulamento (respeito e cortesia):

1,0

c) Se o atleta apresentar o taolu sem conteúdo marcial, ou apresentar o taolu de conteúdo marcial visivelmente classificado como externo:

1,0

d) Se o atleta se apresentar com uniforme irregular:

0,5

e) Se o uniforme do atleta se abrir ou rasgar:

0,3

f) Nas competições de modalidade interno absoluto opcional, se a apresentação ultrapassar o tempo máximo ou não atingir o mínimo, a cada 5 segundos haverá desconto de:

0,1

g) Nas demais modalidades, se a apresentação ultrapassar o tempo máximo ou não atingir o mínimo naquelas modalidades que contemplam este valor, a cada 10 segundos haverá desconto de:

0,1


§ 1º. A Mesa (Chefe e Assistentes) terá a responsabilidade de anotar as deduções na Súmula de Notas, com as devidas justificativas, mas, fundamentalmente, comunicar ao atleta as razões da dedução para que tenha caráter pedagógico;
§ 2º. O padrão de taolu será o estabelecido e divulgado pela diretoria técnica da CBKW;
§ 3º. Será demarcada a área de competição com uma fita adesiva de 5 cm de largura, em cor diferente daquela do chão.
Artigo 14– O competidor que se inscrever em um determinado taolu tradicional, mas realizar uma apresentação que não esteja de conformidade com o que for declarado na inscrição será desclassificado.
  1. DO DESEMPATE



Artigo 15 - Quando dois competidores de qualquer modalidade, exceto daquela de Interno Absoluto Opcional e de Tuishou de Passos Fixos, tiverem a mesma pontuação, o desempate será feito da seguinte ordem e forma:
a) O competidor ou o Grupo que tiver o maior resultado na arbitragem de performance geral será o vencedor;

b) O competidor ou o Grupo que tiver descontos menores de performance geral, será o vencedor;

c) Se o empate permanecer será conferida a mesma classificação para ambos.


Artigo 16 - O desempate das competições de modalidade Interno Absoluto Opcional é regido pela seguinte ordem e forma:
a) O competidor que tiver completado com sucesso o movimento de maior grau de dificuldade será o vencedor;
b) O competidor que tiver completado com sucesso o maior número de movimento de maior grau de dificuldade será o vencedor;
c) O competidor que tiver obtido a maior pontuação na arbitragem de movimentos com grau de dificuldade será o vencedor;
d) O competidor que tiver o maior resultado na arbitragem de performance geral será o vencedor;

e) O competidor que tiver menores descontos de performance geral, será o vencedor;

f) Se o empate permanecer será conferida a mesma classificação para ambos.





  1. DA ARBITRAGEM DE TUISHOU


Artigo 17 – Das Regras de competição - As regras de competição de Tuishou de passos fixos são baseadas nos Regulamentos da:

- United States Chinese Kuoshu Federation, junho de 1997;

- Canadian Chinese Kuoshu Federation, junho de 1998;

- United States of America Wushu/ Kung Fu Federation, agosto de 1998.



  1. Os competidores serão distinguidos por uma faixa preta ou vermelha na cintura;

  2. Os competidores devem respeitar e acatar as decisões dos árbitros;

  3. Não serão permitidos gritos e/ ou sinais/ gestos de orientação durante o combate;

  4. Durante o campeonato, se um competidor desistir sem motivos, os resultados obtidos até então pelo mesmo, serão desconsiderados integralmente;

  5. O atleta que durante as competições de Tuishou usar de força excessiva será penalizado pelo árbitro. Caso continue aplicando força excessiva será desclassificado pelo árbitro central.


Artigo 18 – Da Desistência

  1. Durante o campeonato, o competidor que, por motivos de ferimento/doença ou outros, for impedido de continuar, será considerado como desistente;

  2. O competidor que não se apresentar após a 3.ª chamada ou não tiver condições de apresentar-se na área de competição a tempo, será considerado desistente.



Artigo 19 – Do Números de Assaltos, Duração e Resultado - Cada combate consiste em 2 assaltos de 1 minutos cada, com um intervalo de 30 segundos. A duração de cada assalto não inclui o tempo entre cada parada e recomeço. No final da luta o competidor com a pontuação mais alta é o vencedor.
Parágrafo único - Caso ocorra empate, haverá mais um assalto de 1 minuto com inversão de lado aos 30 segundos. Se continuar o empate, vence aquele que tiver menor peso.
Artigo 20 – Da Composição da Mesa de Arbitragem

  1. Um árbitro chefe;

  2. Um registrador;

  3. Um cronometrista;

  4. Um árbitro central;

  5. Dois ou três árbitros laterais.


Artigo 21 –Das Regras de Movimentação e Técnicas

  1. A área de competição será marcada por duas linhas, de largura mínima de 3 cm, perpendiculares entre si com 1,40 m de comprimento, dispostas na forma de cruz simétrica, uma é chamada de transversal e outra longitudinal. A linha transversal separa a área dos competidores. A linha longitudinal separa os pés dos competidores;

  2. Os competidores deverão fixar o pé da frente sobre a linha central transversal e ajustar o pé de trás sem tocar na linha central longitudinal (dentro do quadrante);

  3. Os competidores deverão começar todas às vezes com três revoluções “circulares” de PENG, LÜ, JI e AN antes de executar as técnicas.

  4. As técnicas que os competidores poderão usar são: PENG (aparar), (puxar), JI (pressionar) e AN (empurrar/repelir);

  5. Os competidores deverão sempre manter uma das mãos em contato;

  6. Os competidores podem dar “um passo ou mais”, para frente ou para trás, com o pé de trás, mas NAO PODEM tocar na linha transversal ou longitudinal (movimentar o pé de trás dentro do quadrante correspondente). O pé da frente precisa estar sobre a linha transversal, sem perder o contato.


Artigo 22 – Das Partes Proibidas de Serem Atacadas

  1. Cabeça;

  2. Garganta (pescoço);

  3. Área da bexiga;

  4. Órgão genital;

  5. Quadril;

  6. Pernas (joelhos).


Artigo 23 – Da Pontuação - Os pontos são confirmados pelo árbitro central, de acordo com os árbitros laterais, para o competidor cujo oponente comete um erro (perda de equilíbrio), uma falta corporal leve, uma falta corporal grave ou uma falta técnica.

§ 1º. Ganho de 1 ponto: (para o oponente)

  1. Pisar ou ultrapassar com o pé de trás a linha longitudinal ou a linha transversal;

  2. Tirar o pé da frente da linha transversal (perder o contato com a planta do pé);

  3. Perder o equilíbrio e continuar em pé;

  4. Cometer uma falta leve;

  5. Receber uma falta técnica.


§ 2º. Ganho de 2 pontos: (para o oponente)

  1. Tocar o chão com qualquer parte do corpo (exceto as plantas dos pés);

  2. Cometer uma falta grave.


Artigo 24 – Das Faltas

§ 1º. Falta leve corporal (perda de 1 ponto)

  1. Tocar, sem intenção, qualquer parte proibida do corpo do oponente;

  2. Agarrar as roupas do oponente;

  3. Usar técnicas com força frontal diametralmente oposta excessiva à do oponente;

  4. Agarrar ou segurar o oponente com ambas as mãos;

  5. Agarrar ou segurar o oponente com uma ou as duas mãos para impedir perda de equilíbrio.


§ 2º. Falta grave corporal (perda de 2 pontos)

  1. Golpear, colidir ou socar com intenção o oponente;

  2. Usar cabeça, ombro ou cotovelo para atacar;

  3. Usar pernas, joelhos, ou pés para atacar;

  4. Torcer ou mobilizar as articulações;

  5. Usar pressão nos pontos vulneráveis tradicionalmente utilizados pelos praticantes de Taijiquan em lutas corporais;

  6. Puxar cabelos ou barba;

  7. Atacar, com intenção, as partes proibidas do corpo do oponente;

  8. Usar alguma técnica determinada para causar ferimento no oponente.


§ 3º. Falta técnica (perda de 1 ponto)

  1. Não seguir as instruções do árbitro central;

  2. Iniciar ataque antes do comando do árbitro central;

  3. Receber instruções durante o assalto;

  4. Comportamento anti-desportivo;

  5. Pedir tempo sem motivo justo.



Artigo 25 – Da Desqualificação - O competidor será desqualificado por uma soma de 6 pontos de faltas (soma de cartões amarelos e vermelhos = 6 pontos).
Parágrafo único - Um competidor pode ser desqualificado pelo árbitro central em consulta com os árbitros laterais e o árbitro chefe (exemplo: atitude anti-esportiva, golpe proibido que provoque algum tipo de ferimento ou impedimento do oponente continuar, etc.).

Artigo 26 – Da Pausa do Cronômetro

  1. Um competidor perde o equilíbrio;

  2. Um competidor cai no chão;

  3. Um competidor recebe uma falta;

  4. Os competidores perdem o contato de ambas as mãos;

  5. Um competidor “agarra” o outro para aplicar uma técnica, porém não consegue por mais de 3 segundos;

  6. Um competidor levanta o braço solicitando pausa por razões objetivas;

  7. Quando o árbitro chefe ou central decide sobre os problemas surgidos no assalto;

  8. Um competidor se fere.


Artigo 27 – Do Comando de Voz e Sinais de Gestos

  1. Cumprimentar;

  2. Contato;

  3. Circular (PENG, LU , JI e AN);

  4. Começar;

  5. Parar;

  6. Um ponto;

  7. Dois pontos;

  8. Não valeu (não considerado);

  9. Falta leve;

  10. Falta grave;

  11. Falta técnica;

  12. Lado (preto ou vermelho) vencedor;

  13. Lado (preto ou vermelho) desclassificado.


Artigo 28 – Do Desempate - Quando dois competidores tiverem a mesma pontuação, o desempate será feito da seguinte ordem e forma:

a) O competidor que tiver o menor ponto em faltas graves será o vencedor;

b) O competidor que tiver o menor ponto em faltas leves será o vencedor.


  1. DAS INSCRIÇÕES E PROCEDIMENTOS

Artigo 29 – As federações filiadas deverão enviar as inscrições dos seus atletas preenchendo todas as informações solicitadas conforme o Regulamento Oficial da CBKW para o XXIII Campeonato Brasileiro de Kungfu/Wushu 2012.
Artigo 30 – Haverá a primeira chamada dos atletas no local designado 40 minutos antes do início das competições (separadas em moderna, tradicional e tuishou). Será feita a verificação dos competidores presentes, mediante apresentação de um documento de identidade com foto e verificação de vestimentas e dos aparatos. Para os que não se apresentarem na primeira chamada haverá a segunda chamada 20 minutos antes e a chamada final a 10 minutos do início. O competidor que não se apresentar em nenhuma das 03 (três) chamadas será automaticamente desclassificado, sem apelação e sem reembolso das inscrições pagas.
Artigo 31 – Todos os competidores de determinada modalidade deverão estar presentes na abertura desta modalidade, desfilando na área de competição. O primeiro competidor inicia a sua apresentação imediatamente após a abertura. O competidor seguinte é chamado para se preparar, enquanto o seu anterior inicia a apresentação. Quando chamado para se apresentar, deve dar um passo dentro da área de competição, levantar o braço direito, dirigir-se ao local do início de sua apresentação, virar-se para o Árbitro Central para cumprimentá-lo à maneira de wushu chinês e dar início à apresentação. Ao término da apresentação, deverá cumprimentar o Árbitro Central e dirigir-se ao local de espera da nota.
Artigo 32 - Se o competidor não se apresentar quando chamado para se preparar pela segunda vez, chamadas feitas com intervalo de 1 (um) minuto cada, será automaticamente desclassificado do evento, sem que lhe caiba nenhum recurso.
  1. DOS CASOS OMISSOS

Artigo 40. Os casos omissos serão tratados pontualmente pela diretoria técnica da CBKW.
Diretoria Técnica dos Internos da CBKW



Prof. Paulo Hiroshi Sakanaka

e-mail: sakanaka321@yahoo.com.br




Rua Itu, 220 / 133 -  Cambuí - Campinas, SP - Brasil - CEP 13025-340


Fone (19) 3254 0862  - Email: mavifea@gmail.com . Site: www.cbkw.org.br






©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal