Contatos com o autor



Baixar 0.81 Mb.
Página14/17
Encontro02.07.2019
Tamanho0.81 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17

nem Judas de traí-lo. Comunicou o que eles iriam fazer e não

fez nada para mudar a disposição deles. Nunca alguém honrou

tanto a liberdade humana. Discursamos sobre a liberdade nos

tratados de direito e de filosofia, mas pouco a conhecemos.

Deus não poderia dar menos liberdade àqueles que

possuem a sua imagem e semelhança do que dá para si mesmo.

O Autor da vida sempre respeitou a liberdade do homem porque

sempre respeitou a sua própria...

Às vezes, o homem anda por caminhos desconhecidos,

por trajetórias acidentadas. Tal trajetória gera a necessidade de

milhares de diálogos entre ele e Deus e, por fim, tal comunicação

se torna um memorial entre eles. O mestre da vida suportou

um sacrifício tão grande para gerar homens livres e felizes e não

máquinas humanas por ele controladas.

Um dia as crianças que morreram na mais tenra infância

conquistarão uma personalidade: construirão idéias, sentirão,

decidirão, terão uma história. Ele mesmo disse que o reino dos

céus era das crianças, não apenas das de pouca idade, mas

principalmente daqueles que não se diplomam na vida, que não

se contaminam com a auto-suficiência63.

Por um lado, os homens o julgaram e o odiaram

injustamente; por outro, planejou cada passo do seu julgamento


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

201


e morte. Com precisão cirúrgica, traçou os eventos de sua vida.

Por incrível que pareça nada escapou ao seu controle. Os homens

planejam construir uma casa, fazer uma pós-graduação, ter um

plano de previdência, mas ninguém planeja seu fim e muito

menos o seu caos. Ele disse claramente a Pilatos que tinha vindo

à terra com um propósito específico. Era um mestre e um

maestro da vida. Enquanto traçava o seu plano, afinava a emoção

dos homens e os ensinava a viver.

Todo homem que quer brilhar em sua história necessita

ser empreendedor, criativo, ter uma dose de ousadia e possuir

metas bem elaboradas. Sua criatividade e ousadia para cumprir

suas metas eram fascinantes. Planejou morrer pela humanidade

de um modo específico e num tempo determinado. Amou

apaixonadamente uma espécie que não conhecia a linguagem

do amor.

Aos olhos dos filósofos, dos pensadores humanistas, dos

cientistas sociais e até do senso comum é incompreensível a

morte de Jesus. Porém, se sairmos da bolha do tempo, do sistema

social em que vivemos e das preocupações da existência que

entorpecem nossa mente, compreenderemos a intenção

subjacente do mestre da vida. Uma luz brilhará em nosso espírito

e arejará o palco de nossas mentes. Então, compreenderemos

que ele foi o maior empreendedor de que se tem notícia.

Jesus Cristo não veio inaugurar uma nova escola de

pensamento, novos rituais espirituais e nem estabelecer regras

de comportamento, embora estabelecesse nobilíssimos

princípios de conduta. Não era segregacionista, embora

inicialmente tivesse vindo abrir as janelas da mente dos judeus.

Seu plano incluía todos os homens de todas as religiões. Os

O mais Ambicioso Plano da História


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

202


Análise da Inteligência de Cristo - O Mestre da Vida

judeus, os islamitas, os budistas, os induístas, os sufistas, os

negros, os brancos, os amarelos, os ricos, os miseráveis, as

prostitutas, os puritanos, os doentes, os sadios, enfim, todo ser

humano de qualquer época e cultura faz parte do seu projeto.

O Criador, através do seu unigênito, queria dar uma

longevidade à humanidade que a medicina jamais sonhou em

dar aos cambaleantes mortais e estabelecer uma justiça que os

fóruns do mundo inteiro jamais imaginaram que existisse. O

mais justo e dócil dos homens veio sangrar pelos homens e

causar a maior revolução da história da humanidade. Que plano

fenomenal!

Apesar deste plano ser inigualável, temos de indagar: Se

há um Criador com infinda sabedoria, por que não arrumou

um modo mais fácil para resgatar a humanidade? Por que o

filho do Altíssimo precisou nascer num estábulo, crescer de

maneira simples, lombar madeira nas costas, dormir ao relento,

ser torturado, ter seu corpo coberto por hematomas, ser

humilhado publicamente e, por fim, morrer lenta e

dramaticamente cravado numa trave de madeira?

Para responder a estas perguntas temos de ler inúmeras

vezes suas biografias e o tanto quanto possível nos esvaziar dos

nossos preconceitos e enxergarmos o problema da humanidade

com os olhos do mestre.

O problema está na essência do homem e ligado a dois

pontos fundamentais: à debilidade física do corpo e à

incapacidade do homem de gerenciar seus pensamentos e

emoções. Segundo o pensamento de Jesus Cristo, o corpo e a

alma do homem são fragilíssimos, mesmo quando os parâmetros

médicos e psiquiátricos dizem que estão saudáveis. Vejamos.


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

203


Um sacrifício para tornar

o mortal em imortal

Desde pequenos estamos acostumados a detectar e

resolver problemas. Entretanto, o maior problema humano não

pode ser extirpado: a morte. O discurso contínuo e eloqüente

de Jesus sobre a vida eterna embutia o conceito de que para ele

o corpo humano estava falido. Falido não por doenças clássicas,

mas na sua essência, estrutura física, por isso ele morre. O mestre

nunca temeu a morte e nunca a encarou como um processo

natural, mas como um problema a ser extirpado da história

humana.

Ninguém consegue conter os processos metabólicos que

conduzem à velhice. A medicina está descobrindo que milhares

de genes estão envolvidos no caos da vida. Um bebê recém

nascido, apesar de ser tão novo, é suficientemente velho para

morrer.


Quando estamos no ápice da saúde temos a sensação de

sermos imortais, mas morremos todos os dias. Fazemos seguro

de vida, seguro saúde, seguro do carro, colocamos grades nas

janelas, alarme na casa, mas não impedimos que a vida se esgote

no cerne de nosso metabolismo.

Nada neste universo é eterno, estável. Nenhum planeta,

átomo ou estrela dura para sempre. Quem detém os melhores

conhecimentos da física sabe, como disse, que o mundo físico

se organiza, passa pelo caos e se reorganiza novamente. Segundo

o homem mais misterioso que passou nesta terra, o Autor da

vida é o único que possui uma vida que não sucumbe ao caos,

que não possui princípios de dias e fim de existência. Este

homem era aparentemente um simples carpinteiro, mas disse

O mais Ambicioso Plano da História


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

204


Análise da Inteligência de Cristo - O Mestre da Vida

que era o “pão da vida” e que quem dele comesse teria a vida

eterna! Seu ambicioso plano visa a dar uma vida infindável ao

temporal. Como isto é possível?

Ele se tornou um homem para cumprir sua justiça no

lugar da criatura humana. Diferente de todos os credores,

sacrificou-se para pagar o débito que o homem tinha com seu

Pai. Deste modo, pode dar gratuitamente algo impensável e

invendável à humanidade, a sua natureza eterna e incriada. Aos

seus olhos somente tal natureza pode fazer o homem

transcender a bolha do tempo e sair da condição de criatura

para ter o status de filho de Deus. Crer nisto entra na esfera da

fé. Todavia, em detrimento da fé, não há como não reconhecer

a grandeza do seu plano.

Tinha todos os motivos para desistir diante de Anás, Caifás,

Pilatos e Herodes Antipas e acabar com suas sessões de tortura,

mas não o fez. Pensou em cada um dos seus amigos. Lutou

sem desferir golpes em seus adversários. Lutou até morrer uma

luta que não era sua. Levou seu plano até às últimas

conseqüências. Num ambiente onde só era possível gritar, urrar

de dor, odiar e condenar, optou pelo silêncio.

Para sintetizar um novo medicamento que combata

doenças e prolongue alguns anos de vida são gastos, muitas

vezes, centenas de milhões de dólares. O mestre da vida gastou

a energia de cada célula do seu corpo para tornar realidade o

sonho da imortalidade.

Transformando a essência da alma humana

Jesus Cristo não morreu apenas para tornar realidade o

sonho da imortalidade, mas para conduzir o homem a navegar

no território da emoção e a desenvolver as funções mais altruístas


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

205


da inteligência. Ele almejava transformar e enriquecer a natureza

da sua alma e de seu espírito. Para ele, por mais que o homem

se esforce, não tem um prazer estável, não sabe amar, não sabe

se doar, não é íntimo da arte de pensar, não sabe ser livre e

nem governar suas reações, principalmente quando aumenta a

“temperatura” da sua emoção, quando vive situações tensas e

estressantes.

Não apenas o corpo humano é frágil, mas a sua estrutura

psicológica também o é. Olhe para as reações que ocorrem

freqüentemente no palco de nossas mentes. Quem gerencia

plenamente seus pensamentos e emoções? Quem é líder do seu

próprio mundo? Dominamos o mundo que nos cerca, mas

somos tímidos no controle de nossas angústias e ansiedades.

Facilmente perdemos a paciência com os outros. O mais

calmo dos homens tem seus limites. Sob determinados focos

de tensão pode reagir sem pensar e ferir as pessoas que mais

ama.

Não precisamos fazer esforço algum para sermos egoístas



e individualistas, tais características surgem espontaneamente

ao longo do processo de formação da personalidade. Contudo,

se quisermos nos doar, trabalhar em equipe e nos preocupar

com o bem estar social precisamos de uma excelente educação

e de um esforço diário para incorporarmos essas características.

Todos amamos o prazer e almejamos viver dias felizes.

Todavia, freqüentemente somos nossos principais carrascos.

Nós nos entulhamos com pensamentos negativos, preocupações

existenciais e problemas que ainda não aconteceram. Além disso,

temos baixa capacidade de sentir o prazer com o que temos e

de contemplar o belo nos pequenos eventos da vida. Da

meninice à velhice a tendência natural da emoção humana não

é uma escala ascendente de prazer, mas de entristecimento. As

O mais Ambicioso Plano da História


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

206


Análise da Inteligência de Cristo - O Mestre da Vida

crianças são mais alegres que os adolescentes, que são mais

alegres que os adultos, que são mais alegres que os idosos.

Olhe para a sua experiência, você é mais alegre hoje ou no

passado? Conquistamos dinheiro e cultura, mas pouco a pouco

perdemos a singeleza da vida. Embora haja idosos no corpo de

jovens e jovens no corpo de idosos, com o passar do tempo

temos tendência em expandir uma série de “favelas”, “bairros

mal iluminados”, “lixo”, na grande cidade da memória. O

fenômeno RAM (registro automático da memória) registra

involuntariamente todos os conflitos, preocupações,

pensamentos negativos, fobias, ansiedade na memória,

entulhando nosso inconsciente, deteriorando nossa qualidade

de vida.

Vamos comentar novamente sobre a fome e a injustiça

social. Temos superabundância de alimentos, mas milhões de

crianças e de adultos morrem de fome todos os anos. Será que

não há um grupo de líderes políticos que é capaz de estabelecer

critérios para se produzir um imposto mundial no comércio

exterior que subsidie a oferta de alimentos para os miseráveis

de nossa espécie?

Somos brancos, negros, americanos, alemães, franceses,

brasileiros, chineses, mas perdemos o sentido de espécie. Não

parece que pertencemos à mesma espécie, não somos

apaixonados uns pelos outros. Quantos de nós temos prazer

de entrar no mundo das crianças, dos colegas de trabalho e das

pessoas íntimas que nos circundam? Uma das maiores

gratificações que tenho como psicoterapeuta é descobrir o

mundo interessante de pessoas que me procuram. Cada ser

humano, ainda que viva no anonimato, possui uma história

espetacular, mas nós não nos damos conta disso. Temos o
a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

207


privilégio de ser uma espécie pensante, mas nem sempre

honramos nossa inteligência.

O mestre dos mestres da escola da existência deixou claro

em seus pensamentos, parábolas, reações e nas críticas dirigidas

aos fariseus que a essência da alma humana estava adoecida.

Estava convicto de que o homem era líder do mundo exterior,

mas não do interior. Percebia que a insatisfação e a ansiedade

aumentava pouco a pouco à medida que passavam os anos.

Por isso convidava as pessoas a beber do prazer que dele

emanava, da sabedoria que dele fluía, do amor que dele jorrava,

da mansidão que dele borbulhava.

Almejava mudar a essência da alma humana. Planejou que

o homem conquistasse uma vida lúcida, serena, sábia, alegre,

tranqüila e saturada de paixão pela existência. Enxergava longe,

queria mudar os paradigmas humanos e fazer a humanidade

alcançar o sucesso de dentro para fora. Objetivava alcançar

metas nunca alcançadas pela filosofia e ciências sociais. Os mais

excelentes capitalistas e os mais notáveis socialistas ficariam

perturbados se compreendessem os detalhes do plano do

carpinteiro da vida. Ele veio com a maior de todas as

incumbências, com a missão de produzir um novo homem:

feliz e imortal.

O mais Ambicioso Plano da História
A INTELIGÊNCIA

DE DEUS:

O TODO-PODEROSO

TEM O QUE APRENDER?

a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

CAPÍ T U L O 1 2


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

211


A Inteligência de Deus: O Todo-Poderoso tem O que Aprender?

A insondável personalidade

do Autor da existência

Se lermos os evangelhos sob a ótica do mestre da vida

extrairemos o seguinte pensamento: “O Deus ilimitado vestiu

o manto das limitações humanas não para julgar o homem,

mas para amá-lo e compreendê-lo”. O homem quer ser Deus,

mas Deus quis ser um homem...

Nenhum homem que viveu os mais sublimes sentimentos

chegou a amar tanto. Se há alguma coisa da qual Jesus possa

ser acusado é de não pensar em si mesmo. Quanto mais forte é

o amor de um homem, mais coragem ele tem. Não conheço

alguém que desafiou mais o mundo ao seu redor do que o mestre

de Nazaré.

Como Jesus expressa ter uma natureza divina, é necessário

procurar entender algumas características da personalidade de

Deus para compreendermos que tipo de esforço Ele fez para

cumprir seu plano e quais os meios que empregou para executálo.

Não pensava em entrar neste assunto quando me propus a

analisar a inteligência de Cristo. Meu desejo era e ainda é analisar


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

212


Análise da Inteligência de Cristo - O Mestre da Vida

a sua intrigante e bela humanidade. Entretanto, cheguei a um

grande impasse. Se não compreendermos minimamente a sua

face divina não compreenderemos o que o motivou a morrer

sem nenhum heroísmo.

Sua morte não objetivava inscrever seu nome nos anais

da história. Ela foi carregada de vexames, vergonha e dor. Ao

contrário do que muitos pensam, Jesus escolheu a morte mais

humilhante, a que poderia apagar para sempre seu nome da

história. O eloqüente apóstolo Paulo tinha razão quando dizia

que a morte de Cristo na cruz era escândalo para os judeus e

loucura para os filósofos.

Jesus Cristo abalou o mundo não pela sua morte, mas

pelas suas palavras e gestos proferidos enquanto vivia e morria.

Quando o vigor lhe faltou, ele foi ainda mais fascinante. Vamos

fazer uma empreitada e investigar agora algumas características

de Deus descritas no maior best seller de todos os tempos: a

Bíblia. Antes de descrevê-las quero enfatizar que os presentes

textos tratam de uma análise imperfeita e limitada.

Felipe, um dos seus discípulos, certa vez lhe perguntou:

“Senhor, mostra- nos o pai e isso nos basta”. Jesus fitou-o e disse uma

frase que o chocou: “Felipe, há tanto tempo estou convosco e não me

conheces” 64. Em seguida, começou a dizer que ele e o Pai são um,

que seu Pai estava nele e ele estava no Pai. Que mistério é este?

É difícil, se não impossível, distinguir o Deus filho e o

Deus Pai. É um grande desafio estudá-los. Em alguns momentos,

o Pai e o filho parecem separados; em outros, eles são um.

Quem quiser entender este assunto deve bater à porta de

ilustres teólogos. Alguns talvez digam o que concluí em minha

investigação: não temos capacidade intelectual para compreender

plenamente a personalidade do Autor da existência descrita nas

Escrituras. Como pode um grão de areia compreender a


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

213


dimensão do oceano? Se não compreendemos diversos

fenômenos que agem em milésimos de segundos para produzir

o mais débil dos pensamentos, como poderemos compreender

a mente daquele que reivindica ter tecido nossa inteligência?

Tenho estudado a personalidade de alguns grandes homens

como Vincent Van Gogh, Freud, Machado de Assis e outros.

Estudar a personalidade deles é um desafio, mas não se compara

ao desafio de estudar a inteligência de Cristo, principalmente

no que tange sua face sobre-humana.

Onipotente

Deus é Onipotente65, ou seja, pode realizar tudo o que

quer, quando quer e do jeito que quer. Como vimos, Ele é Todo-

Poderoso. A essência do seu ser concentra um poder ilimitado.

Só se submete ao conselho de sua própria vontade. Tudo que

possamos imaginar sobre sua grandeza é apenas uma fração do

que Ele é.

Nós produzimos conhecimento e executamos tarefas

dentro dos limites das leis da biologia, da química, da física.

Mas o carpinteiro de Nazaré executava a sua vontade sem

qualquer necessidade de obedecê-las. Quem era este homem

que subjugava as leis do mundo tangível?

Para curar um leproso, infectado por milhões de bactérias,

Ele dava uma ordem e simplesmente seu organismo ficava

restaurado, desrespeitando as leis da biologia. Para ressuscitar

uma pessoa morta, Ele ordenava o retorno à vida e o

metabolismo dela, que estava dramaticamente esfacelado pela

falta de oxigênio e nutrientes, era reorganizado.

Por duas vezes Jesus fez milagres que questionam todos

os limites da física, todas as possibilidades da teoria quântica e

A Inteligência de Deus: O Todo-Poderoso tem O que Aprender?


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

214


Análise da Inteligência de Cristo - O Mestre da Vida

da relatividade de Einstein. Ele multiplicou pães, gerou matéria,

criou algo inexistente, pelo simples desejo de sua vontade. Ou

esse fato foi uma ilusão coletiva ou aquele carpinteiro brilhante

realmente possuía divindade.

Não podia ser uma ilusão coletiva, porque não fez discurso

para realizar este milagre e, portanto, não induziu as pessoas a

acreditarem em seu poder. O relato destas passagens revela que

a matéria simplesmente se multiplicou sem que a multidão, à

exceção dos discípulos, se apercebesse do que estava

acontecendo. Aquele misterioso homem não se submetia às

leis da ciência; as leis da ciência se submetiam a ele66.

O Todo-Poderoso não precisa elaborar processos e calcular

energia para executar seus projetos. Seu pensamento consciente

não é de natureza virtual como o pensamento humano. Seu

pensamento cria, gera, faz surgir algo novo do nada.

O Onipotente não precisa da ciência para atingir suas

metas, pois concentra em si mesmo uma energia criadora

ilimitada. É o único ser que faz tudo o que quer, quando quer e

do jeito que quer. Só é submisso à sua capacidade de pensar e à

sua consciência!

Onisciente

Deus também é Onisciente67. Ele é infinitamente sábio e

inteligente, conhece tudo em todas as épocas68. Não precisa,

como o homem, de tratados e nem de bibliotecas para conhecer

os fenômenos do mundo.

Temos de gastar anos pesquisando, avaliando dados,

interpretando fenômenos, para conseguir algumas respostas.

Entretanto, a cada dez anos o conhecimento que consideramos

verdade é derrubado por “outras verdades”. Somos limitados


a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

215


em nossa produção científica, mas o Onisciente tem ciência de

tudo. Sua capacidade de assimilar, produzir e armazenar

informações é ilimitada. Não precisa do sistema sensorial, visão

e audição para perceber os fenômenos, pois penetra instantânea

e essencialmente em tudo que é visível e invisível sem necessidade

de pesquisá-los.

Os psicoterapeutas precisam gastar meses e anos para

penetrar no mundo dos seus pacientes, interpretá-los e

compreendê-los, ainda que parcialmente. O Onisciente não

interpreta os comportamentos, Ele penetra no âmago da alma.

Vê, toca e sente a essência das intenções, dos pensamentos, dos

sentimentos. Conhece cada porão do inconsciente, cada beco

da emoção e cada avenida do pensamento de cada ser humano.

Entramos nos labirintos da memória e em meio a bilhões

de opções resgatamos as informações que constituem as cadeias

de pensamentos. Cada pensamento é organizado têmporoespacialmente

por uma complexa conjugação verbal, inserindo

os sujeitos, substantivos e adjetivos num contexto. Nunca

pensamos ou assimilamos dois pensamentos de uma só vez. O

Deus Onisciente, ao contrário, pode produzir infindáveis

pensamentos simultaneamente. Sua capacidade de pensar é

multiconstrutiva e multidirecional.

Diferente da memória humana, que armazena fisicamente


: 2015
2015 -> Componente Curricular: Enfermagem Médica Profª Mônica I. Wingert Módulo II turma 201E
2015 -> Visando melhorar o desempenho e cobertura do Programa Coletivade Odontologia Preventiva do Escolar e ao mesmo tempo incentivar a participação de todos os municípios e facilitar a Operacionalização, Controle e Avaliação do mesmo
2015 -> Relatório Anual de Atividades Modelo – Sorriso do Bem 2015 – Dentista do Bem
2015 -> Regeneração Ad Integrum da Cabeça do Côndilo em uma Paciente com Disfunções Temporomandibulares
2015 -> Revisão unidade – 6º ano leia os textos abaixo. Texto o sapateiro
2015 -> Linhas da cúspide da casa e do fim da casa 6 os graus da cúspide e do fim
2015 -> Casa semana Mapeamento celestial
2015 -> Linhas da cúspide da casa e do fim da casa 6 os graus da cúspide e do fim


1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal