ConduçÃo de tiro no estande atividades antes do exercício de tiro



Baixar 31.64 Kb.
Encontro25.05.2018
Tamanho31.64 Kb.

Continuação do POP (CONDUÇÃO DE TIRO NO ESTANDE) Pág

P

OP


(Procedimento Operacional Padrão)

CONDUÇÃO DE TIRO NO ESTANDE

1. ATIVIDADES ANTES DO EXERCÍCIO DE TIRO
a. Atividades de preparação

1) Antes de iniciar o tiro estudar na IGTAEx

a) Quais os exercícios de tiro?

b) Quem atira?

c) Quais os alvos que deverão ser colocados?

d) Qual a distância para a realização do tiro?

e) Qual a munição a ser utilizada?

f) Quais as posições de tiro?

g) Qual o tempo para a realização do exercício de tiro?

2) Levantar, de acordo com o QCP, quem atira (S3, Oficial de Tiro e Sgtte)

a) O Sgtte e o Oficial de tiro devem ter o cuidado para levantar com precisão os militares que irão realizar o tiro.

b) O Sgtte deve, ainda, dar ciência ao Cmt de Esqd, via parte, e enviar para o S3 a relação dos atiradores com as suas respectivas QM.

3) Preparação do armamento pelo armeiro

a) O oficial de tiro deverá determinar ao armeiro do Esqd, com antecedência, a preparação do armamento (armamento disponível e em condições de tiro – lembrar de ajustar a folga da cavilha da armação) e do ferramental a ser empregado (Chave para clicagem do fuzil, chave de fenda, etc).

b) O armeiro do Esqd sabendo da realização do tiro, deverá separar as melhores armas do Esqd a fim de haver poucos incidentes de tiro, agilizando a troca das séries e diminuindo a probabilidade de acidente com o armamento.

4) Preparação dos alvos

a) O Oficial de tiro do regimento deve preparar os alvos de acordo com os especificados nas IGTAEx. (Confeccionar alvos de sobra)

b) Atentar para necessidade de pedido de material ao Almox com antecedência mínima de 30 dias.

5) Preparação da documentação a ser levada e preenchida

a) O oficial e o Sargento de tiro deverão providenciar os borrões de tiro. Deverá haver um borrão de tiro para cada militar.

b) O Oficial de tiro deverá providenciar o plano de sessão e o plano de segurança da instrução de tiro.

6) Calculo e pedido da munição a ser utilizada.

- O Oficial de tiro e o Sgt de tiro do Esqd deverão fazer o cálculo da munição a ser utilizada no tiro e entrar com o pedido de munição com no mínimo 3 dias úteis de antecedência.

7) Apanha da munição no Paiol e acondicionamento na Guarda do Quartel

- O Oficial de munição ou o Sgt de munição da Unidade, é o responsável pela apanha da munição no paiol e acondicionamento na guarda do quartel.

8) Levantamento de efetivos a se deslocarem para o estande.

- O Cmt do Esqd, Of de tiro, Sgtte deverão fechar a relação dos militares previstos para o tiro (PESSOAL QUE ATIRA e PESSOAL DE APOIO), e informar mediante parte a 1ª Seção para publicação em BI.

9) Pedido de viaturas

a) O oficial de tiro deverá providenciar as viaturas primeiramente em seu Esqd. Caso haja indisponibilidade, solicitar a outro Esqd.

b) As fichas das Vtr(s) deverão ser preenchidas pela SU e assinadas pelo Fisc Adm até 24 h úteis antes da partida.

10) Pedido de médico e ambulância

a) A SU deverá solicitar apoio de médico e ambulância, mediante parte, a 3ª Seção, com antecedência de 5 dias úteis.

b) O S3 deverá coordenar os pedidos de médico e ambulância na OM, a fim de não escalar os mesmos em duas atividades diferentes no mesmo período. Caso haja necessidade, solicitará apoio ao HGuBa, mediante MDO.
2. ATIVIDADES DURANTE O EXERCÍCIO DE TIRO
a. Composição das equipes

1) Segurança

a) Esta equipe será composta com o número suficiente de militares necessários a fim de impedir o acesso de pessoas ao estande que não seja pela entrada do mesmo.

b) Composta pela equipe médica (Capacete Branco)

2) Munição

- Composta pelo Sgt de tiro do Esqd mais 02 (Dois) soldados para realizar a distribuição do cartucho para o atirador.

3) Linha de trincheiras

- Composta por um cabo e dois soldados que tem a responsabilidade de obrear e recuperar os alvos após o exercício de tiro

4) Linha de tiro

a) Instrutor do tiro (Capacete Vermelho)

b) Monitores do tiro (Capacete Amarelo)

c) Armeiro (Capacete Preto)

d) Dois soldados com o pirulito ou bandeirola da cor BRANCA e VERMELHA

5) Manutenção

- Composta pelo armeiro e auxiliar do armeiro
b. Antes de entrar na linha de tiro o instrutor deverá realizar a inspeção do armamento. Para isso:

1) Colocar a tropa por dois frente para o interior.

Obs: O instruendo deverá estar conforme a foto abaixo.


2) O FUZIL NO ESTANDE DEVERÁ ESTAR EM TASSO

a) TRAVADO

b) ABERTO

c) SEM O CARREGADOR

d) SEM O REFORÇADOR PARA O TIRO DE FESTIM

e) OBTURADOR DO CILINDRO DE GASES EM “A”

3) O instrutor deverá comandar “PARA A INSPEÇÃO POSIÇÃO” – Os instruendos deverão tomar a posição de sentido.

4) O instrutor deverá olhar o cano do fuzil, para verificar se há algum objeto que prejudique a saída do projetíl.

5) Verificar se o fuzil está travado

6) Verificar se o obturador do cilindro de gases está em “A”

7) Verificar se a alça de mira se encontra em 200m


c. Dipor os militares na linha de tiro (Instrutor, monitores e instruendos)

1) Dispor os atiradores e os auxiliares de atiradores sentados com o fuzil aberto travado e sem o carregador com a mesa de transporte voltado para retaguarda.

2) Ler as normas de segurança do estande.

3) Fazer com que os atiradores identifiquem os alvos

a) “ORDEM AOS ATIRADORES IDENTIFICAR OS ALVOS”

b) Da esquerda para a direita os instruendos devem levantar o braço esquerdo e bradar “ALVO NR X IDENTIFICADO”


d. Início do tiro

1) As séries que estão aguardando para entrar na linha de tiro deverão estar realizando o treinamento em seco. Para isso, devem estar montadas oficinas com material necessário de acordo com o tipo do armamento (pistola: Lápis e papel etc/ Fuzil: mosca móvel). Ênfase para o tiro em seco (controle do gatilho).

2) No intervalo de tempo que o instrutor estiver terminado de ler as normas de segurança e terminar de receber o pronto da equipe da segurança, os instruendos estão realizando em seco o treinamento das posições de tiro sendo observados pelos monitores. É importante, também, lembrar dos fundamentos do tiro que já foi ensinado na IPT (Instrução preparatória para o tiro)

3) Após o término do exercício em seco os instruendos deverão estar sentados e calados aguardando o início da série de tiro.

4) O instrutor comandará:

a) ATENÇÃO O ESTANDE VOU INICIAR O TIRO

b) Municiador pagar X cartuchos

c) ORDEM AOS ATIRADORES MUNICIAR O CARREGADOR COM X CARTUCHOS

d) ORDEM AOS ATIRADORES TOMAR A POSIÇÃO DEITADA COM APOIO (Exemplo)

e) ORDEM AOS ATIRADORES ALIMENTAR A ARMA, CARREGAR,

f) “X” TIROS NA POSIÇÃO “Y”

g) ATIRADORES PRONTOS, ATIRADORES PRONTOS, ATIRADORES PRONTOS

h) DESTRAVAR AS ARMAS NOS ALVOS EM FRENTE FOGO AVONTADE
e. Durante o tiro

1) NESTE MOMENTO, O INSTRUTOR OBSERVA A LINHA DE TIRO E OS MONITORES SANAM OS INCIDENTES DE TIRO QUE ACONTECEM NO SEU SETOR (é importante que o instrutor mantenha a visão do conjunto, sem se deter em uma única atividade).

2) Caso haja incidente de tiro, o monitor deverá ordenara o instruendo, em voz baixa para não interferir nos demais atiradores:

a) TRAVAR A ARMA

b) RETIRAR O CARREGADOR

c) EXCUTAR DOIS GOLPES DE SEGURANÇA (LEMBRAR DE COLOCAR A JANELA DE EJEÇÃO PARA BAIXO A FIM DE EVITAR QUE O CARTUCHO APRESENTADO E NÃO PERCUTIDO CAIA NA FRENTE DA LINHA DE TIRO OU SE PERCA)

d) SANAR O INCIDENTE E RECOMEÇAR O TIRO
f. Término do exercício de tiro e conferência dos alvos (Caso já seja necessária a conferência)

1) Quando todos os atiradores estiverem sentados, o responsável pela linha de tiro deverá pessoalmente conferir se todos os fuzis estão abertos, travados e com o carregador voltado para a retaguarda.

2) O instrutor deverá comandar:

- “ARMAS ABERTAS TRAVADAS E SEM O CARREGADOR – LINHA DE TIRO EM SEGURANÇA – ATIRADORES DE PÉ – A FRENTE VERIFICAR OS ALVOS – AUXILIARES DOS ATIRADORES RECOLHER OS ESTOJOS E ENTREGAR PARA O SGT DE TIRO”

3) Neste momento, a equipe de munição recolhe e conta os estojos vazios e separa a munição a ser distribuída para o próximo tiro. (lembrar de escriturar toada a distribuição)

4) O instruendo deverá estar na posição de descansar, esperando o instrutor para ser realizada a verificação do tiro.

5) Neste intervalo de conferência dos alvos, o Armeiro do Esqd está sanando os problemas ocorridos com os fuzis da linha de tiro.

6) Após a entrega dos estojos vazios e da conferência dos alvos, todos os instruendos da linha de tiro deverão estar sentados aguardando o início do próximo exercício de tiro.


g. Escrituração do tiro

- O Sgt de tiro deverá levar consigo uma tabela conforme modelo abaixo para facilitar a confecção da documentação após o término do tiro.



Posto/Grad

Nome do atirador

Nr da arma que atirou

Total de tiros

























Obs: preencher durante os exercícios de tiro.
3. ATIVIDADES APÓS O EXERCÍCIO DE TIRO
a. Atividades após o Exercício de tiro

1) Conferência, verificação e devolução da sobra da munição.

- O Of tiro e o Sgt tiro do Esqd deverão, ainda no estande, conferir toda a sobra da munição e os estojos vazios, devendo fechar a soma com o pedido de munição.

2) Manutenção do armamento

3) Verificação do armamento pelo armeiro

a) O armeiro deverá contabilizar em documentação o número de tiros realizados por cada arma.

b) Verificar as alterações que por ventura houve nas armas que atiraram.

4) Recuperação e guardar os alvos

5) Preparação e envio da Parte da quantidade de tiros realizados por cada arma e Pessoal que atirou para a 3ª e 4ª seção

6) Arquivamento da documentação (partes, borrões de tiro etc)



- Responsabilidade do oficial de tiro

7) Abastecimento das viaturas




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal