Com assessoria técnica de diversos profissionais da área Docentes Responsáveis



Baixar 263.18 Kb.
Página1/4
Encontro28.11.2017
Tamanho263.18 Kb.
  1   2   3   4


Curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor

IBILCE / UNESP - São José do Rio Preto – SP
VOCABULÁRIO DE

ONCOLOGIA


francês-português

com índice remissivo português-francês
Elaboração na disciplina Estágio de Tradução em Língua Francesa

por Cristina Mori, Priscila Soubhia e Regiane Janice Shigaki Machado
com assessoria técnica de diversos profissionais da área
Docentes Responsáveis: Claudia Xatara e Wanda de Oliveira

Informatização em 2011: Giovana Cury Pagliuca
Orientação: Profa. Claudia Xatara

améthoptérine: Ametopterina - substância ineficaz no tratamento de linfosarcoma, de hematosarcoma africano, de leucemia aguda linfoblástica, de leucemia aguda mieloblástica e promielocitária e de leucemia aguda monocitária.
abrasion: Abrasão - 1. ablação de uma saliência ou de um tumor por aparações sucessivas com o auxílio de um instrumento cortante. 2. lixamento.
acétate de médroxyprogestérone: Acetato de medroxiprogesterona - substância utilizada no tratamento de câncer do endométrio.
acide folinique: Ácido folínico - substância que, combinada à mercaptopurina, colabora no tratamento da leucemia aguda linfocitária.
actinomycine: Actinomicina - substância utilizada no tratamento de osteosarcoma.

actinomycine D: Actinomicina D - substância utilizada no tratamento de hematosarcoma africano.
adamantinome: Adamantinoma - tumor maligno dos maxilares, originado de gomos dentários e que destrói simultaneamente os ossos e a gengiva.
adénocarcinome: Adenocarcinoma - nome dado aos cânceres de origem epitelial, de formações glandulares, parenquimáticas e maciças (seio, próstata) ou de tubos glandulares de revestimento (estômago, colo).
adénoépithéliome: Adenoepitelioma - tumor composto por elementos glandulares e epiteliais.
adénofibrome: Adenofibroma - tumor composto por tecido cinjuntivo e elementos glandulares.
adénofime: Adenofima - tumor de um gânglio ou glândula.
adénographie: Adenografia - radiografia de gânglios ou glândulas.
adénome: Adenoma - tumor epitelial, geralmente benigno, de estrutura semelhante a uma glândula.
adénome de Jackson: Adenoma de Jackson - 1. tumor benigno de origem glandular. 2. adenoma carcinóide dos brônquios ou epitelioma bronquial clinicamente benigno, mas de complicações graves.
adénome ombilical: Adenoma umbilica - tumor do umbigo originado pela coalescência do divertículo de Meckel com o anel umbilical.
adénome de Wölfer: Adenoma de Wölfer - variedade de bócios nodulares.
adénomixome: Adenomixoma - tumor composto de tecido ganglionar ou glandular e tecido mucoso.
adénomycosis: Adenomicose - doença de Hodgkin, doença adenomatosa endérmica, produzida pelo fungo Adenomycosis cruzi.
adénomyofibrome: Adenomiofibroma - fibroma que contém tecido adenomatoso e miomatoso.

adénomyome: Adenomioma - tumor composto de tecido glandular e muscular.
adénomyosarcome: Adenomiosarcoma - adenosarcoma que contém elementos musculares.
adénopathie: Adenopatia - doença da glândulas.
adénopathie cancéreuse: Adenopatia cancerosa - caracteriza-se por gânglios duros, indolentes, que aumenta de volume, encontradas no território de drenagem linfática do órgão afetado (gânglio axilar no câncer do seio, gânglio mesentérico no câncer digestivo).
adénosarcome: Adenosarcoma - tumor glandular, associado à uma proliferação epitelial glandular benigna e uma proliferação conjuntiva maligna.
alcoylant: Alcoilizante - agente utilizado no tratamento do câncer.
6-amino-chrysêne: 6-amino-crisena - substância utilizada no tratamento de câncer no seio.
aminoglutéthimide: Aminoglutetimida - substância utilizada no tratamento de câncer córtico-supra-renal.
anaplasie: Anaplasia - regressão das células a uma forma muito primitiva e indiferenciada.
angiome: Angioma - tumor constituído por uma proliferação de vasos sanguíneos.
antigène: Antígeno - termo geral para toda substância que, introduzida em um organismo animal, provoca a formação de anticorpos.
antimétabolites: Antimetabólitos - substância utilizada no tratamento de mieloma múltiplo.
aplasie: Aplasia - 1. desenvolvimento incompleto ou defeituoso. 2. Atrofia, agenesia, hipoplasia.
arsénite: Arsenito - nome que se dá aos sais compostos de ácido arsenioso e uma base qualquer.
artériographie: Arteriografia - 1. descrição das artérias, registro gráfico do pulso arterial. 2. Radiografia das artérias depois da introdução de um meio de contraste opaco aos raios X, também se chama vasografia arterial.
astrocytome: Astrocitoma - tumor composto de células estreladas da neurogeia.
6-aza-uridine: 6-aza-uridina - substância que detém o avanço da micose fungóide.
barytome: Baritoma - tumor formado por um acumulação de barita cercada por uma cápsula de esclerose, encontrada no peritônio, nas paredes digestivas ou nos gânglios intraperitoniais.
b.c.g.: m. b.c.g. - abreviatura do bacilo Calmette-Guérin.
bichlorhydrate de bis (β-chloro-éthylamine): Bicloridrato de bis (β-cloro-etilamina) - substância utilizada no tratamento da leucemia linfocitária crônica.

biopsie: Biópsia - retirada de um fragmento de tecido do organismo vivo para o exame da natureza das alterações nele existentes.
biothérapie: Bioterapia - método terapêutico que é realizado por meio de cultivos vivos (bacterioterapia) ou por produtos orgânicos (suco gástrico, bílis, etc.).
bis-chloroéthyl (amino-phenyl butyrique): Bis-cloroetil (amino-fenil butírico) - ácido usado no tratamento da doença de Hodgkin.
1,3-bis-2-chloroéthyl-1-nitrosourée: 1,3-bis-2-cloroetil-1-nitrosouréia - substância utilizada no tratamento da leucemia aguda linfoblástica.
1,4-bis (3-bromopropionyl) pipérazine: 1,4-bis (3-bromopropionil) piperazina - agente alcoilizante utilizado no tratamento da leucemia aguda monocitária.
2,2-bis(4-chlorophényl-2-chlorophényl)-1,1-dichloroéthane: 2,2-bis(4-clorofenil-2-clorofenil)-1,1-dicloretano - substância utilizada no tratamento de câncer córtico-supra-renal.
botryomycome: Botriomicoma - pequeno tumor inflamatório benigno, encontrado mais frequentemente nos dedos.
branchiome:Branquioma - tumor das regiões anteriores e laterais do pescoço, proveniente de um fechamento incompleto dos arcos branquiais ou da persistência desses arcos embrionários nos tecidos cervicais e na parte inferior da face.
cancer:Câncer - tumor maligno em geral e especialmente o formado por células epiteliais.
cancer atrophique:Câncer atrófico - câncer escirroso rodeado de tecido esclerosado e atrofiado.
cancer de butter:Câncer de butter - câncer da flexura hepática do colo.
cancer encéphaloïdeo: Câncer encefalóide - câncer brando, de consistência de massa encefálica; encefaloma.
cancer de lobstein:Câncer de lobstein - sarcoma retroperitonial.
cancer medullaire:Câncer medular - câncer em que predominam consideravelmente os elementos epiteliais sobre os fibrosos.
cancer mélanique:Câncer melânico - tumor maligno de cor negra e muito pigmentado, chamado também de câncer negro.
cancer de la prostate:Câncer da próstata - tumor sólido que depende da terapêutica endocriniana.
cancer des radiologistes:Câncer dos radiologistas - processo neoplásico necrótico que afeta as mãos dos que manipulam os raios X.
cancer rétractile:Câncer retrátil - tumor da mama com retração do mamilo.

cancer rétrograde: Câncer retrógrado - tumor maligno atrofiado e extinto.
cancer tubulaire: Câncer tubular - forma de câncer mamário originado nos condutos galactóforos.
cancer vert: Câncer verde - cloroma, linfoma maligno da órbita, com leucemia grave e tendência às metástases linfáticas.
cancéremie: Canceremia - penetração no sangue de matérias que existem no câncer ulcerado.

cancericide: Cancericida - que destrói células cancerosas.
cancériforme: Canceriforme - com a forma de cancro.
cancerisme: Cancerismo - tendência ao desenvolvimento de neoplasias malignas.
cancróide: Cancróide - variedade de câncer cutâneo localizado sobretudo na face e que tem uma evolução mais prolongada que os outros tumores malignos da pele.
candidose buccale: Candidose bucal - lepra na boca.
canule: Cânula - tubo de plástico, borracha ou metal, de calibre variável, aberto em ambas extremidades, para introduzir-se no corpo ou nos canais.
carcinectomie: Carcinectomia - extirpação de um carcinoma.
carcinelcose: Carcinelcose - ulceração maligna ou cancerosa; câncer ulcerado.
carcinogénie: Carcinogenia - produção do câncer.
carcinoïde: Carcinóide - tumor de aspecto carcinomatoso. Tumor circunscrito e amarelado do intestino delgado, apêndice vermicular e estômago.
carcinologie: Carcinologia - parte da ciência médica que estuda os carcinomas e, de uma forma mais geral, de todos os tumores malignos.
carcinome: Carcinoma - sinônimo de Cancro.
carcinome érectile: Carcinoma eréctil - encefalóide que contém muitos vasos sanguíneos; denominado também hematóide.
carcinome lenticulaire: Carcinoma lenticular - escirro da pele com formação de pápulas planas e nódulos que se desenvolvem juntamente, formando massas fungosas.
carcinome monocelullaire: Carcinoma monocelular - câncer do ovário, quase sempre metastático de um câncer gástrico, com zonas de degeneração mucóide e de células em anel; tumor de Krukenberg.
carcinome réticulé: Carcinoma reticulado - carcinoma de estrutura muito manifesta por causa da degeneração adiposa.
carcinosarcome: Carcinosarcoma - tumor constituído por elementos cancerosos e sarcomatosos.
carcinose: Carcinose - diátesis cancerosa; tendência ao desenvolvimento do câncer; câncer ou tumor maligno.
catécholamine: Catecolamina - nome genérico das aminas derivadas do catecol ou 1,2 bencenodiol. As mais importantes são a adrenalina e noradrenalina e seu processador a DOPA (dihidrofenilalanina) de ação simpaticomimética.
catharanta rosea: Catharanta rosea - planta da qual se extrai certos alcalóides, os esteróides córtico-supra-renais.
cellulome: Celuloma - tumor de células.
cellulome épithélial éruptif: Celuloma epitelial eruptivo - linfangioma tuberoso múltiplo.
cérome: Ceroma - tumor de tecido que sofreu a degeneração cérea.
chéloïde: Quelóide - tumor duro e fibroso quase cartilaginoso, de contornos irregulares que se desenvolvem na derme.
chimiosensible: Quimiosensível - sensível ao tratamento com substâncias químicas.
chimiothérapie: Quimioterapia - método de tratamento de um grande número de doenças e que utiliza as afinidades químicas de algumas substâncias para tecidos vivos.
chimiothérapie d´attaque: Quimioterapia de ataque - é aquela usada no início do tratamento com as doses normais dos remédios para a regressão rápida da doença.
chimiothérapie d´entretien: Quimioterapia de manutenção - é o emprego de uma dosagem mais baixa do remédio para um tratamento mais prolongado ou para evitar o reaparecimento da doença.
chloramino-phénylbutirique: Cloramino-fenilbutírico - substância que ajuda a deter o avanço do linfocitoma maligno.
chlorydrate de 1-méthyl-2-p-(isoprophyl-carbamyl) benzyl-hydrazine: Cloridrato de 1-metil-2-p (isopropil-carbamil) benzil-hidrazina - composto mais ativo que parece dar a mais alta porcentagem de remissões na doença de Hodgkin e reticulosarcoma.
cholangiome: Colangioma - pequeno tumor benigno do fígado, habitualmente sem tradução clínica, formado por um ramo isolado de canais biliares dilatados, contendo ou não a bílis.
chondrome: Condroma - tumor constituído por tecido cartilaginoso.
chondrosarcome: Condrosarcoma - tumor maligno feito de tecido cartilaginoso, que nasce ao nível de um osso achatado, invade os tecidos vizinhos e provoca metástase, principalmente pulmonar.
chordome: Cordoma - tumor raro, habitualmente maligno, desenvolvido às custas de vestígios embrionários da corda dorsal.
chorio: Cório - membrana uterina.
choriocarcinome: Coriocarcinoma - tumor formado pela proliferação maligna do epitélio das vilosidades coriais que inclui o corio-adenoma, o corio-sarcoma e o sincicioma.
chorio-épithéliome: Cório-epitelioma - tumor maligno que reproduz de maneira caricata um tecido placentário e como ele, secreta hormônios.
choristome: Coristoma - tumor constituído por elementos estranhos ao tecido em que se desenvolve.
cobaltothérapie: Cobaltoterapia - tratamento à base de sais de cobalto (radioativo).
coeliome: Celioma - tumor abdominal.
coeliomioméctomie: Celiomiomectomia - extirpação de um mioma uterino por celiotomia (laparotomia).
coeliotomie: Celiotomia - incisão cirúrgica da cavidade abdominal.
colchicine: Colquicina - alcalóide que se encontra nas sementes do cólquico, utilizado no tratamento do câncer na pele ( epitelioma).
colesteatome: Colesteatoma - tumor capsulado que contém massas de colesterina.
condylome: Condiloma - pequeno tumor benigno, saliente, mamelado situado ao nível das mucosas e mais particularmente no contorno dos orifícios naturais (vulva, ânus).
contactothérapie: Contatoterapia - procedimento de radioterapia no qual o tubo emissor de raios-X é posto em contato com as lesões à tratar (tumores superficiais, lesões cutâneas) ou no interior de uma cavidade (boca, reto).
corne cutanée: Corno cutâneo - pequeno tumor epitelial benigno, alongado, duro, constituído em um ou dois meses, habitualmente no rosto ou no pescoço.
corticoïde: Corticóide - diz-se das substâncias secretadas pelo córtex das glândulas supra-renais ou capazes de excitar a secreção desse órgão.
corticothérapie: Corticoterapia - método de tratamento que emprega os corticóides.
cortisone: Cortisona - hormônio da glândula supra-renal.
curiethérapie: Curieterapia - tratamento pelo radium, radiumterapia.
cyclophosphamide: Ciclofosfamida - substância utilizada no tratamento da doença de Hodgkin, linfosarcomas, síndrome de leucemia aguda secundária, hematosarcoma africano, linfocitoma maligno, leucemia aguda linfoblástica e leucemia linfocitária crônica.
cystome: Cistoma - tumor que contém cistos de origem neoplástica; tumor cístico.
cystosarcome: Cistosarcoma - sarcoma com cavidades císticas.
cytodiagnostic: Citodiagnóstico - método de diagnóstico de doenças e de tumores, baseado no exame microscópico de células normais ou patológicas, recolhidas por punção de uma coleção líquida ou de um órgão, pela raspagem de uma lesão, ou através de um exame de um produto de secreção.
cytopénie: Citopenia - diminuição das células.
cytosine-arabinoside: Citosina arabinosida - substância utilizada no tratamento da leucemia aguda linfoblástica, leucemia aguda mieloblástica e promielocitária.
dacriome: Dacrioma - tumor da glândula lacrimal.
déciduome: Deciduoma - tumor benigno constituído por células deciduais.
défaillance myéloide: Deficiência mielóide - deficiência da medula óssea formadora das células sanguíneas.
dermatofibrosarcome:Dermatofibrosarcoma - tumor fibroso de origem conjuntiva, de evolução lenta, de malignidade fraca, aparece mais frequentemente nas áreas inguinais.
désacétyl-méthylcolchicine: Desacetil-metilcolchicina - substância utilizada no tratamento da leucemia mielóide crônica.
desmocytome: Desmocitoma - tumor de desmócitos; sarcoma.
1,6-désoxy-1-6-D mannitol: 1,6-desóxi-1-6-D mannitol - substância utilizada no tratamento da leucemia linfocitária crônica.
5-désoxy-uridine: 5-desóxi-uridina - substância utilizada no tratamento do câncer do cólon de do reto.
dibromomannitol: Dibromommanitol - substância utilizada no tratamento da leucemia mielóide crônica.
dichloro-éthylamino-phénil-alanine: Dicloro-etilamino-fenil-alanina - substância utilizada no tratamento da leucemia linfocitária crônica.
dictyome: Dictioma - tumor da retina.
1-4-diméthane-sulfonyl-oxybutane: 1-4-dimetano-sulfonil-oxibutano - substância utilizada no tratamento da leucemia mielóide crônica.
dysembryome: Disembrioma - tumor de origem embrionária, constituída por tecidos variados, ora maduros (pele, glândulas, osso, cartilagens, etc.), ora imaturos (blastoma), dispostos sem ordem.
éleidome: Eleidoma - tumor inflamatório hipodérmico consecutivo às injeções de óleo.
embriome: Embrioma - tumor constituído por elementos embrionários; teratoma.
embryopathie: Embriopatia - doença contraída pelo embrião no útero.
endocrinothérapie: Endocrinoterapia - tratamento das doenças pela administração de preparações endócrinas.
endoscopie: Endoscopia - exame ou inspeção direta de uma cavidade ou conduto do corpo por meio de instrumentos ópticos adequados ao lugar; objeto da inspeção.
endostéome: Endosteoma - tumor na cavidade medular de um osso.
endothéliome: Endotelioma - tumor maligno formado pela multiplicação e aglomeração de células endoteliais.
éosinophénie: Eosinopenia - deficiência anormal de células eosinófilas no sangue.
ependymome: Ependimoma - tumor que contém células ependimárias adultas.
épicytome: Epicitoma - epitelioma maligno.
épistome: Epistoma - tumor brônquico não canceroso, de evolução lenta, conduzindo à uma obliteração da luz brônquica e de hemóptises.
epithéliome: Epitelioma - tumor composto essencialmente de células epiteliais.
épithéliosarcome: Epiteliosarcoma - variedade particular de tumor maligno, onde são associados um tecido conjuntivo sarcomatoso e uma proliferação epitelial cancerosa.
éradication: Erradicação - operação de extirpação completa de um órgão ou de um tumor.
erythrémie: Eritremia - doença caracterizada pelo aumento de glóbulos vermelhos no sangue, devido à produção excessiva de eritroblastos pela medula óssea.
erythroleucémie: Eritroleucemia - afecção sanguínea caracterizada pela aparição no sangue periférico de eritroblastos e mieloblastos atípicos.
èthoglucide: Etoglucídeo - substância utilizada no tratamento de câncer da bexiga.
ethylene-imino-quinones: Etileno-imino-quinonas - substância utilizada no tratamento dos linfosarcomas.
ethylene-imino-benzo-quinones: Etileno-imino-benzo-quinonas - substância utilizada no tratamento reticulosarcoma e síndrome de leucemia aguda secundária.
ethylenes-imine-benzoquinones: Etileno-imina-benzoquinonas - substância que ajuda a deter o avanço da leucemia linfocitária crônica.
èthynyl-oestradiol: Etinil-estradiol - substância utilizada no tratamento de câncer no seio.
èthynylestrenol: Etinilestrenol - substância utilizada no tratamento de câncer no seio.
exérèse: Exérese - separação cirúrgica de uma parte, natural ou acidental, do corpo; extirpação cirúrgica.
exostose: Exostose - tumor ósseo benigno que se desenvolve na superfície do osso.
fibrinogène: Fibrinogênio - proteína solúvel, fibrilar alongada, presente no plasma sanguíneo.
fibrinolyse: Fibrinólise - degradação da fibrina, agente importante da coagulação.
fibrinopénie: Fibrinopenia - baixa taxa de fibrinogênio no sangue.
fibrome: Fibroma - termo que designa um tumor formado de tecido fibroso e, igualmente, o fibromioma do útero, formado no lugar do tecido fibroso e muscular.
fibromyome: Fibromioma - tumor benigno misto constituído por fibras musculares e por fibras conjuntivas, que encontra-se essencialmente ao nível do útero.
fibrotuberculome: Fibrotuberculoma - tumor fibroso que contém tubérculos.
5-fluoro-désoxy-uridine: 5-flúor-desôxi-uridina - substância utilizada no tratamento da leucemia aguda linfoblástica.
5-fluoro-uracile: 5-flúor-uracila - substância utilizada no tratamento de câncer da pele (epitelioma).
folliculome: Foliculoma - tumor do ovário, cuja estrutura lembra a do folículo de Graaf e que secreta hormônios sexuais femininos em excesso, fontes de diversas perturbações endócrinas.
gélose trypticase: Gelose tripticase - matéria gelatinosa extraída do Agar-agar, produto que vem de uma alga florida dos mares extremo-orientais.
gliome: Glioma - tumor dos centros nervosos e da retina, de estrutura análoga a neuroglia, formado por células nucleadas, estreladas, granulosas, e matéria intercelular homogênea, semi-liquida e translúcida.
glucosides benzylidinés: Glucosídeos benzilidinados - substância extraída da Podophylum Emodi. Só é ativa por via arterial ou venosa. É usada no tratamento de diversos tumores sólidos.
gonadotropine chorionique: Gonadotropina coriônica - substância utilizada no tratamento de câncer dos órgãos endocrinianos.
granulome: Granuloma - massa de um tecido não-tumoral, com características proliferativas, fibrosantes e degenerativas, que se desenvolve, muitas vezes em diferentes inflamações crônicas.
greffe: Enxerto, operação de enxertar - operação que consiste em transferir para o indivíduo parte de tecido ou órgão, ou ainda de órgão inteiro tirado dele mesmo ou de outro.
hématologie: Hematologia - ciência que estuda o sangue e suas doenças.
hématopoïèse: Hematopoiése - formação das células sanguíneas.
hématosarcome: Hematosarcoma - termo muito geral englobado as diversas variedades de processos cancerosos, nascidos das células sanguíneas ou reproduzindo-as.
hématosarcome africain: Hematosarcoma africano - tipo de câncer, freqüente na África, que costuma aparecer nos aidéticos.
hémolysation: Hemolizaçao - produção de hemólises e seu efeito.
hemóstase: Hemostase - estagnação do sangue, causada pela pletora.
hépatome: Hepatoma - tumor do fígado.
herpès: Herpes - afecção inflamatória da pele, caracterizada pela aparição de pequenas vesículas transparentes reunidas em grupos rodeados de um auréola vermelha.
histioblaste: Histioblasto - precursor do histiócito.
histiocyte: Histiócito - célula grande, fagocitária do sistema retículo endotelial; endoteliócito.
histiocytome: Histiocitoma - pequeno tumor nodular e indolor, formado por uma proliferação benigna de células histiocitárias.
Hodgkin (maladie de): Hodgkin (doença de) - afecção do retículo dos gânglios linfáticos, da medula óssea, do baço, caracterizada pela associação de um granuloma de aspecto inflamatório e de células tumorais.
homeostasie: Homeostasia - tendência à estabilidade do meio interno do organismo.
hormonothérapie: Hormonoterapia - emprego terapêutico dos hormônios.


  1   2   3   4


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal